...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Segunda-feira, 02 de Maio, 2011

Bin Laden foi morto num raide das forças de Elite dos EUA

 

 

 

Após ataque maciço desferido contra uma célula terrorista pertencente á Al-Qaida, o líder carismático de 54 anos, Osama Bin Laden foi dado como morto O ataque aconteceu a norte de Islamabad, capital do Paquistão Região onde Osama bin Laden morreu, em Abbottabad.

 

 Anciosos pela notícia, que em tempos compensava com 25 milhões de dólares quem conseguisse mostrar Laden morto, os Americanos festejaram ás portas da Casa Branca, onde o Presidente, com ar satisfeito, e de vitória, anunciou ao país tal facto. Caso para dizer que se fossem hoje as eleições nos EUA, mesmo que todas as sondagens apontassem em sentido contrário, Obama vencia, quase de certeza. E esta é uma perspectiva de politólogos e especialistas. É óbvio que com esta morte não termina o terrorismo, antes pode levar a uma escalada de violência, revolta e luta entre os seus admiradores e podem já ter ordens no sentido de apontarem alvos a atentados, em caso de morte do seu líder. Ou seja, não será a morte deste líder que vai pelo menos para já atenuar a situação. Maior sucesso seria se brevemene terminassem com as ramificações dos Talibans outro alvo a abater.

 

 

A notícia tomou grandes e previstas repercussões em todo o mundo desde festejos em Nova Iorque ou Washington, nos EUA até à estupefacção e não crença um pouco por todo o mundo islâmico, com Paquistão á cabeça. Mas os grandes jornais em edições especiais fizeram destaque da notícia, para muitos, mais importante realcionado com o terrorismo.

 

O líder islamita Osama Bin Laden, instigador declarado dos atentados do dia 11 de setembro de 2001 e objecto da maior caça humana da história, foi morto neste domingo por forças americanas, quase dez anos depois dos ataques que deixaram 3 mil mortos nos Estados Unidos.

Desde o fatídico 11 de Setembro, o milionário de origem saudita, líder da rede terrorista Al-Qaeda e cujos rastros se perderam no sul do Afeganistão e na fronteira com o Paquistão, reaparecia episodicamente em gravações de áudio e vídeo ao longo dos anos.

Alto, magro, sempre usando barba, Bin Laden nasceu em Riad. Filho de um magnata saudita da construção próximo da família real, utilizou sua fortuna para financiar o Jihad (guerra santa) contra os soviéticos e, posteriormente, contra os americanos.

Em 1973, Bin Laden entrou em contacto com grupos islamitas. Após a invasão soviética do Afeganistão em 1979, ele viajou para este país para combater os invasores com o apoio da CIA. Sua organização, Al-Qaeda ("A Base"), foi fundada em 1988, ou seja um ano antes da retirada soviética do Afeganistão.

Em 1989 Bin Laden voltou à Arábia Saudita. Após o estouro da guerra do Golfo em 1991, ele criticou a família real por ter autorizado o desdobramento de soldados americanos em território saudita, o que o fez ser declarado persona non grata no país.

Instalou-se, então, no Sudão, onde os serviços americanos de inteligência o acusaram de financiar campos de treino de terroristas. Em 1994, foi definitivamente privado da nacionalidade saudita. Em 1996, o Sudão, submetido a pressões americanas e da ONU, pediu a Bin Laden que fosse embora do país.

Depois disso, ele dirigiu-se ao Afeganistão, onde fez funcionar uma dezena de campos de treino e lançou apelos contra os Estados Unidos. A acção mais espectacular que lhe foi atribuída antes do dia 11 de Setembro foi um ataque contra as embaixadas americanas na Tanzânia e no Quénia, no dia 7 de Agosto de 1998, que causou 224 mortos e milhares de feridos.

Em 1999, ele foi incluído na lista do FBI entre as dez pessoas mais procuradas do mundo. Bin Laden também foi acusado de ter ordenado o ataque contra o navio americano "USS Cole", no Iémen, que fez 17 mortos em Outubro de 2000.

Os Estados Unidos, que o acusam de ter planeado do Afeganistão os ataques suicidas de Nova York, Washington e Pensilvânia do dia 11 de Setembro, deram início a uma perseguição depois de, em 23 de Setembro, as autoridades americanas oferecerem 25 milhões de dólares por qualquer informação que permitisse capturá-lo.

 

 O Presidente Norte-americano, Barack Obama foi um dos que regozijou com a notícia tendo feito o seu anúncio já era noite avançada em Washington depois de ter telefonado ao seu antecessor, George Bush.

O presidente,  confirmou através da  Casa Branca, que o terrorista Osama Bin Laden foi morto. No seu discurso, transmitido pela televisão, Obama lembrou os atentados de 11 de Setembro de 2001 contra o World Trade Center, em Nova York, e o Pentágono, em Washington e a queda de um avião que tinha sido desviado, na Pensilvânia. O Líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden é tido como o grande mentor dos ataques.

 

 

Segundo a wikipédia sobre o seu perfil, refere: Osama bin Laden[1] (em árabe أسامة بن محمد بن عود بن لادن, transl. Usāmah Bin Muhammad bin 'Awæd bin Lādin; Riade, 10 de Março de 1957Abbottabad, 2 de Maio de 2011)  foi um dos membros sauditas da próspera família Bin Laden, além de líder e fundador da al-Qaeda, organização terrorista famosa pelos ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos e numerosos outros contra alvos civis e militares.

Filho de Muhammed bin Laden, imigrante iemenita pobre que se tornou o homem mais rico e poderoso da Arábia Saudita, depois do próprio rei, Osama bin Laden era o filho único de sua décima esposa, Hamida al-Attas; seus pais se divorciaram logo depois que ele nasceu (a mãe de Osama se casou com Muhammad al-Attas e o novo casal teve quatro filhos). Osama bin Laden também é conhecido pelos seguintes nomes: Usama Bin Muhammad Bin Ladin, Shaykh Usama Bin Ladin, The Prince, The Emir, Abu Abdallah, Mujahid Shaykh, Hajj, The Director.[3]

Desde 2001, Bin Laden e sua organização tinham sido os maiores alvos da Guerra ao Terrorismo dos oficiais norte-americanos e esteve entre os Dez foragidos mais procurados pelo FBI, encabeçando a lista. Acreditou-se que Bin Laden e seus companheiros da al-Qaeda estavam escondidos próximos à costa do Afeganistão e das áreas tribais do Paquistão. Em 1 de maio de 2011, dez anos desde os atentados do 11 de Setembro, o Presidente Barack Obama anunciou pela televisão que Osama Bin Laden havia sido morto durante uma operação militar norte-americana em Abbottabad. Seu corpo teria ficado sob a custódia dos Estados Unidos e sido sepultado no mar após passar por rituais tradicionalmente islâmicos.

 

 

links para aceder á notícia do dia:

 

http://www.elpais.com/global/

http://www.lemonde.fr/

http://www.nytimes.com/

http://www.washingtonpost.com/

http://www.independent.co.uk/

http://www.repubblica.it/

http://www.pakistantimes.net/pt/

 

A general view of the compound (with barbed wires on the walls) where Al-Qaeda leader Osama Bin Laden was killed by US military forces in an operation in Abbotabad, Pakistan

                                                                     casa onde se supõe tenha morrido Bin Laden

 

  Blitz in Pakistan, ucciso Osama Bin Laden   /   Nuovo video    Obama: giustizia è fatta. Usa in festa    - Foto 1   /  2  /  3   video

 

Todo o mundo seguiu com interesse a notícia

 

Capa de hoje do jornal El Pais UruguaiCapa de hoje do jornal Ultima HoraCapa de hoje do jornal New York Times

 

Capa de hoje do jornal La RazónCapa de hoje do jornal El NacionalCapa de hoje do jornal La Jornada

 

 

 

 

REACÇÕES

O ex-presidente americano George W. Bush disse, esta segunda-feira, que a morte de Osama Bin Laden é «uma vitória para os Estados Unidos», enquanto o seu antecessor Bill Clinton considerou o momento como «profundamente importante» para todo o mundo.

«Esta noite o presidente Obama chamou-me para me informar que as forças americanas mataram Osama Bin Laden», começou por dizer Bush ao salientar que tinha felicitado o chefe de Estado e «os homens e mulheres das forças militares e das agências de informações que dedicaram as suas vidas a esta missão».

«Eles merecem a nossa gratidão eterna», afirmou.

Cameron: «alívio para todos os povos do mundo»

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que a morte de Osama bin Laden é «um grande alívio para todos os povos do mundo». «A notícia da morte de Osama bin Laden é um grande alívio para todos os povos do mundo. Osama bin Laden foi responsável pelas piores atrocidades terroristas do mundo como os ataques de 11 de Setembro (2001) e tantos outros atentados que tiraram a vida a milhares de pessoas, entre os quais muitos britânicos», declarou David Cameron, citado num comunicado dos seus serviços.

O primeiro-ministro britânico disse também que «o momento é para recordar os que foram mortos por Osama bin Laden e todos os que perderam a vida».

 

ONU: morte de Bin Laden é um «ponto de viragem»

Secretário-geral das Nações Unidas saudou eliminação do líder da Al-Qaeda

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse que a morte do líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, é um «ponto de viragem» na luta contra o terrorismo.

«A morte de Osama bin Laden, anunciada pelo presidente Obama na última noite, é um ponto de viragem na nossa luta global contra o terrorismo», disse o responsável aos jornalistas, segundo cita a agência Reuters.

 

__________________________________________________________________________________________________________________

 

Cinco pessoas, incluindo Osama bin Laden, morreram no domingo numa operação dos serviços especiais norte-americanos contra a residência do líder da Al-Qaeda a 50 quilómetros a norte de Islamabad, Paquistão, anunciaram responsáveis norte-americanos.

A operação, que foi levada a cabo por um pequeno grupo militar americano, - cujos responsáveis não quiseram precisar se envolveu membros da CIA ou militares das forças especiais - decorreu no domingo de madrugada.

Um filho do líder da Al-Qaeda, dois homens, provavelmente mensageiros de Osama bin Laden, e uma mulher morreram durante o ataque que durou 40 minutos, disseram os responsáveis.

O líder da Al-Qaeda foi abatido no Norte do Paquistão. O homem apontado desde há dez anos como o principal inimigo da América foi morto a tiro, depois de ter sido descoberta a casa onde se refugiava, na cidade de Abbottabad, a cerca de 100 quilómetros de Islamabad.

Era uma casa de três andares, num complexo de muros altos e protegidos, mas onde não havia instalação telefónica nem acesso à Internet. A poucas centenas de metros, fica a academia do Exército paquistanês.

Bin Laden foi abatido a tiro por tropas especiais dos fuzileiros norte-americanas, os Seals. Depois de confirmada a identidade do líder da Al-Qaeda, o corpo de Bin Laden terá sido sepultado algures no mar.

Bin Laden: Islão contra lançamento de corpo ao mar

Responsável da universidade de al-Azhar reagiu a informações que dão conta do destino do cadáver do líder da Al-Qaeda

O islão opõe-se ao lançamento de um corpo ao mar, declarou um responsável da universidade de al-Azhar, a mais alta instituição islâmica sunita, após terem sido divulgadas informações sobre a morte de Usama bin Laden.

«Se é verdade que lançaram o seu corpo ao mar, o islão é contra», disse à agência France Presse Mahmud Azab, conselheiro do grande imã Ahmad al-Tayeb para o diálogo inter-religioso.

«O islão é totalmente contra esse tipo de comportamento», acrescentou, defendendo que os corpos devem ser enterrados e só devem ficar no mar caso isso seja inevitável, como por exemplo num caso de naufrágio.

 

Lisboa lidera ganhos na Europa após morte de Bin Laden

PSI20 valorizou 0,48%. Algumas praças europeias tocaram máximos de 2 anos. Wall Street acordou «histérico»

A bolsa em Lisboa liderou os ganhos na Europa, graças ao contributo da Cimpor e da Portugal Telecom.

O índice PSI20 valorizou pela quarta sessão consecutiva. Esta segunda-feira avançou 0,48 por cento para os 7.715,02 pontos, com 17 títulos em alta e os restantes três em baixa, numa sessão em que foram trocadas de mãos 23,4 milhões de acções.

Na Europa, os índices encerraram maioritariamente positivos, alguns em máximos de dois anos, depois de ter sido anunciado na última madrugada (hora de Lisboa) que Osama Bin Laden foi capturado e morto pelas forças norte-americanas, depois de 10 anos de buscas.

Frankfurt avançou 0,18% e Paris trepou 0,05. Apenas Madrid caiu ligeiramente 0,01%, numa sessão marcada pelo encerramento da praça de Londres (após o Casamento Real na sexta-feira).

A notícia da morte de Bin Laden contagiou, na abertura, os mercados do outro lado do atlântico, com o Dow Jones a registar uma subida de 0,47% e o Nasdaq a progredir 0,27%. Ainda assim, a esta hora, o índice tecnológico já inverteu: perde 0,31%.

Em Lisboa, destaque para os títulos da Cimpor que escalaram 2,52% para os 4,78 euros. A cimenteira começa amanhã a negociar sem direito ao dividendo bruto de 0,205 euros, referente ao exercício de 2010.

A dar força esteve também a Portugal Telecom que avançou 1,91% para os 8,40 euros e a Mota-Engil que somou 1,67% para 1,82 euros.

Na banca, o BCP valorizou 1,11% para os 0,54 euros e o BES trepou 0,73% para os 2,86 euros. O banco liderado por Ricardo Salgado anunciou esta tarde - após o fecho dos mercados - que registou lucros de 60,9 milhões de euros, nos primeiros três meses deste ano, menos 48,9% que no mesmo período do ano passado mas, ainda assim, acima das previsões doa analistas. Também o BPI ganhou 0,57% para 1,22 euros.

A impedir a bolsa de maiores subidas estiveram as acções da Galp Energia que caíram 0,13% para os 15,08 euros, depois do Barclays Capital ter cortado o «preço-alvo» da petrolífera para 18 euros por acção, dos anteriores 18,50 euros.

 

 

ADN confirma morte de Bin Laden

publicado por carlitos às 16:38

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab



15
18
19

22



ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA