...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Quinta-feira, 26 de Maio, 2011

 

Para retomar o fio à meada - o post anterior - vamos esclarecer algumas dúvidas

e como pode ser vítima de (cyber) bullying, ou simplesmente bullying que é em

tudo semelhante com o caso de Benfica, Lisboa.Acrescenta-se cyber se o bullying

for efectuado tendo como base as novas tecnologias como computadores, ipad's,

telemóveis ou camaras fotográficas.

 

 Cyberbullying: O que pais e professores (mas não só) devem saber para evitar este novo fenómeno. (1ª parte).

 

Sempre que há assédio moral ou físico em que a Internet é o canal utilizado estamos perante o relativamente novo fenómeno que dá pelo nome de cyberbullying.

Ou seja, 'cyberbullying' define-se como sendo todo acto de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo, que ocorre sem motivação aparente ou razão de ser, praticado individualmente ou em grupo, contra uma ou mais pessoas tendo por base a internet.

A intenção de quem o pratica é intimidar ou agredir a vítima, causando-lhe medo, dor, angústia e sofrimento numa relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas. 'Bully' (do inglês) quer dizer valente, poderoso, arruaceiro, pessoa que vitimiza as outras, tornando-as incapazes de as confrontar e gerando clima de terror, em muitos casos já divulgados, responsáveis por suicídios. Na internet, a prática é chamada de 'cyberbullying' o termo que vamos tratar.

Cada vez que comportamentos irracionais e sem qualquer tipo de justificação (diferenças raciais ou de orientação sexual, religiosa, ou pura e simplesmente porque não “vai com a cara da pessoa”) surgem em ambiente escolar convém accionar os dispositivos que tenhamos ao alcance para dissipar o fenómeno e para que este não tome dimensões incapazes de controlar.

É cada vez mais importante alertar os nossos filhos, alunos, se quisermos de um modo geral, a juventude (sobretudo, mas não só) para questões relacionadas com o cyberbullying e segurança on-line numa idade precoce.

Cyberbullying torna a vida miserável. Para quem está intimidado, a actividade diária pode ser insuportável.

A Internet possibilita cada vez mais um mundo de oportunidades e recursos fantásticas. Quer seja entretenimento, jogos, conhecimentos, cultura, pesquisa …

  Mas, ao mesmo tempo que a vemos como um meio de atingir qualquer objectivo necessário e ao mesmo tempo positivo e enriquecedor, alguém usurpa esse mesmo meio e vê na Internet uma ferramenta perfeita á medida dos seus objectivos obscuros e maliciosos. Um instrumento de divulgação e propagação da sua mensagem, cujo conteúdo vai constar de palavras agressivas para fazer terrorismo, pressão psicológica que levam até esse tal conceito relativamente novo no nosso vocabulário. O Cyberbullying é assim basicamente caracterizado pela utilização das novas tecnologias de informação e comunicação com o intuito de maltratar, intimidar, pressionar ou humilhar, ameaçar, provocar, molestar ou atormentar alguém que ficará fragilizado. Cada vez mais este novo conceito torna-se numa verdadeira dor de cabeça para pais educadores professores e demais pessoas que vivem e convivem directamente com a pessoa alvo desse terror. Quem é visado fica de tal forma fragilizado, inferiorizado ou maltratado perante colegas que alguns dos casos terminam em morte por suicídio.

  Como em qualquer área da sociedade, também nas novas tecnologias existe o reverso da moeda, há sempre o lado negro da rede aproveitada para espalhar terror pela comunidade (sobretudo escolar, mas as classes etárias mais avançadas têm sido atingidas apesar de em menor número). A tecnologia começa a ser utilizada para ameaçar, humilhar ou intimidar. Os técnicos defendem acções de sensibilização para esta nova realidade, que ainda é pouco abordada dentro de casa ou da escola, mas que vai fazendo as suas vítimas e é por eles que se deve lutar com o objectivo de encontrar formas de terminar esta actividade. Um caminho a seguir podia ser o de, aproveitando as aulas de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) os professores incluírem nas suas aulas momentos de dissertação sobre o assunto, como os seus alunos se devem defender e agir perante tal fenómeno e evitar serem alvos fáceis. Os técnicos defendem essas acções de sensibilização para esta nova realidade, que, infelizmente ainda é pouco abordada dentro da escola ou de casa e muitas vezes só começam quando algum aluno/filho foi vítima deste fenómeno. Ou seja, trancas á porta apenas depois do assalto. Assim não dá, como é óbvio. O mais apropriado é fazer constar do currículo escolar dessa disciplina (e porque não de muitas mais?) esta terminologia e tudo o que anda a sua volta de forma a encontrar formas de terminar com esta actividade.

  Quem o pratica recorre á rede global que fez do nosso mundo uma pequena aldeia onde qualquer um parece estar perfeitamente ao seu alcance; apenas com um clique, onde todos estão vulneráveis e onde qualquer um pode cair nessa verdadeira roleta russa. Sorte ou azar de ter-mos sido (ou não) os escolhidos por esses autênticos malfeitores, pessoas sem face que se escondem quase sempre no anonimato ou por detrás dos chamados “nick names”. O que os torna cobardes das suas acções desprovidos de valores saudáveis que devem reger a vida e com mente perigosa. Apesar de se cobrirem no anonimato acabam quase sempre por serem descobertos assim sejam accionados de forma rápida os aparelhos necessários seja o policial e judicial, antes de qualquer outro. Por isso, pais e escola devem cada vez mais congregar esforços em prol deste tipo de terrorismo.

Virtualmente realizado, o cyberbullying está a preocupar cada vez mais a sociedade com pais e professores á cabeça dessa preocupação.

Para a próxima quinzena fique a par das formas de efectuar este fenómeno, consequências, exemplos reais para aprenderem a como combatê-lo… A não perder de forma alguma! CAR

 

publicado por carlitos às 01:29

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Cyberbullying: Parte I

ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA