...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Quarta-feira, 16 de Novembro, 2011

 

 

 

Sporting-Sp. Braga: oitavo capítulo de uma história antiga

Leões já venceram por cinco vezes contra duas vitórias dos minhotos

Sporting e Sp. Braga vão cruzar-se pela oitava vez na Taça de Portugal este domingo, no Estádio de Alvalade, em jogo da quarta eliminatória. Os leões têm a história do seu lado, com cinco vitórias sobre os minhotos, uma delas na final de 1981/82, por 4-0. Os arsenalistas eliminaram a equipa de Alvalade por duas ocasiões e, em 1965/66, também acabaram por levar o troféu para casa.



Sp. Braga: 1.200 bilhetes para jogo em Alvalade


Oito embates, metade dos quais com jogos a duas mãos, mas o último já foi há treze anos, em 1997/98, na segunda vitória dos minhotos sobre os leões (3-1), desta feita, nos quartos-de-final da competição. O primeiro embate, em 1958/59, já tem mais de meio século e terminou com duas vitórias dos leões, tal como o segundo, em 1960/61, com destaque para uma goleada das antigas no «velhinho» Estádio de Alvalade por 9-0.

No terceiro encontro, em 1965/66, o Sp. Braga fez história, afastando os leões nas meias-finais em três jogos (1-1, 1-1 e 1-0) antes de conquistar o seu único troféu nacional frente ao V. Setúbal no Ja

mor. Os leões voltaram a levar a melhor na última temporada da década de sessenta antes de novo encontro com título. Foi já nos anos oitenta, mais precisamente em 1981/82, que os dois emblemas se encontraram na final do Estádio Nacional, com os leões a garantirem a «dobradinha» (4-0), com golos de Oliveira (2), Manuel Fernandes e Jordão.

Depois disso, mais dois embates nos anos noventa, com um triunfo para os leões, em 1993/94 (2-1), e outro para os minhotos, em 1997/98 (3-1).

Todos os jogos entre Sporting e Sp. Braga na Taça de Portugal
1958/59: Sp. Braga-Sporting, 2-6, 1-3 (quartos de final).
1960/61: Sp. Braga-Sporting, 1-6, 0-9 (oitavos de final).
1965/66: Sp. Braga-Sporting, 1-1, 1-1, 1-0 no «play-off» (meias-fina

is).
1969/70: Sporting-Sp. Braga, 6-1, 2-0 (quartos de final).
1981/82: Sporting-Sp. Braga, 4-0 (final).
1993/94: Sporting-Sp. Braga, 2-1 (5.ª eliminatória).
1997/98: Sp. Braga-Sporting, 3-1 (quartos de final).
2011/12: Sporting-Sp. Braga, domingo (4ª eliminatória)

publicado por carlitos às 17:14

 

Nos últimos dias, com o intuito de num futuro a médio prazo trazer á luz
 do dia um livro, fui compilando textos.
Textos em forma de contos, poemas ou sobre o SCBraga nomeadamente 
sobre alguns factos que marcaram a minha vivência como sócio e adepto deste clube.
Estórias, episódios com um tema em comum: SCB
Porque, como responsável por este blog julgo ter os melhores leitores 
do mundo quero 
partilhar convosco os mesmos de moldea dar asas ao meu desejo de 
ver um dia nos escaparates estes e outros temas.
E como supra citado, não só do SCB viverá o livro, assim, poemas, 
pensamentos que chamo de ociosos, reflexões e um vasto leque 
de contos figurarão entre os predilectos.
Assim, se julgarem oportuno agradecia deixassem o vosso comentário
 para também eu ter uma linha orientadora
sobre o vosso pensamento que pode ser uma amostra do público leitor.
Sob o título: Partes do todo: um livro ainda em branco, 
será a pista para lerem em primeira mão esses textos.
Obrigado mais uma vez pela vossa visita a este blog, pelos comentários, 
sempre bem-vindos, e cujas visitas têm ultrapassado as minhas 
melhores expectativas, blog que mais não é um reflexo, em alguns posts, 
do meu - que pode muito bem ser o seu - estado de alma, em paralelo 
com notícias que interessam á actualidade.
Começo com um conto publicado na rubrica conta o leitor do jornal bracarense, 
"correio do minho" ao que se seguirão mais dois publicados no mesmo jornal, 
outros sobre o SCB e mais um ou outro conto e poema.
Boa leitura e... julgamento e obrigado. CAR

 

 

A Idade da Sabedoria...

 

 

 O crepúsculo daquela tarde começara antecipadamente por vias da ameaça de umas nuvens de cinzento-escuro vestidas, que emprestavam ao momento um sentimento de nostalgia.

Ela, sentada numa pedra estrategicamente colocada no início da vereda estendia o seu olhar por todo aquele conjunto de vales e montanhas que se perdiam para lá do horizonte.

Era uma das zonas mais bonitas da Serra do Gerês. Disso nunca tive dúvidas. Isto se for possível distinguir os vários níveis de beleza daquele espaço natural.

Ao longe vislumbra-se o serpentear sinuoso do Cávado por entre as pontes do Rio Caldo onde se encontra com o Homem para uma viagem que só termina no Oceano. Sente-se a terra húmida no olfacto que ganha intensidade cada vez que subimos em direcção á montanha. Terra fértil e de sonhos que permanece no seu estado primitivo e saudável imune ao passar dos tempos.

São quilómetros e quilómetros a perder de vista, atravessados pelo verde da paisagem com a natureza no seu estado mais puro.

Gosta de ver os homens da terra sentados á porta do café, que falam entre si numa amena cavaqueira enquanto crianças brincam numa ciranda.

Observava-a havia já largos minutos e no entanto, dela nem um movimento por mais pequeno que fosse.

Apenas a leve respiração em seu peito era sentido a espaços. Coisa pouca.

De certo pensava ainda no cenário que acabara de presenciar: Um tiro furtivo atravessou o ar quase dando para sentir tão perto passou dela. Porém atingira mortalmente aquele potro de garrano que lhe tinha pedido todas as atenções dos últimos dias. Desde que nascera que diariamente subia até à montanha para observar todos os seus movimentos que depois registava religiosamente no seu bloco de notas.

Queria ser escritora para o público juvenil e estes acontecimentos podiam ajudá-la no futuro. Experimentava naquela serra momentos que na Bracara cidade que a adoptou desde os seis anos não lhe conseguia oferecer por mais que procurasse.

Deixou para trás a sua aldeia natal nas faldas do Gerês a mesma que hoje amiúde visitava para recarregar baterias e afastar tristezas que tantas vezes experimentava (mais do que ela desejava, por certo). Por aqueles dias deixou Braga e todo o seu barulho para trás.

Tinha prometido a si mesma a aos seus amigos que voltaria para Braga com uma boa história para escrever e que serviria de enredo para o seu primeiro livro. Não queria, por isso, defraudar as expectativas…

Aquele tiro, porém, tinha-lhe minado por instantes não só as boas ideias mas também o seu olhar. Naqueles momentos embrulhados em silêncio, certamente que pensou que mais uns centímetros e estaria morta. Nunca sentira a morte tão próxima. Chegou a provar e não gostou por certo do travo amargo que trás aquela senhora. Ainda era cedo para prestar contas pelo que melhor era colocar aquela cabeça a pensar. A mesma que está sempre cheia de boas intenções e de ideias para dar e vender. Como colaborar para tornar este mundo um sítio melhor para se viver, mormente os tiros furtivos que nos podem roubar todos os sonhos.

Ideias inocentes com vontade de vencer e recalcadas de virtudes. Sem ódios, malícias ou cobardias. Ela era um género já em extinção.

Resumia o Mundo á rua do seu bairro e por mais que tentassem demovê-la nunca abdicava de estender a sua mão àquele que mais precisava. Por isso mesmo, um género já em extinção, sim senhor!!!

Já experimentara muitos amargos de boca por querer ser um pouco a Madre Teresa lá do bairro. Risos de gozo e olhares de soslaio, dedos apontados como se fosse ela uma eterna pecadora como se fosse ela a culpada de querer endireitar a sociedade. Parece que vivem melhor se viverem no meio da tristeza e da mentira ou da dor. Se podermos evitar isso, tanto melhor.

Mas é deste género de pessoas que o mundo precisa para deixar de haver tiros furtivos, que consiga com a suas palavras encontrar crianças de esperança e seja ela mesma fada-madrinha daqueles e daquelas que acreditam, tal como ela, que um dia o mundo ainda vai ser um lugar bonito para viver. Se cada um começasse pela rua do bairro onde vive…

Finalmente, olha para o pulso. São horas de partir.É preciso descer á aldeia antes que caia a noite e certamente os primeiros pingos de chuva. Vai encontrar uma decoração granítica que dá lugar de quando em vez ao pinho dos soalhos e ao verde das árvores de fruto, reflexo da sobriedade natural do conjunto arquitectónico que os homens da aldeia souberam construir. As lareiras acesas nos lares tornam o ambiente ainda mais propicio ao recolhimento e a sua vontade há-de ser a de ficar ali, junto dos seus a ouvir histórias enquanto a noite cai, em amena conversa. Há-de ter muito que ouvir e contar. É assim na aldeia e é assim que um dia vai escrever para as suas crianças. Não fosse aquele tiro e o dia teria sido perfeito.

Mesmo que de tiros tenha de falar e escrever, nunca há-de esquecer este conforto, estes ares que dão saúde e fazem sorrir, as paisagens que lhe acalmam a alma e lhe prrometem que melhores dias virão...

 

Conto publicado a 8 de agosto de 2009 no jornal "correio do minho" sob o título "A Idade da Sabedoria"       

publicado por carlitos às 15:37

Imprensa internacional destaca Ronaldo

Cristiano Ronaldo volta a ser iluminado pelos holofotes da imprensa mundial com a camisola portuguesa.

Imprensa internacional destaca Ronaldo

Portugal carimbou, passada terça-feira, o passaporte para a fase final do Euro2012 ao vencer a Bósnia por 6-2 no Estádio da Luz.

O capitão da seleção portuguesa marcou dois dos seis golos lusos, totalizando já 32 golos com a camisola portuguesa.

Com a vitória gorda por 6-2 sobre a Bósnia e o passaporte carimbado para a Polónia e Ucrânia no Euro2012, o avançado do Real Madrid é o grande destaque da equipa das quinas pela imprensa internacional.

O mais curioso de todos os destaques é o francês L’Equipe dizendo “Obrigado Ronaldo”. 

Os jornais desportivos espanhóis, pais onde Ronaldo joga, dizem que «Cristiano leva Portugal ao Europeu» (AS) e «Em Portugal também se fala de Ronaldo» (Marca).

Os norte-americanos ESPN e New York Times assinalam que «Ronaldo foi salvador» e que «Cristiano leva Portugal ao Euro2012», respetivamente.

O britânico BBC e o italiano La Gazzeta dello Sport afirmam que «Portugal, e Ronaldo, esmagam Bósnia».

Veja o primeiro segundo golo de Ronaldo no Portugal 6-2 Bósnia.

publicado por carlitos às 15:27

Fotos de modelo demasiado magra banidas no Reino Unido Amanda Hendrick, uma modelo de 21 anos considerada a 'Mulher com mais Estilo' da Escócia, viu as suas fotos serem banidas de um site de vendas online por serem consideradas "socialmente irresponsáveis", uma vez que aparece demasiado magra. A decisão partiu da Advertising Standards Agency (ASA), entidade que regula a publicidade do Reino Unido.As duas fotos em questão fazem parte da campanha da 'Drop Dead Clothing', propriedade do ex-namorado da modelo.Como justificação a ASA afirmou que nas imagens as cavidades nas coxas de Amanda Hendrick estavam "visíveis" e que ela tinha ossos da coxa "proeminentes". Carol Sykes, funcionária da 'Drop Dead Clothing' veio a público em defesa da manequim: "Nunca tínhamos tido qualquer reclamação. Conheço-a e ela não é anoréctica nem tem problemas de saúde. Tem uma dieta saudável. É uma pessoa naturalmente magra."

publicado por carlitos às 15:22

Drogas: Jovens experimentam cada vez mais cedo o álcool e embriagam-se mais vezes  

  Lisboa, 16 nov (Lusa) -- Os jovens portugueses começam a experimentar cada vez mais cedo o consumo de álcool, bebem em maiores quantidades e embriagam-se mais vezes, revela um estudo do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT) divulgado hoje.

O estudo sobre o consumo de álcool, tabaco e drogas em meio escolar, que decorreu em maio e envolveu 13.000 alunos com idades entre os 13 e os 18 anos, revela que 37,3 por cento (%) dos alunos com 13 anos já experimentou beber álcool, número que sobe para 90,8% no jovens com 18 anos.

Oito por cento dos alunos com 13 anos revela que já apanhou uma "bebedeira", uma situação vivida por mais de metade (53,9%) dos jovens com 18 anos.



Ler mais: http://aeiou.visao.pt/drogas-jovens-experimentam-cada-vez-mais-cedo-o-alcool-e-embriagam-se-mais-vezes-estudo=f633809#ixzz1dskgghmX

publicado por carlitos às 15:20

Quase 700 mil portugueses sem emprego


Em termos trimestrais, a taxa de desemprego aumentou 0,3 pontos

A taxa de desemprego subiu no terceiro trimestre para os 12,4 por cento, face aos 12,1% observados no trimestre anterior, com o número de desempregados a aproximar-se dos 700 mil. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego aumentou assim, em termos trimestrais, 0,3 pontos percentuais.Entre julho e setembro, o INE contabilizou 689,6 mil desempregados, uma subida de 2,2% face ao trimestre anterior.Os números do INE não comparam períodos homólogos, uma vez que a metodologia utilizada para o cálculo da taxa de desemprego foi recentemente alterada pelo INE. 

publicado por carlitos às 15:16

"Drogas lícitas" disparam no mercado com 660 lojas online a vendê-las

O crescente mercado das chamadas drogas lícitas, substâncias psicoactivas alternativas às ilícitas, mas com efeitos similares, está a preocupar as autoridades europeias e só este ano foram identificadas 600 lojas "online" que vendem este tipo de produtos.

 
foto Bruno Simões Castanheira/JN/Arquivo
Só este ano foram identificadas 600 lojas online de "drogas lícitas"
 

A revelação é feita no relatório deste ano do Observatório Europeu das Drogas e da Toxicodependência (OEDT), que num estudo feito em Julho passado identificou um "número recorde" de 600 retalhistas 'online' de drogas lícitas ("legal highs") que alegadamente vendem substâncias psicoativas e manifestam disponibilidade de uma vasta variedade de novos produtos.

O rápido aparecimento de novas substâncias psicoactivas não controladas, frequentemente vendidas como drogas legais em 'smartshops' e 'headshops' (como é o caso em Portugal) ou através da internet, representa, segundo o OEDT, "um desafio crescente, tanto na Europa como a nível internacional".

Após o recorde de 41 novas drogas notificadas ao OEDT e à EUROPOL em 2010 (comparativamente a 24 em 2009), dados preliminares revelados esta terça-feira indicam que "não existem sinais de declínio", já que só este ano foram notificadas 39 novas substâncias através do Sistema de Alerta Rápido Europeu, onde são actualmente vigiadas mais de 150 destes produtos.

O mercado das novas drogas é caraterizado pela rapidez com que os fornecedores reagem à imposição de medidas de controlo e disponibilizam novas substâncias alternativas aos produtos proibidos.

As listas recentemente notificadas também contêm um grupo diversificado de substâncias químicas, incluindo um derivado sintético da cocaína, um precursor natural e várias substâncias psicoactivas sintéticas.

publicado por carlitos às 15:14

Overdoses mataram uma pessoa por hora nos últimos 20 anos

 
 As overdoses mataram uma pessoa por hora nos últimos 20 anos, segundo o relatório do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência apresentado esta terça-feira e que aponta os opiáceos como presentes na maioria dos casos.
 
foto José Mota/JN/Arquivo
Overdoses mataram uma pessoa por hora nos últimos 20 anos
Portugal regista 10 casos de overdose por cada milhão de habitantes
 

De acordo com o documento, em 2009 morreram por overdose 7.600 pessoas e os opiáceos - sobretudo a heroína - estão presentes na maioria dos casos notificados na Europa.

Nos 22 países que forneceram dados relativos a 2008 e 2009, os opiáceos "foram responsáveis pela grande maioria dos casos: mais de 90% em cinco países e entre 80 e 90% noutros 12", refere o documento.

Para além da heroína, as substâncias mais frequentemente referidas são o álcool, as benzodiapezinas, outros opiáceos e, nalguns países, a cocaína.

De acordo com o relatório sobre a "Evolução do Fenómeno da Droga na Europa", os homens são os mais atingidos (81%) pelas mortes por overdose.

"Na Europa, a vítima de overdose fatal típica é um homem entre 35 e 39 anos de idade, com um longo historial de problemas com opiáceos", refere o Observatório, que lembra igualmente que o consumo de droga é uma das principais causas de problemas de saúde e de morte entre os jovens na Europa.

tags:
publicado por carlitos às 15:12

Médicos ingleses querem proibir tabaco dentro dos carros

 
foto José Mota / Global Imagens
Médicos ingleses querem proibir tabaco dentro dos carros
Fumo de cigarros dentro dos veículos é 23 vezes mais tóxico do que dentro de qualquer outro espaço fechado
 

Médico britânicos querem que o Governo proíba o fumo dentro dos carros. Pedem um "passo audaz e valente" e lembram que o fumo do tabaco dentro dos veículos é 23 vezes mais tóxico do que dentro de um bar ou de qualquer outro espaço fechado.

As crianças e os idosos são os "fumadores passivos" mais expostos ao cocktail tóxico criado pelo fumo dos cigarros e pelos produtos químicos utilizados para fabricar o interior dos carros.

"O Reino Unido deu um passo na luta contra o tabagismo proibindo o fumo em espaços fechados, mas temos de fazer mais", defende Vivienne Nathanson, directora das Actividades Profissionais da Associação Médica Britânica. "É por isso que pedimos às autoridades britânicas que dêem o passo audaz e valente de proibir fumar nos veículos privados", acrescentou.

O primeiro-ministro britânico, um ex-fumador, admitiu já que, mesmo sendo partidário da proibição de fumar em espaços públicos, fica "um pouco nervoso" ao pensar regular o que as pessoas fazem dentro dos seus próprios carros.

Ainda assim, os médicos não desarmam e defendem que a próxima batalha deve ser a proibição do fumo dentro dos carros, "dentro dos quais as crianças continuam a absorver grandes quantidades de produtos contaminados que podem afectar o sistema imunitário", advoga Vivienne Nathanson.

publicado por carlitos às 15:10

Sérgio Godinho e 40 anos de canções esta quarta-feira no Coliseu do Porto

 
 

O músico Sérgio Godinho actua, esta quarta-feira, no Coliseu do Porto, onde apresentará o álbum "Mútuo Consentimento", que acaba de ser editado, e revisitará o repertório de 40 anos de escrita de canções.

 
foto José Carlos Pratas/Global Imagens
Sérgio Godinho e 40 anos de canções esta quarta-feira no Coliseu do Porto
Sérgio Godinho
 

No concerto de hoje, e depois no dia 25 no coliseu de Lisboa, Sérgio Godinho estará acompanhado dos músicos Os Assessores e contará com a presença da Roda de Choro de Lisboa, grupo com o qual gravou um tema para o novo álbum.

Produzido pelo músico Nuno Rafael, "Mútuo Consentimento" conta com a participação de vários convidados como Bernardo Sassetti, Francisca Cortesão, Hélder Gonçalves (dos Clã), David Santos (o mentor de Noiserv), e Roda de Choro de Lisboa.

"Mútuo Consentimento" surgiu 40 anos depois de Sérgio Godinho ter lançado "Sobreviventes", o disco de estreia, em 1971.

Entre os dois discos, Sérgio Godinho diz que percorreu 40 anos de escrita de canções e recusa-se a falar de uma carreira na música.

"Eu o que faço é tentar contar coisas, falar de coisas, fazer interrogações à minha maneira e saber que há pessoas que são tocadas por isso", sublinhou o cantautor, hoje com 66 anos, numa entrevista recente à Lusa.

publicado por carlitos às 15:05

As últimas horas de Amy Winehouse

 
 
 

"Estarei aqui para sempre. E tu?", foi a mensagem que Amy Winehouse enviou para o telemóvel do amigo Kristian Marr, que não a via há seis semanas. A mensagem não teria nada de estranho, se não fosse enviada na última noite de vida da cantora, por volta das três horas da madrugada.

 
foto Myung Jung/AP
As últimas horas de Amy Winehouse
Amy Winehouse
 

O jornal espanhol "El Mundo" dedica uma reportagem a Amy Winehouse, que faleceu a 23 de Julho. O trabalho que reconstitui os últimos passos da cantora é baseado nos testemunhos de quem lhe era próximo e de quem a visitou no dia anterior à morte.

A mãe da cantora, Janis, visitou a filha de surpresa. "Parecia perdida", descreve a mãe. Janis não estranhou, já que Amy "podia dormir horas e horas e parecia sempre que tinha acabado de acordar".

Na tarde de 22 de Julho, mãe e filha beberam um chá e viram fotos de família, recorda Janis. "Quando me preparava para ir embora abraçou-me e disse: "Mãe, amo-te"".

Cristina Romete era a médica de Amy há quatro anos. Por volta das sete da tarde visitou a cantora e, apesar de perceber que esta voltara a beber, não se alarmou. "A Amy podia estar embriagada, mas conseguia manter uma conversa", lembra a médica. "A Amy não era uma suicida, tinha projectos. Disse-me que ainda tinha muitas coisas que queria fazer", pelo que se tranquilizou.

"A Amy não fazia grande coisa, acho que estava muito isolada", recorda, ao "El Mundo", um fotógrafo que acompanhava a vida da cantora há anos. " As amigas Juliette Ashby e Remi Nicole já não lhe batem à porta. Já não joga bilhar durante noites inteiras. (...) Já não existe paixão na relação com o noivo de dois anos, Reg Traviss. Gosta muito dele, mas nunca substituiu Blake, o Terrível", descreve o jornal espanhol.

publicado por carlitos às 15:03

“Troika” anuncia resultados da segunda avaliação a Portugal

Ministro das Finanças fala às 15h00 sobre o trabalho desenvolvido.

Os representantes da “troika” (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) anunciam hoje os resultados da segunda avaliação à execução das medidas previstas no memorando de entendimento com Portugal. 

Estão, como é costume, previstas duas conferências de imprensa: uma do ministro das Finanças, Vítor Gaspar (às 15h00) e outra dos representantes dos credores internacionais. 

As comunicações aos jornalistas vão decorrer no Salão Nobre do Ministério das Finanças. 

A segunda avaliação a Portugal, no âmbito do pedido de ajuda externa, teve início dia 7.

publicado por carlitos às 15:00

Porto Santo: Corpo do militar encontrado esta manhã O corpo do militar do exército que estava desaparecido desde quinta-feira na ilha do Porto Santo foi hoje encontrado em terra, disse à Agência Lusa o capitão do porto de Porto Santo. “Hoje, às 09:20 o corpo foi localizado, em terra, na faixa litoral por um dos elementos que estava empenhado nas buscas visuais a partir de terra”, afirmou Pedro Amaral Frazão, adiantando que “o corpo foi removido pela polícia Marítima, seguindo-se os procedimentos médico-legais”. O responsável acrescentou que o soldado foi encontrado na zona do Zimbralinho, onde se suspeitava ter desaparecido. “Na qualidade de capitão do porto do Porto Santo, dou por concluídas as operações de busca que envolveram a Proteção Civil, o Exército, a GNR, a Força Aérea, além de elementos da Marinha”, referiu Pedro Amaral Frazão. O capitão expressou “sentidas condolências à família”, realçando que “foi feito tudo o que estava ao alcance” para encontrar o militar. O soldado, natural da Madeira e pertencente ao Regimento de Guarnição n.º 3, no Funchal, integrava o grupo de cerca de 250 militares dos três ramos das Forças Armadas que entre segunda e quinta-feira da semana passada participaram num exercício na ilha. O treino, denominado “Zarco 11”, visou testar a resposta militar e da Proteção Civil a uma crise internacional, mas acabou por ser interrompido devido ao desaparecimento do militar, tendo os meios disponíveis no exercício sido canalizados para a operação de busca, por mar, ar e terra.

publicado por carlitos às 14:57

 

 

O SC Braga continua a preparar a deslocação ao Estádio de Alvalade e o treino desta manhã já contou com a presença de Nuno Gomes, que esteve ao serviço da selecção nacional.

A equipa comandada por Leonardo Jardim treinou à porta fechada e o regresso do internacional português foi a grande novidade, enquanto Elderson ainda não esteve presente em Braga, depois de ter representado a selecção da Nigéria.

Na preparação do encontro com o Sporting, relativo à quarta eliminatória da Taça de Portugal, o treinador do SC Braga, além do nigeriano, não pôde contar com oito jogadores devido a problemas físicos: Nuno André Coelho, Ukra, Zé Luís, Baiano, Custódio, Imorou, Carlão e Vínícius.

 

 

publicado por carlitos às 14:09

 

 

publicado por carlitos às 13:29

 

Portugal e a história em comum com os Europeus

Portugal | 











Fazia esta terça-feira precisamente dezasseis anos que Portugal vencera a República da Irlanda no Estádio da Luz garantindo a qualificação para o Euro 96 disputado em Inglaterra.

Os milhares de espectadores que festejavam encharcados no final da partida a qualificação lusitana para a fase final do Campeonato da Europa, não estavam habituados a este tipo de sensações. Diz-se hoje em dia que Portugal deixa sempre para o fim a possibilidade de qualificação, tendo muitas das vezes de ficar a fazer contas.

Os milhares de espectadores que festejavam encharcados a qualificação lusitana para o Euro 96 não estavam habituados a esse tipo de sensações
E essa é uma verdade histórica que ninguém contesta. Outro facto sem contestação, é que até esse 15 de Novembro de 1995, os portugueses bem podiam deixar as contas para o fim que raramente elas corriam bem.

Depois do mundial de 1966, Portugal teve de esperar até ao Europeu de França em 1984 para voltar a "ser freguês das grandes ocasiões" como cantava dois anos mais tarde, aquando da qualificação para o México 86, o carismático José "Estebes", personagem humorística criada por Herman José.

10 anos depois Portugal voltava a conquistar, a expensas da Irlanda, um bilhete para Inglaterra, a "terra prometida" onde Eusébio e companhia tinham mostrado ao mundo que o futebol em Portugal não era jogado de tamancos.

UM LONGO CAMINHO DE INSUCESSOS

A primeira edição do Europeu foi disputada somente em 1960 e só quatro países estariam presentes na fase final. Portugal começou a caminhada defrontando a R.D.A. nos oitavos de final. Depois de uma vitória em Berlim Leste por 0x2, Portugal garantiu a qualificação para a ronda seguinte batendo os alemães orientais por 3x2 no Porto. Seguiu-se a Jugoslávia e uma vitória por 2x1 no Estádio Nacional. Duas semanas depois uma derrota por 5x1 em Belgrado acabava a carreira lusitana na novel competição.

Em 1964 no Campeonato que se realizou em Espanha, Portugal foi emparelhado com a Bulgária. A uma derrota por 3x1 em Sófia, seguiu-se uma vitória por idêntico 3x1 no Restelo, obrigando a jogo de desempate. Roma foi escolhida como palco e na Cidade Eterna foi um golo solitário de Asparuhov a quatro minutos do fim que deitou o nosso sonho novamente por terra...

Quatro anos depois um novo sistema de qualificação colou a «selecção de todos nós» num grupo com a Suécia, a Noruega e a Bulgária. Uma derrota inicial com a Suécia em casa abriu o caminho para mais um falhanço, que terminou com um segundo lugar, novamente atrás dos búlgaros.

 

1972 marcou nova campanha fracassada. Com Dinamarca, Escócia e Bélgica no grupo, os portugueses conseguem o feito de vencer a Escócia e golear a Dinamarca, mas caem no confronto com os belgas que seguem em frente.

A Inglaterra e a Checoslováquia seriam as principais adversárias na caminhada para o Euro 76. Portugal conseguiu empatar os dois jogos com os ingleses, mas uma goleada em Praga por 5x0 deitou novamente tudo a perder.

O europeu de 1980 com belgas, austríacos, escoceses e noruegueses revela-se um osso muito duro de roer para os nossos jogadores. Os lusitanos voltam a vencer os escoceses e a conseguir uma histórica vitória na Áustria, mas a Bélgica voltou a ser mais forte e Portugal voltou a assistir ao certame pela televisão. 

EUROPA AQUI VAMOS NÓS!

1984 além de ser o nome do clássico de George Orwell que apresentou o "grande irmão" ao mundo, foi também o ano do regresso português aos grandes palcos.

Otto Glória, responsável pela saga dos patrícios em 1966, voltava ao leme da selecção e Portugal estreava-se com vitórias na Finlândia por 0x2 e em casa com a Polónia por 2x1. Seguiu-se o desastre de Moscovo e uma derrota por 5x0 que valeu a saída de Glória. Um empate cedido pelos soviéticos em Varsóvia e uma vitória sobre a Finlândia por 5x0 em Alvalade fizeram os portugueses sonhar.

1984 além de ser o nome do clássico de George Orwell que apresentou o "grande irmão" ao mundo, foi também o ano do regresso português aos grandes palcos
Tudo ficou mais próximo quando Carlos Manuel marcou o único golo da vitória fora sobre a Polónia que um ano antes fora terceira classificada do mundial.

Restava o embate com a grande U.R.S.S. em Lisboa. A Luz cheia assistiu ao slalom de Chalana, até este cair dentro de área rasteirado por um soviético. Penalty! Em vão protestaram os russos o facto de Chalana ter sido rasteirado e caído bem fora da área.
Jordão, como era seu apanágio, não falhou e Portugal estaria presente pela primeira vez num europeu, onde brilhou e chegou às meias-finais.

Volvidos quatro anos, e ainda na ressaca de Saltillo, os portugueses deixaram muito a desejar na qualificação do euro 88, ficando atrás de italianos e suecos, cedendo inclusive um empate a duas bolas com Malta no Funchal.

Para o europeu de 1992 que se realizou na Suécia, Portugal teve pela frente a Holanda, que venceu nas Antas por 1x0, mas acabou novamente no segundo lugar, depois de uma derrota em Atenas com os gregos e outra derrota em Roterdão com os holandeses. 

UM PONTAPÉ NO DESTINO

O pontapé de Rui Costa que lançou a vitória por 3x0 sobre a Irlanda terminou uma qualificação segura dos portugueses que desde cedo mostraram estar mais fortes que a concorrência de irlandeses, norte-irlandeses e austríacos.

Com a geração de ouro já em pleno, Portugal acabou por não garantir a qualificação mais cedo, por culpa de uma infeliz (e única) derrota em Dublin.

Em 2000, passando como melhor segundo num grupo ganho pela Roménia, Portugal conseguia o feito histórico de se qualificar pela segunda vez consecutiva para a mesma competição, o que tornava tudo ainda mais especial é que umas semanas antes Portugal ganhara o direito de organizar o Euro 2004, somando assim duas presenças garantidas em pouco tempo.

2008 foi uma semi-desilusão para uma selecção que vinha de uma final do Euro 2004 e uma meia-final do mundial de 2006. Portugal nunca convenceu na qualificação para o euro suíço e austríaco, acabando por qualificar-se em segundo lugar, atrás da Polónia, sem conseguir vencer nenhum jogo às quatro primeiras classificadas do grupo.

Esta terça-feira, no Estádio da Luz, o amuleto da selecção nacional assistiu à quinta qualificação consecutiva para o Campeonato da Europa e para o sétimo grande torneio internacional consecutivo.

16 anos depois já poucos imaginam o quão raro era essa sensação de ser um feito histórico qualificar-se para uma fase final de um grande torneio.
publicado por carlitos às 13:20

Portugal x Bósnia ao minuto:

 

Portugal
24' Nani, 72' 82' Hélder Postiga, 8' 53' Cristiano Ronaldo, 80' Miguel Veloso
Portugal
6:2
Bósnia e Herzegovina
Bósnia e Herzegovina
Zvjezdan Misimović 41' (g.p.)
Emir Spahić 65'
   
Portugal está no Euro 2012!
90'
O árbitro apita para o final da partida
86'  
Quaresma é um digno substituto de Nani: engrenou uma velocidade elevada e quase que levava toda a defesa à sua frente! A bola acaba por sair pela linha de fundo
 
Carlos Martins participa no seu 6º jogo na prova (1ª vez em que actua como suplente utilizado)
84'
Portugal
Entra: Carlos Martins
Sai: Hélder Postiga
83'
Portugal: Rúben Micael ultrapassou a defesa e tentou meter a bola por cima de Begovic, mas esta sai ligeiramente ao lado da baliza, para desespero do madeirense
 
Quaresma participa no seu 4º jogo na prova (2ª vez em que actua como suplente utilizado)
83'
Portugal
Entra: Quaresma
Sai: Nani
   
CR desmarca Coentrão, que corre até à linha de fundo, cruzando primorosamente para a cabeça de Postiga, que nem precisa de levantar os pés do chão. Bola na gaveta, cabeceamento perfeito do ex-atleta do Sporting
 
Hélder Postiga marca o seu 5º golo na prova (8 jogos)
82'
GOLO Portugal: Hélder Postiga marca!
   
Veloso marca para espanto dos bósnios, que pareciam esperar por Ronaldo. Begovic ainda não estava preparado e nem se fez ao lance
 
Miguel Veloso marca o seu 1º golo na prova (6 jogos)
79'
GOLO Portugal: Miguel Veloso marca!
   
Cortou a bola com a mão. Livre muito perigoso a 3 metros da área
 
Saša Papac vê o seu 3º amarelo na prova (5 jogos)
78'
Cartão amarelo para Saša Papac (Bósnia e Herzegovina)
78'  
Ronaldo quis fazer tudo sozinho agora e depois de um «sprint» por entre os bósnios, rematou para esbarrar num defesa
   
Entrada sobre Misimovic
 
Rúben Micael vê o seu 2º amarelo na prova (5 jogos)
77'
Cartão amarelo para Rúben Micael (Portugal)
76'  
A Bósnia parece ter esgotado todo o ânimo, Portugal assume o controlo da bola
74'  
A nossa seleção vai trocando a bola tranquilamente, nesta fase do jogo
   
Excelente assistência de Rúben Micael, no miolo, com Postiga a esquivar-se e a fulminar Begovic
 
Hélder Postiga marca o seu 4º golo na prova (8 jogos)
72'
GOLO Portugal: Hélder Postiga marca!
71'  
Boa jogada dos bósnios, mas a defesa lusa resolveu e Patrício aliviou
70'  
Cristiano Ronaldo tentava assistir Nani, a defesa corta
   
Dzeko provoca o público, incentivando as assobiadelas
 
Dzeko vê o seu 1º amarelo na prova (12 jogos)
68'
Cartão amarelo para Dzeko (Bósnia e Herzegovina)
 
Muhamed Bešić participa no seu 2º jogo na prova (2ª vez em que actua como suplente utilizado)
65'
Bósnia e Herzegovina
Entra: Muhamed Bešić
Sai: Miralem Pjanic
   
Golo muito concedido pela defesa lusa, com um primeiro remate a ser desviado para o local onde Spahic se encontrava, que só teve que encostar. O bósnio parecia estar em fora de jogo
 
Emir Spahić marca o seu 1º golo na prova (11 jogos)
65'
GOLO Bósnia e Herzegovina: Emir Spahić marca!
64'  
Falta de Coentrão sobre Dzeko, na direita
 
Rúben Micael participa no seu 5º jogo na prova (4ª vez em que actua como suplente utilizado)
64'
Portugal
Entra: Rúben Micael
Sai: Raul Meireles
62'  
CR centra para Postiga, a defesa corta para canto
61'
Portugal: Fábio Coentrão de cabeça permite a boa defesa de Begovic. Excelente centro de Nani!
60'  
Terá ficado por marcar uma grande penalidade contra a Bósnia, depois de um toque subtil de CR e um corte com a mão de um defesa
58'  
Coentrão tenta o chapéu sobre Begovic, sem sucesso
56'  
Entrada de Jahic sobre CR, numa disputa de bola. Muito calor em campo...
 
Darko Maletic participa no seu 7º jogo na prova (7ª vez em que actua como suplente utilizado)
56'
Bósnia e Herzegovina
Entra: Darko Maletic
Sai: Elvir Rahimić
55'  
Desentendimento entre Pepe e Dzeko, sem consequências. Os ânimos estão exaltados dentro das 4 linhas
   
Terá havido protestos veementes do bósnio, porventura sobre um eventual fora de jogo de CR, sem razão
 
Senad Lulić vê o seu 1º vermelho na prova (12 jogos)
54'
Cartão vermelho para Senad Lulić (Bósnia e Herzegovina)
 
Senad Lulić vê o seu 2º vermelho na prova (13 jogos)
53'
Cartão vermelho para Senad Lulić (Bósnia e Herzegovina)
 
Senad Lulić vê o seu 4º amarelo na prova (13 jogos)
53'
Cartão amarelo para Senad Lulić (Bósnia e Herzegovina)
   
Assistência primorosa de Moutinho, desmarcando CR que faz tudo certo correndo para a baliza e faturando!
 
Cristiano Ronaldo marca o seu 7º golo na prova (8 jogos)
53'
GOLO Portugal: Cristiano Ronaldo marca!
52'  
Cristiano Ronaldo ganha canto e pede o apoio dos espetadores, que aparecem nesta 2ª parte um pouco esmorecidos
   
Entrada arriscada sobre Meireles
 
Haris Medunjanin vê o seu 1º amarelo na prova (11 jogos)
51'
Cartão amarelo para Haris Medunjanin (Bósnia e Herzegovina)
49'  
Bruno Alves a arriscar face a Medunjanin, o bósnio interceta mas Pepe resolve
47'  
Pressão de Veloso sobre Dzeko, o árbitro marca falta, apesar de a bola se manter sob controlo dos bósnios
47'  
Meireles ganha canto na direita
 
Não há alterações nos onzes
46'
Começou a 2ª parte!
 
Posse de bola:
POR: 56% | BIH: 44%

Remates (à baliza):
POR: 9 (4) | BIH: 2 (2)

   
Domínio claro das Quinas, mas com os bósnios sempre à espreita da oportunidade. A nossa defesa tem dado conta do recado, mas houve jogadas de algum perigo, sobretudo com Dzeko. O penalti sofrido foi um lance fortuito, que acabou por relançar a emoção no jogo. Depois desse ganho, espera-se agora que Portugal arrume rapidamente a questão na 2ª parte, pois claro!
45+1'
Acabou a 1ª parte.
45'
O árbitro dá mais 1 minuto
45'  
Falta sobre CR a uns 10 metros da área. Na cobrança, o madeirense envia a bola um pouco ao lado do alvo!
45'  
Nani, Moutinho e Pereira na direita, tentando chegar à área, os bósnios vão resolvendo
 
Elvir Rahimi? vê o seu 2º amarelo na prova (12 jogos). Falta sobre Cristiano Ronaldo
43'
Cartão amarelo para Elvir Rahimić (Bósnia e Herzegovina)
 
Zvjezdan Misimovic marca o seu 4º golo na prova (12 jogos)
41'
GOLO Bósnia e Herzegovina: Zvjezdan Misimovic (Bósnia e Herzegovina) marca de grande penalidade!
 
Fábio Coentrão vê o seu 1º amarelo na prova (7 jogos)
40'
Cartão amarelo para Fábio Coentrão (Portugal)
   
Coentrão toca a bola com mão na discussão de uma bola alta com Lulic. Terá havido falta do bósnio, mas o árbitro está irredutível
40'
Bósnia e Herzegovina: Grande penalidade assinalada a seu favor
39'
Bósnia e Herzegovina: Zvjezdan Misimovic com grnade trabalho na direita, defesa de Patrício
38'  
Coentrão tenta a tabela com Postiga, mas este devolve a bola com muita força, saindo pela linha final
37'
Portugal: João Moutinho tinha Begovic fora da baliza mas preferiu servir CR do outro lado. A defesa intercetou, o remate talvez fosse melhor solução
 
Hélder Postiga vê o seu 2º amarelo na prova (8 jogos)
36'
Cartão amarelo para Hélder Postiga (Portugal)
36'  
Boa jogada entre CR e Postiga, este tenta desmarcar-se e parece tentar «cavar» uma falta na área.
34'  
Moutinho tentava desmarcar CR, mas a última linha bósnia não deixou passar. Seria grande jogada!
31'  
Bola na barra de Portugal, mas fora de jogo de Dzeko. Calafrio na Luz...
31'  
Cobrança do canto de Meireles, Bruno Alves entra de rompante, cabeceando por cima
31'  
Coentrão na esquerda, a passe de Bruno Alves, não consegue ultrapassar o defesa mas ganha canto
28'  
Os bósnios não se intimidam e fazem pressão no campo inteiro
27'  
Moutinho em jogada de insistência, remata para fora, após cobrança de canto rechaçada pelos bósnios
26'  
O público está empolgado nas bancadas da Luz, vibrando com cada conquista de bola e com cada passe acertado das Quinas
   
Nani mete de novo a mudança e arranca para um remate espetacular a 10 metros da área, em zona central
 
Nani marca o seu 5º golo na prova (10 jogos)
24'
GOLO Portugal: Nani marca!
23'  
Meireles cobra canto na esquerda, Begovic chega à bola, já com CR nas costas
23'  
Bem Portugal nas recuperações de bola. Boa pressão logo à saída dos bósnios
 
Emir Spahić vê o seu 4º amarelo na prova (11 jogos)
22'
Cartão amarelo para Emir Spahić (Bósnia e Herzegovina)
21'
Portugal: Cristiano Ronaldo bate o livre, Begovic tem que desviar com os punhos
21'  
Nani mete a mudança superior e passa por 2 adversários, sofrendo falta a uns 8 metros do canto da área
20'  
Lance mais duro de Lulic sobre Pepe. Falta para as Quinas
19'  
Dzeko na direita com Coentrão a fechar. A bola perde-se pela linha de fundo
18'  
O jogo foi reatado
17'  
Excelente jogada de Dzeko na direita, ultrapassando Coentão e Moutinho. No lance, Coentrão e Pianic ficaram lesionados
16'  
Lance de Ronaldo na área, mas os bósnios fecharam bem. A bola sai pela lateral
15'  
Ambas as equipas parecem muito empenhadas, não abdicando de discutir os lances. Os bósnios estão um pouco mais nervosos e a defesa portuguesa tem estado bem até agora
14'  
Falha de Bruno Alves face a Dzeko, mas houve falta
9'  
Falta de Dzeko sobre Meireles. Depois da assistência médica, parece estrar tudo bem com o português
   
Bola por cima da barreira, descrevendo um arco para o canto inferior direito da baliza de Begovic! Excelente, Cristiano Ronaldo!
 
Cristiano Ronaldo marca o seu 6º golo na prova (8 jogos)
7'
GOLO Portugal: Cristiano Ronaldo marca!
   
Falta sobre CR a uns 12 metros da área. O próprio para bater
5'
Portugal: Raul Meireles tem uma excelente oportunidade mas falha o remate!
3'  
João Moutinho tentava combinar com CR, mas este estava marcado na esquerda
1'  
Ronaldo faz falta junto da área bósnia, na disputa da bola. Esperemos que não seja um presságio para um jogo mais duro que o habitual
1'
Começou a partida, saímos nós a jogar!!!
   
Hino da bósnia nos «speakers», grande assobiadela na Luz.
   
Equipas já no relvado, perto de 50 mil aplaudem na Luz!
 
Já temos onzes!
   
Se a experiência na alta-roda do futebol fosse um posto, Portugal tinha a qualificação garantida frente à Bósnia. Contabilizados todos os jogos disputados nas grandes competições de clubes e selecções (Liga dos Campeões, Liga Europa, Campeonato da Europa e Campeonato do Mundo) por todos os jogadores convocados nota-se que a diferença é enorme: 958 dos atletas portugueses contra 311 dos bósnios.
   
O nulo que o marcador registou no final dos 90 minutos (foi o único jogo do play-off que terminou empatado e não registou qualquer tento) deixou tudo por resolver para esta terça-feira. Ao facto de Portugal jogar em casa e de beneficiar do apoio dos portugueses, os bósnios vão tentar responder com um golo, sabendo que isso obriga a selecção portuguesa a ter que marcar dois para garantir a qualificação.
   
Será uma partida de tudo ou nada para as duas selecções. Uma, caso de Portugal, procura garantir o quinto apuramento consecutivo para a fase final de um Europeu (desde 1996 Portugal apenas falhou uma grande competição, o Mundial 98), a outra quer qualificar-se pela primeira vez para uma fase final e vai evitar ficar à porta mais uma vez.

Sorteio Euro 2012: Portugal no Pote 3











No sorteio da fase final do Euro 2012, a realizar dia 2 de Dezembro, Portugal estará colocado no pote 3. Este facto pode colocar a Selecção Nacional num grupo «terrível», já que com os anfitriões Polónia e Ucrânia no Pote 1 (teoricamente dos adversários mais poderosos), grandes nomes da Europa estão também colocados em potes inferiores.

Após uma análise das hipóteses em carteira, Portugal poderá mesmo ter de defrontar na 1ª fase por exemplo Espanha, França e Alemanha, Itália ou Inglaterra (estas três no Pote 2).

Naturalmente há também combinações teoricamente mais favoráveis, mas os comandados de Paulo Bento terão de estar «prontos para tudo» quando no Verão do próximo ano Portugal disputar a sua sexta fase final de Campeonatos da Europa.


Sorteio da fase final marcado para 2 de Dezembro




Está concluída a fase de apuramento para o Campeonato da Europa de 2012, depois de Portugal ter goleado a Bósnia-Herzegovina e de ter sido a última selecção a carimbar o passaporte para o certame que se vai realizar no próximo verão.

Além de Portugal, Croácia, República Checa e República da Irlanda conquistaram o apuramento através do play-off, juntando-se às 12 selecções que já estavam confirmadas no Euro 2012.

Assim, Polónia, Ucrânia, ambas na condição de selecções anfitriãs, Espanha, Portugal, Croácia, República Checa, Dinamarca, Inglaterra, França, Alemanha, Grécia, Itália, Holanda, República da Irlanda, Rússia e Suécia são as equipas nacionais que vão tentar sagrar-se campeãs da Europa.

A UEFA vai divulgar quarta-feira os cabeças-de-série para o sorteio da fase final, que será realizado a 2 de Dezembro, em Kiev.

publicado por carlitos às 13:14

Euro (Q) APURAMENTO EURO 2012
2011/11/15, 21:00, Lisboa

Portugal
6-2
Bósnia e Herzegovina
 Nani 24'
 Miguel Veloso 80'
 Hélder Postiga 72' 82'
 Cristiano Ronaldo 8' 53'

 

Cristiano Ronaldo mostra o caminho e Portugal está no Euro 2012

Portugal, Bósnia, Euro 2012 | 






Noite perfeita de Cristiano Ronaldo no Estádio da Luz, que foi figura na goleada de 6x2 da selecção nacional sobre a Bósnia, garantindo a sexta qualificação de Portugal para a fase final de um Campeonato da Europa.

Bastante hostilizado na Bósnia pelos adeptos locais, Cristiano Ronaldo respondeu dentro do campo. O jogador do Real Madrid “vestiu” a pele de verdadeiro capitão da selecção nacional e comandou a equipa rumo à Polónia e Ucrânia.

Com o grande ambiente criado pelos portugueses antes do jogo, Portugal tinha tudo para garantir uma noite perfeita e teve-a. Cristiano Ronaldo, pois claro, foi o primeiro a colocar o Estádio da Luz em ponto de ebulição, inaugurando o marcador logo aos sete minutos, na marcação perfeita de um livre.

A atitude dos jogadores desde o primeiro minuto e o golo do capitão de Portugal deixavam antever um final feliz após os 90 minutos, ideia que foi reforçada ao minuto 24 com um grande golo de Nani, que lançou nova explosão de alegria no estádio.

A inspiração dos jogadores portugueses ajudaram a resolver um jogo que podia ser complicado e que teve nos últimos 15 minutos da primeira parte o pior momento de Portugal. A selecção das quinas pareceu adormecer à sombra da vantagem madrugadora e sofreu o primeiro golo da Bósnia, marcado de grande penalidade por Misimovic, a quatro minutos do intervalo.

No início da etapa complementar todos os cenários estavam em aberto, mas rapidamente Cristiano Ronaldo tratou de voltar a dar descanso aos portugueses, ao ampliar a vantagem para 3x1 após uma grande arrancada, correspondendo da melhor forma ao passe de João Moutinho.

O jogo passou a ter uma toada na qual parecia que os portugueses estavam mais perto do quarto golo do que a Bósnia, que viu Lulic ser expulso após o tento sofrido, do segundo, mas, após uma grande penalidade que a equipa de arbitragem não assinalou a favor da selecção das quinas, os bósnios reduziram, num lance de passividade da defesa nacional, embora o golo tenha sido alcançado devido a uma posição irregular de Spahic.

À boa maneira portuguesa, Portugal sofreu um bocadinho, pois bastava um golo à Bósnia para passar para a frente da eliminatória, mas soube manter o controlo emocional, não permitiu que o adversário se galvanizasse e partiu para a goleada.

Hélder Postiga deu a tranquilidade com o 4x2, Miguel Veloso sentenciou a eliminatória e o avançado do Zaragoza bisou e estabeleceu o resultado final de 6x2, que podia ser maior, caso Rúben Micael tivesse tido mais pontaria.

Há um ano poucos acreditariam que Portugal ia conseguir o apuramento, mas a selecção nacional deu a melhor resposta possível e, apesar de ter falhado a qualificação directa, carimbou o passaporte para a Polónia e Ucrânia em grande estilo e ao som do hino nacional cantado no Estádio da Luz após o apito final.

 

FICHA DE JOGO
- Portugal Rui Patrício    
- Portugal Bruno Alves    
- Portugal Pepe    
- Portugal João Pereira    
- Portugal Fábio Coentrão  
40'
- Portugal João Moutinho    
- Portugal Miguel Veloso  
80'
- Portugal Nani
83
24'
- Portugal Raul Meireles
63
 
- Portugal Hélder Postiga
84
36' 72' 82'
- Portugal Cristiano Ronaldo  
8' 53'
- Bósnia e Herzegovina Asmir Begovic    
- Bósnia e Herzegovina Saša Papac  
78'
- Bósnia e Herzegovina Emir Spahić  
22' 65'
- Bósnia e Herzegovina Sanel Jahic    
- Bósnia e Herzegovina Adnan Zahirovic    
- Bósnia e Herzegovina Haris Međunjanin  
51'
- Bósnia e Herzegovina Senad Lulić  
53' 53' 53'
- Bósnia e Herzegovina Miralem Pjanić
64
 
- Bósnia e Herzegovina Elvir Rahimić
57
43'
- Bósnia e Herzegovina Zvjezdan Misimović  
41' (g.p.)
- Bósnia e Herzegovina Edin Džeko  
68'
 
- Portugal Eduardo    
- Portugal Rolando    
- Portugal Quaresma
83
 
- Portugal Carlos Martins
84
 
- Portugal Rúben Micael
63
77'
- Portugal Rúben Amorim    
- Portugal Hugo Almeida    
- Bósnia e Herzegovina Asmir Avdukic    
- Bósnia e Herzegovina Muhamed Bešić
64
 
- Bósnia e Herzegovina Boris Pandza    
- Bósnia e Herzegovina Senijad Ibričić    
- Bósnia e Herzegovina Darko Maletic
57
 
- Bósnia e Herzegovina Zlatan Muslimović    
- Bósnia e Herzegovina Vedad Ibišević    
 
T PortugalPaulo Bento    
T Bósnia e HerzegovinaSafet Sušić

Paulo Bento: «O que conquistámos é fruto do nosso trabalho e união»




Portugal carimbou a passaporte para a fase final do Campeonato da Europa e Paulo Bento, seleccionador nacional, no flash-interview à RTP, destacou o empenho dos jogadores em todos os momentos da fase de qualificação.

Paulo Bento: «O mérito foi da equipa e dos jogadores. Sempre disse que se perdêssemos seria culpa minha e que se vencêssemos o mérito seria dos jogadores. Eles tiveram a capacidade de se adaptar a novas ideias quando se mudou de seleccionador e demonstraram um grande empenho em todos os momentos».

«Soubemos dar a volta por cima aos golos dos bósnios e terminamos com uma vitória e com um bom resultado. Durante o apuramento também tivemos sempre calma, embora não tenhamos conseguido sempre os melhores resultados, como aconteceu com a Dinamarca. Mas o que conquistámos é fruto da nossa união e do nosso trabalho».

Cristiano Ronaldo: «Consegui marcar e ajudar a equipa. Já habituei as pessoas a marcar de livre, que é uma das minhas especialidades, mas é importante realçar esta vitória frente a um adversário difícil. Agora vamos desfrutar do momento».

Nani: «O grupo está animado, unido e temos qualidade. Com a mudança de seleccionador a mentalidade mudou, temos muita força, apesar de algumas pessoas não acreditarem, mas podemos ir longe no Europeu».

Bosingwa e Ricardo Carvalho definitivamente fora do Euro

Paulo Bento, Bosingwa, Ricardo Carvalho





Ricardo Carvalho e Bosingwa não têm qualquer possibilidade de serem convocados para o Campeonato da Europa.

A garantia foi dada por Paulo Bento na conferência de imprensa após a vitória gorda de 6x2 de Portugal sobre a Bósnia-Herzegovina e que garantiu o apuramento da selecção nacional.

O seleccionador português acusou o lateral do Chelsea de simular lesões para não jogar, enquanto a atitude de Ricardo Carvalho em vésperas do jogo de Portugal no Chipre, em Agosto, afastou-o de vez das opções do técnico.

Aliás, Paulo Bento foi bem explícito quando afirmou que nenhum pedido de desculpas pode fazê-lo voltar atrás na decisão de não convocar os dois jogadores e que a única possibilidade que ambos têm de estar no Euro 2012 é na condição de «espectadores».

publicado por carlitos às 13:04

 

Meyong a pisar o risco 
PEDRO ROCHA 

As notícias do interesse do Braga na contratação do avançado peruano Írvan Ávila (Sport Huancayo), a exclusão da lista de jogadores do Braga para a Liga Europa e o facto de estar em fim de contrato jogam mais do que nunca contra Meyong. Se à partida o futuro do avançado já estava comprometido pela concorrência movida por Lima e Nuno Gomes, os avançados mais utilizados por Leonardo Jardim, tudo se complicou nos últimos tempos. A saída do clube em Janeiro parece ganhar força, mas não é um desfecho irreversível, porque, em circunstâncias idênticas, deu a volta ao destino há um ano, ignorando convites da Grécia, Chipre (chegou a recusar um convite do APOEL Nicósia) e Turquia. Carrasco do Sporting em Alvalade em 2008/09 (2-3) e 2009/10 (1-2), o internacional camaronês até estará de regresso no domingo a um palco propício. 

Pouco utilizado na época passada por Domingos Paciência até finais de Novembro, Meyong ressurgiu em Dezembro contra a Académica, contribuindo com um golo para uma vitória dilatada (5-0), e acabou por entrar em cena já nos 16 avos-de-final da Liga Europa para permanecer até ao jogo da final disputada em Dublin, frente ao FC Porto. Agente do avançado de 31 anos, Fran Paixão aposta numa repetição, resistindo assim à dispensa na reabertura do mercado. "Acredito que ainda vai jogar com frequência. Só precisa de jogar", estimou, desmentindo qualquer possibilidade de se mudar para a Grécia ou Chipre. "São países que se debatem com problemas económicos e depois não pagam os salários. O Meyong não tem qualquer interesse em mudar-se para esses campeonatos", esclareceu. Com apenas mais sete meses de ligação ao Braga e sem renovação à vista, o avançado apenas admite representar o Vitória de Setúbal em Portugal. 


Elderson esteve na vitória da nigéria sobre a Zâmbia 
Chamado com regularidade à selecção da Nigéria, Elderson ficou associado a uma vitória sobre a Zâmbia, por 2-0, em jogo de carácter particular. O lateral-esquerdo é esperado em Braga já amanhã, a tempo do jogo com o Sporting, para o qual continua em dúvida Vinícius. 

Considerações de Eusébio não mereceram réplica 
Os reparos de Eusébio sobre as denúncias de Alan relacionadas com as alegadas ofensas racistas de Javi García não mereceram qualquer reacção da parte do jogador brasileiro, apelidado de "estúpido" pelo Pantera Negra, nem do Braga. O silêncio vale agora ouro. 
O Jogo
Maioridade exige o final da maldição
SEM VITÓRIAS EM CASA DE UM GRANDE HÁ 27 MESES 

Autor:  VÍTOR PINTO 
É uma maldição que mancha o crescimento do Sp. Braga. O mesmo clube que se mostra capaz de espantar a Europa sente enormes dificuldades quando tem de visitar o reduto dos tradicionais grandes portugueses. A série negra já dura há 8 jogos e as derrotas acumulam-se depois do triunfo alcançado em Alvalade (2-1), em agosto de 2008, logo na 2.ª jornada da Liga Zon Sagres.

O desafio é hercúleo, sobretudo porque o conjunto agora orientado por Leonardo Jardim volta ao reduto do Sporting no próximo domingo, para a Taça de Portugal. Tratando-se de uma eliminatória, não há margem de erro: o Sp. Braga tem mesmo de lidar com os seus fantasmas e encontrar forma de voltar a ganhar contra um grande fora do Estádio Axa.
Record
Chave da estratégia em Elderson
Joana Russo Belo

A onda de lesões obriga a mexidas. E a chave da estratégia de ataque a Alvalade está em Elderson. O lateral esquerdo está de regresso às opções depois de ter cumprido castigo no último jogo do campeonato, frente ao Benfica, mas a titularidade no desafio de domingo, a contar para a Taça de Portugal, está dependente da forma do nigeriano. 

É que Elderson tem estado ausente - tal como Nuno Gomes - ao serviço da selecção da Nigéria e ontem foi um dos escolhidos para o particular com a Zâmbia, em Kaduna, no norte do país. O defesa enfrentará hoje uma longa viagem de regresso a Portugal e é esperado amanhã em Braga, onde se juntará ao plantel para a preparação do jogo com o Sporting. A três dias da quarta eliminatória.

Tudo indica que Elderson tenha entrada directa no onze, mas Leonardo Jardim terá de esperar para perceber se o lateral chega sem mazelas da selecção e recupera a tempo de integrar a convocatória. 
Com Imorou lesionado e ainda em processo de recuperação, re sta Elderson para a ala esquerda da defesa. Caso o nigeriano não chegue a cem por cento, a solução passa por adaptar novamente Paulo Vinícius à esquerda, à imagem do que sucedeu no jogo com os encarnados. Aí, o cenário complica-se. 

É que Paulo Vinícius é o salvador e a escolha provável para o lugar do lesionado Baiano - que enfrentará uma longa paragem devido a cirurgia - do lado direito da defesa. O brasileiro polivalente tanto joga na asa esquerda, como direita, e ganha pontos em relação a Rodrigo Galo, já que pelos clubes portugueses onde passou tanto foi opção a central, como lateral esquerdo e direito. 

O experiente jogador e único totalista da equipa está a ser testado por Jardim para o lado direito da defesa e será essa a opção do técnico. Isto se a condição física de Elderson permitir ao nigeriano ser titular. Caso contrário, Paulo Vinícius é a opção para a esquerda e Leandro Salino será adaptado à direita, como com o Benfica. Certa é a aposta em Douglão a central.
Correio do Minho
Dragão aponta à liderança
Devido às competições europeias, a 13ª jornada do Andebol 1 começa a disputar-se esta noite (a 12ª joga-se no fim-de-semana) e envolvendo três dos quatro primeiros classificados, o que pode alterar o posicionamento dos clubes na tabela. Uma das possibilidades será a subida do FC Porto ao topo, o que ainda não aconteceu esta época.

Na Luz, um Benfica duplamente ferido - vem de uma derrota pesada com o Sporting e empatou na primeira volta frente ao adversário de hoje - recebe o líder Águas Santas e, em Braga, o ABC é o anfitrião do FC Porto.

Claramente favorito, até porque os maiatos têm apenas sete jogadores experientes, devido às lesões de Marco Sousa e Pedro Cruz, o Benfica pode facilitar a chegada dos tricampeões à liderança, embora estes tenham de vencer no Flávio Sá Leite para corresponder ao desejo do guarda-redes cubano Alfredo Quintana. "Temos alguma ansiedade para alcançar o primeiro lugar, mas tudo tem o seu tempo. Temos de prosseguir o nosso rumo, concentrados e seguros", diz, em declarações ao site do FC Porto.

Mas do outro lado está o ABC, a jogar em casa, um pavilhão que Carlos Resende - o homem que iniciou o trajecto do tricampeonato portista - acredita ser uma das principais armas. "Aqui já perderam equipas como o Kiel, o Magdebourg ou o Chambery. De Portugal, já perderam as equipas todas… Também já cá perderam a Alemanha e a Polónia. Por algum motivo é chamado Catedral do Andebol. Se tivermos o pavilhão cheio, e essas pessoas estiverem a apoiar o ABC, 90% do trabalho está feito para ganharmos ao FC Porto", promete o técnico academista.
O JOGO

Ávila para fechar com urgência
 Por Pascoal Sousa

Atacante peruano hesita, por causa dos números, mas minhotos querem fechar já o negócio.

O SC Braga deverá atacar nas próximas horas, e em definitivo, a contratação de Irven Ávila. O Peru defrontou ontem o Equador e por essa razão o processo foi protelado, mas como é público o atacante do Sport Huancayo tem nas mãos um contrato-promessa de longa duração que lhe foi enviado pelos bracarenses. 
A Bola
Leonardo Jardim procura ganhar pela primeira vez ao Sporting

Leonardo Jardim procura primeira vitória sobre um dos três crónicos candidatos. Em seis partidas só dois empates. Na época passada surpreendeu Domingos.

Há contas a acertar entre os grandes e Leonardo Jardim. O treinador madeirense entra no sétimo desafio com um dos crónicos candidatos a ganhar tudo no panorama nacional, mas até agora só conseguiu empatar a vida de Benfica e Sporting em duas situações, nunca logrando uma vitória. Esteve perto de a conquistar frente aos encarnados na última partida da Liga, mas o golo de Rodrigo anulou a vantagem com que o SC Braga desceu ao intervalo, por obra de uma grande penalidade convertida por Lima. 
A BOLA

Nuno Gomes já aponta ao leão

Nuno Gomes está de regresso ao trabalho em Braga, após a chamada à Selecção Nacional para os compromissos de apuramento para o Euro-2012, frente à Bósnia. O avançado já entrou em sintonia com a preparação dos minhotos para a visita do próximo domingo ao Sporting, integrando o treino desta manhã, no Estádio Axa, realizado à porta fechada.

A presença de Nuno Gomes nos exercícios do grupo não desmancha, no entanto, o quadro de preocupações do técnico Leonardo Jardim. As lesões continuam a afectar acentuadamente o plantel e na via dos trabalhos com vista ao compromisso da Taça de Portugal, registam-se os casos de Nuno André Coelho, Ukra, José Luís e Baiano, todos a recuperar de cirurgias, e também de Custódio (estiramento muscular), Imorou (lesão na coxa esquerda) e Carlão (desequilíbrios musculares). O médio Vinícius evolui de forma condicionada, devido a um traumatismo no tornozelo esquerdo.

Ainda ausente no treino desta manhã, o lateral Elderson é esperado hoje em Braga, depois de ter estado ao serviço da selecção da Nigéria. Assim, o defesa estará amanhã às ordens de Jardim e a tempo, portanto, de constituir opção para o jogo em Alvalade.
A BOLA
publicado por carlitos às 12:11

 
Nos últimos dias, com o intuito de num futuro a médio prazo trazer á luz
 do dia um livro, fui compilando textos.
Textos em forma de contos, poemas ou sobre o SCBraga nomeadamente 
sobre alguns factos que marcaram a minha vivência como sócio e adepto do SCB.
Estórias, episódios com um tema em comum: SCB
Porque, como responsável por este blog julgo ter os melhores leitores 
do mundo quero 
partilhar convosco os mesmos de moldea dar asas ao meu desejo de 
ver um dia nos escaparates estes e outros temas.
E como supra citado, não só do SCB viverá o livro, assim, poemas, 
pensamentos que chamo de ociosos, reflexões e um vasto leque 
de contos figurarão entre os predilectos.
Assim, se julgarem oportuno agradecia deixassem o vosso comentário
 para também eu ter uma linha orientadora
sobre o vosso pensamento que pode ser uma amostra do público leitor.
Sob o título: Partes do todo: um livro ainda em branco, 
será a pista para lerem em primeira mão esses textos.
        
 

A Idade da Sabedoria...

 

 

 O crepúsculo daquela tarde começara antecipadamente por vias da ameaça de umas nuvens de cinzento-escuro vestidas, que emprestavam ao momento um sentimento de nostalgia.

Ela, sentada numa pedra estrategicamente colocada no início da vereda estendia o seu olhar por todo aquele conjunto de vales e montanhas que se perdiam para lá do horizonte.

Era uma das zonas mais bonitas da Serra do Gerês. Disso nunca tive dúvidas. Isto se for possível distinguir os vários níveis de beleza daquele espaço natural.

Ao longe vislumbra-se o serpentear sinuoso do Cávado por entre as pontes do Rio Caldo onde se encontra com o Homem para uma viagem que só termina no Oceano. Sente-se a terra húmida no olfacto que ganha intensidade cada vez que subimos em direcção á montanha. Terra fértil e de sonhos que permanece no seu estado primitivo e saudável imune ao passar dos tempos.

São quilómetros e quilómetros a perder de vista, atravessados pelo verde da paisagem com a natureza no seu estado mais puro.

Gosta de ver os homens da terra sentados á porta do café, que falam entre si numa amena cavaqueira enquanto crianças brincam numa ciranda.

Observava-a havia já largos minutos e no entanto, dela nem um movimento por mais pequeno que fosse.

Apenas a leve respiração em seu peito era sentido a espaços. Coisa pouca.

De certo pensava ainda no cenário que acabara de presenciar: Um tiro furtivo atravessou o ar quase dando para sentir tão perto passou dela. Porém atingira mortalmente aquele potro de garrano que lhe tinha pedido todas as atenções dos últimos dias. Desde que nascera que diariamente subia até à montanha para observar todos os seus movimentos que depois registava religiosamente no seu bloco de notas.

Queria ser escritora para o público juvenil e estes acontecimentos podiam ajudá-la no futuro. Experimentava naquela serra momentos que na Bracara cidade que a adoptou desde os seis anos não lhe conseguia oferecer por mais que procurasse.

Deixou para trás a sua aldeia natal nas faldas do Gerês a mesma que hoje amiúde visitava para recarregar baterias e afastar tristezas que tantas vezes experimentava (mais do que ela desejava, por certo). Por aqueles dias deixou Braga e todo o seu barulho para trás.

Tinha prometido a si mesma a aos seus amigos que voltaria para Braga com uma boa história para escrever e que serviria de enredo para o seu primeiro livro. Não queria, por isso, defraudar as expectativas…

Aquele tiro, porém, tinha-lhe minado por instantes não só as boas ideias mas também o seu olhar. Naqueles momentos embrulhados em silêncio, certamente que pensou que mais uns centímetros e estaria morta. Nunca sentira a morte tão próxima. Chegou a provar e não gostou por certo do travo amargo que trás aquela senhora. Ainda era cedo para prestar contas pelo que melhor era colocar aquela cabeça a pensar. A mesma que está sempre cheia de boas intenções e de ideias para dar e vender. Como colaborar para tornar este mundo um sítio melhor para se viver, mormente os tiros furtivos que nos podem roubar todos os sonhos.

Ideias inocentes com vontade de vencer e recalcadas de virtudes. Sem ódios, malícias ou cobardias. Ela era um género já em extinção.

Resumia o Mundo á rua do seu bairro e por mais que tentassem demovê-la nunca abdicava de estender a sua mão àquele que mais precisava. Por isso mesmo, um género já em extinção, sim senhor!!!

Já experimentara muitos amargos de boca por querer ser um pouco a Madre Teresa lá do bairro. Risos de gozo e olhares de soslaio, dedos apontados como se fosse ela uma eterna pecadora como se fosse ela a culpada de querer endireitar a sociedade. Parece que vivem melhor se viverem no meio da tristeza e da mentira ou da dor. Se podermos evitar isso, tanto melhor.

Mas é deste género de pessoas que o mundo precisa para deixar de haver tiros furtivos, que consiga com a suas palavras encontrar crianças de esperança e seja ela mesma fada-madrinha daqueles e daquelas que acreditam, tal como ela, que um dia o mundo ainda vai ser um lugar bonito para viver. Se cada um começasse pela rua do bairro onde vive…

Finalmente, olha para o pulso. São horas de partir.É preciso descer á aldeia antes que caia a noite e certamente os primeiros pingos de chuva. Vai encontrar uma decoração granítica que dá lugar de quando em vez ao pinho dos soalhos e ao verde das árvores de fruto, reflexo da sobriedade natural do conjunto arquitectónico que os homens da aldeia souberam construir. As lareiras acesas nos lares tornam o ambiente ainda mais propicio ao recolhimento e a sua vontade há-de ser a de ficar ali, junto dos seus a ouvir histórias enquanto a noite cai, em amena conversa. Há-de ter muito que ouvir e contar. É assim na aldeia e é assim que um dia vai escrever para as suas crianças. Não fosse aquele tiro e o dia teria sido perfeito.

Mesmo que de tiros tenha de falar e escrever, nunca há-de esquecer este conforto, estes ares que dão saúde e fazem sorrir, as paisagens que lhe acalmam a alma e lhe prrometem que melhores dias virão...

 

Conto publicado a 8 de agosto de 2009 no jornal "correio do minho" sob o título "A Idade da Sabedoria"         

 

 

 

publicado por carlitos às 11:17

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

4

11
12

13
18
19

20
21
25

28
29
30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds