...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

Quinta-feira, 28 de Abril, 2011

Benfica

Jardel 50'
Cardozo 59'
Benfica
2:1
Sp. Braga
Sp. Braga
Vandinho 53'
 
Data: 28/04/2011
Estádio: da Luz, em Lisboa
Jornada: 1ª mão
Árbitro: Craig Thomson (Escocia)
Auxiliares: Francis Andrews e Graham Chambers
4º árbitro: Bobby Maden
4x1x3x2   4x3x3
N.º Nome  
12 Roberto  
14 Maxi Pereira  
4 Luisão  
33 Jardel  
18 Fábio Coentrão  
6 Javi García  
17 Carlos Martins  
10 Pablo Aimar  
25 César Peixoto  
30 Saviola  
7 Óscar Cardozo  
 
N.º Nome  
1 Artur Moraes  
15 Miguel Garcia  
2 Alberto Rodriguez  
3 Paulão  
28 Sílvio  
88 Vandinho  
25 Leandro Salino  
45 Hugo Viana  
30 Alan  
19 Meyong  
18 Lima  
Suplentes
27 Sidnei -
2 Airton  
16 Felipe Menezes  
20 Nicolás Gaitán  
11 Franco Jara  
31 Alan Kardec  
13 Júlio César  
Treinador:
 
4 Kaká  
48 Aníbal  
8 Márcio Mossoró  
10 Hélder Barbosa  
20 Elderson Echiejile  
27 Custódio  
42 Cristiano  
Treinador:
Substituições
65' Carlos Martins substituicao Franco Jara
65' César Peixoto substituicao Nicolás Gaitán
86' Saviola substituicao Airton
 
55' Meyong substituicao Custódio
63' Hugo Viana substituicao Márcio Mossoró
84' Lima substituicao Kaká
Disciplina
52' cartão amareloPablo Aimar
 
6' catão amareloAlberto Rodriguez
39' catão amareloVandinho
43' catão amareloMiguel Garcia
Golos
Ao intervalo: 0 - 0
1 - 0 50' Jardel
1 - 1 53' Vandinho
2 - 1 59' Óscar Cardozo
 
Ao minuto
 

 

90' FINAL DO JOGO! Benfica - 2 Sp. Braga - 1: os encarnados partem em vantagem para a segunda mão, após golos de Jardel e Cardozo. Pelo meio, Vandinho empatou, mas um soberbo livre do paraguaio garantiu a vitória dos encarnados. O capitão do Sp. Braga e ainda Aimar não jogam a segunda mão, por acumulação de amarelos
  90' PAULÃO! Cruzamento de Jara na direita, mas o defesa minhoto antecipa-se a Cardozo!
  90' Jogada individual de Jara pela direita, que acaba por rematar sem perigo para Artur
  90' Mais três minutos para jogar...
  90' Excelente jogada do Sp. Braga, com Vandinho, na direita, a rematar cruzado, mas muito por cima da baliza de Roberto
  89' Cruzamento perigoso de Custódio, mas Leandro Salino não chegou a tempo!!!
86' SUBSTITUIÇÃO Benfica . Sai Saviola entra Airton
84' SUBSTITUIÇÃO Sp. Braga . Sai Lima entra Kaká
  82' Paulão melhor que Cardozo, a evitar que o paraguaio conseguisse ângulo para rematar
  82' Remate de fora da área da Lima, mas Roberto segurou sem dificuldades
  77' Estão 57.781 adeptos na Luz
  76' Remate de Lima, mas também sem perigo para a baliza encarnada
  70' Remate cruzado de Alan, mas sem perigo para a baliza de Roberto
  68' Cardozo recebeu assistência fora das quatro linhas
65' SUBSTITUIÇÃO Benfica . Sai César Peixoto entra Nicolás Gaitán
65' SUBSTITUIÇÃO Benfica . Sai Carlos Martins entra Franco Jara
63' SUBSTITUIÇÃO Sp. Braga . Sai Hugo Viana entra Márcio Mossoró
59' GOOOOOOOLLLLLOOOOOOO!!! BENFICA ! 2-1 por Óscar Cardozo: grande remate do paraguaio, ao ângulo superior esquerdo da baliza minhota, sem hipóteses de defesa para Artur!
  58' Carlos Martins sofre falta. Livre perigoso à entrada da área minhota...
55' SUBSTITUIÇÃO Sp. Braga . Sai Meyong entra Custódio
  54' Fora-de-jogo a Lima
53' GOOOOOOOLLLLLOOOOOOO!!! SP. BRAGA! 1-1 por Vandinho: livre directo de Hugo Viana, com Vandinho a desviar para o fundo da baliza de Roberto!
  52' O médio argentino também não joga em Braga
52' CARTÃO AMARELO para Pablo Aimar (Benfica ), falta sobre Alan
50' GOOOOOOOLLLLLOOOOOOO!!! BENFICA ! 1-0 por Jardel: grande jogada de Maxi Pereira pela direita, a servir Cardozo que volta a atirar ao poste e, na recarga, Jardel estava no sítio certo e só teve de empurrar para o fundo da baliza de Artur!
  48' ROBERTO! Defesa incompleta do guarda-redes espanhol a remate da esquerda de Lima e Meyong, adiantado, atira à figura de Roberto
  46' Não há alterações nas equipas
46' RECOMEÇA A PARTIDA
45' INTERVALO NA PARTIDA ENTRE Benfica e Sp. Braga: jogo bem disputado entre as duas equipas e com oportunidades repartidas. Tanto Benfica como Sp. Braga já podiam estar na frente do marcador. Cardozo já viu um golo ser-lhe anulado por fora-de-jogo e atirou uma bola ao poste em cima do descanso
  45' Cruzamento de Coentrão na esquerda, mas, uma vez mais, não estava lá ninguém e Sílvio acaba por afastar o perigo
  45' Mais dois minutos para jogar
  44' CARDOZO AO POSTE! «Assistência» perfeita de Saviola para o paraguaio que, beneficiando da atrapalhação de Paulão, consegue posição para rematar, mas atira ao poste direito da baliza de Artur!!!
43' CARTÃO AMARELO para Miguel Garcia (Sp. Braga ), falta sobre César Peixoto
  42' DEFENDE ROBERTO! O remate cruzado foi de Alan, que saiu algo venenoso
  40' Fora-de-jogo a Lima, também a suscitar algumas dúvidas
  39' O capitão do Sp. Braga falha a segunda mão, em Braga
39' CARTÃO AMARELO para Vandinho (Sp. Braga ), falta sobre Coentrão
  34' O esquerdino está recuperado e reentra na partida
  32' Coentrão está caído no relvado. O lateral ficou queixoso da virilha após um lance disputado com Lima
  31' CARDOZO! O paraguaio quase fez um chapéu a Artur, numa bola picada que o guarda-redes do Sp. Braga ainda conseguiu tocar por cima da trave
  29' Saviola tenta servir Cardozo, mas o paraguaio não percebeu
  29' Fora-de-jogo a Sílvio, mas duvidoso
  28' Cardozo reclama falta de Paulão, quando seguia isolado
  26' Aimar combina com Coentrão pela esquerda, mas não estava lá ninguém para o cruzamento do português...
  24' Livre de Carlos Martins, ao lado do poste esquerdo da baliza de Artur
  21' DEFENDE ARTUR! Cruzamento da direita de Maxi para Saviola, que, fora da área, atira forte mas à figura do guarda-redes do Sp. Braga!
  19' Saviola falha no último momento! Bom passe de Aimar, o argentino, em posição central, e pressionado, acaba por falhar o pontapé. A bola chega fraca às mãos de Artur.
  17' Canto de César Peixoto, mas a defesa do Sp. Braga afasta o perigo logo no primeiro poste.
  14' Livre perigoso a favor do Sp. Braga, por falta sobre Meyong. Viana tentou a jogada ensaiada, mas Carlos Martins antecipou-se e cortou.
  13' Jardel ganha um lance sobre Meyong, mas depois, pressionado, atira a bola pela lateral.
  12' Golo invalidado ao Benfica. Cardozo estava fora-de-jogo antes de rematar para a baliza, depois de uma cabeçada de Javi Garcia. Boa decisão da equipa de arbitragem.
  10' Fase de maior acalmia no jogo. Apenas alguns contra-ataques esboçados, mas sem consequências.
6' CARTÃO AMARELO para Alberto Rodriguez (Sp. Braga ). O central do Sp. Braga travou em falta um contra-ataque perigoso de Aimar.
  4' Tiraço de Sílvio! A bola sai a rasar o poste direito de Roberto! Boa resposta do Sp. Braga...
  2' Benfica pressiona. Cruzamento de César Peixoto, para as mãos de Artur.
  1' Primeiro ataque perigoso do Benfica. Paulão cede canto com um corte precipitado. Luisão cabeceia e a bola chega às mãos de Artur Moraes.
1' COMEÇA A PARTIDA ENTRE Benfica e Sp. Braga
  0' Os capitães escolhem campo e bola. Tudo a postos para o pontapé de saída.
  0' As equipas já estão alinhadas a meio-campo. O Sp. Braga joga com equipamento alternativo, cinzento-escuro. O Benfica com as cores tradicionais.
  0' Termina o aquecimento. O jogo começa dentro de dez minutos.
  0' Final de tarde bem agradável em Lisboa.
  0' Surgem agora no relvado os jogadores de campo do Benfica, que recebem aplausos do público da casa, que está naturalmente em maioria.
  0' Os jogadores de campo do Sp. Braga também já aquecem.
  0' O Sp. Braga perdeu o primeiro jogo na Liga Europa, na visita a Poznan. Soma agora três empates consecutivos, que se seguiram à moralizadora vitória sobre o Liverpool.
  0' O Benfica ainda não perdeu nenhum jogo na presente edição da Liga Europa (quatro vitórias e dois empates). Venceu os três jogos disputados na Luz, embora tenha sofrido sempre golos.
  0' O Sp. Braga só ganhou uma vez no reduto do Benfica. Foi no campeonato de 1954/55. O Benfica venceu 43 vezes a equipa minhota em casa, registando-se também onze empates.
  0' Como já se disse, esta é a primeira vez que duas equipas portuguesas se defrontam numa prova da UEFA. A presença lusa na final está, por isso, garantida! De resto, na Liga Europa nunca se tinha verificado um duelo entre equipas do mesmo país.
  0' Entram agora os guarda-redes do Sp. Braga no relvado. Os adeptos benfiquistas assobiam, mas o sector bracarense responde com forte ovação.
  0' Para já pouco público nas bancadas, mas no exterior está muita gente. A expectativa é que a Luz fique perto da enchente.
  0' Os guarda-redes do Benfica são os primeiros a iniciar os exercícios de aquecimento.
  0' No Sp. Braga, desenho táctico ofensivo por parte de Domingos, com Lima e Meyong na frente, apoiados por Alan. Hélder Barbosa começa no banco de suplentes.
  0' No Benfica, destaque para a titularidade de César Peixoto e Carlos Martins, recuperados dos problemas físicos que os afectaram durante a semana. Gaitán começa no banco.
  0' Suplentes do Sp. Braga: Cristiano, Aníbal Capela, Kaká, Elderson, Custódio, Mossoró e Hélder Barbosa.
  0' Suplentes do Benfica: Júlio César, Sidnei, Airton, Jara, Filipe Menezes, Gaitán e Kardec.
  0' SP. BRAGA: Artur Moraes; Miguel Garcia, Rodríguez, Paulão e Sílvio; Vandinho, Hugo Viana e Leandro Salino; Alan, Meyong e Lima.
  0' BENFICA: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Fábio Coentrão; Javi García; Carlos Martins, Aimar e César Peixoto; Saviola e Cardozo.
  0' Já há equipas oficiais!
 
REACÇÕES

 

 Domingos Paciência, treinador do Sp. Braga, analisa a derrota na Luz (2-1), na primeira mão das meias-finais da Liga Europa: «Sabemos que é um resultado que permite pensar que é possível passar. É melhor que 1-0. Temos de acreditar que é possível.Não entrámos bem no jogo. Estivemos algo nervosos. Na 2ª parte fomos mais consistentes, chegando inclusive ao empate. O resultado deixa tudo em aberto. Vamos acreditar que é possível.» «No balneário reina a confiança. Sabemos que é possível ganhar ao Benfica, e já o provámos em situações idênticas. Temos de acreditar que é possível, diante do nosso público. Há confiança no balneário.»

[sobre as cautelas no final do jogo] «O 2-1 é um remate perigoso, que é possível virar. O 3-1 é mais complicado. Este golo pode ser muito importante. A dada altura senti que a equipa precisava de estar mais organizada, para sair em transição rápida e aproveitar o desgaste do Benfica. Pena que a decisão, o passe final, não tenha sido bom.»

[sobre a ausência de Vandinho, na 2ª mão] «Nessa posição ainda temos o Custódio, o Salino e o Hugo Viana, que podem perfeitamente cumprir essa missão. O árbitro foi condescendente em relação a jogadores do Benfica que estavam em risco, e que podiam ter visto outro amarelo.»

[entende que a arbitragem favoreceu o Benfica?] «Não vou por aí. Vocês que analisem. Quem está lá em cima a fazer observação do jogo diz que no lance do Sílvio não há fora-de-jogo. Mas prefiro ir pela análise ao comportamento da minha equipa.» «Temos de ser realista e analisar os objectivos de uma equipa e de outra. O Benfica é uma equipa recheada de internacionais. Quantos internacionais tem o Sp. Braga? A responsabilidade maior é do Benfica, que luta por estes títulos. O Sp. Braga está em situação privilegiada, fruto do trabalho de um grande grupo.»

Ainda o treinador: Domingos Paciência, «É evidente que uma derrota não pode ser um bom resultado. Mas está tudo em aberto, estamos no intervalo e temos mais um jogo para rectificar. Fazer com que a equipa entre melhor, pois entrou nervosa, precipitada e acabou por facilitar. O Sp. Braga podia ter chegado ao golo mais cedo, pena o fora-de-jogo assinalado ao Sílvio, e que não estaria em posição irregular, que o deixava isolado frente a Roberto.» [Se acredita em Dublin] «Acredito perfeitamente. Marcámos um golo fora e se em casa ganharmos 1-0 passamos à final. Os jogadores estão confiantes e a jogar em casa, de certeza, que vamos fazer um grande jogo.»

 

Hugo Viana, médio do Sp. Braga, analisa a derrota na Luz, nesta quinta-feira, na primeira mão da meia-final da Liga Europa, em declarações ao «flash interview» da SIC: «Sabíamos de antemão que o jogo ia ser muito difícil, fizemos o mais difícil que era marcar e o resultado está em aberto para a segunda mão. Jogamos em casa e de certeza que vamos sair vencedores. O Benfica costuma marcar fora, mas também sabemos marcar em casa. Marcar aqui era difícil e conseguimos, por isso, espero que no nosso estádio consigamos um bom resultado. 1-0 já chega para nós. Dublin? Se não acreditarmos em nós, ninguém acredita. Em casa, o nosso jogo será melhor. Estamos confiantes para a segunda mão.»

 

Artur Moraes, guarda-redes do Sp. Braga, disse que quer continuar em Portugal e deixou a porta aberta quando lhe perguntaram pelo Sporting, depois de o seu nome ter sido associado aos «leões». Primeiro, e depois de se mostrar confiante em que o Sp. Braga conseguirá levar a melhor na eliminatória, em casa, o brasileiro começou por falar do futuro em geral. «Ainda temos que conversar. Falta muita coisa. Agora é concentrarmo-nos a 100 por cento nos jogos que faltam», disse. «Espero continuar. Para mim foi um ano espectacular. Espero ficar em Portugal», prosseguiu, para depois responder assim, quando questionado com a hipótese Sporting: «Agrada-me a ideia de continuar em Portugal. Se houve contactos? Para já quero concentrar-me no que falta da época, ainda temos três jogos de campeonato e a Liga Europa, quando terminar veremos.»

 

Meyong, jogador do Sp. Braga, depois da derrota na Luz para a primeira mão da meia-final da Liga Europa

«Está tudo em aberto, basta-nos ganhar 1-0. Vamos fazer tudo para ganhar, é com esse sentimento que saimos daqui.»
«Em Braga, com o apoio do nosso público, vamos fazer tudo para passar a eliminatória. Temos a nossa estratégia, que está bem rotinada.»
«Conseguimos fazer um golo, que é muito importante. O Benfica perdeu das duas últimas vezes que foi a Braga. É natural que continuemos a sonhar.»

Leandro Salino, médio do Sp. Braga, também falou da partida na zona mista, insistindo na ideia de que a equipa pode levar a melhor na eliminatória em casa: «Eles merecem, nós também merecemos.»

 

Vandinho, capitão do Sp. Braga, depois da primeira mão da meia-final da Liga Europa com o Benfica, onde marcou e viu o amarelo que o tira da segunda mão.
(Vai falhar a segunda mão, a equipa vai sentir a sua falta?) «Não, o Sp. Braga tem jogadores de muita qualidade.»

(A equipa pode dar a volta na segunda mão?) «O Sp. Braga é forte em casa, com o apoio dos nosso adeptos acho que será possível.»
«Vamos trabalhar para isso. Temos um sonho. E temos um grupo bom, vamos dar o nosso melhor.»

Jorge Jesus, técnico do Benfica: «É um bom resultado, é melhor do que quando começámos, que estava 0-0. Este resultado na Liga Europa para nós não é novidade, mas, pelo que fizemos, merecíamos sair com mais dois golos de vantagem, pelo menos. O Sp. Braga não nos criou dificuldades.» [Se acredita em Dublin] «Claro que acredito que vou a Dublin, todos os que estão nesta fase têm essa possibilidade, o resultado dá-nos confiança para chegar a Braga e defender esta eliminatória. Estamos confiantes.» [Sobre a ausência de Aimar na segunda mão] «O Aimar está a atravessar um bom período, fez um grande jogo, já estava em dificuldades físicas no final, mas o Saviola também. Não joga o Aimar em Braga, tem de jogar outro.»

 

Óscar Cardozo, avançado do Benfica, analisa a vitória sobre o Sp. Braga, na Luz, nesta quinta-feira, na primeira mão da meia-final da Liga Europa, em declarações ao «flash interview» da SIC:

 

«Jogo muito bom, entrámos determinados a ganhar, falhei golos mas o futebol é assim, temos de continuar. O público reage como entende melhor, eu só tenho de jogar bem e ajudar a equipa. Se acredito em Dublin? Claro que sim, vamos a Braga para ganhar e passar.»

 

publicado por carlitos às 23:45

 

O  Sp. Braga perdeu hoje por 2-1 em Lisboa, frente ao Benfica em partida da primeira mão das meias-finais da Taça Europa.

Apesar do resultado desfavorável, nada está perdido, pois costuma-se dizer que entre derrotas o 2-1 é um ”bom” resultado, pois conseguir marcar fora pode-se tornar fundamental.

Mas é um resultado traiçoeiro e que pode deitar tudo por terra, porém, com maior organização, concentração e menos nervosismo, o Sp. Braga pode conseguir ultrapassar o adversário. É que no inicio do jogo desta noite os bracarenses não assentaram o jogo porque entraram muito nervosos, o que até nem costuma ser normal, o que impediu o Braga de explanar o seu jogo e as suas ideias e de praticar um futebol com rendilhados e com arte e técnica como é apanágio desta  equipa.

Numa primeira parte morna e com equilíbrio a ser nota dominante apesar de ter maior posse de bola, mais ataques e mais cantos, mas o Benfica não soube materializar esse domínio, ténue, pois o SCB esteve aqui e além por cima do seu adversário, cabendo-lhe mesmo a melhor oportunidade dos primeiros 45 minutos, com Sílvio a rematar forte a centímetros do alvo, para além de um fora de jogo mal assinalado ao mesmo jogador, quando ficava cara a cara com Roberto e com muitas possibilidades de abrir o activo. Ainda nos 45 minutos iniciais realce para um golo bem anulado a Cardozo por clara posição de fora de jogo e um amarelo (forçado) a Vandinho que o vai impedir de pisar o relvado do Axa de hoje a oito dias, tal como Aimar, do outro lado.

Na segunda parte mercê de um pequeno ascendente o slb marcava por Jardel a aproveitar um centro de Maxi Pereira, por certo o melhor entre os encarnados, á passagem dos 50 minutos.

Porém, demonstrando uma enorme capacidade de sacrifício o que para muito contribui o fortalecimento do grupo e o seu carácter, o SCB marcava o golo do empate três minutos depois, após marcação de um livre para a área benfiquista, onde, com um subtil desvio, apareceu entre os centrais, o “capitão” Vandinho a dizer sim e a fazer abanar as redes de Roberto. Numa toada de parada e resposta, aparece o 2-1 para os de Lisboa, ainda não estava atingido o minuto 60, num forte remate do paraguaio Cardozo, na marcação de um livre aqui também sem hipóteses para o guarda-redes Artur.

 

 A partir deste golo parece que qualquer uma das equipas, antes de marcar, pensava em não sofrer golos com o prejuízo, desnorte e a sorte a que esse resultado ficaria exposto. Assim, mau grado a magreza do resultado, como diz Jesus é sempre uma vitória se tivesse acontecido numa partida onde estivessem em jogo pontos, podia estar satisfeito, assim, em jogos a eliminar, não pode cantar vitória pois do outro lado está o Sp. Braga que já esta época, aliás na única derrota para esta mesma competição, conseguiu dar volta a um resultado mais difícil de ultrapassar:  0-1 frente aos polacos do  Lech Poznan.

Assim espera-se o jogo do ano para a próxima quinta-feira, em Braga, no relvado do estádio Axa, arriscando-me mesmo a dizer o jogo mais importante talvez dos últimos 10, 20 anos. Não tenhamos dúvidas. É que para uma final jogámos na década de 90 uma meia final que vencemos chegando ao Jamor, para defrontar o FC Porto, onde perdemos por 3-1. Agora, se acontecer a primeira final europeia para o Sp. Braga o adversário pode muito bem ser o mesmo pois o Porto com a vitória por 5-1 sobre o Villareal tem pé e meio em Dublin.

Agora venha daí a próxima semana, venha aí mais uma noite mágica do mágico Braga e que nos dê mais uma alegria que encha de orgulho e felicidade os corações de todos os braguistas, bracarenses, minhotos e portugueses em geral. A primeira mão apesar de não ter corrido como desejado para as hostes do Sp. Braga, já deu a entender que o SCB tem equipa mais que suficiente para levar de vencida este Benfica e rumar á Irlanda para uma festa nortenha.

Acredito que com o público ao rubro a puxar pelos guerreiros, tornando as duas bancadas num terrível inferno (mas para isso talvez sejam necessários mais do que os 15.000 habituais) pois do outro lado da barricada tantos benfiquistas como bracarenses estiveram hoje na Luz farão a visita até à Pedreira. Mas com concentração e a jogar em transição, com alma e sabedoria mas também com muita calma, e jogando “á Sporting de Braga” q.b. será suficiente para seguir rumo á página mais linda, mais brilhante dos seus 90 anos. E acreditamos que tais façanhas não fiquem por aqui. É que depois de se pegar o jeito… CAR

 

publicado por carlitos às 23:44

Estamos aa exactamente meia hora, 30 minutos do pontapé de daída nos dois estádios (portugueses) que vão esta noite ser palco dos dois jogos das meias-finais da Europa League: No Dragão, mais de 45.000 pessoas são esperadas para o jogo FC Porto x Villareal cujo vencedor jogará com uma das equipas que á mesma hora, na Luz se defrontam entre si, numa inédita meia-final: Slb ou SC Braga. Aqui são 60000 as pessoas que se esperam para ver ao vivo esta partida que terá sempre um finalista a falar português. Desses sessenta mil, cerca de 3.500 são esperados de Braga para apoiarem incondicionavelmente os gverreiros do minho.

 

Pela primeira vez a Liga Europa vai ter umas meias-finais com três equipas do mesmo país. A proeza pertence a Portugal, muito por força da surpreendente carreira do Sp. Braga, que se junta ao FC Porto e Benfica numa fase em que habitualmente já não é possível encontrar equipas com orçamento tão reduzido como o dos minhotos.

A surpresa da boa prestação internacional da formação de Domingos Paciência tem como consequência uma outra novidade absoluta: duas equipas portuguesas em confronto numa Eurotaça.

Nos últimos dez anos, apenas a Inglaterra (três vezes) e a Itália conseguiram ocupar 3 das últimas 4 vagas disponíveis, sempre na Liga dos Campeões. Talvez por aqui se concentrarem mais equipas que apostam nos triunfos internacionais. No conjunto das duas competições, são agora nove os países representados no quadro de honra dos que conseguiram opor dois clubes da sua federação numa prova da UEFA.

 

Para o Dragão:

 

F.C. PORTO: Helton; Sapunaru, Rolando, Otamendi e Álavaro Pereira; Guarín, Fernando e João Moutinho; Hulk, Falcao e Cristian Rodríguez.

 

Suplentes: Beto, Maicom, Varela, Walter, James Rodríguez, Souza e Rúben Micael.

 

VILLARREAL: Diego López; Mario Gaspar, Musacchio, Marchena e Catalá; Cani, Borja Valero, Bruno Soriano e Santi Carzola; Nilmar e Rossi.

 

Suplentes: Juan Carlos, Marco Ruben, Capdevilla, Matilla, Cicinho, Kiko e Mubarak.

 

Para o jogo da Luz também já são conhecidas as equipas:

 

 

BENFICA: Roberto; Maxi Pereira, Jardel, Luisão e Fábio Coentrão; Javi Garcia, Carlos Martins, Aimar e César Peixoto; Saviola e Cardozo.

 

Suplentes: Júlio César, Airton, Jara, Felipe Menezes, Gaitán, Sidnei e Kardec.

 

SP. BRAGA: Artur Moraes; Miguel Garcia, Rodríguez, Paulão e Sílvio; Alan, Vandinho, Leandro Salino e Hugo Viana; Meyong e Lima.

 

Suplentes: Cristiano, Kaká, Mossoró, Hélder Barbosa, Elderson, Custódio e Aníbal.

publicado por carlitos às 19:40

JUNIORES "A"

 

Os miúdos do SC Braga parecem que querem terminar em alta e comtriunfos esta fase de apuramento de campeão no Nacional de “Juniores A“.

 

Depois da última vitória, em terras do lis, por 1-3, os bracarenses comandados por Artur Jorge levaram de vencida, no seu estádio, os velhos rivais e vizinhos do vsc, por resultado tangencial de 2-1. Alenitchev e Emre Sahin, nos últimos dez minutos dos noventa regulamentares fizeram o resultado para os arsenalistas numa partida um pouco abaixo das espectativas, quiça pelo destino já traçado para ambos os clubes faltando saber em que posições terminam este mini-campeonato.

 

Para já, e pela primeira vez nesta fase, o SC Braga está no pódio, a cinco pontos do segundo, o Sporting e a 12 do novo campeão o FC Porto.O quarto classificado, o Benfica está a apenas um ponto de distância dos bracarenses, clubes que curiosamente se vão encontrar em Braga no 1º de Maio (dia data e possívelmente no estádio com o mesmo nome), ou seja, no mesmo dia em que os séniores têm pela frente a U. Leiria de P. Caixinha que vêm feridos no seu orgulho pela fraca performance dos últimos jogos.

 

Equipa do SC Braga:

1 – Bruno, 2 – Fábio, 3 – Kanu, 4 – Lomba, 5 – Fernando (17 – Erivaldo aos 59`), 6 – Salvador (18 – Alenitchev aos 67`), 7 – Tiago, 8 – Carlos Eduardo (13 – Airosa aos 74`), 9 – João Manuel (C), 10 – Emre e 11 – Afonso.  

 

Resultados 12ª Jornada

 

Sp. Braga  2-1  V. Guimarães Sugerir Video
Sporting  4-2  U. Leiria Sugerir Video
Naval  0-3  FC Porto Sugerir Video
Gondomar  1-1  Benfica
Pos.EquipaPJVEDGMGS  
1 FC Porto 33 12 11 0 1 31 4 Jogos
2 Sporting 26 12 8 2 2 27 10 Jogos
3 Sp. Braga 21 12 7 0 5 21 19 Subiu 2 posições Jogos
4 Benfica 20 12 6 2 4 29 12 Desceu 1 posições Jogos
5 V. Guimarães 18 12 5 3 4 16 18 Desceu 1 posições Jogos
6 Gondomar 9 12 2 3 7 9 17 Jogos
7 Naval 7 12 2 1 9 8 32 Jogos
8 U. Leiria 4 12 1 1 10 10 39 Jogos
publicado por carlitos às 18:56

 

Europa League UEFA Europa League 2010/2011
2011/04/28, 20:05, Lisboa
Benfica
Sport Lisboa e Benfica
 vs 
Sp. Braga
Sporting Clube de Braga

     
Estádio
Portugal Luz

Benfica e Sporting de Braga disputam esta quinta-feira a primeira eliminatória exclusivamente portuguesa na Liga Europa. Os lisboetas têm como objectivo de época levantar o troféu em Dublin, mas os minhotos conseguiram uma caminhada impressionante e não sonham com outro desfecho que não seja atingir a final. A emoção está garantida.

 

O palco de hoje é o Estádio da Luz, numa daquelas noites em que o vermelho e o branco são o cenário obrigatório. E, neste caso, mesmo exclusivo. Curiosamente, para além das cores do equipamento, Benfica e Sp. Braga partilham também o facto de terem chegado à Liga Europa depois de uma curta passagem pela Champions. A terminar as partilhas, há os nomes de Jorge Jesus, Peixoto, Luís Filipe, Sílvio e Quim, mais ou menos presentes, mas que fizeram e fazem parte da história dos dois emblemas.

 

Esta, já se disse, é a primeira eliminatória europeia 100% portuguesa e coloca frente a frente nada mais nada menos que o campeão e vice-campeão da liga nacional 2009/10. Nessa altura, o Benfica levou a melhor na ponta final do campeonato. Agora, os arsenalistas têm a oportunidade perfeita para vingar essa desfeita.

 

Quem passar pode ainda encontrar o FC Porto, caso os dragões ultrapassem o Villarreal. Seria histórico para os portugueses, mas não para os «europeus»: é que já em 1971/72, 1979/80, 1989/90, 1990/91, 1994/95, 1997/98 e 2006/07 os finalistas originavam do mesmo país – Inglaterra, Alemanha, Itália (em quatro ocasiões) e Espanha, por esta ordem.

 

Mas voltando ao Benfica e ao Sp. Braga, para analisar o passado estatístico: a vantagem é claramente dos encarnados da capital. Na Liga Portuguesa houve 110 confrontos, com as águias a vencerem 72. Na Taça de Portugal houve dez jogos, de novo com o Benfica na frente com seis triunfos.

 

A única vez que o Sp. Braga foi capaz de conquistar a vitória em casa do rival desta noite data de 1954, mais propriamente de 31 de Outubro. 0-1 foi o resultado da altura, um score que Domingos Paciência não se importaria de repetir, embora os lisboetas já não percam para as competições europeias há seis embates. Ainda que tenham sofrido golos em todas as partidas disputadas na Luz.

 

Os bracarenses, por seu turno, chegam aqui após três empates consecutivos – dois com o Dynamo Kyiv e um com o Liverpool, que permitiu ao 1-0 do AXA, assinado por Alan, ficar marcado a ouro na história minhota.

 Na última vez que estas duas equipas mediram forças, no norte do país, o Sp. Braga levou a melhor por 2-1. Saviola deu vantagem às águias, mas os guerreiros viraram o placar com golos de Hugo Viana e Mossoró. "zerozero.pt"

 

ANTEVISÃO

 


Em conferência de imprensa para o jogo de hoje á noite na nova Luz Domingos Paciência aproveitou o cognome por que do clube bracarense é referido e conhecido para referir que a equipa está na máxima força apenas não podendo contarcom o jogador Paulo César, por castigo dedois jogos, pela expulsão contra o Dynamo Kyiv. Assim, caso o Sp. Braga elimine o conjunto de Lisboa, apenas pode pisar o relvado do palco da final, em Dublin.Assim a equipa vai apresentar-se em campo com o sentido de trazer para Braga a resolução da eliminatória para terem o calor, apoio e carinho dos seus sócios e adeptos.Mas antes, em Lisboa, vai lutar pela vitória, prometeu uma equipa «focada» no objectivo «final de Dublin» e lembrou que, «depois de ter eliminado grandes equipas», o Sp. Braga «tem legitimidade para pensar em chegar» ao jogo decisivo de 18 de Maio.

Domingos: «Somos do Minho, somos guerreiros, queremos ir a Dublin»

Treinador diz que os seus jogadores acreditam numa vitória na Luz

Domingos Paciência diz que os seus jogadores acreditam que podem ganhar esta quinta-feira no Estádio da Luz. O treinador do Sp. Braga recusou comentar o momento do Benfica e preferiu destacar a confiança da sua equipa, sobretudo nesta competição, e a grande vontade de chegar a uma final depois de já ter ultrapassado adversários como o Liverpool e o Dínamo Kiev.

O Braga começou mal a época, mas chega ao final com dois grandes objectivos. O terceiro lugar na Liga e a final da Liga Europa. «Se pudermos concretizar os objectivos que ainda estão em aberto em relação a essas duas competições seria uma boa época. O objectivo era ficar em terceiro ou quarto lugar na Liga, mas é natural que nesta altura este possa ser o jogo mais importante para nós e para a história do clube. Como dizia o Paulão, não há favoritos nesta altura. Temos de dar os parabéns a uma equipa que começou muito cedo e eliminou equipas de grande valor para chegar aqui. Tivemos de passar o Liverpool e o Dínamo Kiev e, portanto, é legítimo que aspiremos a estar na final. Somos de Braga, somos apelidados como guerreiros e queremos ir á final», começou por destacar.

Paulo César, expulso no último jogo, vai ser o grande ausente, mas Domingos não tem dúvidas quanto ao onze que vai entrar em campo. «Mau era se nesta altura tivesse dúvidas em relação à estrutura da equipa. Sabemos que o Paulo César é um elemento importante, mas noutras alturas também faltaram jogadores importantes e conseguimos suprimi-las», referiu, sem querer divulgar quem vai render o avançado, mas garantindo que vai manter a mesma estrutura.

«Não vou mexer na estrutura porque quem segue o Braga sabe perfeitamente que há vários jogadores identificados com a posição que tem de ocupar em determinados momentos do jogo. Neste momento não adianto a equipa, vamos defrontar uma equipa portuguesa que nos conhece bem e é natural que o segredo se mantenha, quer de um lado, quer do outro», acrescentou.

Jesus disse que a eliminatória ia ficar decidida por pormenores, Domingos não pensa de forma muito diferente. «A equipa que conseguir ser mais fria, estiver mais inspirada, cometer menos erros e acusar menos o nervosismo vai seguir em frente. O erro pode ser fatal, pode tirar a final a uma das equipas. Isso é que pode fazer com os jogadores não tenham a frieza necessária. Sabemos que quem cometer menos erros vai passar. Conhecemos o valor do Benfica, esperamos que a abordagem e a superação da equipa volte a acontecer, estes jogadores bem merecem», referiu.

Jesus revelou que Roberto vai ser titular. Domingos não quis comentar, mas recordou que o Benfica tem sofrido golos nos últimos jogos e pede aos seus jogadores que sejam eficazes em frente à baliza. «Não vou comentar aquilo que é o adversário, ao contrário do que fiz em relação aos outros adversários que defrontámos na Liga Europa. Do Benfica toda a gente os conhece, não faz sentido estar a falar dos jogadores do Benfica. Temos de jogar com todos os factores. Se analisarem, o Benfica sofre golos há catorze jogos consecutivos, temos de jogar com esse factor. As situações que o Roberto vai ter pela frente, peço aos meus jogadores que as concretizem, peço aos meus jogadores que sejam eficazes», destacou.

Um jogo sem golos podia, à partida, ser um bom resultado para o Braga, mas Domingos considera que tudo depende do segundo jogo. «Há um jogo para fazer, um 0-0 pode ser um bom resultado como pode não ser. Se analisarmos o jogo com o Dínamo Kiev, em que jogámos com dez e desperdiçámos muitas oportunidades, o 0-0 até foi um mau resultado», referiu.

A verdade é que o Braga parece estar numa fase ascendente, ao contrário do Benfica, pelo menos em termos físicos. «Não sei quem está melhor ou pior, mas sinto que os meus jogadores estão muito confiantes, querem fazer um grande jogo, querem ganhar aqui na Luz», destacou ainda.

 

 Paulão: «Viemos aqui para discutir a eliminatória»

 

Central diz que o Benfica é «forte», mas diz que «não há favoritos»Paulão considera que nas meias-finais da Liga Europa «não há favoritos». O central espera defrontar um Benfica «forte», mas lembra que o Sp. Braga, no percurso até à meia-final, também deixou outros adversários com credenciais pelo caminho.«É um jogo importante como todos os outros que já disputámos até aqui. Na minha opinião não tem favoritos, viemos aqui para discutir a eliminatória e é isso que vamos fazer. Estamos bastante concentrados para estes dois jogos, o primeira é em Lisboa e viemos aqui para conseguir um bom resultado», começou por destacar na antevisão da partida.Cardozo e Saviola são uma dupla temível, mas a verdade é que, nos últimos jogos, não parecem tão letais como já foram frente à baliza. «Mais fácil? Acho que não. Os dois já demonstraram que têm qualidade. Vai ser um jogo diferente, amanhã, com certeza, que vão dar o máximo para a sua equipa», comentou.Este vai ser o quarto embate entre os dois emblemas esta temporada e, apesar do momento menos bom da equipa de Jesus, Paulão não espera facilidades. «Acho que não, o Benfica vai ser sempre uma equipa forte, que luta pelos títulos», referiu. Os jogos entre os dois emblemas têm sido marcados, desde a época passada, por polémicas ao nível da arbitragem. Desta vez o árbitro é escocês. «Vamos procurar fazer o nosso trabalho e esquecer o árbitro», limitou-se a comentar.

 

Jesus quer «juntar o útil ao agradável»: ganhar sem sofrer

 

Roberto vai ser o dono da baliza, Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida Jorge Jesus quer manter a «receita» de ganhar os jogos em casa na Liga Europa esta quinta-feira frente ao Sp. Braga, no jogo da primeira mão da meia-final da Liga Europa e, se possível, «juntar o útil ao agradável», que traduziu como ganhar e não sofrer golos. Falta apenas saber que equipa o treinador vai apresentar neste primeiro jogo. Roberto vai ser o dono da baliza, mas Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida.A prioridade é chegar ao segundo jogo, em Braga, com uma vitória, se possível, sem sofrer golos. «Isso era juntar o útil ao agradável. O importante é fazer o que fizemos nas últimas eliminatórias. Aqui na Luz o importante é ganhar, foi isso que fizemos com todos os adversários», começou por destacar na habitual conferência de antevisão.O Benfica está no segundo lugar da Liga e o Sp. Braga no terceiro, mas Jesus diz que a classificação vai contar pouco para o jogo desta quinta-feira e acredita que a motivação será igual nos dois campos. «Nesta altura, entre estas quatro equipas, são pormenores que vão decidir os jogos. Há motivação muito forte em todos os jogadores. Entre o Braga e o Benfica a avaliação de quem está mais forte não se pode definir. Em termos de campeonato, o Benfica está à frente do Braga, mas não é por aí que podemos ir», referiu. Rstam ainda muitas dúvidas quanto ao onze que o Benfica vai apresentar. Salvio está descartado, Gaitán e Carlos Martins continuam em dúvida. «Estão com problemas musculares, ainda não temos a certeza se vão recuperar ou não. Amanhã temos treino de manhã, vamos testar esses jogadores, portanto ainda não posso dar uma certeza», explicou.Certa é o regresso de Roberto à baliza. «O Roberto não tem problema nenhum, posso dizer que é o jogador que vai ser lançado no jogo», destacou, sem querer justificar a sua opção. «É um problema individual, técnico, específico que diz mais respeito a mim em relação aos três elementos. Não tenho muito interesse em expressar a minha prioridade. Como nunca a divulguei a eles, também não a vou divulgar agora», limitou-se a adiantar.Os jogos entre Benfica e Sp. Braga esta temporada ficaram marcados por polémicas, mas esta quinta-feira há uma diferença substancial. O árbitro será um escocês. «Não sei, pode ser diferente em termos de critérios. Normalmente estas equipas tê uma forma de olhar para o jogo diferente dos árbitros em Portugal. Deixam o jogo correr mais e penso que amanhã esse facto pode aumentar a intensidade do jogo e dar-lhe mais qualidade», comentou a finalizar.

tags:
publicado por carlitos às 18:43

Braga: dominador em Turquel

 

Braga: dominador em Turquel

O Hóquei Clube de Braga fez um verdadeiro brilharete, ao vencer em três escalões no Torneio de Turquel

 
Este ano, o Hóquei Clube de Turquel voltou a organizar o seu já muito popular - e cada vez mais prestigiado! - Torneio da "Páscoa em Patins".

Para além da alegria das várias equipas da casa - o HCT é um dos clubes com mais tradições na formação de jovens valores para o hóquei em patins! - o destaque deste ano vai para o Hóquei Clube de Braga.
Os pupilos de André Torres (Juniores), Vítor Silva (Iniciados) e Rodrigo Sousa (Infantis) foram os protagonistas deste evento, que teve lugar no Domingo de Páscoa.
Nos juvenis, o vencedor foi a equipa da casa, Hóquei Clube de Turquel.
De destacar, ainda, as equipas feminina e de benjamins do Hóquei Clube de Turquel. Em escolares, o 1º lugar foi conquistado pelo Sporting Clube de Portugal.
Nos bambis, a vitória sorriu à equipa da Associação Desportiva de Oeiras.

Eis as classificações finais do Torneio "Páscoa em Patins" 2011:

BAMBIS
1º AD Oeiras
2º HC Turquel
3º HC Mealhada

BENJAMINS
1º HC Turquel "B"
2º HC Turquel "A"
3º HC Viseu
4º UF Entroncamento

ESCOLARES
1º Sporting CP
2º HC Turquel
3º UD Oliveirense

INFANTIS
1º HC Braga
2º HC Turquel "A"
3º Sporting CP
4º HC Turquel "B"

INICIADOS
1º HC Braga
2º HC Turquel "A"
3º HC Turquel "B"
4º HC Paço de Rei

JUVENIS
1º HC Turquel
2º ACR Gulpilhares
3º Infante de Sagres

JUNIORES
1º HC Braga
2º HC Turquel
3º ACR Pessegueiro Vouga

FEMININOS
1º HC Turquel
2º AP Aveiro
3º HC Mealhada
tags:
publicado por carlitos às 00:04

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab




20

25


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds