...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Sexta-feira, 06 de Maio, 2011

 

 

Hugo Viana: «Braga e Porto estão de parabéns»

Médio do Sporting de Braga comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0). O jogador já disputou uma final europeia com a camisola do Sporting

Hugo Viana, médio do Sporting de Braga, comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0). O jogador já disputou uma final europeia com a camisola do Sporting:
«Sp. Braga e o F.C. Porto estão de parabéns. Não tínhamos este objectivo no final da época mas acho que todos os trabalhadores do Braga estão de parabéns, esta cidade pode ser pequena mas também faz coisas grandes. O jogo com o D. Kiev, em que aguentámos com dez, fez-nos acreditar mais. Chegamos à final e agora queremos ganhar. Estas rivalidades são boas para o futebol, desde que as pessoas se respeitem. Já falei com o Miguel e o Custódio sobre a outra final em que chegámos, com o Sporting, mas esta é uma sensação incrível, pela capacidade de superação desta equipa.»

 

Meyong: «Não temos medo de ninguém»

Sp. Braga-Benfica, 1-0 (reportagem) Avançado camaronês dá o favoritismo ao F.C. Porto, mas não se rende na luta pela Liga Europa

Meyong, avançado do Sp. Braga, em declarações na zona mista após a vitória sobre o Benfica por 1-0:
«Ainda temos um terceiro lugar para segurar e uma final para ganhar. Não temos medo de ninguém. Nunca fomos favoritos e voltamos a não ser. O F.C. Porto é grande equipa e favorito, mas não quer dizer que ganhe. Vamos a Dublin para ganhar e não para participar. Comecei a época a não ser inscrito na Liga dos Campeões e acabo a jogar a final da Liga Europa. Sempre trabalhei. Tenho enorme prazer em jogar no Braga.»

 

Miguel Garcia e a final com o Sporting: «Esta sabe melhor»

Miguel Garcia, Lateral do Sporting de Braga comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0). O jogador já disputou uma final europeia com a camisola do Sporting

«Hoje, uma vez mais, demonstrámos a qualidade da nossa equipa. Acho que é uma vitória inteiramente justa pelo que fizemos hoje e na Luz. Quero deixar um grande agradecimento aos adeptos que nos têm apoiado ao longo da época. Conseguimos o mais difícil que era o golo e provámos uma vez mais que, quando queremos, não sofremos golos. Agora, se chegámos à final, porque não ganhá-la? Chegar a esta final é diferente, porque o Sporting é uma equipa de nível europeu, enquanto no Sp. Braga ninguém acreditava, só nós. Soube-me muito melhor desta vez.»

 

 

Mossoró: «Soube a vingança, roubaram-nos o título»

Médio comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0)

Márcio Mossoró, do Sporting de Braga, comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0):
«Hoje passámos todos o teste do coração. No final estava um pouco ansioso, olhava para o relógio e ele não andava. Soube a vingança por tudo o que aconteceu no ano passado, roubaram-nos o título, ficámos a cinco pontos e agora nós tirámos o Benfica de uma final importante. Agora é a final e vamos dar tudo para conquistar esse troféu. Foi um jogo limpo, um jogo bom e o mais importante é que saímos vitoriosos.»

 

Kaká, defesa do Sporting de Braga, comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0):
«Até para falar é complicado, é difícil descrever a alegria que todos estamos a viver. Estamos todos felizes. Alcançámos um objectivo em que muitos não acreditavam. Para se sair vitorioso nos grandes jogos, é preciso estar disposto a sofrer. Aguentámos a pressão dos minutos finais. Vamos com toda a motivação possível, já provamos que temos uma grande equipa e podemos lutar pelo título. Para nós, é bom que continuem a olhar para nós de forma diferente, é bom que se esqueçam de nós e joguem o favoritismo para o outro lado. Hulk e Falcao são dois grandes jogadores mas não assustam.»

 

Quim, guarda-redes que saiu do Benfica e reforçou o Sp. Braga esta temporada, antes de contrair uma grave lesão, comentou desta forma o apuramento da formação arasenalista para a final da Liga Europa:
«Felizmente o esforço do plantel foi inexcedível. Temos de dar os parabéns a todos por uma campanha como esta. O Braga estar na final é para mim o mais importante. Fomos avançando nesta campanha e fomos pensando que seria possível. O que se passou no final do jogo? Não foi comigo, não sei de nada. Acho que o segredo é sobretudo o trabalho. Como referi no início, isto contado ninguém acredita. Agora há a final, onde não há favoritos, temos de fazer o que fizemos hoje. Benfica? Sobre o Benfica não falo.»

 

 

Pinto da Costa: «Benfica seria adversário mais fácil»

Presidente do F.C. Porto lembra que já ganhou duas vezes na Luz esta época e uma no Dragão por goleada.

Pinto da Costa, presidente do F.C. Porto, em declarações no final do encontro com o Villarreal:

«Fiquei feliz pelo Sp. Braga, pelo seu presidente, que é meu amigo, pelo Domingos, que também o é. Mas isto é em termos afectivos. Do lado desportivo seria mais fácil para nós o Benfica. Porquê? Já lhes ganhámos duas vezes na Luz, já ganhámos na Supertaça e o Benfica, para nós, este ano, foi sempre mais fácil.»

[Sobre os festejos exuberantes no El Madrigal] «Os jogadores festejaram a passagem do F.C. Porto, até porque já estavam no balneário quando souberam que o adversário seria o Sp. Braga. Mas também admito que tenham festejado pelo Braga.»

[Final de Dublin] «Numa final não há favoritos, será sempre para ganhar.»

[Sobre a notícia de «Marca», que dava conta de um jantar do árbitro da primeira mão com dirigentes dos dragões] «Tentaram dizer que o F.C. Porto desconfia do José Mourinho como fonte da Marca, mas é falso. Somos amigos e o José Mourinho é um grande senhor.»

[Cobiça a Falcao] «Já estamos a arranjar um cadeado para o prender.»

 

 

 

 

 PRESTAÇÃO DESTAQUE DOS JOGADORES:

Alan fez um jogo extraordinário. Foi o melhor em campo, seguido de perto por Hugo Viana, Custódio, Artur Moraes e Rodríguez

Alan (8 jogos, 2 golos na Liga Europa)
A recepção perfeita de uma bola descontrolada, junto à área do Benfica, elucida toda a confiança exalada pelo futebol deste brasileiro. Alan finta, Alan cruza, Alan recupera, Alan exaure quem o vê jogar. Luta titânica com Maxi Pereira e, depois, Fábio Coentrão. Não se encolhe um milímetro, não se atemoriza com a força do contrário, antes provoca o confronto. E sai muitas vezes a ganhar. Íamos jurar tê-lo visto a ganhar bolas de cabeça na grande área do Sp. Braga. Exemplar.

Custódio (6 jogos, 1 golo)
Quem o viu e quem o vê. Já não é um jogador meramente de sentido posicional, estático, passivo até. Estica o raio de acção, aposta em movimentos verticais, apoia regularmente e, acima de tudo isso, ganha influência crescente nos lances de bola parada. Belo golpe de cabeça a levar à loucura o Estádio AXA. Vandinho é a alma mater da equipa, mas com a boa actuação de Custódio poucos terão lamentado a ausência do capitão.

 

Hugo Viana (8 jogos)
Brilhante visão periférica, tremenda capacidade de passe, influência obrigatória na cobrança de livres e cantos. Os atributos do costume elevados ao quadrado numa noite de inspiração. Dom da ubiquidade, movido por um entusiasmo recuperado ao longo dos últimos meses. A pedra de toque na organização de jogo arsenalista. Rendimento constante, provavelmente merecedor de um regresso à Selecção Nacional. É dele a assistência para o golo de Custódio.

 



Artur Moraes (8 jogos)
Esqueçam o protótipo de guarda-redes sul-americano. Artur não é espalhafatoso, excêntrico e evita as cores garridas no equipamento. Sólido, concentrado, muito frio, mais parece vindo do norte da Europa. O Sp. Braga saiu claramente a ganhar com a saída de Felipe para o Flamengo. Três ou quatro intervenções decisivas e eficazes. A melhor? Aos 80 minutos, a remate de Nico Gaitán. Transmite confiança a todo o sector defensivo.

Alberto Rodríguez (6 jogos)
O homem certo para os trabalhos de limpeza na hora de defender. Classe pura, em contraponto com o estilo mais rudimentar, embora útil, de Paulão. Heróico na entrega, na percepção de cada bola pelo ar, acertadíssimo na intercepção e na abordagem às jogadas sobre a relva. A braçadeira de capitão assenta-lhe como uma luva.

 

 

 Actualizado a 5 de Maio

A brilhante campanha das equipas portuguesas nas provas da UEFA prossegue em 2010/11, com Portugal a garantir o sexto lugar no ranking e duas equipas na final da Liga Europa, assinando o melhor desempenho de sempre. Um contexto que relança a pergunta: qual é a equipa que mais tem contribuído para a tendência de recuperação?

Ranking UEFA: Portugal pode ser o melhor da época

Os números abaixo deixam a resposta: o F.C. Porto surge em primeiro lugar, à frente do Benfica. O Sporting vem a seguir, com o Sp. Braga em clara aproximação aos leões. Dragões e águias contribuem com mais de metade dos pontos (55 por cento), mas o Sp. Braga já vale quase um quinto do total.

Há mais seis equipas a pontuar nos últimos cinco anos, mas o seu contributo não chega a sete por cento do total.

Total dos últimos cinco anos: 51.196
Contributo nos últimos cinco anos:

F.C. Porto: 15,219 (29,7%)
Benfica: 12,936 (25,3%)
Sporting: 10,241 (20,0%)
Sp. Braga: 9,667 (18,9%)
Nacional: 0,916 (1,7%)
Marítimo: 0,800 (1,6%)
U. Leiria: 0,500 (1,0%)
P. Ferreira: 0,393 (0,8%)
V. Setúbal: 0,309 (0,6%)
V. Guimarães: 0,214 (0,4%)

2010/11
Total*: 92 pontos a dividir por 5 equipas (18.400)
F.C. Porto=28 (5,600)
Sp. Braga=25 (5,000)
Benfica=22 (4,400)
Sporting=13 (2,600)
Marítimo=4 (0,800)
*Em actualização

2009/10
Total: 60 pontos a dividir por 6 equipas (10.000)
Benfica=20 (3,333)
F.C. Porto=19 (3,167)
Sporting=14 (2,333)
Nacional=5,5 (0,916)
P. Ferreira=1,5 (0,250)
Sp. Braga=0 (0)

2008/09
Total: 47,500 pontos a dividir por 7 equipas (6.785)
F.C. Porto=16 (2,285)
Sp. Braga=14 (2,000)
Sporting=12 (1,714)
Benfica=3 (0,429)
V. Guimarães=1,5 (0,214)
V. Setúbal=1 (0,143)
Marítimo=0 (0)

2007/08
Total: 55,500 pontos a dividir por 7 equipas (7.928)
Sporting=17 (2,428)
F.C. Porto=14 (2,000)
Benfica=13 (1,857)
Sp. Braga=7 (1,000)
U. Leiria=3,5 (0.500)
P. Ferreira=1 (0,143)
Belenenses=0 (0)

2006/07
Total: 48,500 pontos a dividir por 6 equipas (8.083)
Benfica= 17,5 (2,917)
F.C. Porto= 13 (2,167)
Sp. Braga= 10 (1,667)
Sporting= 7 (1,166)
V. Setúbal= 1 (0,166)
Nacional= 0

Portugal lidera ranking UEFA de 2010/11

Ranking UEFA | 2011-05-05



 







 

Com a passagem de FC Porto e Braga à final da Liga Europa Portugal garantiu o primeiro lugar no ranking UEFA de 2010/11, mas falhou o assalto ao quinto posto do ranking global de países, lugar ocupado actualmente pela França. Independentemente do resultado das duas finais europeias que faltam, Portugal não sairá do primeiro lugar de 2010/2011, à frente de Inglaterra, Espanha e Alemanha.

Actualmente com 18.400 pontos, Portugal somará ainda 2 pontos na final da Liga Europa independentemente do resultado do encontro entre Braga e FC Porto, e mesmo que a vitória sorria ao Man. United na final da Liga dos Campeões a Inglaterra (2ª) não conseguirá alcançar a pontuação portuguesa. Já no ranking global, Portugal falhou por muito pouco a subida ao 5º posto, e está neste momento a menos de 0.500 pontos da França, mas somará no máximo 0.400 pontos na final de Dublin, insuficientes para ultrapassar os gauleses.

Quanto ao ranking de equipas de 2010/11, o FC Porto ocupa a 5ª posição, enquanto Braga e Benfica estão empatados na 9ª posição, seguidos de Sporting (32º) e Marítimo (68º). O ranking é liderado pelos dois finalistas da Liga dos Campeões, Man. United em primeiro e Barcelona em segundo, posições que vão manter-se qualquer que seja o resultado em Wembley. No ranking global, liderado também pelo Man. United, o FC Porto manteve a 9ª posição, o Benfica é 17ª, o Sporting 25º e o Sp. Braga 28º.

Confira aqui tudo sobre o ranking UEFA. 

 

 

P Em prova2006/07 +2007/08 +2008/09 +2009/10 +2010/11 +Coef.Época 09/10
1 InglaterraInglaterra 1/7 16.6250 17.8750 15.0000 17.9280 18.3570 85.7850
2 EspanhaEspanha 1/7 19.0000 13.8750 13.3120 17.9280 17.9280 82.0430
3 AlemanhaAlemanha 0/6 9.5000 13.5000 12.6870 18.0830 15.6660 69.4360 subiu 1 posições 1
4 ItáliaItália 0/7 11.9280 10.2500 11.3750 15.4280 11.5710 60.5520 desceu 1 posições 1
5 FrançaFrança 0/6 10.0000 6.9280 11.0000 15.0000 10.7500 53.6780
6 PortugalPortugal 2/5 8.0830 7.9280 6.7850 10.0000 18.4000 51.1960 subiu 3 posições 3
7 RússiaRússia 0/6 6.6250 11.2500 9.7500 6.1660 10.9160 44.7070 desceu 1 posições 1
8 UcrâniaUcrânia 0/6 6.5000 4.8750 16.6250 5.8000 10.0830 43.8830 desceu 1 posições 1
9 HolandaHolanda 0/6 8.2140 5.0000 6.3330 9.4160 11.1660 40.1290 subiu 1 posições 1
10 TurquiaTurquia 0/5 6.1000 9.7500 7.0000 7.6000 4.6000 35.0500 subiu 1 posições 1
11 GréciaGrécia 0/5 4.6660 7.5000 6.5000 7.9000 7.6000 34.1660 subiu 1 posições 1
12 DinamarcaDinamarca 0/5 6.1250 5.1250 8.2000 4.4000 6.7000 30.5500 subiu 3 posições 3
13 BélgicaBélgica 0/5 4.7000 4.5000 4.5000 8.7000 4.6000 27.0000 subiu 1 posições 1
14 RoméniaRoménia 0/6 11.3330 2.6000 2.6420 6.0830 3.1660 25.8240 desceu 6 posições 6
15 EscóciaEscócia 0/5 6.7500 10.2500 1.8750 2.6660 3.6000 25.1410 subiu 1 posições 1
16 SuíçaSuíça 0/5 4.1000 6.2500 2.9000 5.7500 5.9000 24.9000 desceu 3 posições 3
17 IsraelIsrael 0/4 6.0000 2.3750 1.7500 7.2500 4.6250 22.0000 subiu 3 posições 3
18 Rep. ChecaRep. Checa 0/4 5.7500 5.1250 2.3750 4.1000 3.5000 20.8500
19 ÁustriaÁustria 0/4 1.5000 3.2000 2.2500 9.3750 4.3750 20.7000
20 ChipreChipre 0/4 1.7500 2.6660 6.3330 4.2500 3.1250 18.1240 subiu 1 posições 1
publicado por carlitos às 01:45

Remates:
SCB: 8 | SLB: 10

Cantos:
SCB: 4 | SLB: 8

   
O Sp. Braga está na final de Dublin! O golo de Custódio aos 19 minutos garantiu o passaporte para a final onde irá defrontar o FC Porto. A equipa da casa soube segurar a vantagem durante a segunda metade. O Benfica tentou chegar ao golo, mas nunca teve arte para construir futebol suficiente para ultrapassar a defesa da casa.
90+5'
O árbitro Martin Atkinson apita para o final da partida
 
Artur Moraes vê o seu 2º amarelo na prova (8 jogos)
90+5'
Cartão amarelo para Artur Moraes (Sp. Braga)
90+4'  
Os adeptos bracarenses fazem a festa e esperam pelo apito final...
90+3'
Benfica: Alan Kardec cabeceia após cruzamento de Jara e ganha o canto...
 
Luisão vê o seu 1º amarelo na prova (8 jogos)
90+2'
Cartão amarelo para Luisão (Benfica)
90'
O árbitro dá mais 5 minutos
88'
Benfica: Alan Kardec cabeceia já muito perto da linha de golo com Paulão a conseguir o corte. Grande ocasião para o Benfica novamente com origem em Coentrão na esquerda!
 
Hélder Barbosa participa no seu 5º jogo na prova (3ª vez em que actua como suplente utilizado)
87'
Sp. Braga
Entra: Hélder Barbosa
Sai: Meyong
 
Felipe Menezes participa no seu 4º jogo na prova (4ª vez em que actua como suplente utilizado)
87'
Benfica
Entra: Felipe Menezes
Sai: Saviola
85'
Sp. Braga: Custódio remata com muito perigo num lance semelhante ao de Hugo Viana, com Roberto novamente a defender para canto!
84'
Sp. Braga: Hugo Viana remata rasteiro e muito forte com Roberto a defender para canto!
 
Alan Kardec participa no seu 3º jogo na prova (3ª vez em que actua como suplente utilizado)
81'
Benfica
Entra: Alan Kardec
Sai: Carlos Martins
80'
Benfica: Luisão cabeceia nas alturas com a bola a sair ao lado do poste. Saviola tenta emendar ao 2º poste mas sem sucesso.
 
Kaká participa no seu 7º jogo na prova (3ª vez em que actua como suplente utilizado)
80'
Sp. Braga
Entra: Kaká
Sai: Márcio Mossoró
80'
Benfica: Nico Gaitán remata com muito perigo para defesa de Artur para canto. Bom remate do esquerdino depois de parar a bola no peito.
76'  
Os nervos vão crescendo nos jogadores do Benfica que não conseguem construir jogadas de ataque. O Sp. Braga está a controlar a partida e a jogar com o cronómetro.
 
Fábio Coentrão vê o seu 2º amarelo na prova (8 jogos)
75'
Cartão amarelo para Fábio Coentrão (Benfica)
 
Leandro Salino participa no seu 8º jogo na prova (2ª vez em que actua como suplente utilizado)
73'
Sp. Braga
Entra: Leandro Salino
Sai: Lima
72'
Artur Moraes (Sp. Braga) está lesionado
71'
Benfica: Fábio Coentrão aparece na cara de Artur, mas o guardião faz bem a mancha e acaba por limpar o lance!
69'
Benfica: Cardozo bate muito por cima da barra!
68'  
Livre perigo a favorecer os encarnados em posição frontal para a baliza de Artur...
64'  
O Benfica teve dois lances perto da baliza do Sp. Braga, mas acaba por não conseguir espaço para o remate.
62'
Sp. Braga: Márcio Mossoró finta dois adversários e entra na área encarnada, mas não consegue o remate diante de Roberto.
60'
Benfica: Franco Jara tenta o remate em arco de muito longe e bola passa a rasar o poste! Muito perigo na baliza de Artur Moraes.
 
Paulão vê o seu 2º amarelo na prova (6 jogos)
60'
Cartão amarelo para Paulão (Sp. Braga)
 
Maxi Pereira vê o seu 3º amarelo na prova (8 jogos) e fica fora da final caso o Benfica consiga o apuramento.
59'
Cartão amarelo para Maxi Pereira (Benfica)
 
Franco Jara participa no seu 6º jogo na prova (4ª vez em que actua como suplente utilizado)
58'
Benfica
Entra: Franco Jara
Sai: César Peixoto
57'
Sp. Braga: Lima cobra um livre directo em posição frontal por cima da barra da baliza de Roberto
56'
Benfica: Maxi Pereira remata de fora da área, mas a bola sai muito ao lado da baliza de Artur
55'  
Cruzamento muito perigoso de Gaitan, com Artur a defender com uma sapatada para fora da área.
53'  
O Benfica continua sem soluções para chegar junto da área do Sp. Braga...
 
César Peixoto vê o seu 1º amarelo na prova (6 jogos)
50'
Cartão amarelo para César Peixoto (Benfica)
48'
Benfica: Saviola atrapalha-se dentro da área e acaba por perder tempo de remate quando estava em muito boa posição.
46'
Começou a 2ª parte
   
O golo de cabeça de Custódio dá a vantagem à equipa da casa ao intervalo que coloca os minhotos na final de Dublin. A melhor oportunidade dos encarnados foi a bola no ferro de Saviola que podia ter dado o empate já nos minutos finais. Espera-se uma segunda parte intensa no estádio Axa.
45+2'
Acabou a 1ª parte.
45+2'  
Cruzamento perigo de Maxi Pereira, com Artur a antecipar-se a Cardozo e a segurar a bola.
45'
O árbitro dá mais 2 minutos
44'  
Dois cruzamentos consecutivos para os encarnados a terminar com falta de Luisão sobre Artur Moraes.
41'
Benfica: Saviola remata ao poste de Artur depois de assistência de Cardozo. Coentrão tenta a recarga, mas muito por cima da barra!
38'
Benfica: Nico Gaitán remata à entrada da área, mas contra o corpo de Rodriguez. Os encarnados reclamam mão do defesa do Braga.
32'
Benfica: Javi García teve uma grande oportunidade para fazer o golo, mas não conseguiu batar Artur Moraes e, à segunda, enviou a bola para a bancada!
31'  
Cardozo e Carlos Martins não conseguem rematar para a baliza com a boa a rodear a área bracarense.
30'
Sp. Braga: Sílvio remata com muito perigo com a bola a sair bem perto do poste direito de Roberto. Muito perigo para o Braga.
29'  
Cruzamento de Hugo Viana com Luisão a cortar para fora da área. Na insistência, novo livre perigoso para a equipa da casa...
24'  
O Benfica tenta reagir à desvantagem, mas nota-se algum desacerto na manobra ofensiva.
   
Canto cobrado do lado esquero do ataque do Braga, com Custódio a subir nas alturas e a desviar para o fundo da baliza. Roberto não teve hipóteses.
 
Custódio marca o seu 1º golo na prova (6 jogos)
19'
GOLO Sp. Braga: Custódio marca!
15'
Benfica: Carlos Martins cobra um livre directo e obriga Artur a defender para canto.
11'
Sp. Braga: Lima desvia um cruzamento tenso de Miguel Garcia, com a bola a passar perto da baliza de Roberto
10'
Benfica: Luisão cabeceia nas alturas, mas a bola sai à figura de Artur Moraes.
8'  
Primeiro cruzamento com algum perigo pertenceu ao Sp. Braga com Luisão a cortar para canto.
 
Os adeptos bracarenses fazem-se ouvir no apoio à sua equipa!
4'
O Benfica está há 35 jogos consecutivos a marcar golos. Por outro lado, sofreram também nas últimas 16 partidas.
 
Sílvio vê o seu 2º amarelo na prova (8 jogos)
3'
Cartão amarelo para Sílvio (Sp. Braga)
1'
Começou a partida
 
Titulares

Média de Idades:
SCB: 27,82 | SLB: 26,45

Média de Altura:
SCB: 180,64 cm | SLB: 182,00 cm

Média de Peso:
SCB: 75,55 kg | SLB: 74,91 kg
 
As equipas perfilam-se no relvado!
   
No Benfica não há surpresas, com Jorge Jesus a fazer alinhar a equipa em 4x4x2. Gaitán aparece no onze inicial, substituindo Pablo Aimar que está castigado.
   
No Sp. Braga, Custódio substitui o castigado Vandinho no meio campo, enquanto Mossoró aparece como titular por troca com Salino, habitual titular na Liga Europa.
 
Já há onzes oficiais!
   
Neste momento, é provável que os treinadores tenham a vida facilitada nas respectivas palestras, porque uma única palavra chega para motivar as equipas: Dublin. É a meta, é o sonho, é o objectivo. Mas antes de Dublin, na antiga Bracara Augusta, há um jogo decisivo. E quando um golo faz toda a diferença...
   
É que se o Sp. Braga marcar primeiro faz mais do que empatar a eliminatória: passa para cima nas contas finais. O golo apontado na Luz pode, então, valer ouro aos guerreiros arsenalistas. Mas se, porventura, é o Benfica quem activa o placar, Domingos Paciência vai ter uma tarefa hercúlea pela frente: a de recuperar animicamente os seus para o resto de uma partida sem falhas e com, pelo menos, dois golos, para igualar a corrida dos encarnados.
   
Sporting de Braga e Benfica voltam a encontrar-se esta quinta-feira para um escaldante duelo futebolístico. Depois de um equilibrado 2-1 na primeira mão, a favor dos lisboetas, desta vez o resultado é mesmo definitivo e oferece a um deles outra deslocação europeia, a Dublin, à final da Liga Europa. E pode ser apenas um golo a fazer toda a diferença esta noite...
 
SC BRAGA
1
28
18
19
30
4
48

Uma noite em que os deuses jogaram por Domingos

Ponto prévio: o Sp. Braga foi feliz em diversos momentos do jogo com o Benfica. Mas isso faz parte e tudo somado a equipa de Domingos mareceu o apuramento para a primeira final europeia do clube.

Sim, o Benfica também poderia estar em Dublin. Mas este Benfica anda a dar a sensação, há semanas, que faz tudo em esforço. Parece fatigado. Gasto, talvez seja a palavra exacta. E por isso sem grandes soluções, sem a convicção de muitas outras noites.

O Benfica que termina a época é aquele que sofre sempre um golo. Pelo menos um. E como esta noite não marcou (ao contrário do que, confiante, previa Jorge Jesus), ficou pelo caminho.

O mérito do apuramento do Sp. Braga para a final é sobretudo de Domingos Paciência, o treinador. Depois do que fez na época pasada, poucos acreditavam que conseguiria melhor. Pois bem, está feito. Pode terminar no terceiro lugar da Liga e leva o clube ao lugar mais alto da sua história.

Para Domingos, depois de Dublin será o momento certo para sair. Se chegar a entrar em Alvalade, acrescentará ao Sporting confiança, fé e valor, que indiscutivelmente já provou ter.

Domingos Paciência não hesita na hora de optar entre o terceiro lugar na Liga e a vitória na final da Liga Europa. O técnico quer dar um troféu importante ao Sp. Braga. Depois, «o futuro logo se verá».
«O terceiro lugar nunca foi conseguido, mas não nos dá taça nenhuma. Eu quero dar uma taça ao museu do Sp. Braga e é para isso que vou trabalhar.»

Conquistar um troféu será a melhor forma de se despedir de Braga antes de ir para o Sporting?
«A melhor maneira de acabar é vencer o F.C. Porto na final. Seria a maior satisfação da minha carreira. O futuro logo se verá. No sucesso lembro-me dos momentos menos bons. Quando cheguei a Braga disse que queria fazer ainda melhor e fui criticado por muitos. Disseram que eu não era o pai desta equipa e isso entristeceu-me. Levanto-me todos os dias às sete da manhã para vir trabalhar. É gratificante estar a viver este momento. Senti-me injustiçado, mas não guardo rancor a ninguém.»

Já falou com Jorge Jesus?
«No Estádio da Luz cumprimentámo-nos e o Jorge Jesus disse-me até quinta. Respondi-lhe lá estaremos. Hoje ainda não falamos. Quero enviar-lhe um grande abraço. Compreendo aquilo que está a sentir. O Benfica é muito grande e respeito-o totalmente. Vencer o Benfica só valoriza o nosso trabalho.»

 

Domingos Paciência reconheceu haver um sabor a vingança neste triunfo sobre o Benfica. O treinador do Sp. Braga lembrou o sucedido na partida da época passada a contar para a Liga, quando Vandinho e Márcio Mossoró foram expulsos e alvo de uma longa suspensão.

«Sim, há algum sabor a vingança. Ironia do destino, o Vandinho fez um golo na Luz. Esse jogador que o ano passado esteve três meses sem jogar. E o Mossoró merecia marcar hoje. Enfim, reconheço que tivemos alguma sorte em alguns momentos. Ainda assim, há alguma justiça na nossa qualificação. Fomos a equipa com mais problemas, entre lesões e castigos. Tivemos de recorrer muitas vezes ao Vizela para compor o banco de suplentes. Agradeço aos jogadores aquilo que estou a viver.»

O que disse aos jogadores no final?
«Os deuses estiveram connosco. No final do jogo disse aos meus jogadores que só nós sabemos aquilo que temos passado.»

Na final acha que vão estar as duas equipas que mais merecem?
«É possível ganhar a final, apesar de termos um adversário muito forte do outro lado. Pelo percurso de ambas é uma final justa. O F.C. Porto teve uma grande supremacia e marcou muitos golos ao longo da prova; o Sp. Braga eliminou muitas equipas fortes e dava a sensação que nunca convencia os derrotados. Celtic, Sevilha, Dínamo Kiev, Liverpool. Merecemos ir a Dublin.»

O Sp. Braga nunca sofreu golos em casa para a Liga Europa¿
«O 1-0 reflecte a nossa imagem. Somos uma equipa organizada, solidária e guerreira. Marcar na Luz foi importante e percebemos que podíamos passar. Os jogadores estavam convencidos que iam ganhar. Antes do jogo disse ao meu plantel que íamos ganhar 2-0.»

 

Artur: «Sempre acreditámos na final»

Guarda-redes do Sp. Braga depois da vitória sobre o Benfica

Artur, guarda-redes do Sp. Braga, em declarações à SIC, depois da vitória sobre o Benfica (1-0) que qualificou a equipa minhota para a final da Liga Europa:

«Somos um grupo de jogadores que sempre teve a ambição de chegar à final. Sempre acreditamos, hoje fizemos uma grande partida, temos de comemorar. Não fui o único responsável, tinha mais dez correndo e esforçando-se. Eu dei só minha ajuda e minha qualidade, todos fizemos por o merecer».

[E agora vem o F.C. Porto na final, como vai ser?]
«Espero que seja um bom jogo de futebol para todos que vão a Dublin. Vamos encarara o jogo com o objectivo de vencer».

 

 

Alan, avançado do Sp. Braga, em declarações na zona mista após a vitória sobre o Benfica por 1-0:

«Dever cumprido. Estar na final é um momento único para o Sp. Braga. Tudo pode acontecer. Ninguém acreditava nesta equipa. Chegar ao final da Liga Europa é o momento mais alto da minha carreira. Mais alto do que ter sido campeão nacional pelo F.C. Porto.»

 

Médio marcou o golo solitário que qualificou o Sp. Braga para a final da Liga Europa

Custódio, o autor do golo solitário que apurou o Sp. Braga para a final da Liga Europa, em declarações à SIC, depois do triunfo decisivo sobre o Benfica (1-0), no jogo da segunda mão da meia-final:

«Antes de mais, não sou herói nenhum, somos um grupo de heróis. Todos os que ficaram no banco e na bancada também são heróis. Agora, não há palavras para descrever este sentimento. É a continuidade de uns meses de recuperação que fizemos com um grupo fantástico de jogadores e dedicar esta vitória a todas as famílias que nos apoiaram nos momentos difíceis. Querer ganhar a final é legítimo da nossa parte, mas vamos ter um grande Porto pela frente. Não há segredo nenhum, somos uns verdadeiros guerreiros. Agora vamos festejar, sabendo que temos um jogo domingo. Vamos festejar com responsabilidade. Para mim, o mais importante é dizer que a minha carreira é feita a pulso. Costumo dizer que me doem os pulsos de tanto escalar».

 

publicado por carlitos às 01:36

 

O Braga eliminou esta noite o Benfica nas meias-finais da Liga Europa, ao vencer a segunda mão por 1-0 em Braga, no estádio Axa. Será a primeira final europeia para os arsenalistas, onde irão defrontar o FC Porto. A ocasião era histórica para Braga e Benfica, na decisão do finalista da Liga Europa, mas só os bracarenses entenderam hoje o momento único que tinham pela frente e venceram os encarnados por 1-0. O golo solitário de Custódio, aos 18', chegou para dar a volta ao 2-1 sofrido pelos arsenalistas na primeira mão e apurar para a final da Liga Europa. Mas jáantes Sílvio á passagem do 15º minuto teve o golo nos seus pés quando viu a bola passar acentímetros da baliza de Roberto.

 O Braga entrou mais pressionante na partida, intimidando e remetendo o Benfica à sua área. O assédio ofensivo não se reflectia em grandes oportunidades, mas, fiel à sua imagem, não foi preciso esperar muito para os arsenalistas gritarem golo. Aos 18', na primeira grande oportunidade, Custódio cabeceia para o golo, na sequência de um canto. O primeiro perigo do Benfica teve como protagonista Coentrão, mas Artur opos-se com uma defesa espectacular, só mesmo no final da primeira parte o "frissom" foi maior com uma bola ao poste a remate de Saviola.. O 1-0 resistiu até ao intervalo e quando se esperava uma reacção encarnada em busca do empate, o Braga segurou a ofensiva frouxa e sem garra do Benfica. A entrada de Jara pouco tempo depois não mudou grande coisa, apesar dos esforços do argentino. O Benfica tentou impor maior domínio, mas raramente conseguiu assentar o seu jogo. Sem as suas transições rápidas, os encarnados não foram capazes de criar perigo para a baliza de Artur. O guardião brasileiro apenas teve de se esforçar para conter o remate de Gaitán, aos 79'. De resto, os bracarenses mostravam-se confortáveis perante o jogo e espreitavam cada vez mais o contra-ataque, onde obrigaram Roberto a duas boas defesas já nos últimos minutos. Antes também os benfiquistastiveram oportunidades de marcar, mas quando não era Artur era a defesa que salvava o 1-0, como aconteceu quando Paulão já perto do minuto 90 salvou sobre a linha de golo um golpe de cabeça de Kardec depois de um remate de Cardozo.

 Todavia, como Domingos Paciência tinha alertado, o 1-0 era suficiente e assim se verificou. Depois de Lech Poznan, Liverpool, Dinamo Kiev e Benfica, o SC Braga está por direito próprio na final da Liga Europa.  

 

 

Eufórico, o treinador do Sporting de Braga diz que a equipa vai a Dublin para conquistar a Liga Europa.

Depois de uma caminhada histórica até à final da Liga Europa, Domingos Paciência quer trazer para a cidade dos arcebispos a Liga Europa, mesmo sabendo que o adversário será o FC Porto.

«Este é um resultado muito gratificante e agora a final é para ganhar. As finais são para ganhar e o Braga provou que o pode conseguir», disse o treinador dos arsenalistas.

 «Somos um grupo de heróis»

O autor do golo dos bracarenses foi herói na Pedreira e agora quer repetir a dose em Dublin.

Custódio marcou o único e decisivo golo do Sporting de Braga frente ao Benfica, na segunda mão da meia-final da Liga Europa, e estava radiante com a conquista de um lugar da final da Liga Europa.

«Somos um grupo de heróis. Não há palavras. É uma alegria imensa. É um grupo fantástico de jogadores e está é uma vitória para dedicar às famílias.»

Quanto à final de dia 18, Custódio diz que o Braga tem possibilidades de surpreender o FC Porto.

«É legítimo querermos ganhar e é uma ambição que temos. Somos verdadeiros guerreiros e é esse o segredo deste resultado. Agora vamos festejar.»

 

  

Salvador: «Está lançado o grande Sporting de Braga»

Presidente do Sporting de Braga comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0).

António Salvador, presidente do Sporting de Braga, comentou desta forma o apuramento da sua equipa para a final da Liga Europa, após uma vitória tangencial frente ao Benfica (1-0):

«Satisfação pelos profissionais, pela equipa técnica e por todo o staff. Também por toda uma cidade e uma região. Quase ninguém pensava que podíamos chegar tão longe mas eu sempre acreditei. Desde Sevilha, disse que a nossa caminhada não terminaria ali. Somos um clube pequeno mas com cultura e cumpridor. Todas as lacunas foram superadas pelo esforço do grupo. Está lançado o grande Sporting de Braga. Tudo começou há seis/sete anos com Jesualdo, depois vencemos a Intertoto com Jesus e agora veio Domingos e atingimos o ponto mais alto. Tudo isto foi planeado. Temos ultrapassado barreiras enormes. As finais não são para se jogar, são para se ganhar. O F.C. Porto é um clube e uma equipa muito grande. Temos de enaltecer o futebol português, tantas vezes criticado. No final da época, falaremos sobre Domingos»

 

 Carga policial em Braga

 

O Sporting de Braga qualificou-se esta noite, num feito inédito, para a final da Liga Europa, depois de ter vencido o Benfica por 1-0.

As forças da autoridade carregaram esta quinta-feira sobre os adeptos do Benfica no final do encontro das meias-finais da Liga Europa de futebol, disputado no Estádio AXA (1-0), em Braga.

Os agentes foram obrigados a entrar na bancada ocupada por adeptos do Benfica numa altura em que estes arremessavam cadeiras para o interior do relvado.

 

Portugal torna-se no 5º país com duas equipas numa final europeia

Liga Europa | 2011-05-06

Jogo 132 entre FC Porto e Braga marcado para Dublin

FC Porto, Sporting de Braga, Liga Europa | 2011-05-05

 Portugal torna-se no 5º país com duas equipas numa final europeia

 Liga Europa | 2011-05-06

FC Porto e Sporting de Braga vão disputar a oitava final da Liga Europa, antes designada Taça UEFA, entre equipas do mesmo país e a 11ª da Europa, se a estas juntarmos o derradeiro jogo da Liga dos Campeões.

Com aquela que será a primeira final 100 por cento portuguesa, Portugal torna-se no quinto país que entra para a lista daqueles que já contaram com duas equipas numa final europeia.

Itália é o país que mais vezes viu duas equipas chegarem à final (1990, 1991, 1995, 1998 e 2003), sendo seguido por Espanha (2000 e 2007), Inglaterra (1972 e 2008), Alemanha (1980) e Portugal (2011).

 Por outro lado, a Juventus, por três ocasiões, é o clube que mais vezes defrontou uma equipa italiana em finais europeias: duas na Taça UEFA e outra, mais recente, na Liga dos Campeões













 

Há apenas registo de dois confrontos em campo neutro entre FC Porto e Sporting de Braga. Ambos aconteceram em finais da Taça de Portugal, que terminaram com vitória azul e branca. Em 1997/98 o FC Porto bateu por 3-1 os arsenalistas, enquanto em 1976/77 a vitória foi por 1-0.

Em 2010/11, os confrontos entre as duas equipas foram também de vitória azul e branca, que no Estádio do Dragão bateu os arsenalistas por 3-2 na quarta jornada da Liga Zon Sagres, num encontro cheio de emoção e incerteza no resultado, enquanto no Estádio AXA o triunfo foi mais claro: 0-2.

O último triunfo do Sporting de Braga sobre o FC Porto data de 19 de Setembro de 2009 e foi disputado na Pedreira, com Alan a marcar o único golo da partida. Os arsenalistas somam três derrotas consecutivas frente ao FC Porto, sendo que apenas venceram uma das últimas nove partidas, enquanto os portistas venceram sete.

No total, em 131 confrontos oficiais entre os dois clubes, o FC Porto superioriza-se de forma clara, vencendo em 92 ocasiões, contabilizando apenas 17 derrotas.

Em Dublin, disputar-se-á o 132º jogo oficial entre os dois clubes. Os bracarenses têm feito história ao longo de duas temporadas, na primeira ao nível interno e na segunda ao nível internacional, e com a vitória sobre o Benfica tornaram-se no clube número 101 a qualificar-se para uma final europeia.

O confronto com o FC Porto será diferente de qualquer outro que tenha sido disputado contra os azuis e brancos. Em jogo estará um troféu, algo bastante aguardado no Minho, mas não é uma taça de uma competição nacional, é a da Liga Europa, a segunda competição de clubes mais importante da Europa.

Para lá chegar, a equipa de Domingos Paciência passou antes, pela primeira vez, pela Liga dos Campeões, onde começou por eliminar o Cetic e o Sevilla. Foi apenas o começo de uma aventura europeia, que teve como pontos altos as vitórias sobre o Arsenal, Lech Poznan, Liverpool, Dynamo Kyiv e, agora, o Benfica.

O percurso do FC Porto foi feito com classe, muitos golos, que passaram a ideia de uma superioridade dos azuis e brancos sobre os adversários. A vitória na eliminatória frente ao Sevilla, pelas dificuldades que os andaluzes criaram, foi o ponto alto da equipa na Liga Europa, que catapultaram a equipa para vitória categóricas e indiscutíveis sobre o CSKA Moskva, Spartak Moskva e Villarreal.

O timoneiro desta equipa, que tem quebrado vários recordes, chama-se André Villas-Boas, que pode tornar-se no treinador mais novo a conquistar uma competição europeia. Para isso acontecer, terá que vencer a equipa orientada por Domingos Paciência, de quem era fã quando o agora treinador do Sporting de Braga era jogador do FC Porto.


 
Europa League UEFA Europa League 2010/2011
2011/05/18, 19:45, Dublin
FC Porto
Futebol Clube do Porto
 vs 
Sp. Braga
Sporting Clube de Braga
     
Estádio
Rep. Irlanda Dublin Arena
 
 

Quadro completo (Meias-Finais - Mão 2):

MF 05/05 Sp. Braga Portugal 1-0 Portugal Benfica video  19' Custódio
MF 05/05 Villarreal Espanha 3-2 Portugal FC Porto video  17' Cani, 75' Joan Capdevila, 80' (g.p.) Giuseppe Rossi; 42' Hulk, 48' Falcao

UEFA Europa League 2010/2011: veja aqui tudo sobre a edição

 

publicado por carlitos às 00:31

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab



15
18
19

22



ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds