...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Quinta-feira, 05 de Maio, 2011

Custódio heads Braga into maiden European final

SC Braga 1-0 SL Benfica (agg: 2-2, Braga win on away goals)
Custódio's first-half header sent Braga through to the final, where they will face FC Porto, despite late pressure from the visitors.
 

SC Braga overcame SL Benfica 1-0 on the night, and on away goals over the two legs, to reach the UEFA Europa League final in Dublin.

Domingos Paciência's team progressed to the first all-Portuguese UEFA final – the northern club's debut on such an elevated stage – through a combination of Custódio's first-half header and the away goal scored by captain Vandinho, suspended here along with Benfica's Pablo Aimar, seven days earlier. Having restored parity in the tie, Braga bravely resisted everything Jorge Jesus's side threw at them to book a meeting with FC Porto.

As in the Liga table, where one place separates the two clubs, there was little between them here. Lima's cross required the headed intervention of Benfica captain Luisão to keep out Mossoró. Lima himself was on the end of an even better ball from right-back Miguel Garcia but could only poke it over. Benfica's best early sighter was a Carlos Martins free-kick that goalkeeper Artur palmed behind, yet the clue to the first goal came in Braga's quality service from the flanks.

When Hugo Viana's delivery extracted the maximum from a corner won by Albert Meyong's persistence, defensive midfielder Custódio rose highest to head powerfully towards the top-right corner. One-nil to the Arsenalistas. Braga's next threat came disguised as innocuous, Viana's set piece being taken short for Miguel Garcia to scuff a shot centimetres wide.

The danger to Braga was target man Óscar Cardozo and on the half-hour Javi García and Javier Saviola both nearly profited from one of his many knock-downs. Artur saved well in each case. Largely, though, centre-backs Paulão and Alberto Rodríguez dealt with the menace of Benfica's first-leg match-winner. Instead, Benfica's closest moment of the first period came when Cardozo went wide and crossed for Saviola to strike against the inside of a post. Fábio Coentrão turned the rebound over.

The determined attack led by Coentrão and César Peixoto, and almost finished by Savioa, moments after half-time pointed to the determination of Benfica – UEFA Cup runners-up in 1983 – to reach their first continental final since the 1990 European Champion Clubs' Cup. Artur stretched to keep Nicolás Gaitán's centre from Cardozo. Mossoró's splendid run into the visitors' box had Braga's fans on their feet, before Coentrão had them on tenterhooks until Artur beat Benfica's fleet-footed left-back to a through ball.

However, with tension levels rising inside this picturesque stadium, the suspicion remained that the home crowd's Irish flags were tempting fate. Artur saved well from Gaitán. Luisão nodded the resulting corner just wide. Then Paulão cleared off the line from Eagles substitute Alan Kardec. After Viana and Custódio so nearly made it safe, the referee's final whistle did precisely that.

 

 

SC Braga's success over the past two seasons has resulted in a swell of support for the northern club from across Portugal, according to coach Domingos Paciência.

Whether this originated from the Arsenalistas' unsuccessful duel with SL Benfica – against whom they must overturn a 2-1 deficit in the second leg of their UEFA Europa League semi-final – for the Liga title last season, Paciência is not quite sure. What he is certain of, however, is that people nationwide have taken the team to their hearts following what has been the best campaign in the Minho side's 96-year history.

"Last season was very important," he told UEFA.com. "I felt, apart from the Braga fans, that a nation was supporting Braga. I don't know if it was because we were [competing] against Benfica, because Benfica are a club which has millions of fans, but I felt Braga united many people."

Though Braga will not replicate their runners-up finish of 12 months ago, they are third with two league games remaining, Paciência feels that support has only been strengthened by Braga's European exploits. "This year that has happened again," he said. "People are happy about what Braga have been doing. At a national level I feel there is great affection for this team, for what it has done."

What Paciência's team have done is reach the semi-finals of a UEFA competition for the first time, having started the season with a debut appearance in the UEFA Champions League group stage, accounting for seasoned European campaigners Liverpool FC and FC Dynamo Kyiv en route to the last four.

The campaign, says the former Portugal striker, has been a testing one. "Starting the season very early and then playing in the third qualifying round, the play-offs and then the group stage wasn't just demanding in physical terms, but also psychologically because the players had never participated in the Champions League."

Whatever happens in the second leg at the Estádio Municipal de Braga, whether it is Braga or Benfica who will travel to Dublin for the final on 18 May, Paciência and the supporters can look back on 2010/11 with a huge amount of satisfaction.

"The image is that of a warrior-like team, a team that works, and that also helps the people to remember what football can actually be," added the former FC Porto player. "A team that works can have success − that leaves me with pride in a certain way, for being the leader of this team and for feeling that these fans, in this city, are living through unique moments in their history. It makes me proud that I am the one that is leading this team."

 

 

publicado por carlitos às 22:30

 

Já está!

O sonho que toda a cidade de Braga, os Braguistas e grande parte dos portugueses! Queriam que se tornasse realidade, aconteceu mesmo.

Íncrivel a mescla de emoções: gritos de gverreiros, de paixão, lágrimas emotivas e de alegria a escorrerem pelas faces das muitas pessoas que no estádio ou em suas casas, nas ruas e nos cafés deram asas á sua felicidade e extravasaram todo um leque de sensações jamais vividas. Como escrevera alguns "post" atrás se alguém contasse que esta equipa do SC Braga esta época iria estar numa final europeia era certamente chamada de louca, lunática e de estar completamente maluca, e ainda por cima capazes de rirem de escárnio, mas a verdade é que esta equipa que mora na cidade minhota de Braga estará na final da Europa League com o FC Porto, em Dublin. A mesma equipa que é capaz de se sobrepor a si mesma, capaz de fazer de um jogo a felicidade de uma vida aos seus adeptos ou darem um espectáculo para que nunca restem dúvidas sobre esse triunfo, com posse de bola, show de bola, rendilhados capazes de pôr a cabeça em água ao adversário, tudo sob uma táctica e uma vara de condão de Domingos Paciência que em duas épocas levou o clube ao Olimpo, conquistou lugares cimeiros ou fases finais jamais imaginadas por altura, por exemplo da equipa dos "300" já nessa altura constituída por óptimos valores.

  Hoje já se pode referir que a nível interno o lugar mais alto é o de vice-campeão nacional e a nível internacional a final da Europa League (para já...) A mesma Equipa está a ser falada aos quatro ventos e pelos quatro cantos do planeta, muitos de forma estupefacta e admirada mas dando os parabéns a uma equipa humilde, que luta qual guerreiro fazendo juz ao seu nome, assente numa camaradagem e pelas atitudes que exteriorizam um bom ambiente de balneário, uma magnifica camaradagem. Também de parabéns está toda a massa associativa, adeptos e simpatizantes que jamais abandonaram a equipa estiveram nas recepções, nos festejos e mesmo quando as coisas pareciam "feias" fincaram pé colocaram os corações ao alto e gritaram para a equipa ter forças e esperança, para não esmorecer. Mal qual quê. Jamais se vislumbrou uma sombra de deficit físico ou psicológico, mesmo quando tinha de se recorrer a atletas do satélite Vizela. Sempre acreditaram que a equipa estaria na final. Qual adivinhos, ou mediuns, a profecia concretizou-se, esta equipa está com todo o mérito na final e agora ninguém pode ter a ousadia de evitar que tal como os portistas também eles sonham com o erguer da taça com os festejos maiores e capazes de serem os responsáveis (em parte já o são) pela maior felicidade da nação braguista de sempre. Erguer aquele "canecão" (chamemos-lhe assim pela comunidade brasileira do grupo).

 Daqui a 15 dias, a 18 de Maio na capital da Irlanda estarão duas equipas portuguesas e só por esse facto já devemos estar satisfeitos. Agora venha daí um último fôlego, uma última corrida um passe ou cruzamento e finalmente um golo que nos leve aos céus que faça saltar o coração duma emoção essa indiscritivel masque será até ao último dia dasnossasvidas recordado com muitaemoção,paixão e ORGULHO.

 

P.S: Será que Jorge Jesus alguma vez chegou a pensar que volvidos 2 anos de ter trocado o Sp. Braga pelo Benfica vindo para o seu lugar Domingos Paciência, seria a sua ex-equipa a derrotá-lo na meias-finais da Europa League e a obrigado a dizer adeus á sua última oportunidade de salvar a época?

Que tudo iriam ser favas contadas como a questão do golo que sempre iriam marcar no Axa. Pois. Ficou-se pela intenção pois no Axa a muralha foi inexpugnável:Zero. Zero golos sofreu Artur e seus colegas de defesa na "Pedreira". Aprende-se com os erros e que sempre é necessário humildade quer seja em tempos de vitória como em tempos de derrota. Que tenha aprendido a lição CAR

publicado por carlitos às 22:28

Braga está totalmente mobilizada para o jogo desta noite entre os Guerreiros do Minho e o Benfica, que pdoerá dar aos arsenalistas uma presença inédita na final da Liga Europa. A rádio Antena Minho dá voz à esperança dos bracarenses.
 
Sp. Braga-Benfica: só falta pintar o céu de vermelho

 

 Início de noite tremendamente especial no Minho. Perto de 30 mil pessoas nas bancadas, espiões dos quatro cantos da Europa, um milhão de receita directamente para os cofres arsenalistas, tire partido da sua experiênciaO título é excessivo, naturalmente. Ajuda a perceber, porém, o entusiasmo que toma conta da cidade de Braga e do Estádio AXA, em particular. Duas equipas trajadas a vermelho cerimonial, bancadas a encher em cada segundo que passa, festa e mais festa para a segunda-mão das meias-finais da Liga Europa.

 

É um dia especial, não há como esconder. Nas imediações do recinto são várias as faixas de incentivo aos Guerreiros do Minho. «100% Braga», «Façam história», «Quem não sente, não entende», «Dublin minhoto» são apenas algumas das tarjas de ânimo minhoto.

 

O entusiasmo estende-se à corrida pelos bilhetes. Está confirmada a melhor lotação da temporada, com casa quase esgotada. A meio da tarde faltavam vender pouco mais de mil bilhetes. 30 mil pessoas, ou perto disso, e uma receita a rondar um milhão de euros. Esfregam as mãos de contentamento os dirigentes da SAD bracarense.

 

Pormenor curioso à margem do jogo. O elenco encabeçado por António Salvador convidou todos os clubes portugueses dos escalões profissionais para assistir ao jogo. Todos? Não, o Vitória de Guimarães ficou de fora desta gentileza. As relações institucionais entre os emblemas, pura e simplesmente, não existem.

 

Dos quatro cantos há espiões para todos os gostos e feitios. Manchester United, Chelsea, Everton, Tottenham, Arsenal, Mónaco, Villarreal, Corunha, Real Madrid e Borussia Dortmund são apenas alguns dos emblemas representados no estádio. Há mais. Curiosidade épica em redor deste duelo lusitano para a Europa ver.

 

Resta referir que o Benfica terá o apoio de dois mil adeptos, em números redondos. O emblema da Luz tinha direito a cinco por cento da lotação do estádio, mas à Luz chegou um número de ingressos superior a essa equação.

 

Agora, jogue-se à bola. Dublin aguarda um dos candidatos.

 

 

As duas equipas contam nas suas fileiras com vários jogadores que já marcaram presença em finais europeias.

O sonho comanda esta noite a vida de Braga e Benfica. As duas equipas entram em campo com Dublin no horizonte, onde se disputará a 18 de Maio a final da Liga Europa, depois de uma inédita meia-final 100 por cento portuguesa. E faltam apenas 90 minutos e a confirmação do FC Porto para se realizar o desígnio da primeiro final lusitana numa prova da UEFA.

Para os bracarenses será uma estreia absoluta, caso consigam inverter a derrota de 2-1 da primeira mão. Para os encarnados, a passagem à final marca o regresso aos jogos decisivos na Europa, cerca de 20 anos após a última etapa do longo curriculum europeu do clube, que conta oito finais (duas vitórias na Taça dos Campeões Europeus).

Apesar desta realidade, a verdade é que as duas equipas ‘escondem’ nos seus plantéis diversos jogadores com experiência nestes jogos.

César Peixoto (FC Porto, 2003 e 2004), Pablo Aimar (Valência, 2004), Saviola (Sevilha, 2006) e Salvio (At. Madrid, 2010) são o expoente do Benfica em finais, com a curiosidade de todos terem feito a festa no fim destes jogos.

Do lado do Braga, a história de Miguel Garcia, Custódio e Hugo Viana não teve o mesmo final feliz. Em 2005, o trio arsenalista integrava a formação do Sporting que saiu derrotada em pleno estádio José Alvalade pelo CSKA Moscovo, por 3-1, na final da Taça UEFA.

Esta noite, apenas uma equipa poderá sorrir e continuar a alimentar o sonho de um feito único. Braga e Benfica defrontam-se hoje no estádio Axa, às 20h05, na segunda mão da meia-final da Liga Europa.

tags:
publicado por carlitos às 21:20

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab



15
18
19

22



ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds