...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Quinta-feira, 28 de Abril, 2011

 

O  Sp. Braga perdeu hoje por 2-1 em Lisboa, frente ao Benfica em partida da primeira mão das meias-finais da Taça Europa.

Apesar do resultado desfavorável, nada está perdido, pois costuma-se dizer que entre derrotas o 2-1 é um ”bom” resultado, pois conseguir marcar fora pode-se tornar fundamental.

Mas é um resultado traiçoeiro e que pode deitar tudo por terra, porém, com maior organização, concentração e menos nervosismo, o Sp. Braga pode conseguir ultrapassar o adversário. É que no inicio do jogo desta noite os bracarenses não assentaram o jogo porque entraram muito nervosos, o que até nem costuma ser normal, o que impediu o Braga de explanar o seu jogo e as suas ideias e de praticar um futebol com rendilhados e com arte e técnica como é apanágio desta  equipa.

Numa primeira parte morna e com equilíbrio a ser nota dominante apesar de ter maior posse de bola, mais ataques e mais cantos, mas o Benfica não soube materializar esse domínio, ténue, pois o SCB esteve aqui e além por cima do seu adversário, cabendo-lhe mesmo a melhor oportunidade dos primeiros 45 minutos, com Sílvio a rematar forte a centímetros do alvo, para além de um fora de jogo mal assinalado ao mesmo jogador, quando ficava cara a cara com Roberto e com muitas possibilidades de abrir o activo. Ainda nos 45 minutos iniciais realce para um golo bem anulado a Cardozo por clara posição de fora de jogo e um amarelo (forçado) a Vandinho que o vai impedir de pisar o relvado do Axa de hoje a oito dias, tal como Aimar, do outro lado.

Na segunda parte mercê de um pequeno ascendente o slb marcava por Jardel a aproveitar um centro de Maxi Pereira, por certo o melhor entre os encarnados, á passagem dos 50 minutos.

Porém, demonstrando uma enorme capacidade de sacrifício o que para muito contribui o fortalecimento do grupo e o seu carácter, o SCB marcava o golo do empate três minutos depois, após marcação de um livre para a área benfiquista, onde, com um subtil desvio, apareceu entre os centrais, o “capitão” Vandinho a dizer sim e a fazer abanar as redes de Roberto. Numa toada de parada e resposta, aparece o 2-1 para os de Lisboa, ainda não estava atingido o minuto 60, num forte remate do paraguaio Cardozo, na marcação de um livre aqui também sem hipóteses para o guarda-redes Artur.

 

 A partir deste golo parece que qualquer uma das equipas, antes de marcar, pensava em não sofrer golos com o prejuízo, desnorte e a sorte a que esse resultado ficaria exposto. Assim, mau grado a magreza do resultado, como diz Jesus é sempre uma vitória se tivesse acontecido numa partida onde estivessem em jogo pontos, podia estar satisfeito, assim, em jogos a eliminar, não pode cantar vitória pois do outro lado está o Sp. Braga que já esta época, aliás na única derrota para esta mesma competição, conseguiu dar volta a um resultado mais difícil de ultrapassar:  0-1 frente aos polacos do  Lech Poznan.

Assim espera-se o jogo do ano para a próxima quinta-feira, em Braga, no relvado do estádio Axa, arriscando-me mesmo a dizer o jogo mais importante talvez dos últimos 10, 20 anos. Não tenhamos dúvidas. É que para uma final jogámos na década de 90 uma meia final que vencemos chegando ao Jamor, para defrontar o FC Porto, onde perdemos por 3-1. Agora, se acontecer a primeira final europeia para o Sp. Braga o adversário pode muito bem ser o mesmo pois o Porto com a vitória por 5-1 sobre o Villareal tem pé e meio em Dublin.

Agora venha daí a próxima semana, venha aí mais uma noite mágica do mágico Braga e que nos dê mais uma alegria que encha de orgulho e felicidade os corações de todos os braguistas, bracarenses, minhotos e portugueses em geral. A primeira mão apesar de não ter corrido como desejado para as hostes do Sp. Braga, já deu a entender que o SCB tem equipa mais que suficiente para levar de vencida este Benfica e rumar á Irlanda para uma festa nortenha.

Acredito que com o público ao rubro a puxar pelos guerreiros, tornando as duas bancadas num terrível inferno (mas para isso talvez sejam necessários mais do que os 15.000 habituais) pois do outro lado da barricada tantos benfiquistas como bracarenses estiveram hoje na Luz farão a visita até à Pedreira. Mas com concentração e a jogar em transição, com alma e sabedoria mas também com muita calma, e jogando “á Sporting de Braga” q.b. será suficiente para seguir rumo á página mais linda, mais brilhante dos seus 90 anos. E acreditamos que tais façanhas não fiquem por aqui. É que depois de se pegar o jeito… CAR

 

publicado por carlitos às 23:44

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab




20

25


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA