...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

Quinta-feira, 28 de Abril, 2011

JUNIORES "A"

 

Os miúdos do SC Braga parecem que querem terminar em alta e comtriunfos esta fase de apuramento de campeão no Nacional de “Juniores A“.

 

Depois da última vitória, em terras do lis, por 1-3, os bracarenses comandados por Artur Jorge levaram de vencida, no seu estádio, os velhos rivais e vizinhos do vsc, por resultado tangencial de 2-1. Alenitchev e Emre Sahin, nos últimos dez minutos dos noventa regulamentares fizeram o resultado para os arsenalistas numa partida um pouco abaixo das espectativas, quiça pelo destino já traçado para ambos os clubes faltando saber em que posições terminam este mini-campeonato.

 

Para já, e pela primeira vez nesta fase, o SC Braga está no pódio, a cinco pontos do segundo, o Sporting e a 12 do novo campeão o FC Porto.O quarto classificado, o Benfica está a apenas um ponto de distância dos bracarenses, clubes que curiosamente se vão encontrar em Braga no 1º de Maio (dia data e possívelmente no estádio com o mesmo nome), ou seja, no mesmo dia em que os séniores têm pela frente a U. Leiria de P. Caixinha que vêm feridos no seu orgulho pela fraca performance dos últimos jogos.

 

Equipa do SC Braga:

1 – Bruno, 2 – Fábio, 3 – Kanu, 4 – Lomba, 5 – Fernando (17 – Erivaldo aos 59`), 6 – Salvador (18 – Alenitchev aos 67`), 7 – Tiago, 8 – Carlos Eduardo (13 – Airosa aos 74`), 9 – João Manuel (C), 10 – Emre e 11 – Afonso.  

 

Resultados 12ª Jornada

 

Sp. Braga  2-1  V. Guimarães Sugerir Video
Sporting  4-2  U. Leiria Sugerir Video
Naval  0-3  FC Porto Sugerir Video
Gondomar  1-1  Benfica
Pos.EquipaPJVEDGMGS  
1 FC Porto 33 12 11 0 1 31 4 Jogos
2 Sporting 26 12 8 2 2 27 10 Jogos
3 Sp. Braga 21 12 7 0 5 21 19 Subiu 2 posições Jogos
4 Benfica 20 12 6 2 4 29 12 Desceu 1 posições Jogos
5 V. Guimarães 18 12 5 3 4 16 18 Desceu 1 posições Jogos
6 Gondomar 9 12 2 3 7 9 17 Jogos
7 Naval 7 12 2 1 9 8 32 Jogos
8 U. Leiria 4 12 1 1 10 10 39 Jogos
publicado por carlitos às 18:56

 

Europa League UEFA Europa League 2010/2011
2011/04/28, 20:05, Lisboa
Benfica
Sport Lisboa e Benfica
 vs 
Sp. Braga
Sporting Clube de Braga

     
Estádio
Portugal Luz

Benfica e Sporting de Braga disputam esta quinta-feira a primeira eliminatória exclusivamente portuguesa na Liga Europa. Os lisboetas têm como objectivo de época levantar o troféu em Dublin, mas os minhotos conseguiram uma caminhada impressionante e não sonham com outro desfecho que não seja atingir a final. A emoção está garantida.

 

O palco de hoje é o Estádio da Luz, numa daquelas noites em que o vermelho e o branco são o cenário obrigatório. E, neste caso, mesmo exclusivo. Curiosamente, para além das cores do equipamento, Benfica e Sp. Braga partilham também o facto de terem chegado à Liga Europa depois de uma curta passagem pela Champions. A terminar as partilhas, há os nomes de Jorge Jesus, Peixoto, Luís Filipe, Sílvio e Quim, mais ou menos presentes, mas que fizeram e fazem parte da história dos dois emblemas.

 

Esta, já se disse, é a primeira eliminatória europeia 100% portuguesa e coloca frente a frente nada mais nada menos que o campeão e vice-campeão da liga nacional 2009/10. Nessa altura, o Benfica levou a melhor na ponta final do campeonato. Agora, os arsenalistas têm a oportunidade perfeita para vingar essa desfeita.

 

Quem passar pode ainda encontrar o FC Porto, caso os dragões ultrapassem o Villarreal. Seria histórico para os portugueses, mas não para os «europeus»: é que já em 1971/72, 1979/80, 1989/90, 1990/91, 1994/95, 1997/98 e 2006/07 os finalistas originavam do mesmo país – Inglaterra, Alemanha, Itália (em quatro ocasiões) e Espanha, por esta ordem.

 

Mas voltando ao Benfica e ao Sp. Braga, para analisar o passado estatístico: a vantagem é claramente dos encarnados da capital. Na Liga Portuguesa houve 110 confrontos, com as águias a vencerem 72. Na Taça de Portugal houve dez jogos, de novo com o Benfica na frente com seis triunfos.

 

A única vez que o Sp. Braga foi capaz de conquistar a vitória em casa do rival desta noite data de 1954, mais propriamente de 31 de Outubro. 0-1 foi o resultado da altura, um score que Domingos Paciência não se importaria de repetir, embora os lisboetas já não percam para as competições europeias há seis embates. Ainda que tenham sofrido golos em todas as partidas disputadas na Luz.

 

Os bracarenses, por seu turno, chegam aqui após três empates consecutivos – dois com o Dynamo Kyiv e um com o Liverpool, que permitiu ao 1-0 do AXA, assinado por Alan, ficar marcado a ouro na história minhota.

 Na última vez que estas duas equipas mediram forças, no norte do país, o Sp. Braga levou a melhor por 2-1. Saviola deu vantagem às águias, mas os guerreiros viraram o placar com golos de Hugo Viana e Mossoró. "zerozero.pt"

 

ANTEVISÃO

 


Em conferência de imprensa para o jogo de hoje á noite na nova Luz Domingos Paciência aproveitou o cognome por que do clube bracarense é referido e conhecido para referir que a equipa está na máxima força apenas não podendo contarcom o jogador Paulo César, por castigo dedois jogos, pela expulsão contra o Dynamo Kyiv. Assim, caso o Sp. Braga elimine o conjunto de Lisboa, apenas pode pisar o relvado do palco da final, em Dublin.Assim a equipa vai apresentar-se em campo com o sentido de trazer para Braga a resolução da eliminatória para terem o calor, apoio e carinho dos seus sócios e adeptos.Mas antes, em Lisboa, vai lutar pela vitória, prometeu uma equipa «focada» no objectivo «final de Dublin» e lembrou que, «depois de ter eliminado grandes equipas», o Sp. Braga «tem legitimidade para pensar em chegar» ao jogo decisivo de 18 de Maio.

Domingos: «Somos do Minho, somos guerreiros, queremos ir a Dublin»

Treinador diz que os seus jogadores acreditam numa vitória na Luz

Domingos Paciência diz que os seus jogadores acreditam que podem ganhar esta quinta-feira no Estádio da Luz. O treinador do Sp. Braga recusou comentar o momento do Benfica e preferiu destacar a confiança da sua equipa, sobretudo nesta competição, e a grande vontade de chegar a uma final depois de já ter ultrapassado adversários como o Liverpool e o Dínamo Kiev.

O Braga começou mal a época, mas chega ao final com dois grandes objectivos. O terceiro lugar na Liga e a final da Liga Europa. «Se pudermos concretizar os objectivos que ainda estão em aberto em relação a essas duas competições seria uma boa época. O objectivo era ficar em terceiro ou quarto lugar na Liga, mas é natural que nesta altura este possa ser o jogo mais importante para nós e para a história do clube. Como dizia o Paulão, não há favoritos nesta altura. Temos de dar os parabéns a uma equipa que começou muito cedo e eliminou equipas de grande valor para chegar aqui. Tivemos de passar o Liverpool e o Dínamo Kiev e, portanto, é legítimo que aspiremos a estar na final. Somos de Braga, somos apelidados como guerreiros e queremos ir á final», começou por destacar.

Paulo César, expulso no último jogo, vai ser o grande ausente, mas Domingos não tem dúvidas quanto ao onze que vai entrar em campo. «Mau era se nesta altura tivesse dúvidas em relação à estrutura da equipa. Sabemos que o Paulo César é um elemento importante, mas noutras alturas também faltaram jogadores importantes e conseguimos suprimi-las», referiu, sem querer divulgar quem vai render o avançado, mas garantindo que vai manter a mesma estrutura.

«Não vou mexer na estrutura porque quem segue o Braga sabe perfeitamente que há vários jogadores identificados com a posição que tem de ocupar em determinados momentos do jogo. Neste momento não adianto a equipa, vamos defrontar uma equipa portuguesa que nos conhece bem e é natural que o segredo se mantenha, quer de um lado, quer do outro», acrescentou.

Jesus disse que a eliminatória ia ficar decidida por pormenores, Domingos não pensa de forma muito diferente. «A equipa que conseguir ser mais fria, estiver mais inspirada, cometer menos erros e acusar menos o nervosismo vai seguir em frente. O erro pode ser fatal, pode tirar a final a uma das equipas. Isso é que pode fazer com os jogadores não tenham a frieza necessária. Sabemos que quem cometer menos erros vai passar. Conhecemos o valor do Benfica, esperamos que a abordagem e a superação da equipa volte a acontecer, estes jogadores bem merecem», referiu.

Jesus revelou que Roberto vai ser titular. Domingos não quis comentar, mas recordou que o Benfica tem sofrido golos nos últimos jogos e pede aos seus jogadores que sejam eficazes em frente à baliza. «Não vou comentar aquilo que é o adversário, ao contrário do que fiz em relação aos outros adversários que defrontámos na Liga Europa. Do Benfica toda a gente os conhece, não faz sentido estar a falar dos jogadores do Benfica. Temos de jogar com todos os factores. Se analisarem, o Benfica sofre golos há catorze jogos consecutivos, temos de jogar com esse factor. As situações que o Roberto vai ter pela frente, peço aos meus jogadores que as concretizem, peço aos meus jogadores que sejam eficazes», destacou.

Um jogo sem golos podia, à partida, ser um bom resultado para o Braga, mas Domingos considera que tudo depende do segundo jogo. «Há um jogo para fazer, um 0-0 pode ser um bom resultado como pode não ser. Se analisarmos o jogo com o Dínamo Kiev, em que jogámos com dez e desperdiçámos muitas oportunidades, o 0-0 até foi um mau resultado», referiu.

A verdade é que o Braga parece estar numa fase ascendente, ao contrário do Benfica, pelo menos em termos físicos. «Não sei quem está melhor ou pior, mas sinto que os meus jogadores estão muito confiantes, querem fazer um grande jogo, querem ganhar aqui na Luz», destacou ainda.

 

 Paulão: «Viemos aqui para discutir a eliminatória»

 

Central diz que o Benfica é «forte», mas diz que «não há favoritos»Paulão considera que nas meias-finais da Liga Europa «não há favoritos». O central espera defrontar um Benfica «forte», mas lembra que o Sp. Braga, no percurso até à meia-final, também deixou outros adversários com credenciais pelo caminho.«É um jogo importante como todos os outros que já disputámos até aqui. Na minha opinião não tem favoritos, viemos aqui para discutir a eliminatória e é isso que vamos fazer. Estamos bastante concentrados para estes dois jogos, o primeira é em Lisboa e viemos aqui para conseguir um bom resultado», começou por destacar na antevisão da partida.Cardozo e Saviola são uma dupla temível, mas a verdade é que, nos últimos jogos, não parecem tão letais como já foram frente à baliza. «Mais fácil? Acho que não. Os dois já demonstraram que têm qualidade. Vai ser um jogo diferente, amanhã, com certeza, que vão dar o máximo para a sua equipa», comentou.Este vai ser o quarto embate entre os dois emblemas esta temporada e, apesar do momento menos bom da equipa de Jesus, Paulão não espera facilidades. «Acho que não, o Benfica vai ser sempre uma equipa forte, que luta pelos títulos», referiu. Os jogos entre os dois emblemas têm sido marcados, desde a época passada, por polémicas ao nível da arbitragem. Desta vez o árbitro é escocês. «Vamos procurar fazer o nosso trabalho e esquecer o árbitro», limitou-se a comentar.

 

Jesus quer «juntar o útil ao agradável»: ganhar sem sofrer

 

Roberto vai ser o dono da baliza, Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida Jorge Jesus quer manter a «receita» de ganhar os jogos em casa na Liga Europa esta quinta-feira frente ao Sp. Braga, no jogo da primeira mão da meia-final da Liga Europa e, se possível, «juntar o útil ao agradável», que traduziu como ganhar e não sofrer golos. Falta apenas saber que equipa o treinador vai apresentar neste primeiro jogo. Roberto vai ser o dono da baliza, mas Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida.A prioridade é chegar ao segundo jogo, em Braga, com uma vitória, se possível, sem sofrer golos. «Isso era juntar o útil ao agradável. O importante é fazer o que fizemos nas últimas eliminatórias. Aqui na Luz o importante é ganhar, foi isso que fizemos com todos os adversários», começou por destacar na habitual conferência de antevisão.O Benfica está no segundo lugar da Liga e o Sp. Braga no terceiro, mas Jesus diz que a classificação vai contar pouco para o jogo desta quinta-feira e acredita que a motivação será igual nos dois campos. «Nesta altura, entre estas quatro equipas, são pormenores que vão decidir os jogos. Há motivação muito forte em todos os jogadores. Entre o Braga e o Benfica a avaliação de quem está mais forte não se pode definir. Em termos de campeonato, o Benfica está à frente do Braga, mas não é por aí que podemos ir», referiu. Rstam ainda muitas dúvidas quanto ao onze que o Benfica vai apresentar. Salvio está descartado, Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida. «Estão com problemas musculares, ainda não temos a certeza se vão recuperar ou não. Amanhã temos treino de manhã, vamos testar esses jogadores, portanto ainda não posso dar uma certeza», explicou.Certa é o regresso de Roberto à baliza. «O Roberto não tem problema nenhum, posso dizer que é o jogador que vai ser lançado no jogo», destacou, sem querer justificar a sua opção. «É um problema individual, técnico, específico que diz mais respeito a mim em relação aos três elementos. Não tenho muito interesse em expressar a minha prioridade. Como nunca a divulguei a eles, também não a vou divulgar agora», limitou-se a adiantar.Os jogos entre Benfica e Sp. Braga esta temporada ficaram marcados por polémicas, mas esta quinta-feira há uma diferença substancial. O árbitro será um escocês. «Não sei, pode ser diferente em termos de critérios. Normalmente estas equipas tê uma forma de olhar para o jogo diferente dos árbitros em Portugal. Deixam o jogo correr mais e penso que amanhã esse facto pode aumentar a intensidade do jogo e dar-lhe mais qualidade», comentou a finalizar.

tags:
publicado por carlitos às 18:43

Braga: dominador em Turquel

 

Braga: dominador em Turquel

O Hóquei Clube de Braga fez um verdadeiro brilharete, ao vencer em três escalões no Torneio de Turquel

 
Este ano, o Hóquei Clube de Turquel voltou a organizar o seu já muito popular - e cada vez mais prestigiado! - Torneio da "Páscoa em Patins".

Para além da alegria das várias equipas da casa - o HCT é um dos clubes com mais tradições na formação de jovens valores para o hóquei em patins! - o destaque deste ano vai para o Hóquei Clube de Braga.
Os pupilos de André Torres (Juniores), Vítor Silva (Iniciados) e Rodrigo Sousa (Infantis) foram os protagonistas deste evento, que teve lugar no Domingo de Páscoa.
Nos juvenis, o vencedor foi a equipa da casa, Hóquei Clube de Turquel.
De destacar, ainda, as equipas feminina e de benjamins do Hóquei Clube de Turquel. Em escolares, o 1º lugar foi conquistado pelo Sporting Clube de Portugal.
Nos bambis, a vitória sorriu à equipa da Associação Desportiva de Oeiras.

Eis as classificações finais do Torneio "Páscoa em Patins" 2011:

BAMBIS
1º AD Oeiras
2º HC Turquel
3º HC Mealhada

BENJAMINS
1º HC Turquel "B"
2º HC Turquel "A"
3º HC Viseu
4º UF Entroncamento

ESCOLARES
1º Sporting CP
2º HC Turquel
3º UD Oliveirense

INFANTIS
1º HC Braga
2º HC Turquel "A"
3º Sporting CP
4º HC Turquel "B"

INICIADOS
1º HC Braga
2º HC Turquel "A"
3º HC Turquel "B"
4º HC Paço de Rei

JUVENIS
1º HC Turquel
2º ACR Gulpilhares
3º Infante de Sagres

JUNIORES
1º HC Braga
2º HC Turquel
3º ACR Pessegueiro Vouga

FEMININOS
1º HC Turquel
2º AP Aveiro
3º HC Mealhada
tags:
publicado por carlitos às 00:04

Quarta-feira, 27 de Abril, 2011

 

 

Liga Europa: o que F.C. Porto, Sp. Braga e Benfica já fizeram

Três percursos para recordar antes do ataque às meias-finais

O português é a língua oficial da Liga Europa 2010/11. As meias-finais estão aí à porta e é hora de recordar o brilhantismo no percurso dos três representantes portugueses. F.C. Porto, Sp. Braga e Benfica apenas têm um estorvo chamado Villarreal, a impedir a monopólio do futebol lusitano na segunda mais importante prova de clubes da UEFA.

A primeira-mão das meias-finais da Liga Europa realiza-se a 28 de Abril:

F.C. Porto-Villarreal
Benfica-Sp. Braga

Os segundos jogos estão agendados para o dia 5 de Maio.

Tudo sobre a Liga Europa

 

O Sp. Braga começou a sua aventura europeia na Liga dos Campeões. O terceiro lugar no Grupo H valeu-lhe a saída da prova, mas deu-lhe acesso aos dezasseis-avos da Liga Europa. Os bracarenses defrontam o Benfica nas meias-finais ¿ a primeira mão disputa-se a 28 de Abril. Recorde o percurso dos guerreiros do Minho, em texto e imagens.

Dezasseis-avos-de-final
Lech-Sp. Braga, 1-0
Sp. Braga-Lech, 2-0

Oitavos-de-final
Sp. Braga-Liverpool, 1-0
Liverpool-Sp. Braga, 0-0

Quartos-de-final
Dínamo Kiev-Sp. Braga, 1-1
Sp. Braga-Dínamo Kiev, 0-0

Meias-finais
Benfica-Sp. Braga
Sp. Braga-Benfica

 

Para mais informação sobre resultados e classificações: http://www.maisfutebol.iol.pt/liga-europa/calendario/3482-1102-16240

tags:
publicado por carlitos às 20:13

Década de 90 com total domínio italiano. Novo século traz mais abertura.

 

Portugal iguala feito espanhol de 2006/07

 

 

O facto de Portugal ter três equipas nas meias-finais da Liga Europa é não só um feito para o futebol nacional como algo só alcançado esporadicamente.

A Liga Europa é a segunda maior competição de clubes e este ano conta com três equipas nas meias-finais, o que indica que, pelo menos uma, já tem garantido lugar na final. FC Porto-Villarreal é o duelo ibérico, Benfica-Sp.Braga é o embate luso.

Preencher três vagas parece simples, mas é algo esporadicamente conseguido. A última vez que a prova contou com um trio do mesmo campeonato foi em 2006/07: o Espanhol mediu forças com os alemães do Werden Bremen e o Osassuna enfrentou o Sevilha. A final teve ‘salero’, com a equipa andaluza a levar a melhor sobre o Espanhol.

Em 2002/03, quando os portistas conquistaram a sua primeira prova europeia era-Mourinho, Portugal teve duas equipas nas meias-finais, com o Boavista a perder para o Celtic.

 

Do domínio italiano à cada vez maior heterogenia

 

A época de 90, ainda sob a designação Taça UEFA, foi totalmente dominada pela Itália. De 1990 a 1999, em dez finais, os italianos participaram em nove e conquistaram oito. Na entrada no novo século, as fases finais abriram-se a outros mercados e começaram a surgir equipas de ligas teoricamente mais fracas, ainda que, em parte, a Espanha tenha substituído a Itália como dominador da prova. ‘Nuestros hermanos’ em dez finais conseguiram vencer quatro, com o Sevilha a bisar (2005/06 e 2006/07). Antes, em 2003/04, o Valência bateu o Marselha e na época passada foi o Atlético de Madrid a levar a Taça.

Equipas como o Feyernoord, o Zenit ou o Shakhtar Donetsk já arrecadaram o troféu, em 2001/02, 2007/08 e 2008/09, respectivamente, mostrando que a prova está muito mais aberta a que os ‘pequenos’. Também na década passada, Portugal arrecadou um troféu (2002/03) e conseguiu levar mais uma equipa à final, com o Sporting a acabar por perder com o CSKA de Moscovo (2004/05). No ano anterior, o FC Porto conquistou a Liga dos Campeões, a primeira de José Mourinho.

Portugal está bem posicionado para trazer a o troféu da Liga Europa. Ou para o Porto, Lisboa ou Braga.


Villarreal, último obstáculo a inédito feito lusitano

 

Seis anos após a presença do Sporting, no jogo que decidiu a Taça UEFA de 2004/2005, Portugal tem assegurada uma 15.ª final europeia, mas pode ainda fazer melhor, monopolizá-la, como só espanhóis, ingleses, alemães e italianos conseguiram.

 

 

 O Villarreal, adversário do FC Porto, é o último obstáculo a uma final da Liga Europa 100 por cento portuguesa, a 18 de Maio, em Dublin, já certa para Benfica ou Sporting de Braga.

Seis anos após a presença do Sporting, no jogo que decidiu a Taça UEFA de 2004/2005, Portugal tem assegurada uma 15.ª final europeia, mas pode ainda fazer melhor, monopolizá-la, como só espanhóis, ingleses, alemães e italianos conseguiram.

Esse feito está nas mãos do FC Porto, de André Villas-Boas, que está época já bateu vários recordes históricos do futebol luso na Europa, com destaque para os 12 triunfos e os sete alcançados em outros tentos jogos fora.

Em 14 encontros, os “azuis e brancos” só cederam um empate (1-1 com o Besiktas, na fase de grupos) e uma derrota (0-1 com o Sevilha, após triunfo por 2-1 fora), isto com 36 golos marcados, igualando o recorde do Sporting, em 1963/64.

A formação portista tem feito um percurso notável e é mesmo apontada como a grande favorita à conquista da prova, numa época em que já assegurou o título nacional, venceu a Supertaça e está na final da Taça de Portugal.

Depois do desaire (com sabor a vitória) na recepção aos andaluzes, a 23 de Fevereiro, o FC Porto vai, aliás, numa impressionante série de 12 triunfos consecutivos, dois deles na Luz (2-1 para a Liga, que selou o 25.º título, e 3-1 para a Taça, após um desaire por 2-0 no Dragão).

A “avalanche” portista dizimou igualmente os russos do CSKA de Moscovo e do Spartak de Moscovo, que somaram quatro desaires com o conjunto de Villas-Boas, sendo que os segundos foram goleados nos “quartos” por um total de 10-3.

Pela frente, agora, o FC Porto vai ter, no entanto, um adversário mais forte, um conjunto sem história europeia, mas que segue no quarto lugar da Liga espanhola, apenas atrás de FC Barcelona, Real Madrid e Valência.

Com um percurso notável na prova, o Villarreal tem jogadores de enorme qualidade, com destaque para o avançado italiano Giuseppe Rossi, sem esquecer os campeões do Mundo Cazorla, Marchena e Capdevilla, Nilmar, Cani ou Diego Lopez.

O Estádio do Dragão, no Porto, será palco do primeiro encontro, quinta-feira, pelas 20h05, com a eliminatória a decidir-se uma semana depois, em Espanha, no mesmo horário.

 

      

                                                                                                                                                                                   

 

tags:
publicado por carlitos às 19:55

 O plantel do Sp. Braga chegou ao principio desta tarde de 4ª feira ao Hotel Altis, unidade hoteleira onde estará instalado em Lisboa até ao encontro diante do Benfica, a contar para a 1.ª mão das "meias" da Liga Europa.

Sem grande aparato na chegada, os minhotos foram escoltados por três batedores e dois carros descaracterizados da polícia, chegando à unidade hoteleira pouco passava das 13H00.

Refira-se que o técnico Domingos Paciência foi o último elemento da comitiva a abandonar o autocarro dos minhotos, enquanto os atletas saiam com ar de satisfação, inspirando saúde de espirito e confiança no grupo que amanhã pode dar um passo de gigante para atingir uma final de sonho e que passa pela Irlanda, concretamente, Dublin, cidade capital que já conta com um representante luso.

Resta saber se mais algum se lhes vai juntar

 

 

 

FINAL COM FC PORTO é a mais apetecida entre os braguistas, que responderam a vários questionários de opinião o que diz bem das preferências dos portugueses com vontade de verem duas equipas nacionais no palco da final.

publicado por carlitos às 15:11

 

 

Tendo em conta o grande jogo de amanhã, Domingos já anunciou esta tarde a lista de 18 convocados para o jogo da primeira mão das meias-finais da Liga Europa, diante do Benfica, agendado para as 20H05, no Estádio da Luz. E que pode traduzir já alguma verdade sobre o próximo finalista, em Dublin.

 

 Assim, confirmam-se os regressos de Rodríguez e Elderson aos convocados, um dia depois de terem deixado de fazer parte do boletim clínico dos arsenalistas.

 

Convocados:

Guarda-redes: Artur e Cristiano
Defesas: Rodríguez, Paulão, Kaká, Miguel Garcia, Elderson, Sílvio e Aníbal
Médios: Mossoró, Salino, Custódio, Hugo Viana e Vandinho
Avançados: Lima, Hélder Barbosa, Meyong e Alan

publicado por carlitos às 15:00

Segundo alguma imprensa desta 4ª feira, nomeadamente o "record" e "a bola"

Sílvio é apontado como reforço do Atlético de Madrid.   

 

O polivalente defesa bracarense Sílvio é apontado como reforço do Atlético de Madrid. O Lateral era apontado ao FC Porto. Negócio fechado após a qualificação do Sporting Braga para as meias-finais da Liga Europa.

De acordo com o diário Record, e a bola, o Atlético de Madrid e o Sporting Braga chegaram a um acordo, tendo em vista a transferência do lateral Sílvio no final da temporada.

 

O negócio terá sido concluído no dia em que o Sporting Braga recebeu e eliminou o Dínamo de Kiev da Liga Europa. O director desportivo do Atlético de Madrid, Jesús García Pitarch, esteve presente no Estádio AXA a assistir ao jogo, e terá conseguido convencer o presidente dos bracarenses, António Salvador, a vender o promissor internacional português.

 

Sílvio tinha sido em tempos apontado ao FC Porto, havendo rumores de um acordo assinado com os dragões, mas ao que tudo indica irá representar o Atlético de Madrid, juntando-se ao médio português Tiago no Vicente Calderón. Se me permitem uma opinião muito pessoal não acredito no fundamento da notícia não só pelo timing (a poucas horas de importante partida, mas porque o Presidente dissera que até final das competições o assunto transferências era assunto tabu até final da época. CAR com "record" e "abola"

publicado por carlitos às 13:06

 

Portugal pode ir à bancarrota: sem Finlândia não há resgate

UE: sem Finlândia não há resgate a Portugal

Comissário europeu avisa que ajuda só pode ser dada com a unanimidade de todos os países

 

 

Se a Finlândia se recusar a participar na ajuda internacional a Portugal, não há resgate, avançou o comissário europeu para os Assuntos Monetários e Económicos, Olli Rehn, em entrevista à estação de televisão finlandesa YLE.

Ou seja, se o acordo de todos os países europeus falhar, não existem alternativas pensadas, admitiu.

Depois das eleições na Finlândia, onde o partido dos eurocépticos Verdadeiros Finlandeses obteve o terceiro lugar, continua a ser discutida a ajuda ao nosso país, e se uma recusa da Finlândia em participar inviabilizaria ou não o resgate a Portugal. Esta terça-feira, Olli Rehn quis esclarecer os finlandeses: não há qualquer alternativa preparada.

«O fundo europeu de resgate requer unanimidade. Esta foi, entre outras, uma exigência da Finlândia, Alemanha e de outros países», lembrou o comissário, sublinhando que «apenas através de uma decisão unânime pode o fundo europeu de resgate ser usado para evitar a bancarrota de Portugal».

O responsável europeu afirmou ainda que a responsabilização dos investidores, defendida por alguns políticos finlandeses, será incluída no Mecanismo Europeu de Estabilidade, que entrará em vigor em meados de 2013.

«É moralmente certo e financeiramente são implementar a responsabilização dos investidores. Neste tipo de situação de crise, quando ainda enfrentamos o perigo de ela alastrar e de ocorrer uma reacção em cadeia através do sistema bancário, não há nenhuma razão para chegarmos aí», disse.

Olli Rehn diz que Portugal pode entrar em bancarrota se não existir unanimidade quanto ao resgate. «Se queremos evitar a bancarrota de Portugal, precisamos de uma decisão unânime, de que o fundo europeu de resgate pode ser usado para salvar Portugal. Unanimidade significa que a Finlândia também tem de participar».

O comissário sublinhou que «não se trata de salvar os bancos franceses ou alemães, mas sim de suportar a estabilidade de crescimento e emprego da Europa».

tags:
publicado por carlitos às 00:03

Terça-feira, 26 de Abril, 2011

 

 

 Na teoria, o Sporting de Braga não é favorito, mas os “encarnados” não deverão ser um “papão” para os minhotos, que, esta época, já arrumaram Celtic e Sevilha, na corrida à Liga dos Campeões, Liverpool e Dínamo de Kiev.

O Benfica e o Sporting de Braga iniciam quinta-feira o primeiro “duelo” 100 por cento português nas taças europeias de futebol, que vale um lugar na final da Liga Europa, a 18 de Maio, em Dublin.

  Em termos de rendimento a balança certamente que pende mesmo que seja de forma ténue para o lado do Sp. Braga que vem de uma série interessante sem saber o que é a derrota, enquanto que no que toca a disponíveis, os bracarenses viram nos últimos dias o panorama clínico melhorar com o regresso de Elderson e Rodriguez, enquanto que no Benfica depois da lesão frente ao PSV Eindhoven de Sálvio e mais tarde de Gaitan que o "tirou" dos jogos importantes que foram o da Luz com o FC Porto que ditou o afastamento das águias da Taça de Portugal e do passado Sábado na vitória diante o P. Ferreira por 2-1 e que valeu o troféu aos encarnados é hoje referência César Peixoto que também pode ficar de fora desse grande jogo que será as meias-finais da Europa League com o SC Braga, havendo ainda interrogações sobre a forma de Carlos Martins.

 

 
 A formação “encarnada” começa em casa, onde só perdeu uma de 59 recepções aos “arsenalistas”, há mais de meio século, mas surge com o moral em baixo, ainda consequência do quarto desaire da época face aos portistas e do adeus ao Jamor.

Depois disso, os “encarnados” já venceram a Taça da Liga (2-1 ao Paços de Ferreira, na final), mas nem houve vontade para festa, pois, na Luz, todos sabem que só a Liga Europa pode salvar a época... e de que maneira.

O Benfica conta dois títulos europeus e oito finais europeias, mas já não estava numa meia-final há 17 anos, não marca presença numa final há 21 e não conquista um troféu desde que se sagrou bicampeão da Europa... há 49.

Para enfrentar os “arsenalistas”, que já bateu esta época por duas vezes na Luz (1-0 para a Liga e 2-0 para a Taça), Jorge Jesus já sabe que não terá Salvio, deverá ter de volta Gaitan e tem Carlos Martins em dúvida.

Ao contrário do Benfica, o “onze” de Domingos Paciência, que não conta com Paulo César, surge num bom momento, como atesta o melhor ciclo de invencibilidade da época: 12 jogos consecutivos sem perder (sete vitórias e cinco empates).

Na teoria, o Sporting de Braga não é favorito, mas os “encarnados” não deverão ser um “papão” para os minhotos, que, esta época, já arrumaram Celtic e Sevilha, na corrida à Liga dos Campeões, Liverpool e Dínamo de Kiev.

Pelo meio, partiram Matheus, Moisés, Filipe, Luis Aguiar ou Andrés Madrid, mas os “arsenalistas” nunca pararam de surpreender, sendo que, qualquer que seja o resultado da eliminatória, já fizeram história, pois nunca tinham sequer chegado aos quartos de final de uma prova europeia.

As duas equipas já se encontram duas vezes a duas mãos e dividiram os apuramentos, na longínqua década de 60 do século XX: em 1964/65, o Benfica venceu em Braga por 3-1 e goleou em casa por 9-0, mas, na época seguinte, os minhotos vingaram-se (4-1 em casa e 1-3 fora).

No que respeita em exclusivo a meias finais, da Taça, regista-se um empate a dois: os lisboetas levaram a melhor em 64/65 e 88/89 (3-1 em casa) e, no seu reduto, os bracarenses qualificaram-se em 81/82 (2-1) e 97/98 (2-1).

O primeiro encontro da eliminatória realiza-se quinta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, a partir das 20h05, e a segunda “mão” está agendada para uma semana depois, no Estádio Axa, em Braga, no mesmo horário.

 

TIAGO: "O Benfica vai ter de se cuidar"

 

Médio já vestiu a camisola do Sporting de Braga e Benfica.

 

 

 O Sporting de Braga vai defrontar, na Luz, o Benfica na primeira mão das meias-finais da Liga Europa.

«Este ano não me importava nada de estar em campo pelo Sporting de Braga ou pelo Benfica e depois ir à final. Não sei dizer por quem vou torcer. Sinceramente, é uma daquelas situações em que uma pessoa fica mesmo dividida, pois ganhe quem ganhar terei sempre alegria e tristeza. Espero que tudo corra bem e acabe por vencer quem for melhor», disse Tiago, jogador da Juventus emprestado ao Atlético de Madrid.

«Num momento em que o futebol português está fragilizado, numa comparação directa com os principais campeonatos europeus é um feito tremendo vermos logo três equipas nestas meias-finais. É sinal de que, apesar de tudo, a qualidade não falta nas nossas equipas, tanto mais que são todas orientadas por treinadores portugueses», realçou o médio, orgulhoso por ver três equipas portuguesas nas meias-finais da uma prova europeia.

Devido ao histórico internacional, Tiago considera o Benfica mais favorito mas recorda o trajecto europeu da equipa minhota.

«Pelo que tem sido feito nos últimos dois/ três anos, o clube e a cidade merecem ir ainda mais longe. O Sporting de Braga eliminou equipas como o Liverpool e o Dínamo Kiev. O Benfica vai ter de se cuidar», afirmou. 

 

 

FERNANDO ALEXANDRE: Jogo será equilibrado

 

                                                                                   

 

Fernando Alexandre antevê um Benfica-Sp. Braga (Liga Europa) bastante equilibrado. O médio do Olhanense, que está emprestado pelos bracarenses mas foi formado no Benfica, não arrisca entrar em favoritismos.

O jogador deixa a ideia de que não estará dividido na hora de torcer por uma das equipas, mas não revela por quem puxará: «Vou torcer pela minha equipa e isso fica só para mim. Vou seguir com atenção! São duas equipas fortes e não arrisco dizer quem ganha. Numa meia-final da Liga Europa não conta assim tanto quem está melhor ou pior. Motivação haverá de certeza, por isso será um jogo de 50/50.»

O Olhanense recebe o Benfica no próximo domingo. O jogador não esconde que está grato aos encarnados, mas lembra que é profissional: «Há sempre um sentimento especial. Foi lá que me formei, enquanto homem e jogador. Devo-lhes isso e estou muito grato por me terem formado. Mas seguimos caminhos diferentes e eu vou lutar pela minha camisola, ainda para mais numa situação em que estamos a precisar de pontos».

O médio espera encontrar «um Benfica forte», independentemente do onze que apresente, mas acredita que o trabalho que tem sido desenvolvido pelos algarvios permitirá lutar pela vitória.

 

 Benfica-Sp. Braga: minhotos ganharam só uma vez na Luz

Dito jogou nos dois lados e fala sobre «diferentes capítulos da história»

Ocupação das forças portuguesas na Liga Europa. Duelo de lusofonia totalitária numa das meias-finais. Benfica e Sp. Braga ombro a ombro com a meta prostrada em Dublin. O primeiro jogo é na Luz, já na quinta-feira. Reduto maldito para o emblema arsenalista. Os números são esmagadores: em 55 visitas oficiais ao terreno da águia, apenas uma vitória (época 1954/55, 0-1 no campeonato nacional).

Dito jogou nos dois clubes. Vestiu a camisola do Sp. Braga de 1979 a 1986 e mudou-se directamente para o Benfica (1986 a 1988). O antigo internacional português fala numa história que deve ser lida «em dois capítulos».

«Na década de 80 íamos à Luz tentar o impossível. A diferença de qualidade entre os dois clubes era muito grande. Agora não. O Sp. Braga deu um salto qualitativo muito grande e não é à toa que se meteu entre os três grandes nas últimas épocas», esclarece ao Maisfutebol.

Por isso mesmo, Dito aguarda dois jogos «muito equilibrados» neste duelo europeu. Mesmo na Luz. «Os golos é que vão decidir. Nas últimas épocas o Sp. Braga tem jogado de olhos nos olhos com o Benfica em Lisboa. Estou convicto que tudo será resolvido apenas em Braga. Os tempos são outros.»

«O Benfica ia a Braga e tinha 70 por cento dos adeptos»

Profundo conhecedor da idiossincrasia dos dois emblemas, Dito dá um exemplo objectivo para explicar a melhoria do Sp. Braga. «Na década de 80 e 90 o Benfica chegava a Braga e tinha 70 por cento do estádio do seu lado. Agora sucede o inverso. Conheço muitas pessoas que eram dos dois clubes e agora são só do Braga. Há uma inversão notória nesse aspecto. No fundo, não faz sentido apoiar um clube que está a 400 kms.»

Dito tem uma ligação emocional ao Sp. Braga e profissional ao Benfica. Foi na Luz que se tornou campeão nacional e finalista da Taça dos Campeões Europeus. «Estive para ir com 21/22 anos para a Luz e fui adiando. Sonhava ser campeão nacional no Braga. Não foi possível. No Benfica fui sempre bem tratado, mas só fiquei duas épocas. Saí em 1988 para o F.C. Porto com o Rui Águas», lembra o ex-jogador.

«O Rodríguez diz que assinou em cinco minutos pelo Porto. Eu fiz isso 20 anos antes. Fui jogar à Luz de dragão ao peito, na 10ª jornada, e entrei na segunda parte. Foi difícil. Para o Sp. Braga também vai ser. O ambiente estará quente, com certeza. Aposto em dois jogos apertados, muito apertados.»

Campeonato nacional (55 jogos):

43 vitórias do Benfica; 11 empates; 1 vitória do Sp. Braga

Taça de Portugal (4 jogos):

4 vitórias do Benfica

Últimos dez jogos na Luz:

30/11/2003 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 3-0
(Tiago, 18; Mantorras, 40; Simão, 78)

13/12/2003 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 2-0
(Simão, 37; Sokota, 84)

26/09/2004 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 0-0

25/03/2006 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 1-0
(Nuno Gomes, 2)

16/04/2007 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 0-0

24/02/2008 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 1-1
(Luisão, 21) (Zé Manel, 5)

11/01/2009 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 1-0
(David Luiz, 45)

27/03/2010 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 1-0
(Luisão, 44)

03/10/2010 (Liga): Benfica-Sp. Braga, 1-0
(Carlos Martins, 73)

12/12/2010 (Taça): Benfica-Sp. Braga, 2-0
(Saviola, 38; Aimar, 90)

 

CAR Com excertos de "sapo.pt" e  "iol.pt"

publicado por carlitos às 19:40

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab




20

25


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds