...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Domingo, 27 de Novembro, 2011
NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 27/11 Fran Mérida pode ser novidade no onze bracarense. Capacidade técnica e virtuosismo do esquerdino são factores de desequilíbrio Só disputou um desafio a titular, com o UD Leiria. Destila irreverência e revela na sua personalidade traços de um inconformismo próprio dos espanhóis. Formou-se no Barcelona, explodiu no Arsenal, é jogador do Atlético de Madrid e internacional sub-21, mas diz quem o conhece que Fran Mérida não é o tipo de pessoa capaz de se colocar num pedestal a discursar sobre as virtudes da sua carreira. A Bola Lutar pelos pontos no Dragão Carlos Costinha Sousa Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta tarde, frente ao FC Porto, o treinador do Sporting Clube de Braga, Leonardo Jardim, considerou que defrontar os dragões numa altura em que têm o “orgulho ferido” não é relevante, porque a equipa não perdeu qualidade. “O FC Porto não alterou a sua qualidade pelos resultados dos últimos jogos, mantém a mesma estrutura do ano passado e por isso não é de bom tom estarmos a falar de um FC Porto forte ou mais fraco. É uma equipa que continua forte e nós, com respeito e ambição, vamos discutir o resultado para conquistar pontos”, começou por afirmar o técnico arsenalista, acrescentando que qualquer equipa varia de jogo para jogo: “os jogos não são iguais, é normal que o jogo frente à Académica ou Shaktar não fosse o mesmo, mas não podemos trabalhar à espera de encontrar um FC Porto forte ou fraco, temos de trabalhar tendo em conta a estrutura. Vamos abordar o jogo de forma a neutralizar as virtudes do adversário e potencializar o que nós temos de bom. Será um jogo muito competitivo em que as duas equipas têm ambição de vencer”. Os treinadores das duas equipas já se defrontaram por quatro vezes e, nesses jogos, a vantagem vai para Vítor Pereira que tem o maior número de vitórias. Para Jardim, esta situação não é importante até porque considera que apesar de ter defrontado o técnico dos dragões e não ter tido os melhores resultados, a nível de rendimento desportivo ficou sempre melhor. “É verdade que joguei quatro vezes contra o Vítor, na II divisão B, com o Camacha frente ao Sp. Espinho e com o Beira-Mar (onde empatei das duas vezes). Em termos de rendimento desportivo ganhei sempre porque fiquei sempre à frente dele, mas isso é pouco importante”. comentou o treinador. Esta é uma semana complicada para o Sp. Braga que defronta hoje o FC Porto e, na próxima qu arta-feira, defronta o Birmingham para a Liga Europa. Apesar de tudo Leonardo Jardim considera que a nível do campeonato ainda nada é decisivo, apesar de que a nível da Europa, uma vitória é muito importante. “Em relação ao objectivo para o a campeonato este só vai ficar definido, seguramente, no último terço, se não mesmo nos últimos jogos. Em relação à Liga Europa, é importante conseguir uma vitória que traduza de imediato a passagem de fase”, disse. Vinicius regressa aos eleitos de Jardim O treinador do Sporting Clube de Braga, Leonardo Jardim, não mexeu muito na convocatória para o jogo desta tarde, frente ao FC Porto, quando comparada com a lista de jogadores chamados para o último jogo oficial dos bracarenses, a derrota com o Sporting, por 2-0, a contar para a Taça de Portugal. Aliás, apenas por obrigação é que o técnico arsenalista faz uma única alteração na lista de jogadores convocados, com a saída do lateral esquerdo nigeriano Elderson, que cumpre castigo depois da expulsão no jogo contra os leões, para entrar o médio Vinicius, recuperado da lesão que o atingiu e que fez com que perdesse a chamada para Alvalade. O brasileiro recuperou completamente e está apto para fazer parte das contas do treinador madeirense, assumindo o lugar deixado vago pelo seu companheiro. Assim, a lista dos 19 atletas convocados para a deslocação desta tarde ao Estádio do Dragão é composta pelos seguintes elementos: Guarda-redes: Quim e Berni Defesas: Rodrigo Galo, Ewerton, Douglão, Paulo Vinícius Médios: Djamal, Vinícius, Salino, Mossoró, Hugo Viana e Mérida Avançados: Alan, Lima, Nuno Gomes, Hélder Barbosa, Rivera, Paulo César e Meyong A partida que se desenrola no Estádio do Dragão, tem o seu início marcado para as 18.15 horas e conta com a arbitragem do portuense Artur Soares Dias. Correio do Minho Sporting de Braga vai ao Dragão discutir o jogo O treinador do Sporting de Braga quer um Braga igual a si próprio no jogo de hoje, frente ao FC Porto, e sempre determinado a discutir o jogo. «Queremos estar bem como estivemos frente ao Benfica e Sporting, mas com melhor resultado, porque está na hora de vencer». Diario do Minho Dez jogadores utilizados na retaguarda UM SECTOR QUE BRILHA Jardim deve experimentar hoje, no Dragão, uma defesa nova. Mas apenas para quem não acompanha os treinos do Sp. Braga, que esta semana decorreram sempre com a porta fechada (“Não estamos a esconder nada porque no futebol tudo se sabe”, acentuou o treinador). Com Baiano a curar uma lesão de longa duração, Jardim deverá preferir de novo o médio Salino para o corredor direito. Record FC Porto-Braga: após o derby, o quase-clássico (antevisão) No Estádio do Dragão, a formação de Vítor Pereira vai tentar capitalizar a confiança de Donetsk. Será que uma vitória nos últimos quatro jogos chega para virar o momento de uma equipa? Por Sérgio Pereira MOMENTO: F.C. Porto: Uma vitória em Donetsk virou do avesso a confiança portista: o F.C. Porto está agora com o apuramento na Liga dos Campeões à distância de uma triunfo em casa, pelo que o nervosismo enorme que se seguiu à derrota pesada em Coimbra foi amenizado. Em semana de derby, de resto, a recepção ao F.C. Porto assume capital importância para os dragões, que podem ganhar pontos a um adversário (ou aos dois). Sp. Braga: Defronta o último dos três grandes em jogos seguidos: já empatou com o Benfica e perdeu em Alvalade, deixando até boa imagem. Por isso vai passando deste triplo teste sem se queimar. Pela frente encontra um adversário que respira melhor, mas sabendo que nos últimos quatro jogos o F.C. Porto só ganhou um. Já agora, das duas últimas vezes que ganhou no Porto despediu o treinador: primeiro Octávio e depois Fernández. AUSÊNCIAS: F.C. Porto: Guarín, Mangala, Iturbe, Alex Sandro e Emídio Rafael, todos por lesão. Sp. Braga: Elderson, por castigo, Imourou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão, todos por lesão. DISCURSO DIRECTO: Vítor Pereira: «Sentimos que a massa associativa está connosco. Queremos um grande ambiente, um grande jogo e uma grande vitória. A equipa está bem, mais confiante e concentrada. Esperamos um Braga competitivo, de qualidade, bem orientado, que nos últimos anos se afirmou no futebol português.» Leonardo Jardim: «A nossa abordagem não depende do momento do Porto, se está mais ou menos forte ou se fez um jogo mais ou menos conseguido. Vamos querer neutralizar o adversário e potenciar as características da equipa tentando controlar o jogo desde o início. Vamos ter ambição e querer discutir o resultado.» HISTÓRICO: O saldo das recepções do F.C. Porto ao Sp. Braga é claramente favorável aos dragões: em 68 jogos ganharam 57, empataram sete e perderam quatro. A última derrota em casa já data de 2005, aliás. No entanto, há outra curiosidade: duas das vitórias do Braga no Porto despediram o treinador: Octávio Machado e Victor Fernández saíram após derrotas com o mesmo adversário. EQUIPAS PROVÁVEIS: F.C. Porto: Helton; Maicon, Rolando, Otamendi e Álvaro Pereira; Fernando, Defour e João Moutinho; Djalma, Hulk e James. Outros convocados: Bracali, Fucile, Souza, Belluschi, Cristian Rodriguez, Varela e Kléber. Sp. Braga: Quim; Salino, Ewerthon, Douglão e Paulo Vinicius; Djamal e Hugo Viana; Alan, Mossoró e Hélder Barbosa; Lima. Suplentes: Berni, Rodrigo Galo, Vinícius, Mérida, Nuno Gomes, Rivera, Paulo César e Meyong. Maisfutebol SC Braga testa capacidade do FC Porto em recuperar liderança FC Porto, SC Braga, Liga Zon Sagres Álvaro Gonçalves Há uma semana, o FC Porto foi eliminado da Taça de Portugal, uma prova que venceu nas últimas três temporadas. Três dias depois, corria o risco de falhar mais um objectivo traçado para esta época, os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, mas os azuis e brancos foram capazes de vencer na Ucrânia e colocaram-se numa posição confortável para alcançarem a meta traçada. Agora chegou a vez dos campeões nacionais mostrarem aquilo que se pode esperar deles no campeonato, prova em que procuram regressar aos triunfos, depois de terem empatado a zero com o Olhanense, para continuarem a partilhar a liderança com o Benfica, que venceu o Sporting por 1x0. O SC Braga, quinto classificado com menos cinco pontos que os dragões, é um bom adversário para testar as capacidades da equipa de Vítor Pereira, que está, agora, mais tranquila com a vitória conquistada em Donetsk. A última vez que os bracarenses triunfaram no Estádio do Dragão, provocaram a mudança no comando técnico dos dragões. Na temporada 2004/2005, o SC Braga, comandado por Jesualdo Ferreira, treinador que mais tarde viria a ser o único a conquistar três campeonatos consecutivos na formação portista, venceu o FC Porto de Victor Fernandez por 1x3 e o espanhol foi demitido, entrando para o seu lugar José Couceiro. Após essa vitória, os minhotos jamais conseguiram conquistar os três pontos no reduto dos azuis e brancos, onde perdem há duas épocas consecutivas, apesar dessas terem sido das melhores temporadas da história bracarense. FC Porto a uma partida de somar 50 jogos consecutivos sem perder Apenas com a vitória no pensamento, o FC Porto tem a oportunidade de somar o 50º jogo consecutivo sem perder no principal escalão do futebol português. Uma série de invencibilidade que começou a 6 de Março de 2010, quando a equipa da cidade invicta empatou a duas bolas com o Olhanense. Jesualdo Ferreira, precisamente o último técnico que venceu pelo SC Braga no Dragão, foi quem deu início aos 49 jogos já registados sem perder, tendo a continuidade de André Villas-Boas, que conquistou o último campeonato sem qualquer derrota, e, até ao momento, de Vítor Pereira, que ainda não perdeu para a Liga. As mudanças desde Dublin Há uns anos poderia ser impensável, mas a última vez que FC Porto e SC Braga se defrontaram foi em Dublin, na final da Liga Europa, naquela que foi a primeira ocasião em que duas equipas portuguesas se defrontaram no derradeiro jogo de uma competição europeia. Na altura, as duas formações tinham treinadores diferentes, mas não foi só no comando técnico que se registaram diferenças. No que diz respeito às equipas iniciais apresentadas por André Villas-Boas e Domingos Paciência na final de Dublin, são bem mais as mudanças nos bracarenses do que nos dragões. Mas vamos por partes. No FC Porto, Helton, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, João Moutinho, Hulk e Varela podem repetir a titularidade este domingo, ficando de fora Sapunaru e Guarín, ambos lesionados, e Radamel Falcao, que se transferiu para o Atlético de Madrid. No SC Braga a situação é bem diferente. Hugo Viana, Alan, Lima e Paulo César são os únicos que podem voltar a jogar de início, tal como na final da Liga Europa. Dos restantes, apenas Custódio ainda se mantém no plantel, mas está lesionado. Artur Moraes (Benfica), Miguel Garcia (Orduspor), Paulão (Saint-Étienne), Rodríguez (Sporting), Sílvio (Atlético de Madrid) e Vandinho (Al Sharjah) abandonaram os minhotos após a final europeia. Zerozero “Ganhei sempre a Vítor Pereira” Leonardo Jardim desvalorizou ontem o facto de nunca ter vencido Vítor Pereira. "Em dois campeonatos diferentes, perdi em Espinho quando estava no Camacha e na segunda volta já não o apanhei. No Beira--Mar empatei os dois jogos. Do ponto de vista do sentimento desportivo, ganhei sempre a Vítor Pereira, porque o Camacha ficou à frente do Espinho e o Beira-Mar também", disse o técnico do Sp. Braga. Na antevisão do embate de hoje diante do FC Porto, Jar-dim elogiou a "qualidade" do adversário, mas avisou que o Sp. Braga vai ao Dragão para "discutir o resultado". "O FC Porto não altera a sua quali-dade em função de um resultado positivo ou negativo, mantém a estrutura do ano passado em que ganhou quatro provas [Supertaça, Liga, Taça de Portugal e Liga Europa]", observou. Sobre a estratégia que irá utilizar diante dos dragões, frisou que passa por "abordar o jogo de forma a neutralizar o adversário e a potenciar as características da equipa, tentando controlar a partida desde o início". Adiantou ainda não acreditar num eventual cansaço do FC Porto por ter jogado na Ucrânia na última quarta-feira (2-0, diante do Shakhtar Donetsk), para a Champions, e ter chegado ao Porto apenas ao final da manhã de 5ª feira. A concluir, não se mostrou preocupado com as alterações no sector mais recuado, dado que não pode utilizar o castigado Elderson: "A nossa defesa é uma das melhores da Europa." VINICIUS REGRESSA AOS ELEITOS O regresso de Vinicius é a grande novidade na lista de convocados do Sp. Braga para a deslocação ao Dragão. O médio brasileiro volta a ser opção para o treinador dos arsenalistas, Leonardo Jardim, depois de ter falhado o jogo da Taça de Portugal frente ao Sporting (0-2), devido a lesão. Já Elderson, expulso diante dos leões, falha o jogo no Porto. De fora por lesão continuam vários jogadores: Imorou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão. Convocados: Quim e Berni (guarda-redes); Galo, Ewerton, Douglão e P. Vinícius (defesas); Djamal, Vinicius, Salino, Mossoró, H. Viana e Mérida (médios); Alan, Lima, Nuno Gomes, Hélder Barbosa, Rivera, Paulo César e Meyong (avançados). Correio da Manhã Vinícius de regresso aos convocados do Braga para deslocação ao Dragão O regresso de Vinícius e a saída de Elderson são as novidades nos convocados do Sporting de Braga para a deslocação ao terreno do F.C. Porto, este domingo, em jogo da 11.ª jornada da Liga de futebol. O médio brasileiro ficou de fora do último jogo dos minhotos (derrota com o Sporting, para a Taça de Portugal) devido a uma lesão, mas recuperou completamente esta semana da maleita e está de volta aos eleitos do treinador "arsenalista", Leonardo Jardim. O defesa esquerdo Elderson viu o cartão vermelho no jogo com os "leões" e, por isso, não pode ser opção para o técnico no Dragão. Lesionados continuam Imourou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão. O jogo começa às 18.15 horas de domingo, no Estádio do Dragão, no Porto, e será arbitrado por Artur Soares Dias, do Porto. JN Secretário "FC Porto é como o Real Madrid. Braga cresceu muito" MANUEL CASACA Antigo jogador do FC Porto e do Braga, Secretário passou mais anos de dragão ao peito, mas nutre um carinho especial pela equipa minhota. Foi lá que rodou durante um ano, regressando às Antas para se impor definitivamente. Antigo internacional, teve ainda uma passagem pelo Real Madrid, em 1996/97 e 1997/98. Por conhecer a realidade dos dois clubes, o antigo jogador traça as devidas comparações. "O Real Madrid é um dos melhores clubes do mundo, talvez mesmo o melhor, mas em termos de estrutura e de organização, o FC Porto não fica atrás", elogia. Secretário também conhece bem o Braga, clube que representou em 1992/93. "No meu tempo tinha excelentes condições e um excelente estádio, mas cresceu muito e rapidamente. Fico contente por ver que está a intrometer-se entre os três grandes." Se FC Porto e Braga cresceram imenso, tal deve-se, e muito, a Pinto da Costa e a António Salvador. Secretário conheceu de perto o presidente portista. "Todos têm um grande respeito por ele. Basta olhar para ele para saber se está bem-disposto ou maldisposto. Ao contrário do que podem pensar, é afável e brincalhão", destaca, continuando os elogios. "É um grande líder. Levou o FC Porto a um nível altíssimo." O antigo defesa recorda os momentos em que Pinto da Costa chegava ao balneário, sobretudo nas horas más. "Não digo que tremíamos, mas havia um respeito enorme. Quando tinha de dar o seu grito e demonstrar a sua insatisfação, já sabíamos que não ia ser fácil... É por isso que o FC Porto, nestas alturas menos boas, consegue dar a volta às situações", lembra. Com António Salvador não chegou a trabalhar em Braga, mas tem uma opinião positiva. "Está a fazer no Braga o que Pinto da Costa fez no FC Porto, numa dimensão mais baixa, mas também com menos tempo", recorda. Por quem vai torcer hoje? A resposta sai rápida e justificada. "Pelos anos que passei lá, torço pelo FC Porto. Mas não esqueço o ano que passei no Braga. Fiz uma excelente época e, inclusive, quando voltei ao FC Porto fiquei definitivamente, depois de ter andado cinco anos emprestado. Foi uma época muito importante para mim. Ficarei sempre grato ao Braga", revela. "Tinha qualidade para jogar neste FC Porto e no Braga" Fala a voz da experiência. Antigo lateral-direito do FC Porto e da Selecção Nacional, Secretário diz, em jeito de brincadeira, que "tinha qualidade mais que suficiente para jogar neste FC Porto ou no Braga". Precisava era de perder uns quilitos... Brincadeira à parte, analisa o problema na lateral-direita que afecta as duas equipas, que pode obrigar os dois treinadores a opções de recurso. Com Sapunaru a recuperar o ritmo físico ideal, depois de sofrer uma lesão, restam Fucile ou Maicon no FC Porto. "O Fucile por vezes vacila. Comete erros que não pode cometer. Para ele, parece que torna o jogo fácil de mais, mas há coisas que faz como defesa que não pode fazer", avisa. Se a aposta recair em Maicon, o FC Porto ganha na capacidade defensiva, mas perde no ataque. "Em termos ofensivos, sendo central, participa pouco no ataque. O FC Porto pode ficar um pouco coxo. Nos jogos que tem feito a lateral, neste último, contra o Shakhtar, esteve bem. Foi um jogo bem conseguido, mas nos outros não esteve tão bem", analisa. Já o Braga não pode contar com Baiano, que continua lesionado. A opção deverá recair novamente numa adaptação. "O Salino é um jogador mais ofensivo. O treinador vê qualidades nele, porque é rápido, o que pode trazer vantagens nessa posição. Mas não tem rotina de lateral e, por vezes, há situações durante o jogo em que se nota isso mesmo. Nota-se isso quando tem de fechar espaços interiores, comete muitas faltas e nota-se que não se sente confortável numa posição que não é a dele", analisa o antigo jogador do FC Porto e do Braga. "Vítor Pereira e Leonardo Jardim são líderes" Com o curso de IV Nível, Secretário faz a comparação entre os dois colegas de profissão que hoje vão estar no Dragão. "Vítor Pereira está a tentar agarrar a oportunidade que lhe foi dada. Pinto da Costa anda no futebol há muitos anos e certamente não foi por acaso que apostou nele. Foi apanhado de surpresa com a saída de André Villas-Boas, mas não faltam treinadores por esse mundo fora... Se apostou nele foi porque tem qualidades como treinador e como líder", refere, considerando que a irregularidade da equipa portista não vai prejudicar a ascensão de Vítor Pereira. "Tem tido momentos bons e outros menos bons, mas vai ganhando experiência e pode lançar-se para uma grande carreira." Igualmente positiva é a imagem que tem do treinador do Braga. "Leonardo Jardim fez excelentes trabalhos no União da Madeira, no Chaves e no Beira-Mar. No Braga também está a fazer um bom campeonato. Por algumas entrevistas que tenho lido e ouvido, nota-se que tem espírito de líder. Parece que estamos diante de um excelente treinador", destaca. "João Moutinho cada vez mais ofensivo" Quem vai decidir o jogo de hoje? Secretário não consegue destacar apenas um jogador, até porque acredita que "vai ser um jogo com golos", mas acredita que alguns jogadores podem fazer a diferença. "O FC Porto tem o Hulk, o Kléber e o Moutinho, que, apesar de jogar no meio-campo, cada vez participa mais em termos ofensivos", elogia, lembrando que a equipa de Leonardo Jardim também têm jogadores de nível. "O Braga tem o Alan, o Mossoró e o próprio Nuno Gomes, que umas vezes joga e outras fica no banco, mas tem experiência", alerta, considerando, no entanto, que "o FC Porto é o grande favorito". O Jogo Leonardo Jardim "Fiquei sempre à frente de Vítor Pereira" BRUNO FILIPE MONTEIRO Mesmo nunca tendo ganho um jogo oficial a Vítor Pereira - e já realizaram três -, Leonardo Jardim não deu especial importância ao reencontro com o treinador do FC Porto. Afinal, os confrontos directos dizem pouco ao técnico do Braga, para quem o objectivo da época é sempre mais importante. E aí até saiu a ganhar em relação ao espinhense. "Do ponto de vista desportivo, que é o que mais interessa, ganhei sempre [a Vítor Pereira], porque o Camacha ficou à frente do Espinho [em 2006/07] e o Beira-Mar foi campeão e subiu de divisão [2009/10]", recordou, ontem o madeirense, que, por muito respeito que tenha pelos campeões nacionais e vencedores da Liga Europa, quer um Braga atrevido no Dragão, um pouco à semelhança do que sucedeu com os outros grandes. "O Braga tem sempre a mesma forma de estar. Espero é que o resultado seja diferente do que tivemos com Benfica e Sporting, em que empatámos e perdemos. Está na hora de vencer", vincou. Um FC Porto idêntico ao que perdeu com a Académica certamente ajudaria o Braga a alcançar o objectivo apontado por Leonardo Jardim, mas o treinador não considera que as exibições periclitantes dos dragões sejam um sinal de fraqueza. "A qualidade do FC Porto não se altera em função de um resultado positivo ou negativo, pois a equipa mantém a estrutura do ano passado, no qual ganhou quatro das cinco provas em que participou. As únicas saídas de maior relevo foram o Falcao e o André [Villas-Boas], por isso, não é de bom tom estar a falar num FC Porto mais fraco", referiu o madeirense. Forte como uma muralha está a defesa dos bracarenses, que, como Jardim frisou, continua a ser tema de conversa por ser "uma das melhores da Europa". Um rendimento algo surpreendente, ainda por cima quando tem sido alvo de tantas mudanças. "Já jogaram dez jogadores diferentes, o que nos obrigou a fazer grandes adaptações, tal como acontecerá neste jogo. No entanto, temos trabalhado com o objectivo de encontrar uma estratégia de equilíbrio e esta semana não foi excepção", conclui. Hulk sem polícia directo Pela influência que tem no jogo do FC Porto e pela exibição realizada na quarta-feira, na Ucrânia, Hulk seria sempre um jogador a ter em conta por Leonardo Jardim. Contudo, o treinador recusou a ideia de realizar um policiamento especial ao Incrível. "Temos de ter os cuidados normais que o jogadores do FC Porto merecem, mas sem alterar o nosso padrão de jogo e a nossa forma de estar", garantiu o treinador do Braga. Vinícius agarra vaga na lista de convocados O regresso aos treinos sem limitações valeu a Vinícius a reentrada na lista de convocados de Leonardo Jardim, da qual havia feito parte pela última vez na recepção ao Benfica, que antecedeu uma paragem de duas semanas devido a uma entorse no tornozelo esquerdo. O médio, que é nesta altura a única alternativa a Djamal para a posição 6, foi um dos 19 jogadores chamados pelo treinador dos arsenalistas para o jogo com o FC Porto, no qual não estará Elderson por castigo. No entanto, o brasileiro começará o encontro no banco, o que levará a que o jovem Rivera, que entra nos eleitos de Jardim pela segunda semana consecutiva, seja excluído da ficha de jogo. Completa-se ciclo terrível O jogo com o FC Porto será o último do Braga num mês em que, por contingência do calendário e do sorteio da Taça de Portugal, teve de defrontar os denominados três "grandes". O embate contra os dragões, de resto, será a última oportunidade para os arsenalistas concluírem este ciclo terrível com uma vitória, já que empataram (1-1) com o Benfica (campeonato) e perderam (2-0) com o Sporting (taça). Um mês sem vencer fora na Liga Foi quase há um mês que o Braga venceu pela primeira, e única, vez como visitante no campeonato. O Setúbal foi a vítima dos arsenalistas, que desde então somaram dois empates (Guimarães e Académica) e uma derrota (Leiria). Treino só para limar arestas O último treino do Braga antes do embate com o FC Porto não teve novidades. O panorama clínico mantém-se e, por isso, Leonardo Jardim optou apenas por limar algumas arestas. Concentração ao final da tarde Ao contrário do que sucede quando a equipa joga a sul do rio Douro, o Braga concentrou-se somente ao final da tarde de ontem no AXA. A viagem para o Porto acontecerá apenas hoje. Birmingham empata Um golo de Zigic (87') salvou ontem o Birmingham de uma derrota em Blackpool. O próximo adversário do Braga na Liga Europa até entrou a vencer, mas depois sofreu bastante para chegar ao empate (2-2). Os blues venceram apenas um dos seus últimos cinco jogos no Championship. O Jogo "Fiquei sempre à frente de V. Pereira" O madeirense Leonardo Jardim elogiou a "qualidade" do FC Porto, mas avisou que o Sp. Braga vai ao Estádio do Dragão para discutir o resultado amanhã. "O FC Porto não altera a sua qualidade em função de um resultado positivou ou negativo, mantém a estrutura do ano passado que, em cinco provas ganhou quatro, só saíram o Falcao e o [treinador] André Villas-Boas", pelo que o FC Porto "continua forte", considerou. Apesar do "respeito" pelo líder, Leonardo Jardim quer um Braga "com ambição, a querer discutir o resultado e a conquistar pontos" no Estádio do Dragão. O técnico admitiu notar-se uma irregularidade em termos de rendimento da equipa portista nos últimos jogos, mas frisou que isso não vai influenciar a postura da sua equipa. "A nossa abordagem não depende do momento do Porto, se está mais ou menos forte ou se fez um jogo mais ou menos conseguido. Vamos jogar com um Porto de qualidade", disse. A estratégia minhota passa por "abordar o jogo de forma a neutralizar o adversário e potenciar as características da equipa" tentando controlar a partida "desde o início". Sobre o duelo com Vítor Pereira, a quem nunca venceu em jogos disputados no comando de outros clubes, lembrou que perdeu um jogo e empatou dois. "Mas do ponto de vista do sentimento desportivo, que é mais importante para mim, ganhei sempre, porque o Camacha ficou à frente do Espinho [na III Divisão] e o Beira-Mar foi campeão [da Liga de Honra]", sublinhou. O técnico vai ter que mexer novamente na defesa por causa do castigo de Elderson (expulso em Alvalade na Taça de Portugal), devendo optar por Paulo Vinícius à esquerda e Salino na direita. Já o treinador do FC Porto, Vítor Pereira, convocou para o jogo com o Sporting de Braga, da 11.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, os mesmos jogadores que chamou para o confronto da Liga dos Campeões com o Shakhtar Donetsk. Diario de Notícias da Madeira
publicado por carlitos às 10:08

Sábado, 26 de Novembro, 2011

PSP/agressões: PGR devia abrir inquérito à atuação "desproporcionada" da polícia - Movimento

Lusa - Esta notícia foi escrita nos termos do Acordo Ortográfico
12:39 Sábado, 26 de Nov de 2011
 

Lisboa, 26 nov (Lusa) - Um responsável da Plataforma 15 de Outubro, que integra o movimento dos indignados, defendeu hoje que o Procurador-geral da República (PGR) devia abrir um inquérito na sequência do vídeo relativo às agressões "desproporcionadas" da PSP a um jovem alemão.

Em declarações à agência Lusa, Renato Guedes, da Plataforma 15 de Outubro, considera que as imagens, que percorrem a Internet e as redes sociais, são elucidativas da "atuação vergonhosa" de vários agentes policiais contra um jovem alemão de 21 anos, no seguimento da manifestação realizada junto do Parlamento no dia da greve geral.

O membro da Plataforma 15 de Outubro defende ainda que o inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR), enquanto garante da legalidade democrática, devia estender-se à atuação da PSP logo no início do dia da greve, ao impor aos piquetes de greve o que "podiam ou não podiam fazer".



Ler mais: http://aeiou.visao.pt/pspagressoes-pgr-devia-abrir-inquerito-a-atuacao-desproporcionada-da-policia-movimento=f635812#ixzz1eoeHPeEx

publicado por carlitos às 12:59

 

 

António Costa optimista face à candidatura do Fado a património da Humanidade

CULTURA

 

 
Já começou a análise dos candidatos para a lista do património Imaterial da Humanidade de 2011, onde está o Fado. A candidatutra é a 39ª pelo que só dever ser abordada amanhã. As perspectivas não podiam ser melhores: a candidatura pode até fazer parte da lista de tradições aprovadas sem discussão. O presidente da Câmara de Lisboa já chegou a Bali, e está optimista.

Daqui a poucas hora ficaremos a saber se o FADO continua a elevar o nome de Portugal pelo mundo e se continua -ainda  mais-  a ser motivo de orgulho mesmo para o mais céticos - não percebo esta tomada de posição por parte de alguns, mas cada cabeça sua sentença.

A verdade é que os três f's que representavam o país na época da ditadura, hoje tem outra roupagem, outras evidências com desenvolvimento em qualquer das 3 áreas e já sem o cinzentismo de então. CAR


publicado por carlitos às 12:43

 

Amanhã quando pisarem o relvado do Dragão, Porto e Braga já sabem o resultado do “derby” da segunda circular, e por isso já sabem se podem colar ou descolar dos seus adversários - no primeiro caso para o SC Braga, no segundo para os portistas.

 

Será sem sombra para dúvidas um dos grandes jogos, aquele que vai opor 1º e 5º, separados por cinco pontos e preparados para dar espectáculo – o FCP x SCB da época passada foi para o vosso escriva, o melhor dos 240 jogos, não só pelo espetáculo emprestado aos 90 minutos do jogo, da sua intensidade, ritmo, da performance dos intervenientes, mas sobretudo pelos cinco golos dos melhores da época, como referi, sobretudo o de Lima, naquele remate forte, indefensável e cheio de beleza, como é já apanágio deste artista com a camisola 18 do SCBraga.

 

As duas equipas vão procurar e lutar muito pela disputa dos 3 pontos em campo, mas se como Domingos referiu o campeão não se encontra á 10ª jornada a verdade é que acredito que com determinada conjugação de resultados o nome pode ficar com mais vantagem.

 

A ver vamos. Como amante da estatística, esta por muito que se queira, não sendo exata, em grande percentagem de exemplos só confirma o vaticinio.

 

Mas em relação ao jogo, pouco há a antever a não ser pelos arsenalistas a “”revolução” que por força dos indisponíveis laterais de ambos os lados – Imorou e Baiano lesionados, e Elderson castigado, a que se junta a “birra” que há em não contar com Galo se o rapaz ainda não teve minutos de jogo para mostrar que L. Jardim, pode contar com ele.Os jogos de qualidade feitos com o emblema do Gil aliado aos golos, faziam deste brasileiro, para ínicio de temporada, um dos reforços de maor valor, mas deram-me a volta...

 

Enfim dada essa impopssibilidade de contar com os habitués das laterais, Leonardo Jardim amanhã vai ter que inventar nos dois corredores.

 

De resto é já o normal das convocatórias ao passo que Porto, pelo menos até ao treino de ontem podia contar com todas as pedras basilares,

 

Vamos aguardar, primeiro por logo à noite e depois amanhã, a partir das 18:15h e desta vez, em canal aberto graças á transmissão via TVI por esse derby nortenho mas acima de tudo pela pujança mostrada de exibições, de ranking e de resultados, qualidade adquirida nos últimos anos e demonstração de performances de alto nível em termos domésticos e em termos europeus, que fazem dele SCB o verdadeiro “quarto” de Portugal, que acaba de nascer mais três derbies: os que opoem bracarenses portistas .a sportinguistas e benfiquistas

 

Para além dos chamados derbies locais – onde se encontram jogos entre Sp. Braga, V. Guimarães e Gil Vicente, ou o Marítimo x Nacional: Há agora mais 3 mas de nível... nacional.

 

Apenas mais um bom exemplo do que tem sido a importância do futebol arsenalista para a Liga e para a ... europa.

 

Bons jogos e sobretudo, fair play!!! CAR

 

 

publicado por carlitos às 12:29

 


Atacar no Dragão com a melhor defesa da Europa
O melhor ataque começa na defesa e é por aí que o Sporting de Braga tem construído a sua campanha na presente temporada, aliás, um pouco à imagem do que tem sucedido nas últimas temporadas. Apesar do sector defensivo ter sido o que mais alterações sofreu em comparação com a época anterior, Leonardo Jardim conseguiu manter a eficácia e os mecanismos com novas unidades, onde Paulo Vinícius e Ewerton se têm assumido como protagonistas.
No decorrer dos primeiros dez jogos para o campeonato, o Braga sofreu apenas quatro golos, pautando-se como a equipa mais eficaz no plano defensivo. E a projecção deste factor estende-se pela Europa, na medida em que a turma minhota pode orgulhar-se de deter a melhor defesa no campeonato, em comparação com as principais 15 ligas sob a tutela da UEFA. C
om a interrupção do campeonato português, devido à realização de mais uma eliminatória da Taça de Portugal, o Sp. Braga ultrapassou o Bayern de Munique (Alemanha) e Udinese (Itália), dois clubes que tinham sofrido os mesmos quatro golos até à última semana, mas o Bayern passa a ter cinco golos sofridos em 13 jogos, enquanto os italianos sofreram seis golos em 11 jogos.
Paulo Vinícius é o único totalista
No plano individual, o brasileiro Paulo Vinícius é o jogador que mais se destaca, sendo o único totalista do plantel.
Cumpriu os 900 minutos de jogos no campeonato, garantindo um lugar cativo na defesa, e confiando a Leonardo Jardim maior mobilidade, na medida em que é um jogador que se adapta facilmente na posição de lateral.
Será mesmo o atleta escolhido pelo treinador para desempenhar as funções de lateral esquerdo, face ao castigo de Elderson, e com a missão espinhosa de travar o brasileiro Hulk. Outro defesa que se revela um ‘patrão’ na turma bracarense é Ewerton, depois de ter participado em oito jogos e acumulado 720 minutos de jogo. Ao invés, Douglão — que regressa à titularidade — vai cumprir o seu segundo jogo, depois de ter actuado contra o Benfica.
CORREIO DO MINHO

Capitão à caça de dragões
ALAN JÁ MARCOU TRÊS GOLOS AOS PORTISTAS
Bicampeão com a camisola do FC Porto, o capitão Alan não foi totalmente feliz na sua passagem pelo Dragão, onde não se conseguiu afirmar e acabou por ser emprestado ao V. Guimarães. No eterno rival bracarense foi um dos bravos do pelotão que levou a equipa ao 3.º lugar, batendo à porta da Champions.
Alan, 32 anos feitos em setembro, chegou a Portugal na época de 2001/2002 e rapidamente se afirmou na equipa insular, onde esteve quatro épocas, até ser transferido para um FC Porto que vinha de uma época de ressaca à passagem de Mourinho pelo clube.
RECORD
Europa de olho em Ewerton
No dia em que se apresentou em Braga, quase precisou de soletrar o nome e de explicar que, no seu caso, Ewerton se escreve mesmo com «w» e não com «v». Quatro meses volvidos, já ninguém tem dúvidas sobre a sua identidade, muito menos quanto ao seu potencial.
O central, de 22 anos, é uma das jóias mais cobiçadas do plantel. Emprestado ao SC Braga até 2013, poucos acreditam que o brasileiro cumpra integralmente o contrato. A transferência poderá, inclusivamente, adquirir contornos reais mais cedo do que o previsto.
Os números apresentados por Ewerton (é totalista na Liga Europa e só falhou dois jogos no Campeonato) são suficientemente esclarecedores e ilustram de forma perfeita toda a sua importância na estratégia que Leonardo Jardim montou, valorizada ao expoente máximo pelo facto de o técnico só ter herdado o lateral-esquerdo Elderson da defesa que surpreendeu meio Mundo na última época.
A BOLA
Ukra inscrito em janeiro
O Braga não precisa de ir ao mercado para garantir o primeiro reforço em Janeiro. No mês que abre uma janela de novas oportunidades, os arsenalistas vão inscrever Ukra na Liga de Clubes, depois de não o terem feito no início da época em face da longa paragem a que o jogador ficou sujeito por causa da operação ao joelho esquerdo, em Julho.
O extremo tem vindo a realizar tratamento e trabalho de ginásio, e esta semana deu sinais significativos de retoma, pois já surgiu no relvado a fazer corrida. A partir de Dezembro, começará a treinar com bola e, em Janeiro, estará em condições de voltar à competição, aumentando as opções de Leonardo Jardim.
Ukra apresentou dores desde o início da pré-temporada, mas em Melgaço, onde o Braga estagiou, foi reintegrado nos trabalhos sem limitações. Aliás, acabaria mesmo por jogar durante alguns minutos no amigável com o Aves, só que viria a ressentir-se e seria obrigado a parar novamente.
A intervenção cirúrgica (a 28 de Julho) para debelar a lesão no rotuliano do joelho esquerdo foi a solução encontrada, pelo que o extremo falhou, na íntegra, a primeira metade da época. A ideia, agora, é voltar em força a partir de Janeiro, mês em que completa um ano ao serviço do clube bracarense. 
Intenção dos arsenalistas é prolongar a ligação
Em Janeiro deste ano, o FC Porto emprestou Ukra ao Braga por uma época e meia, dando ao extremo a possibilidade de jogar com a regularidade que não conseguia ter na equipa então treinada por André Villas-Boas. Já sem poder jogar na Liga Europa, onde tinha alinhado pelos dragões, o extremo realizou 12 jogos no campeonato, mais dois na Bwin Cup, e caiu no goto dos arsenalistas, que querem dar sequência à ligação no final da época. Ukra tem contrato com o FC Porto até 2014. 

Bilhetes para o Dragão deverão mesmo esgotar
Os responsáveis do Braga esperam que ao longo do dia de hoje se verifique uma grande afluência aos postos de venda por parte dos adeptos no sentido de garantirem a sua presença no jogo de amanhã, às 18h15, no Estádio do Dragão, diante do FC Porto, a contar para a 11ª jornada da Liga ZON Sagres. Recorde-se que os arsenalistas receberam 2500 bilhetes, ao preço unitário de dez euros, e as expectativas apontam para que esgotem, porque há o habitual entusiasmo em torno deste jogo, e é isso que normalmente acontece nas visitas do Braga à Invicta. Como tem sido costume nas últimas temporadas, os adeptos bracarenses vão preencher o espaço reservado às equipas adversárias no Dragão, garantindo um forte apoio ao Braga, que vai reencontrar o FC Porto depois da derrota (1-0), na final da Liga Europa da época passada, disputada no dia 18 de Maio. Na última deslocação ao reduto portista, os arsenalistas perderam, por 3-2. 

Memórias do Dragão fazem Barbosa sorrir
Há oito anos, quando se levantou a cortina do Estádio do Dragão, a maior curiosidade do FC Porto-Barcelona eram os quatro jovens que José Mourinho tinha no banco e não aquele que veio a tornar-se na maior figura dos catalães dos últimos anos: Messi. Entre eles estava Hélder Barbosa, então considerado uma das maiores promessas do futebol português, que amanhã terá a oportunidade de regressar a um palco que lhe traz excelentes recordações. Não só porque participou nesse encontro, mas também porque viria a ser aí que se estrearia de forma oficial, uma época depois, pela mão de Co Adriaanse, num dérbi com o Boavista.
Numa perspectiva de evolução como jogador, Hélder Barbosa passou pelas mesmas etapas de várias promessas azuis e brancas e acabou cedido a outros clubes, pelos quais chegou a jogar no Estádio do Dragão em duas ocasiões: primeiro em 2006/07, pela Académica, com a qual perdeu (2-1); depois em 2008/09, pelo Trofense, por quem arrancou um empate (0-0). Tanto numa como noutra, contudo, o extremo ainda tinha uma ligação ao FC Porto, ao qual chegara com apenas dez anos, com a aprovação de Ilídio Vale, ex-coordenador da formação dos dragões, para jogar nos Infantis. Desta vez essa ligação já não existe, pois o esquerdino decidiu seguir o próprio caminho no início da última temporada, quando ignorou um convite do Nacional para assinar até 2013 pelo Braga, no qual tem vindo a confirmar todo o talento que lhe era apontado. Em 17 aparições esta temporada, Barbosa já apontou sete golos e, nesta altura, é mesmo o máximo artilheiro da equipa arsenalista, que bem lhe pode agradecer a primeira e única vitória alcançada fora até agora no campeonato (Setúbal).
Sangue azul corre nas veias da família
A ligação de Hélder Barbosa ao FC Porto não se esgota apenas no passado como jogador ou no facto de ter conquistado um Dragão de Ouro na categoria revelação. Antes ainda de ser descoberto nas escolinhas do Paredes, o extremo já sentia um grande carinho pelos azuis e bancos, por influência da família, toda ela portista. De resto, foi a paixão pelo clube que o levou a recusar um convite para ingressar na equipa de infantis do Boavista quando ainda tinha dez anos. 
Produtos portistas
Constituído maioritariamente por jogadores com passado num dos denominados três "grandes", o plantel do Braga tem, além de Hélder Barbosa, mais dois produtos da escola do FC Porto que ainda procuram a afirmação no campeonato principal. Nuno André Coelho e Ukra completaram a formação nos dragões, mas passaram mais tempo cedidos do que no clube. Curiosamente, ambos vão ficar de fora do encontro de amanhã por estarem a recuperar de lesões. 
Alan o mais galardoado
Dos quatro arsenalistas que já passaram pelo Dragão, Alan, que chegou ao FC Porto proveniente do Marítimo, foi o que mais títulos conquistou. Embora tenha sido opção regular somente para o holandês Co Adriaanse, o brasileiro chegou a ser utilizado por Jesualdo Ferreira, o treinador que lhe indicou a porta da saída dos azuis e brancos, precipitando o fim de uma ligação ao clube que, ainda assim, lhe rendeu quatro troféus: dois campeonatos (2005/06 e 2006/07), uma Taça de Portugal (2005/06) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2006/07). 
Só três repetirão a titularidade
A final da Liga Europa foi há pouco mais de meio ano, mas do onze do Braga nesse jogo apenas três jogadores poderão repetir a titularidade no reencontro com o FC Porto: Hugo Viana, Alan e Lima. Artur, Miguel Garcia, Paulão, Rodriguez, Sílvio e Vandinho já não estão no clube, ao passo que Custódio está lesionado e Paulo César há muito que não é primeira opção. Mossoró, Salino, Hélder Barbosa e Meyong foram suplentes, assim como Elderson, que está castigado. 
Especial atenção aos lances de bola parada
Quarenta por cento dos golos obtidos pelo Braga esta temporada surgiram na marcação ou na sequência de lances de bola parada. Por isso, Leonardo Jardim voltou a trabalhar exaustivamente as jogadas de laboratório, embora por estes dias o principal foco do treinador tenha sido preparar a defesa que amanhã fará alinhar no Dragão, ou seja, Salino à direita, Douglão e Ewerton ao centro e Paulo Vinícius à esquerda. De resto, as alterações em relação ao onze que defrontou o Sporting, no domingo, não serão praticamente nenhumas, pois, apesar do desaire, a equipa esteve bem. 
O JOGO
Lusos já apurados fogem para Llodio
José Rocha, Leonor Carneiro e Anália Rosa, todos do Maratona, estarão amanhã no Crosse de Llodio, em Espanha, e não no Crosse da Amora, o último de selecção com vista ao Europeu da especialidade que se realiza a 11 de Dezembro em Velenje, na Eslovénia. Os três fundistas lusos, já seleccionados para o referido Europeu conseguido no Crosse de Torres Vedras do passado domingo, optam por uma prova mais aliciante dos pontos de vista financeiro e competitivo. Entretanto, na Amora, conforme O JOGO anunciou em tempo oportuno, Ana Dulce Félix encabeça o lote de atletas presentes sendo a principal candidata aos três lugares em aberto na selecção feminina. Ercília Machado, Sara Pinho, Doroteia Peixoto e Filomena Costa são outras atletas já anunciadas. Em masculinos, saliência para Rui Teixeira, Pedro Ribeiro e Luís Feiteira, dois candidatos aos três lugares que restam na selecção masculina. O luso-marroquino Yousef el Kalai, medalha de bronze no Europeu de há um ano, não tem prevista a participação pelo que não defenderá a insígnia conquistada em Albufeira. 
O JOGO
publicado por carlitos às 12:08

Quinta-feira, 24 de Novembro, 2011

 

Passam hoje exatamente 20 anos sobre o desaparecimento de um dos maiores ícones da música popular.

O vocalista carismático da banda britânica, QUEEN, morreu vítima de SIDA, doença que disse possuir um dia antes da sua morte.

Segue-se alguns dados de Mercury extraídos da wikipedia:

 

Freddie Mercurynome artístico de Farrokh Bulsara[1] (Stone Town5 de setembro de1946 — Londres24 de novembro de 1991), foi o vocalista da banda de rock britânicaQueen. É considerado pelos críticos[2][3] e por diversas votações populares[4][5] um dos melhores cantores de todos os tempos e uma das vozes mais conhecidas do mundo.

 

 

Biografia

 

Freddie Mercury nasceu na localidade da Cidade de Pedra, em Zanzibar, à época colônia britânica e hoje pertencente à Tanzânia, na África Oriental. Seus pais, Bomi e Jer Bulsara, eram parsis zoroastrianos de Guzerate, na Índia. Mercury foi educado na St. Peter Boarding School, uma escola inglesa perto de Bombaim, onde deu seus primeiros passos no âmbito da canção, ao ter aulas de piano. Foi na escola que ele começou a ser chamado "Freddie" e, com o tempo, até os seus pais passaram a chamá-lo assim.

 

Depois de se formar em sua terra natal, Freddie e sua família mudaram-se em 1964 para a Inglaterra, devido a uma revolução iniciada em Zanzibar. Ele tinha dezoito anos. Lá diplomou-se em design gráfico e artístico na Ealing Art College, seguindo os passos dePete Townshend. Esse conhecimento mostrar-se-ia útil depois, quando Freddie projetou o famoso símbolo da banda.

 

Algo que poucos fãs sabem é que, na escola de artes em que se bacharelou, Freddie era conhecido como um aluno exemplar e muito quieto. Tinha uma personalidade bastante introspectiva. Concluiu os exames finais do curso com conceito A. Possui uma série de trabalhos em arte visual, hoje disponíveis em alguns sites na Internet.

 

Na faculdade, ele conheceu o baixista Tim Staffell. Tim tinha uma banda na faculdade chamada Smile, que tinha Brian May como guitarrista e Roger Taylor como baterista, e levou Freddie para participar dos ensaios.

 

Em abril de 1970, Tim deixa o grupo e Freddie acaba ficando como vocalista da banda, que passa a se chamar Queen. Freddie decide colocar Mercury no nome. Ainda em 1970, ele conheceu Mary Austin, sua namorada, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu ser bissexual.[6] Os dois, mesmo separados, mantiveram forte laço de amizade até o fim de sua vida. De acordo com declaração do cantor e de seus companheiros de banda, Mary inspirou Freddie na música "Love of My Life".

 

No visual de Freddie Mercury, há uma mudança que não deixa de ser notada: se, na eraGlam dos anos 1970, o cabelo comprido, o delineador preto, as unhas pintadas , osmaillots de bailado e o sapato de salto alto eram moda, estes iriam dar lugar a uma postura mais "macho": cabedal preto, chapéu de polícia, cabelo curto e, meses mais tarde, bigode: essa seria a sua imagem de marca na década de 1980. Nessa época, seus amigos descobriram sua bissexualidade, pois ele passou a levar rapazes e algumas garotas para dormir em seu quarto.

 

Mercury compôs muitos dos sucessos da banda, como "Bohemian Rhapsody", "Somebody to Love", "Love of My Life" e "We Are the Champions" - hinos eloquentes e de estruturação extraordinária, particulares e sempiternos. Suas exibições ao vivo eram lendárias. A facilidade com que Freddie dominava as multidões e os seus improvisos vocais, envolvendo o público no show, tornaram as suas turnês um enorme sucesso nadécada de 1970, enchendo estádios de todo o mundo nos anos 80.

 

Estátua de Freddie Mercury em Montreux.

 

Freddie Mercury lançou dois discos-solo, aclamados pela crítica e pelo público.

 

Em 1991, após ficar muito doente, surgiam rumores de que estaria com AIDS, o que se confirmou afinal, através de uma declaração feita por ele mesmo em 23 de novembro, um dia antes de morrer.

 

Freddie Mercury faleceu na noite de 24 de novembro de 1991, em sua casa, chamada Garden Lodge. Sua morte causou repercussão e tristeza em todo o mundo. Sua casa foi passada por testamento à ex-namorada, Mary Austin, que recebeu muitos buquês de flores na época e continua a recebê-los até hoje.

 

O corpo de Freddie Mercury foi cremado e suas cinzas foram espalhadas na margem do Lago Genebra na Suíça.[7]

 

Em 25 de novembro de 1992, foi inaugurada uma estátua em sua homenagem, com a presença deBrian MayRoger Taylor, da cantora Montserrat Caballé, Jer e Bomi Bulsara (pais de Freddie) e Kashmira Bulsara (irmã de Freddie), em Montreux, na Suíça, cidade adotada por Freddie como seu segundo lar.

 

Os membros remanescentes do Queen fundaram uma associação de caridade em seu nome, aThe Mercury Phoenix Trust, e organizaram, em 20 de abril de 1992, no Wembley Stadium, o concerto beneficente The Freddie Mercury Tribute Concert, para homenagear o trabalho e a vida de Freddie.

 

O cantor também foi conhecido pelo pseudônimo de Larry Lurex e pelo apelido Mr. Bad Guy.

 

Freddie Mercury era proprietário de uma voz potente. Contam alguns que, durante as gravações do álbum Barcelona, ele desafiou Montserrat Caballé, uma das cantoras líricas mais conhecidas no mundo, para ver quem possuía maior fôlego. Mercury venceu com uma grande vantagem.

 

Em 1992, um ano depois da morte de Freddie Mercury, realizam-se os Jogos Olímpicos de Barcelona, durante os quais Montserrat Caballé intrepreta a famosa canção "Barcelona" (gravada em 1988) em dueto virtual com o cantor falecido. Ainda hoje o dueto é recordado como um marco histórico da música.

 

Discografia-solo

 

 

 

 

publicado por carlitos às 15:50

Colheita de sangue mobilizou 600 pesso


A campanha de recolha de amostras de sangue promovida pelo plantel do SC Braga superou todas as expectativas. Um total de 600 pessoas são a partir de agora potenciais dadores de medula óssea, respondendo ao apelo lançado pelos jogadores.

A iniciativa começou às 14 horas e os atletas e treinadores da equipa foram os primeiros a submeter-se a análises. às 18.30 horas, os promotores tiveram de dar a acção por concluída, porque se esgotara o material médico para retirar sangue, isso apesar do crescente número de pessoas que no exterior da Alameda do Estádio Axa manifestaram vontade de dar o seu contributo à causa.

O caso do filho de Carlos Martins, que sofre de aplasia medular e necessita com urgência de um transplante de medula óssea comoveu a comunidade bracarense. Na página do Facebook "Vamos ajudar o Gustavo" pode ser consultado um calendário dos locais, de norte a sul de Portugal, onde os interessados podem fazer a sua doação.

 

 

 

 

 

publicado por carlitos às 15:46

 

«Estamos motivados para ganhar no Dragão», diz Rui Casaca

Liga portuguesa |















O SC Braga vem de uma derrota por 2x0 em Alvalade, num encontro da Taça de Portugal, mas o director desportivo dos minhotos, Rui Casaca, assegura que a equipa está motivada para vencer no Estádio do Dragão este fim-de-semana.

 

Liga Portuguesa

FC Porto vs SC Braga
55 Jogos, 45V 7E 3D (Golos: 146-39)

Últimos Resultados:
10/11: FCP 3-2 SCB
09/10: FCP 5-1 SCB
08/09: FCP 1-1 SCB
07/08: FCP 4-0 SCB
06/07: FCP 1-0 SCB

ver mais »
«O treinador e os jogadores estão concentrados no jogo. Vamos lá tentar vencê-lo sabendo que é um jogo de extrema dificuldade, mas estamos motivados para ele» referiu o dirigente minhoto em declarações àAntena 1.

 

Dragões e arsenalistas defrontam-se no próximo domingo, pelas 18h15, no Estádio do Dragão, num encontro da 11ª jornada da Liga portuguesa.

FC Porto vs SC Braga

Confronto Directo

Futebol Clube do Porto
Nome
Futebol Clube do Porto
Ano de Fundação 1893
Cidade Porto
País Portugal Portugal
Sporting Clube de Braga
Nome
Sporting Clube de Braga
Ano de Fundação 1921
Cidade Braga
País Portugal Portugal
Filtros Jogos:       
   

: Resumo

 JogosPortugalFC PortoEmpatesPortugalSC Braga
Total 110 75  (68%) 20  (18%) 15  (14%)
Liga Portuguesa 110 75  (68%) 20  (18%) 15  (14%)
FC Porto em casaJogosPortugalFC PortoEmpatesPortugalSC Braga
Total 55 45  (82%) 7  (13%) 3  (5%)
Liga Portuguesa 55 45  (82%) 7  (13%) 3  (5%)
SC Braga em casaJogosPortugalFC PortoEmpatesPortugalSC Braga
Total 55 30  (55%) 13  (24%) 12  (22%)
Liga Portuguesa 55 30  (55%) 13  (24%) 12  (22%)
[Jogos decididos por Moeda ao ar (MA) ou por grandes penalidade (g.p.) são considerados empates]
[Jogos em que foram aplicados castigos de derrota às duas equipas não são contabilizados neste resumo]

: Recordes

ItemCompetiçãoVisitado Visitante
FC Porto: Maior vitória em casa Liga Portuguesa 1951/52 FC Porto 6-1 SC Braga
  Liga Portuguesa 1952/53 FC Porto 5-0 SC Braga
  Liga Portuguesa 1982/83 FC Porto 5-0 SC Braga
  Liga Portuguesa 1996/97 FC Porto 5-0 SC Braga
  Liga Portuguesa 1993/94 FC Porto 5-0 SC Braga
FC Porto: Maior vitória fora Liga Portuguesa 1955/56 SC Braga 1-5 FC Porto
  Liga Portuguesa 1960/61 SC Braga 0-4 FC Porto
  Liga Portuguesa 2001/02 SC Braga 0-4 FC Porto
SC Braga: Maior vitória em casa Liga Portuguesa 1949/50 SC Braga 6-0 FC Porto
SC Braga: Maior vitória fora SuperLiga 2004/2005 FC Porto 1-3 SC Braga
Resultado Típico: FC Porto-SC Braga (8 Jogos) FC Porto 1-0 SC Braga
Resultado Típico: FC Porto-SC Braga (7 Jogos) SC Braga 1-1 FC Porto

Curiosidades: FC Porto (Todos os Jogos) vs SC Braga

110 Jogos, 75V 20E 15D (Golos: 234-92)
Média de golos marcados: 2,13/J   Média de Golos Sofridos: 0,84/J
3 Vitórias Consecutivas
3 Jogos sem Perder
Última Derrota: 2009-09-19 vs SC Braga 1-0 (desde então: 3V 0E)
Última Vitória: 2011-02-13 vs SC Braga 0-2
3 Jogos consecutivos a marcar golos
Perdeu apenas 5 dos últimos 65 Jogos

: Todos os Jogos

DataLigaFaseCasa ForaEdição 
13/02/2011 PortugalD1 J19 SC Braga 0-2 FC Porto  Liga ZON Sagres 10/11 Videos
11/09/2010 PortugalD1 J4 FC Porto 3-2 SC Braga  Liga ZON Sagres 10/11 Videos
21/02/2010 PortugalD1 J20 FC Porto 5-1 SC Braga  Liga Sagres 09/10 Videos
19/09/2009 PortugalD1 J5 SC Braga 1-0 FC Porto  Liga Sagres 09/10 Videos
24/05/2009 PortugalD1 J30 FC Porto 1-1 SC Braga  Liga Sagres 08/09 Videos
24/01/2009 PortugalD1 J15 SC Braga 0-2 FC Porto  Liga Sagres 08/09  
12/01/2008 PortugalD1 J16 FC Porto 4-0 SC Braga  bwin LIGA 07/08  
18/08/2007 PortugalD1 J1 SC Braga 1-2 FC Porto  bwin LIGA 07/08 Videos
03/03/2007 PortugalD1 J20 FC Porto 1-0 SC Braga  bwin LIGA 06/07 Videos
02/10/2006 PortugalD1 J5 SC Braga 2-1 FC Porto  bwin LIGA 06/07 Videos
06/02/2006 PortugalD1 J21 FC Porto 1-1 SC Braga  Liga betandwin.com 05/06 Videos
18/09/2005 PortugalD1 J4 SC Braga 0-0 FC Porto  Liga betandwin.com 05/06  
30/01/2005 PortugalD1 J19 FC Porto 1-3 SC Braga  SuperLiga 04/05 Videos
11/09/2004 PortugalD1 J2 SC Braga 1-1 FC Porto  SuperLiga 04/05 Videos
17/01/2004 PortugalD1 J18 SC Braga 0-3 FC Porto  SuperLiga 2003/2004 Videos
17/08/2003 PortugalD1 J1 FC Porto 2-0 SC Braga  SuperLiga 2003/2004 Videos
25/05/2003 PortugalD1 J33 SC Braga 1-1 FC Porto  SuperLiga 2002/2003 Videos
05/01/2003 PortugalD1 J16 FC Porto 3-0 SC Braga  SuperLiga 2002/2003 Videos
20/04/2002 PortugalD1 J32 SC Braga 0-4 FC Porto  Liga Portuguesa 2001/02  
15/12/2001 PortugalD1 J15 FC Porto 0-0 SC Braga  Liga Portuguesa 2001/02  
publicado por carlitos às 15:28

P Em prova2007/08 +2008/09 +2009/10 +2010/11 +2011/12 +Coef.Época 10/11
1 InglaterraInglaterra 8/8 17.8750 15.0000 17.9280 18.3570 9.8750 79.0350
2 EspanhaEspanha 6/7 13.8750 13.3120 17.9280 18.2140 8.4280 71.7570
3 AlemanhaAlemanha 5/6 13.5000 12.6870 18.0830 15.6660 7.9160 67.8520
4 ItáliaItália 5/7 10.2500 11.3750 15.4280 11.5710 6.2140 54.8380
5 PortugalPortugal 4/6 7.9280 6.7850 10.0000 18.8000 6.8330 50.3460 subiu 1 posições  1
6 FrançaFrança 5/6 6.9280 11.0000 15.0000 10.7500 6.6660 50.3440 desceu 1 posições  1
7 RússiaRússia 4/6 11.2500 9.7500 6.1660 10.9160 5.9160 43.9980
8 UcrâniaUcrânia 4/6 4.8750 16.6250 5.8000 10.0830 5.0830 42.4660
9 HolandaHolanda 4/5 5.0000 6.3330 9.4160 11.1660 7.6000 39.5150
10 GréciaGrécia 3/5 7.5000 6.5000 7.9000 7.6000 4.8000 34.3000 subiu 1 posições  1
11 TurquiaTurquia 2/4 9.7500 7.0000 7.6000 4.6000 4.8750 33.8250 desceu 1 posições  1
12 BélgicaBélgica 4/5 4.5000 4.5000 8.7000 4.6000 7.1000 29.4000 subiu 1 posições  1
13 DinamarcaDinamarca 2/5 5.1250 8.2000 4.4000 6.7000 2.7000 27.1250 desceu 1 posições  1
14 SuíçaSuíça 2/5 6.2500 2.9000 5.7500 5.9000 4.1000 24.9000 subiu 2 posições  2
15 ÁustriaÁustria 3/4 3.2000 2.2500 9.3750 4.3750 5.6250 24.8250 subiu 4 posições  4
16 ChipreChipre 2/4 2.6660 6.3330 4.2500 3.1250 6.6250 22.9990 subiu 4 posições  4
17 IsraelIsrael 3/4 2.3750 1.7500 7.2500 4.6250 4.7500 20.7500
18 EscóciaEscócia 1/4 10.2500 1.8750 2.6660 3.6000 2.1250 20.5160 desceu 3 posições  3
19 República ChecaRepública Checa 1/4 5.1250 2.3750 4.1000 3.5000 4.7500 19.8500 desceu 1 posições  1
20 CroáciaCroácia 1/4 3.6660 4.3330 3.0000 4.1250 3.7500 18.8740 subiu 2 posições  2
21 RoméniaRoménia 4/6 2.6000 2.6420 6.0830 3.1660 3.8330 18.3240 desceu 7 posições  7
22 BielorrússiaBielorrússia 1/4 1.8330 4.0000 3.3750 5.8750 3.1250 18.2080 subiu 1 posições  1
23 PolóniaPolónia 2/4 1.6660 5.0000 2.1250 4.5000 4.8750 18.1660 subiu 1 posições  1
24 SuéciaSuécia 1/5 5.4000 2.5000 2.5000 2.6000 2.7000 15.7000 subiu 4 posições  4
25 EslováquiaEslováquia 1/4 2.1660 5.0000 2.5000 3.0000 2.3750 15.0410
publicado por carlitos às 15:12

NOTÍCIAS DO SC BRAGA DO DIA 24/11
«Agora é mais fácil ganhar» - Vandinho
 Por Pascoal Sousa

A última vez que o SC Braga ganhou no Estádio do Dragão o FC Porto vivia um quadro de instabilidade parecido com o actual, pese a vitória dos portistas, ontem, na Ucrânia ter desanuviado o ambiente. Foi há quase sete anos: um bis de João Tomás e um golo de Wender conduziram os arsenalistas a sensacional triunfo por 3-1 no palco azul e branco, que custou o lugar a Victor Fernandez. Do plantel liderado por Leonardo Jardim, nenhum jogador viveu as emoções deste jogo que os adeptos bracarenses guardam num canto especial da memória. 

Vandinho estava lá e até foi um dos melhores em campo. O antigo capitão do SC Braga, agora a jogar no Al-Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, recomenda aos amigos que deixou no grupo «que aproveitem o momento do FC Porto para ganhar no Dragão.» 

A Bola
Dragão reserva poucas recordações positivas
Paulo Machado

No Sporting de Braga, está em 'marcha' a deslocação ao Estádio do Dragão, tendo em vista o duelo com o FC Porto, sob o desígnio de combater os números da história, amplamente favoráveis aos ‘azuis-e-brancos’. Em 55 jogos realizados para o campeonato na casa do FC Porto, o Sporting de Braga apenas venceu por três ocasiões. O saldo das contas é muito desequilibrado, com os portistas a deterem 45 vitórias e, pelo meio, surgem sete empates. 

A última vitória do Braga no Estádio do Dragão, para o campeonato, aconteceu na época de 2004/05, sob o comando de Jesualdo Ferreira. E nenhum dos jogadores desse tempo permanece em Braga. O avançado João Tomás, actualmente no Rio Ave, foi o herói da partida ao marcar dois golos a Vítor Baía. 
Wender, que durante vários anos r epresentou o Sporting de Braga, também deixou a sua marca nessa partida, confirmando a vitória por 1-3, numa época em que o Sporting de Braga se destacou no campeonato.
Os outros dois triunfos do Braga em casa do FC Porto remontam a épocas mais longínquas. Na temporada de 1969/70, o Sporting de Braga triunfou por 1-2 em pleno reino do Dragão, mas a primeira vitória remonta já a 1948, quando triunfou por 1-0, ainda no antigo Campo da Constituição.
À margem dos jogos do campeonato, o Braga alcançou mais uma vitória no reduto do FC Porto. Aconteceu na época de 2001/02, quando eliminou os portistas nos quartos-de-final da Taça de Portugal (1-2), estava Manuel Cajuda no comando da equipa bracarense. Dados a ter em conta, para serem contrariados pelos comandados de Leonardo Jardim.
Correio do Minho
Salino em nova defesa
jardim obrigado a adaptações 


Autor:  ANTÓNIO MENDES 

Não há duas sem três e neste caso específico é bem verdade. Leonardo Jardim vê-se obrigado a mexer novamente no sector defensivo, concluindo domingo, no Dragão, um autêntico tirocínio de confrontos com os três grandes sempre a adaptar elementos à defesa. Neste caso as alterações são bem mais significativas, pois, além de manter Salino adaptado a defesa-direito, há que voltar a usar Paulo Vinícius na esquerda, abrindo novamente espaço para a entrada de Douglão no eixo da defensiva.

No fundo, a defesa que vai tentar travar o ataque do FC Porto é praticamente a mesma que bloqueou as ofensivas do Benfica até ao golo de Rodrigo, no Estádio Axa. É só tirar o lesionado Baiano e incluir o compatriota brasileiro que foi novidade em Alvalade, na saída da Taça.

Não deixa de ser curiosa esta fina ironia do destino, pois na fase em que mais necessitava de consistência defensiva, Leonardo Jardim teve sempre de “inventar” um novo bloco, mas a grande verdade é que a equipa mantém o estatuto de melhor defesa da Liga Zon Sagres, agora alargado a um verdadeiro doce, pois o Sp. Braga é a equipa que menos golos sofreu até ao momento nos 15 principais campeonatos europeus.
Record
Lucro na austeridade 
B.C./P.R. 

Perante os números do Braga na Liga ZON Sagres, pode falar-se em rendimento máximo garantido. É que a equipa treinada por Leonardo Jardim não precisa de marcar muito para amealhar os pontos necessários para ocupar os lugares cimeiros da tabela. 

Com 13 golos em dez jornadas, os arsenalistas somam, nesta altura, 19 pontos e ocupam a quinta posição, apesar de apresentarem apenas o sétimo ataque mais concretizador do campeonato, atrás, por esta ordem, de FC Porto (25), Sporting (24), Benfica (23), Marítimo (16), Académica e Guimarães (ambos com 14). 

Para se perceber ainda melhor esta particularidade bracarense, basta olhar para os principais campeonatos da Europa: Espanha, Inglaterra, Itália, Alemanha e França. Senão, vejamos: dos cinco primeiros classificados dos países mencionados, apenas uma equipa suplanta o Braga neste capítulo. Sem grande surpresa, mora no 'Calcio', a Udinese. 

A equipa treinada por Francesco Guidolin contabiliza tantos golos marcados como os arsenalistas (13), mas conquistou ainda mais pontos (21), o que perfaz uma média, de pontos por golo, superior: 1,62 contra 1,46 da formação bracarense. 

Do leque de equipas analisadas aqui, a que mais se aproxima deste par é o Newcastle, de Inglaterra, cujo registo apresenta 18 golos e 25 pontos. Em Portugal, o Marítimo também sabe fazer render os remates certeiros como poucos: leva 16, já tem 21 pontos e ocupa o quarto lugar. 

Esta característica 'italiana' do Braga tem explicação também, é claro, nos poucos golos que sofre: apenas quatro, pelo que tem a defesa menos batida da Liga. 


Carlão com bola 

Afastado da competição desde o jogo com o 1º de Dezembro, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, para cumprir um programa de reforço muscular; Carlão foi a grande novidade da dupla sessão de treinos do Braga. O avançado emprestado pelos japoneses do Kashima Antlers já se aproxima dos índices físicos desejáveis e teve luz verde para se exercitar com bola, sob a orientação do técnico-adjunto Miguel Mota, sendo, porém, improvável a sua disponibilidade para o "assalto" ao Estádio do Dragão do próximo domingo. Já o trinco Vinícius, reintegrado no grupo no treino de terça-feira, continua a trabalhar sem restrições e queixas. Com Elderson castigado, em virtude da expulsão em Alvalade, as restantes baixas dos minhotos são Nuno André Coelho, Ukra, Imorou, Custódio, Zé Luís e Baiano. O lateral-direito é o único parado. 


Leonardo Jardim telefonou a Kanu em Agosto 

Se o desejo bastasse, Kanu estaria realmente próximo do Braga. Farto de viver sozinho na Bélgica, onde a família não se adaptou, regressando ao Brasil, o central quer aproveitar a janela de transferências de Janeiro para deixar o Standard de Liège e admite que o Braga seria uma boa opção, embora não saiba ainda como contornar a questão de ter contrato até 2015 e um salário astronómico (40 mil euros mensais) em relação ao que é praticado no clube minhoto. A verdade é que já em Agosto Leonardo Jardim projectava incluir o central no plantel para 2011/12. "Chegou a telefonar-me a convidar-me para ir para Braga", contou. As negociações entre os dois clubes estagnaram, mas o defesa ainda não perdeu a esperança. "Seria um prazer voltar a trabalhar com o Leonardo Jardim, uma pessoa que me ajudou muito no Beira-Mar e que me fez crescer como jogador. Tudo pode acontecer... como pode não acontecer", comentou. 
O Jogo
Sorteio da Taça da Liga “piscou o olho” ao Braga 

O Sporting Clube de Braga mede forças com Nacional da Madeira, Portimonense e Penafiel na Taça da Liga, enquanto o Vitória de Guimarães terá pela frente Benfica, Marítimo e Santa Clara. Gil Vicente e Moreirense estão no mesmo grupo, juntamente com Sporting e Rio Ave. A fase de grupos tem início marcada para os dias 2 e 3 de Janeiro. 
Diario do Minho
Chipciu referenciado


É o mais recente nome a entrar na esfera de interesse do SC Braga, mas, neste caso, para a próxima época. Alexandru Chipciu, 22 anos, extremo do Brasov, duas vezes internacional pela Roménia, poderá ser reforço dos minhotos em 2011/2012.

Desejado pelo Steaua, Dínamo e Rapid, os mais impor-tantes clubes do país, Chipciu há muito que é seguido pelo SC Braga e poderá ter chegado o momento de o clube luso atacar de vez o alvo, que está ligado ao Brasov até 2015. 

A BOLA
publicado por carlitos às 15:07

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

4

11
12

13
18
19

20
21
25

28
29
30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds