...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Sábado, 30 de Janeiro, 2010

Sp. Braga vence Sporting e põe adversários em sentido!

 

Era com enorme expectativa que se esperava por este jogo que opunha o actual líder ao 4º classificado com 12 pontos a separá-los. E era neste facto numérico que residia a maior dose de esperança por parte do adepto bracarense: em ver o SCB vencer e então 15 pontos a separar as duas equipas em direcção ao triunfo final no campeonato que se á partida para este jogo já era algo difícil de alcançar por parte dos comandados de Carlos Carvalhal depois da derrota tornaria o feito em algo… impossível de alcançar tornando a corrida ao ceptro nacional numa corrida a três o que desde já assinala um novo feito para os bracarenses: estão prestes a bater a melhor classificação de sempre que é o 4º lugar. Mas neste momento pensar no lugar mais baixo do pódio é lisonjeiro para o Porto e Benfica pois o SCB é neste momento a equipa que merece vencer a Liga por tudo e mais alguma coisa. Desde já pelo facto de em 17 jornadas conseguir liderar em … 16 e na única que não comandou foi devido ao goal avarage e não por ter menos pontos que Benfica! Depois, porque tem orçamento muito menor em relação aos opositores directos e porque é a equipa com menos golos sofridos com os melhores artistas em jogo… Mas acima de tudo porque é das três equipas a que mostra maior regularidade e não fora o desaire no terreno do eterno rival e nesta altura estaríamos a falar duma equipa invicta com toda a razão de ser pois jamais mereceu perder aquela partida. Mas enfim. De volta ao jogo contra o Sporting:
Foi um jogo muito táctico e bonito de seguir, forte de emoções com duas equipas comandadas por treinadores jovens e que são o verdadeiro e justo rosto da nova vaga de treinadores que nada receiam em nome do espectáculo. No jogo, assistiu-se a uma primeira meia hora á italiana com as equipas muito compactas e unidas.
O SC Braga mostrou mais uma vez coração e jogo de campeão, com mais do mesmo: rigor, muito forte no colectivo com Mossoró á cabeça bem seguido por H. Viana Alan, Vandinho  e Paulo Sérgio. Transições rápidas, bastante compacta e solidária que continuam a ser os pontos fortes desta equipa. No jogo de ontem que marcou o terceiro triunfo sobre os três grandes em pleno Axa, realce para um elevado número de faltas a favor do SCB que trouxe constante perigo para as redes de Patrício em livres sempre superiormente cobrados por H.Viana.
Este facto fazia, porém com que houvesse constantemente quebra no ímpeto atacante da equipa na maior parte das vezes através de ataques efectuados quer por Mossoró quer por Alan sem dúvida os obreiros da maioria dos ataques mas também pela dor de cabeça para os defensores leoninos. Como disse D.Paciencia no final foi uma vitória do querer assente nas oportunidades criadas valorizadas pelo golo de Paulo César á passagem dos 31 minutos.
Aliás o golo foi o corolário de uma primeira parte com todos os ingredientes que constam de uma bela partida de futebol que punha frente a frente o líder e o quarto classificado. Emoção velocidade transições rápidas nos corredores com evidente supremacia para o miolo bracarense bem guardado por Vandinho e Viana que impediam que a bola chegasse a zonas proibidas e perigosas da defesa que podiam resultar em lances de golo. Mais uma vez ficou patente a coesão defensiva bem assente no bom entendimento entre os seus pares: Moisés e Rodriguez de volta ao onze inicial e se dúvidas haviam a volta de F. Oliveira elas cada jogo que passa vão sendo dissipadas havendo quem diga com razão que J.Pereira já foi esquecido. Algum exagero ou não a verdade é que o número 27 bracarense tem dado boa conta do recado a par de Evaldo efectuando com este constantes ataques sem nunca descurar a defesa. No bom caminho, sem dúvida!
A segunda parte assistiu-se a uma contenção por parte do SCB pois cabia aos sportinguistas a iniciativa do jogo sempre controlado pela defensiva da casa. Com o passar dos minutos pensava-se com toda a justiça nos 15 pontos que podiam figurar a partir do final da partida entre as duas equipas. Um tremendo fosso jamais visto em termos de 1ª Liga por parte dos bracarenses com este poderio a poder ser ainda mais evidente durante o mês de Fevereiro onde, comparados os calendários duma e de outra equipa é evidente o maior grau de dificuldade para os da segunda circular onde vão ter de medir forças com os 2 eternos rivais e se estes dois jogos resultarem em derrota ou perda de pontos contra as possíveis vitórias dos bracarenses que vão ter opositores menos fortes então o fosso pode cifrar-se em …. 19 ou 21 pontos… é obra!!!!
Temos agora um jogo a meio da semana a contar para os quartos de final da Taça de Portugal, contra o Rio-Ave onde se pede mais uma vez a força dos guerreiros do Minho de molde a chegarmos às meias-finais e desse modo ficarmos mais perto do Jamor. E que bonito seria juntar o campeonato á Taça. Depois de um hiato de 44 anos sem qualquer troféu interno (pois o ano passado vencemos a taça intertoto e pelo meio uma vitória na taça F.P.F e um campeonato da II divisão) a verdade é que se pode fazer jus ao provérbio “não há fome que dê em fartura”.
Venham daí eles que nós não nos importamos.
E já se pensa na romaria até ao Jamor.

 

música: we are the champions
tags:
publicado por carlitos às 16:20

Segunda-feira, 25 de Janeiro, 2010
 
 
Passam hoje seis anos sobre o desaparecimento do jogador húngaro Miklos Feher que enquanto jogador do SCBraga foi um dos melhores avançados que vi jogar com a camisola daquele clube.


E ao mesmo tempo fez parte de uma das melhores equipasdo SCBraga. Lindas triangulações e jogadas gizadas por ti e por Emilson ou Rivas sempre com a baliza em ponto de mira.


Um dia que serve para recordar primeiro com mágoa, dor e tristeza tudo o que se viu e viviu depois dessa fatidica noite de domingo em pleno relvado do Afonso Heniques e perante as camaras da Sportv e depois, com muita alegria pela mesma razão que nos fez sonhar e sorrir enquanto jogador do SCBraga. Entre os muitos golos que marcaste pelo MEU clube jamais esquecerei o que apontaste contra o Salgueiros no ja também ele desaparecido velhinho estádio Vidal Pinheiro na vitória por 4-3.


Nesse teu cantinho peço-te que puxes a brasa para a minha sardinha e pede aí a alguém que faça do Braguinha campeão, se possível já este ano.


Fica na saudade,  com este poema que escrevi poucos dias depois de tua morte, para juntar a umafoto que ainda hoje tenho em meu quarto em formato quadro/retrato da saudade, numajusta homenagem ao jogador e sobretudo ao Homem:


O teu sorriso


Último


Ficará


Para sempre


Na lembrança


Daqueles que te


Recordam


Como Homem


Numa passagem


De soslaio

 

Pela vida.


Em que aquele


Sorriso

 

Saberá


Sempre


Compensar


A tristeza


Dum Domingo qualquer


Para Todo


O Sempre.

tags:
publicado por carlitos às 18:16

pactofactual

publicado por carlitos às 17:43

 

Realizou-se ao principio da tarde de hoje o sorteio para os jogos dos quartos de final da Taça de Portugal que ditou dois confrontos entre equipas da Liga. O SCBRAGA vs Rio Ave e o Porto vs Sporting.

Os outros dois jogos que completam o quadro são o que vai opor Paços de Ferreira ao secundário D. Chaves e finalmente o também último representante do terceiro escalão, o Pinhalnovense contra a Naval. Se mandasse a teoria estariamos desde já a pensar nas meias finas a opor Bracarenses a Portistas e no outro jogo, Pacenses a Navalistas. Se mandasse o coração gostava de ver na meias finas um SCBraga vs FCPorto e Pinhalnovense vs Chaves para puder sonhar com uma final 100% nortenha e bem nortenha pois seria bonito de ver o SCBRAGA disputar a final em pleno Jamor com o Chaves e dar a possibilidade dos transmontanos representarem Portugal na UEFA, por força de o SCBRaga ter vencido uma semana antes desta disputa a Liga Portuguesa que terminou com 72 pontos com mais 6 do que o segundo, o FCPorto (a final do Jamor será a 16 de maio enquanto que a 30ª jornada e última da Liga acontece uma semana antes, a nove de maio). Deixem o homem sonhar pois só assim se conseguem sonhos bonitos de serem contados.

publicado por carlitos às 17:17

 

Dada a natureza do jogo em que o SCBraga estava desde já arredado das meias-finais desta taça, o treinador D. Paciência optou, em boa hora por dar outra forma á equipa, oferecendo minutos de jogo a jogadores que costumam ser “segundas opções” e até a juniores e neste último caso acertou a cem por cento nas suas escolhas pois recaiu sobre Guilherme que ainda tem o estatuto de júnior as despesas e as luzes do jogo. Jogou, fez jogar e numa posição que não lhe é familiar e para a qual urge arranjar substituto – médio defensivo para o lugar de Vandinho-
Quanto ao jogo apesar de ter entrado mal os arsenalistas aos poucos começaram a tomar conta dos acontecimentos e ao fechar a primeira parte depois de darem a volta ao resultado já venciam por 3-1com os golos a serem apontados por R. Bastos e por Peña em que constituíram estreias a marcar golos e por Matheus naquele que foi o 3º golo em tantos jogos. O quarto golo, para não fugir á regra foi também uma estreia para o seu autor, Paulão, o que vem a alargar ainda mais o leque de jogadores que já fizeram gosto ao pé ou cabeça, nesta época.
Devido às nove estreias na equipa que iniciou o jogo podia-se esperar pouco entrosamento entre linhas o que realmente não veio a verificar-se muito por culpa, talvez, dos golos que iam surgindo nas melhores alturas e que em muito veio contribuir para que se passasse á frente no que a leitura de jogo diz respeito. Por isso estão de parabéns os jogadores que estiveram á altura do jogo que tinha de terminar em vitória para o SCB não sair desta competição a 0 (zero) o que originaria uma média nada condizente com o que se tem construído até agora quer na Liga quer na Taça de Portugal.
Assim ficou bem visível que ao contrário do que disseram muitas vozes da oposição ainda recentemente e para os arautos de que em Portugal só os três da vida airada podem ser campeões: temos banco e temos juniores, ou seja, temos um futuro que será brilhante e já a curto médio prazo. Sim. Muitos serão responsáveis pela inscrição a letras de ouro pela mais brilhante página dos 89 anos de clube (feitos no passado dia 19): conquista para além do quarto lugar, o que vai originar o lugar mais cimeiro conseguido até hoje e para além disso outros recordes ou feitos que certamente também vão surgir até 9 de Maio, dia em que termina a Liga, e que por ser dia de meus anos, vai ajudar á festa. Estou a lembrar-me, por exemplo da defesa com menos golos sofridos, maior número de pontos, maior nº de vitórias quer na totalidade, quer seja em casa ou fora…
 Enfim. O melhor da festa, acredito ainda está para vir. É uma questão de meses e para desespero dos estômagos mais sensíveis daqueles que estão habituados a escrever ou falar apenas dos três habituais ao título aterem desta vez de abrir um parêntesis (e que parêntesis!!!). Mas para isso que se vão salvaguardando as farmácias nos stocks de “kompensans” “guronsans” ou “rennies”

 

publicado por carlitos às 17:13

Sexta-feira, 22 de Janeiro, 2010

 
 
O Sp. Braga segue em frente na taça de Portugal depois de ter vencido na passada quarta-feira, dia 20 de janeiro, o Freamunde por 3-1. Tratou-se por isso de uma óptima prenda de anos (o clube fizera 89 anos no dia anterior) e que faz com que os arsenalistas sonhem por mérito próprio com a desejada e inusitada "dobradinha" até esta época algo raro por estas bandas do Minho. E sabe tão bem estar a correr atrás de algo mais que a UEFA (reparem só neste comenário, como se UEFA já não fosse bom, será que também nós adeptos estamos com mentalidade vencedora? Só tem de ser pois a isso nos vão habituando e meus senhores ainda bem que assim é, ainda bem que aconteceu um dia em que acertamos com um Presidente pois a partir desse momento a fasquia só teve tendência a subir, época após época) algo que trás valor acrescentado a este plantel.


 

Com um carreira irrepreensivel na Liga onde em 16 jornadas comandou em 15 delas e na única em que não esteve em primeiro na tabela é porque estava em igualdade pontual com o Benfica, mas este estava em vantagem pela diferença entre golos marcados e sofridos (goal avarage), pois ainda não se tinham defrontado. Depois dessa jornada foi sempre " a comandar" e a verdade é que já lhe tomou o gosto e queira Deus seja dificil de ser destronado desta posição cimeira. Depois da Liga, a Taça onde ja "despachou" o também Sporting, o da Covilhã por uma bola azero com golo de Matheus mesmo ao cair do pano, depois seguiu-se o Setúbal com a equipa da Liga a ser vencida por 3 bolas a zero, com os golos a serem marcados pelos "3 emes": Meyong, Moisés e Mossoró e por último a equipa da cidade capital do móvel ( a par de P.Ferreira ou não fosse do mesmo concelho) e dos galos capões.


 

Num terreno já por natureza dificil, mais ficou pelas condições inaceitáveis em que se jogou sobre o tapete verde (?) bastante pesado com muitas peladas muito por culpa da muita chuvaque tem caído na zonanorte e onde era dificil praticar o futebol rendilhado tão do gosto dos arcenalistas. E a realçar esse facto o nulo registado até à entrada nos últiomos 20 minutos. Até aí mormente a supremacia do SCB a verdade é que ao contrário do que tem acontecido em muitos jogos, o Braga estava a ser perdulário por demais ou se quisermos não acontecia a rentabilidade face ao binómio oportunidades/golos. Curioso foi constatar que depois do terceiro golo se o jogo tivesse mais uma dezena de minutos por certo assistiamos a uma goleada das antigas. Caso para perguntar: por onde andaram os jogadores naqueles quase 60 minutos?


 

Não querendo ser pretencioso a verdade é que pode ser mais uma "marca registrada" mais "um vicio" desta equipa que calejada pela posição de líder já consegue vencer os níveis de ansiedade e só aguardam pelo momento de desferir o "golpe fatal", que felizmente acontece a maior parte das vezes.


 

Nota de realce pela positiva para F.Oliveira que a cada jogo que passa nota-se mais solto e desinibido ao ponto de, depois de oferecer, também já marcar golos. Oferecendo a esta equipa mais um recorde. Será por ventura o grupo que mais jogadores tem que já experimentaram o "orgasmo do golo" como diria o goleador Fernando Gomes. Neste momento, em todas as competições, deixando de lado por ventura um ou outro caso que goza de pouca utilização no tapete verde (estou a lembrar-me de Osvaldos, Peñas e companhia), á excepção do "habitué" Rodriguez, todos os outros já fizeram gosto ao pé ou á... cabeça.


 

Como escrevia antes, trata-se de mais uma performance ao já de si alargado rol de recordes ou feitos nesta época que está a ser a todos os niveis duma beleza nunca antes conseguida.


 

Com o fim de semana, vem aí uma oportunidade única e de ouro de pôr jogadores menos utilizados a jogar para anotações que podem vir a ser preciosas para a equipa técnica comandada por D. Paciência. Face á impossibilidade de ir mais além nessa competição ( a apelidada taça da cerveja) e para além desse leque de jogadores fica a expectativa de ver pela primeira vez em acção as mais valias adquiridas nesta abertura do mercado, Renteria e L. Aguiar.


 

O jogo terá lugar no estádio Axa, no domingo dia 24 de Janeiro contra a U.Leiria. A ver se conseguimos alguns pontos para não sairmos da taça de mãos a abanar, o mesmo que dizer, sem ponto algum conquistado.


 

Depois de tudo o que temos vindo a fazer nesta cruzada 2009/2010 até parece mal, não é?


 

Lá está mais uma vez a tal mentalidade construida sob o signo das vitórias. Ainda bem!
sinto-me:
música: we are the champions
publicado por carlitos às 21:09

Terça-feira, 19 de Janeiro, 2010

 

Realizou-se no passado domingo mais uma jornada vitoriosa do Sp. Braga rumo á glória que todos queremos aconteça no próximo dia 9 de Maio (por coincidência dia de meus anos, será que vou ter uma prenda MAIOR?) em formato campeão da Liga portuguesa, pela primeira vez no seu historial e por isso mesmo terá um travo doce de ser saboreado e festejado.
 
Antes que isso aconteça, os guerreiros foram até Coimbra defrontar os estudantes em jogo da 16ª jornada, 1ª da segunda volta.
 
Foi um jogo á imagem do sp. Braga desta época assente muito na rentabilidade dos seus ataques agora na forma de 2 golos, o primeiro rubricado por Meyong na marca de 11 metros a castigar derrube de Mossoró na área dos estudantes. Nessa altura os bracarenses já mereciam o golo mormente numa outra grande penalidade não assinalada pelo senhor L.Baptista a castigar derrube sobre o próprio Meyong. Assim, mesmo á entrada para o intervalo o Sp. Braga conseguia uma vantagem importante para enfrentar os segundos 45 m. que mostraram mais e mais ataques dos bracarenses, com maior avalanche neste periodo nomeadamente através de Alan ou Hugo Viana que desperdiçaram soberanas oportunidades. E se na primeira parte o golo surgiu no final o segundo apareceu mesmo a terminar a partida com assinatura de Matheus com um bom remate através de livre directo a castigar mão do guarda-redes Rui Nereu fora da área o que significou a sua expulsão. Como os estudantes nessa altura do jogo já tinham esgotado as 3 substituições da praxe, foi Licá que teve que fazer de nº 1 de nada valendo a tentativa de defesa perante a força do remate do brasileiro. Prémio para um jogador que teima em não conseguir o seu lugar cativo no onze devido em parte á alternância de seu jogo qualitativo mas também pela outra face da moeda: os seus colegas de lugar têm cumprido e mostrado um futebol de encher o olho, pois está no miolo do terreno o segredo do futebol carrocel mágico deste Sp. Braga que tem feito corar de vergonha os arautos da nação elevando o seu futebol a um hino á nossa luta, á nossa vontade de quebrar barreiras e preconceitos nunca se cansando de mostrar o seu real valor em torno de nomes que se vão fazendo á custa de muito trabalho e suor compensado em cada fim de semana dentro das quatro linhas e sempre assente numa base já bastante sólida construida na época passada e bem aproveitada pelo mister Domingos Paciência que continua a desenhar o seu futuro risonho muito por culpa desta equipa que não tem vedetas como aconteceu num passado bem recente mas em que todos remam para o mesmo lado e fazem juz á expressão "a união faz a força". Escreve-se a pouco e pouco páginas separadas numa época de brilhante e que no final vão ser de ouro e tornar-se-ão páginas conjuntas e testemunhas de um percurso histórico e memorável.
 
Logo a seguir o árbitro L.Baptista com mais uma triste actuação no apito, dava por terminado o desafio, que resultou em mais 3 pontos para os arsenalistas e os seus actuais 39 pontos fazem crer que esta época vai-se bater muitos recordes. Desde já o nº total de pontos (o máximo braguista é de 58 pontos) mas também o nº de vitórias, defesa com menos golos sofridos, maior nº de votórias quer em casa quer fora do Axa, melhor classificação de sempre (em qualquer hipótese nunca abaixo do terceiro - a acontecer seria sinal de uma hecatombe- o que equivale a dizer que pela primeiravez sonhamos com a hipótese campeão e champions league.
 
Porque o sonho comanda a vida.
 
Esta quarta-feira esperamos um bom resultado para a taça de Portugal, outra competição que em caso de vitória no Jamor, seria a cereja no topo do bolo.
 
A ver vamos. Para já meus senhores "carpe diem", se faz favor!

 

publicado por carlitos às 23:42

 

Aconselho vivamente a visita a este senhor de nome Vlad Artazov



 

Fotógrafo Checo, que utiliza pregos mais ou menos ferrugentos para provocar a nossa própria imaginação e criar mundos paralelos e imaginativos sempre àparte deste mundo a preto e branco que tantas vezes nos rodeia e que conseguimos identificar de imediato.



 

Deixo-lhes aqui uma pequena maravilha do seu trabalho notável que merece uma visita obrigatória para apreciar a sua galeria completa. Fácil de aceder através de pesquisas na net.

 

Aconselho vivamente a visita a este senhor de nome Vlad Artazov



 

Fotógrafo Checo, que utiliza pregos mais ou menos ferrugentos para provocar a nossa própria imaginação e criar mundos paralelos e imaginativos sempre àparte deste mundo a preto e branco que tantas vezes nos rodeia e que conseguimos identificar de imediato.



 

Deixo-lhes aqui uma pequena maravilha do seu trabalho notável que merece uma visita obrigatória para apreciar a sua galeria completa. Fácil de aceder através de pesquisas na net.

 

publicado por carlitos às 23:37

Sexta-feira, 08 de Janeiro, 2010

 

Uma primeira parte com quase absoluto poderio do SCB que viu logo aos 3 minutos materializada essa vantagem com um golo do médio Vandinho depois de livre superiormente marcado por H.Viana. Assistiu-se depois até a primeira quinzena de minutos duma tentativa fugaz dos madeirenses tomarem rédea do jogo mas a verdade aquela que é das defesas menos batidas da Europa fez jus ao nome inviabilizando perigos para as redes de Eduardo.
 
Até final realce para uma mão cheia de oportunidades desperdiçadas pelos comandados de D.Paciência, a última gizada por Mossoró (dos elementos mais em destaque) com toque de calcanhar a servir F.Oliveira que rematou para defesa apertada de Bracalli. Seria um bom tónico para o novo dono da lateral direita arsenalista que até ao momento não tem comprometido.
 
De uma forma geral a equipa está a dar conta do recado pedindo-se para o segundo período mais incursões de P.César e um maior aproveitamento de Meyong que tem sido perdulário estando na retina um falhanço a passe de Mossoró (mais uma vez) quando o relógio atingia a meia-hora.
 
De resto pelo frio que se faz sentir cujo termómetro estará às portas dos graus negativos mais não se pode pedir para já pois a vantagem pertence aos guerreiros.
 
Esta partida que fechou a primeira volta veio apenas realçar a ideia de que o Sp. Braga era mesmo campeão de Inverno. Com um total de 36 pontos conquistados agora vai assistir de poltrona ao jogo dos seus adversários directos na tabela ao longo do fim-de-semana. Com o Benfica a ir até Vila do Conde onde a equipa mantém-se sem derrotas e o FCPorto com a sempre difícil U.Leiria.
 
O inicio da segunda parte trouxe mais do mesmo com ataques de pouco perigo de parte a parte mas com pequena supremacia para os donos da casa. E aos dez minutos chegaria o momento do jogo com a obtenção do segundo golo da autoria de Leoni depois de um bom centro de F. Oliveira que depois de um primeiro cabeceamento de um colega que encontrou o corpo de um adversário com toda a calma do mundo o defesa que até a altura juntamente com Vandinho (que entretanto marcara na 1ª parte) e Rodriguez eram os únicos que ainda não tinham feito gosto ao pé empurrar o esférico para o fundo das redes.
 
Os adeptos puderam então ver um jogo mais calmo mais delineado e com mais linhas de passe e não fosse a linha avançada estar em mais um dia não e estaríamos aqui a escrever uma crónica versão goleada como ficou patente já depois dos 90 minutos, com duas perdidas flagrantes dos avançados arsenalistas. Primeiro Matheus que a passe de D. Valente e com a baliza completamente a sua mercê falhar escandalosamente para no segundo imediato ser a vez do também entrado em jogo Yazalde falhar á boca da baliza.
 
E pelo meio mais alguns ficaram por marcar.
 
Mas nesta partida ficou mais uma vez patente a capacidade desta equipa em qual predador esperar pela hora certa para desferir o golpe fatal e manter a "presa" numa teia tal que lhe é sempre de todo impossível libertar-se destes "tentáculos" responsáveis por esta maneira de jogar.
 
Uma palavra para o árbitro: Não se deu por ele e quando assim é trata-se do melhor elogio que podemos fazer ao homem de negro vestido.
publicado por carlitos às 22:46

Sexta-feira, 01 de Janeiro, 2010

Aqui estamos nós no inicio de mais um ano que queremos sempre melhor em relação ao anterior.

Emprego: A palavra mais utilizada pelas pessoas como desejo a alcançar para o novo ano, Aas também as já habituais saude e dinheiro paz e amor. É isto tudo e mais alguma coisa que eu como responsável por este blogue desejo a todos aqueles que venham a ler estas linhas.

publicado por carlitos às 16:10

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2

3
4
5
6
7
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
23

24
26
27
28
29

31


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA
subscrever feeds