...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Domingo, 27 de Novembro, 2011
NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 27/11 Fran Mérida pode ser novidade no onze bracarense. Capacidade técnica e virtuosismo do esquerdino são factores de desequilíbrio Só disputou um desafio a titular, com o UD Leiria. Destila irreverência e revela na sua personalidade traços de um inconformismo próprio dos espanhóis. Formou-se no Barcelona, explodiu no Arsenal, é jogador do Atlético de Madrid e internacional sub-21, mas diz quem o conhece que Fran Mérida não é o tipo de pessoa capaz de se colocar num pedestal a discursar sobre as virtudes da sua carreira. A Bola Lutar pelos pontos no Dragão Carlos Costinha Sousa Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta tarde, frente ao FC Porto, o treinador do Sporting Clube de Braga, Leonardo Jardim, considerou que defrontar os dragões numa altura em que têm o “orgulho ferido” não é relevante, porque a equipa não perdeu qualidade. “O FC Porto não alterou a sua qualidade pelos resultados dos últimos jogos, mantém a mesma estrutura do ano passado e por isso não é de bom tom estarmos a falar de um FC Porto forte ou mais fraco. É uma equipa que continua forte e nós, com respeito e ambição, vamos discutir o resultado para conquistar pontos”, começou por afirmar o técnico arsenalista, acrescentando que qualquer equipa varia de jogo para jogo: “os jogos não são iguais, é normal que o jogo frente à Académica ou Shaktar não fosse o mesmo, mas não podemos trabalhar à espera de encontrar um FC Porto forte ou fraco, temos de trabalhar tendo em conta a estrutura. Vamos abordar o jogo de forma a neutralizar as virtudes do adversário e potencializar o que nós temos de bom. Será um jogo muito competitivo em que as duas equipas têm ambição de vencer”. Os treinadores das duas equipas já se defrontaram por quatro vezes e, nesses jogos, a vantagem vai para Vítor Pereira que tem o maior número de vitórias. Para Jardim, esta situação não é importante até porque considera que apesar de ter defrontado o técnico dos dragões e não ter tido os melhores resultados, a nível de rendimento desportivo ficou sempre melhor. “É verdade que joguei quatro vezes contra o Vítor, na II divisão B, com o Camacha frente ao Sp. Espinho e com o Beira-Mar (onde empatei das duas vezes). Em termos de rendimento desportivo ganhei sempre porque fiquei sempre à frente dele, mas isso é pouco importante”. comentou o treinador. Esta é uma semana complicada para o Sp. Braga que defronta hoje o FC Porto e, na próxima qu arta-feira, defronta o Birmingham para a Liga Europa. Apesar de tudo Leonardo Jardim considera que a nível do campeonato ainda nada é decisivo, apesar de que a nível da Europa, uma vitória é muito importante. “Em relação ao objectivo para o a campeonato este só vai ficar definido, seguramente, no último terço, se não mesmo nos últimos jogos. Em relação à Liga Europa, é importante conseguir uma vitória que traduza de imediato a passagem de fase”, disse. Vinicius regressa aos eleitos de Jardim O treinador do Sporting Clube de Braga, Leonardo Jardim, não mexeu muito na convocatória para o jogo desta tarde, frente ao FC Porto, quando comparada com a lista de jogadores chamados para o último jogo oficial dos bracarenses, a derrota com o Sporting, por 2-0, a contar para a Taça de Portugal. Aliás, apenas por obrigação é que o técnico arsenalista faz uma única alteração na lista de jogadores convocados, com a saída do lateral esquerdo nigeriano Elderson, que cumpre castigo depois da expulsão no jogo contra os leões, para entrar o médio Vinicius, recuperado da lesão que o atingiu e que fez com que perdesse a chamada para Alvalade. O brasileiro recuperou completamente e está apto para fazer parte das contas do treinador madeirense, assumindo o lugar deixado vago pelo seu companheiro. Assim, a lista dos 19 atletas convocados para a deslocação desta tarde ao Estádio do Dragão é composta pelos seguintes elementos: Guarda-redes: Quim e Berni Defesas: Rodrigo Galo, Ewerton, Douglão, Paulo Vinícius Médios: Djamal, Vinícius, Salino, Mossoró, Hugo Viana e Mérida Avançados: Alan, Lima, Nuno Gomes, Hélder Barbosa, Rivera, Paulo César e Meyong A partida que se desenrola no Estádio do Dragão, tem o seu início marcado para as 18.15 horas e conta com a arbitragem do portuense Artur Soares Dias. Correio do Minho Sporting de Braga vai ao Dragão discutir o jogo O treinador do Sporting de Braga quer um Braga igual a si próprio no jogo de hoje, frente ao FC Porto, e sempre determinado a discutir o jogo. «Queremos estar bem como estivemos frente ao Benfica e Sporting, mas com melhor resultado, porque está na hora de vencer». Diario do Minho Dez jogadores utilizados na retaguarda UM SECTOR QUE BRILHA Jardim deve experimentar hoje, no Dragão, uma defesa nova. Mas apenas para quem não acompanha os treinos do Sp. Braga, que esta semana decorreram sempre com a porta fechada (“Não estamos a esconder nada porque no futebol tudo se sabe”, acentuou o treinador). Com Baiano a curar uma lesão de longa duração, Jardim deverá preferir de novo o médio Salino para o corredor direito. Record FC Porto-Braga: após o derby, o quase-clássico (antevisão) No Estádio do Dragão, a formação de Vítor Pereira vai tentar capitalizar a confiança de Donetsk. Será que uma vitória nos últimos quatro jogos chega para virar o momento de uma equipa? Por Sérgio Pereira MOMENTO: F.C. Porto: Uma vitória em Donetsk virou do avesso a confiança portista: o F.C. Porto está agora com o apuramento na Liga dos Campeões à distância de uma triunfo em casa, pelo que o nervosismo enorme que se seguiu à derrota pesada em Coimbra foi amenizado. Em semana de derby, de resto, a recepção ao F.C. Porto assume capital importância para os dragões, que podem ganhar pontos a um adversário (ou aos dois). Sp. Braga: Defronta o último dos três grandes em jogos seguidos: já empatou com o Benfica e perdeu em Alvalade, deixando até boa imagem. Por isso vai passando deste triplo teste sem se queimar. Pela frente encontra um adversário que respira melhor, mas sabendo que nos últimos quatro jogos o F.C. Porto só ganhou um. Já agora, das duas últimas vezes que ganhou no Porto despediu o treinador: primeiro Octávio e depois Fernández. AUSÊNCIAS: F.C. Porto: Guarín, Mangala, Iturbe, Alex Sandro e Emídio Rafael, todos por lesão. Sp. Braga: Elderson, por castigo, Imourou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão, todos por lesão. DISCURSO DIRECTO: Vítor Pereira: «Sentimos que a massa associativa está connosco. Queremos um grande ambiente, um grande jogo e uma grande vitória. A equipa está bem, mais confiante e concentrada. Esperamos um Braga competitivo, de qualidade, bem orientado, que nos últimos anos se afirmou no futebol português.» Leonardo Jardim: «A nossa abordagem não depende do momento do Porto, se está mais ou menos forte ou se fez um jogo mais ou menos conseguido. Vamos querer neutralizar o adversário e potenciar as características da equipa tentando controlar o jogo desde o início. Vamos ter ambição e querer discutir o resultado.» HISTÓRICO: O saldo das recepções do F.C. Porto ao Sp. Braga é claramente favorável aos dragões: em 68 jogos ganharam 57, empataram sete e perderam quatro. A última derrota em casa já data de 2005, aliás. No entanto, há outra curiosidade: duas das vitórias do Braga no Porto despediram o treinador: Octávio Machado e Victor Fernández saíram após derrotas com o mesmo adversário. EQUIPAS PROVÁVEIS: F.C. Porto: Helton; Maicon, Rolando, Otamendi e Álvaro Pereira; Fernando, Defour e João Moutinho; Djalma, Hulk e James. Outros convocados: Bracali, Fucile, Souza, Belluschi, Cristian Rodriguez, Varela e Kléber. Sp. Braga: Quim; Salino, Ewerthon, Douglão e Paulo Vinicius; Djamal e Hugo Viana; Alan, Mossoró e Hélder Barbosa; Lima. Suplentes: Berni, Rodrigo Galo, Vinícius, Mérida, Nuno Gomes, Rivera, Paulo César e Meyong. Maisfutebol SC Braga testa capacidade do FC Porto em recuperar liderança FC Porto, SC Braga, Liga Zon Sagres Álvaro Gonçalves Há uma semana, o FC Porto foi eliminado da Taça de Portugal, uma prova que venceu nas últimas três temporadas. Três dias depois, corria o risco de falhar mais um objectivo traçado para esta época, os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, mas os azuis e brancos foram capazes de vencer na Ucrânia e colocaram-se numa posição confortável para alcançarem a meta traçada. Agora chegou a vez dos campeões nacionais mostrarem aquilo que se pode esperar deles no campeonato, prova em que procuram regressar aos triunfos, depois de terem empatado a zero com o Olhanense, para continuarem a partilhar a liderança com o Benfica, que venceu o Sporting por 1x0. O SC Braga, quinto classificado com menos cinco pontos que os dragões, é um bom adversário para testar as capacidades da equipa de Vítor Pereira, que está, agora, mais tranquila com a vitória conquistada em Donetsk. A última vez que os bracarenses triunfaram no Estádio do Dragão, provocaram a mudança no comando técnico dos dragões. Na temporada 2004/2005, o SC Braga, comandado por Jesualdo Ferreira, treinador que mais tarde viria a ser o único a conquistar três campeonatos consecutivos na formação portista, venceu o FC Porto de Victor Fernandez por 1x3 e o espanhol foi demitido, entrando para o seu lugar José Couceiro. Após essa vitória, os minhotos jamais conseguiram conquistar os três pontos no reduto dos azuis e brancos, onde perdem há duas épocas consecutivas, apesar dessas terem sido das melhores temporadas da história bracarense. FC Porto a uma partida de somar 50 jogos consecutivos sem perder Apenas com a vitória no pensamento, o FC Porto tem a oportunidade de somar o 50º jogo consecutivo sem perder no principal escalão do futebol português. Uma série de invencibilidade que começou a 6 de Março de 2010, quando a equipa da cidade invicta empatou a duas bolas com o Olhanense. Jesualdo Ferreira, precisamente o último técnico que venceu pelo SC Braga no Dragão, foi quem deu início aos 49 jogos já registados sem perder, tendo a continuidade de André Villas-Boas, que conquistou o último campeonato sem qualquer derrota, e, até ao momento, de Vítor Pereira, que ainda não perdeu para a Liga. As mudanças desde Dublin Há uns anos poderia ser impensável, mas a última vez que FC Porto e SC Braga se defrontaram foi em Dublin, na final da Liga Europa, naquela que foi a primeira ocasião em que duas equipas portuguesas se defrontaram no derradeiro jogo de uma competição europeia. Na altura, as duas formações tinham treinadores diferentes, mas não foi só no comando técnico que se registaram diferenças. No que diz respeito às equipas iniciais apresentadas por André Villas-Boas e Domingos Paciência na final de Dublin, são bem mais as mudanças nos bracarenses do que nos dragões. Mas vamos por partes. No FC Porto, Helton, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, João Moutinho, Hulk e Varela podem repetir a titularidade este domingo, ficando de fora Sapunaru e Guarín, ambos lesionados, e Radamel Falcao, que se transferiu para o Atlético de Madrid. No SC Braga a situação é bem diferente. Hugo Viana, Alan, Lima e Paulo César são os únicos que podem voltar a jogar de início, tal como na final da Liga Europa. Dos restantes, apenas Custódio ainda se mantém no plantel, mas está lesionado. Artur Moraes (Benfica), Miguel Garcia (Orduspor), Paulão (Saint-Étienne), Rodríguez (Sporting), Sílvio (Atlético de Madrid) e Vandinho (Al Sharjah) abandonaram os minhotos após a final europeia. Zerozero “Ganhei sempre a Vítor Pereira” Leonardo Jardim desvalorizou ontem o facto de nunca ter vencido Vítor Pereira. "Em dois campeonatos diferentes, perdi em Espinho quando estava no Camacha e na segunda volta já não o apanhei. No Beira--Mar empatei os dois jogos. Do ponto de vista do sentimento desportivo, ganhei sempre a Vítor Pereira, porque o Camacha ficou à frente do Espinho e o Beira-Mar também", disse o técnico do Sp. Braga. Na antevisão do embate de hoje diante do FC Porto, Jar-dim elogiou a "qualidade" do adversário, mas avisou que o Sp. Braga vai ao Dragão para "discutir o resultado". "O FC Porto não altera a sua quali-dade em função de um resultado positivo ou negativo, mantém a estrutura do ano passado em que ganhou quatro provas [Supertaça, Liga, Taça de Portugal e Liga Europa]", observou. Sobre a estratégia que irá utilizar diante dos dragões, frisou que passa por "abordar o jogo de forma a neutralizar o adversário e a potenciar as características da equipa, tentando controlar a partida desde o início". Adiantou ainda não acreditar num eventual cansaço do FC Porto por ter jogado na Ucrânia na última quarta-feira (2-0, diante do Shakhtar Donetsk), para a Champions, e ter chegado ao Porto apenas ao final da manhã de 5ª feira. A concluir, não se mostrou preocupado com as alterações no sector mais recuado, dado que não pode utilizar o castigado Elderson: "A nossa defesa é uma das melhores da Europa." VINICIUS REGRESSA AOS ELEITOS O regresso de Vinicius é a grande novidade na lista de convocados do Sp. Braga para a deslocação ao Dragão. O médio brasileiro volta a ser opção para o treinador dos arsenalistas, Leonardo Jardim, depois de ter falhado o jogo da Taça de Portugal frente ao Sporting (0-2), devido a lesão. Já Elderson, expulso diante dos leões, falha o jogo no Porto. De fora por lesão continuam vários jogadores: Imorou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão. Convocados: Quim e Berni (guarda-redes); Galo, Ewerton, Douglão e P. Vinícius (defesas); Djamal, Vinicius, Salino, Mossoró, H. Viana e Mérida (médios); Alan, Lima, Nuno Gomes, Hélder Barbosa, Rivera, Paulo César e Meyong (avançados). Correio da Manhã Vinícius de regresso aos convocados do Braga para deslocação ao Dragão O regresso de Vinícius e a saída de Elderson são as novidades nos convocados do Sporting de Braga para a deslocação ao terreno do F.C. Porto, este domingo, em jogo da 11.ª jornada da Liga de futebol. O médio brasileiro ficou de fora do último jogo dos minhotos (derrota com o Sporting, para a Taça de Portugal) devido a uma lesão, mas recuperou completamente esta semana da maleita e está de volta aos eleitos do treinador "arsenalista", Leonardo Jardim. O defesa esquerdo Elderson viu o cartão vermelho no jogo com os "leões" e, por isso, não pode ser opção para o técnico no Dragão. Lesionados continuam Imourou, Baiano, Nuno André Coelho, Custódio, Zé Luís, Ukra e Carlão. O jogo começa às 18.15 horas de domingo, no Estádio do Dragão, no Porto, e será arbitrado por Artur Soares Dias, do Porto. JN Secretário "FC Porto é como o Real Madrid. Braga cresceu muito" MANUEL CASACA Antigo jogador do FC Porto e do Braga, Secretário passou mais anos de dragão ao peito, mas nutre um carinho especial pela equipa minhota. Foi lá que rodou durante um ano, regressando às Antas para se impor definitivamente. Antigo internacional, teve ainda uma passagem pelo Real Madrid, em 1996/97 e 1997/98. Por conhecer a realidade dos dois clubes, o antigo jogador traça as devidas comparações. "O Real Madrid é um dos melhores clubes do mundo, talvez mesmo o melhor, mas em termos de estrutura e de organização, o FC Porto não fica atrás", elogia. Secretário também conhece bem o Braga, clube que representou em 1992/93. "No meu tempo tinha excelentes condições e um excelente estádio, mas cresceu muito e rapidamente. Fico contente por ver que está a intrometer-se entre os três grandes." Se FC Porto e Braga cresceram imenso, tal deve-se, e muito, a Pinto da Costa e a António Salvador. Secretário conheceu de perto o presidente portista. "Todos têm um grande respeito por ele. Basta olhar para ele para saber se está bem-disposto ou maldisposto. Ao contrário do que podem pensar, é afável e brincalhão", destaca, continuando os elogios. "É um grande líder. Levou o FC Porto a um nível altíssimo." O antigo defesa recorda os momentos em que Pinto da Costa chegava ao balneário, sobretudo nas horas más. "Não digo que tremíamos, mas havia um respeito enorme. Quando tinha de dar o seu grito e demonstrar a sua insatisfação, já sabíamos que não ia ser fácil... É por isso que o FC Porto, nestas alturas menos boas, consegue dar a volta às situações", lembra. Com António Salvador não chegou a trabalhar em Braga, mas tem uma opinião positiva. "Está a fazer no Braga o que Pinto da Costa fez no FC Porto, numa dimensão mais baixa, mas também com menos tempo", recorda. Por quem vai torcer hoje? A resposta sai rápida e justificada. "Pelos anos que passei lá, torço pelo FC Porto. Mas não esqueço o ano que passei no Braga. Fiz uma excelente época e, inclusive, quando voltei ao FC Porto fiquei definitivamente, depois de ter andado cinco anos emprestado. Foi uma época muito importante para mim. Ficarei sempre grato ao Braga", revela. "Tinha qualidade para jogar neste FC Porto e no Braga" Fala a voz da experiência. Antigo lateral-direito do FC Porto e da Selecção Nacional, Secretário diz, em jeito de brincadeira, que "tinha qualidade mais que suficiente para jogar neste FC Porto ou no Braga". Precisava era de perder uns quilitos... Brincadeira à parte, analisa o problema na lateral-direita que afecta as duas equipas, que pode obrigar os dois treinadores a opções de recurso. Com Sapunaru a recuperar o ritmo físico ideal, depois de sofrer uma lesão, restam Fucile ou Maicon no FC Porto. "O Fucile por vezes vacila. Comete erros que não pode cometer. Para ele, parece que torna o jogo fácil de mais, mas há coisas que faz como defesa que não pode fazer", avisa. Se a aposta recair em Maicon, o FC Porto ganha na capacidade defensiva, mas perde no ataque. "Em termos ofensivos, sendo central, participa pouco no ataque. O FC Porto pode ficar um pouco coxo. Nos jogos que tem feito a lateral, neste último, contra o Shakhtar, esteve bem. Foi um jogo bem conseguido, mas nos outros não esteve tão bem", analisa. Já o Braga não pode contar com Baiano, que continua lesionado. A opção deverá recair novamente numa adaptação. "O Salino é um jogador mais ofensivo. O treinador vê qualidades nele, porque é rápido, o que pode trazer vantagens nessa posição. Mas não tem rotina de lateral e, por vezes, há situações durante o jogo em que se nota isso mesmo. Nota-se isso quando tem de fechar espaços interiores, comete muitas faltas e nota-se que não se sente confortável numa posição que não é a dele", analisa o antigo jogador do FC Porto e do Braga. "Vítor Pereira e Leonardo Jardim são líderes" Com o curso de IV Nível, Secretário faz a comparação entre os dois colegas de profissão que hoje vão estar no Dragão. "Vítor Pereira está a tentar agarrar a oportunidade que lhe foi dada. Pinto da Costa anda no futebol há muitos anos e certamente não foi por acaso que apostou nele. Foi apanhado de surpresa com a saída de André Villas-Boas, mas não faltam treinadores por esse mundo fora... Se apostou nele foi porque tem qualidades como treinador e como líder", refere, considerando que a irregularidade da equipa portista não vai prejudicar a ascensão de Vítor Pereira. "Tem tido momentos bons e outros menos bons, mas vai ganhando experiência e pode lançar-se para uma grande carreira." Igualmente positiva é a imagem que tem do treinador do Braga. "Leonardo Jardim fez excelentes trabalhos no União da Madeira, no Chaves e no Beira-Mar. No Braga também está a fazer um bom campeonato. Por algumas entrevistas que tenho lido e ouvido, nota-se que tem espírito de líder. Parece que estamos diante de um excelente treinador", destaca. "João Moutinho cada vez mais ofensivo" Quem vai decidir o jogo de hoje? Secretário não consegue destacar apenas um jogador, até porque acredita que "vai ser um jogo com golos", mas acredita que alguns jogadores podem fazer a diferença. "O FC Porto tem o Hulk, o Kléber e o Moutinho, que, apesar de jogar no meio-campo, cada vez participa mais em termos ofensivos", elogia, lembrando que a equipa de Leonardo Jardim também têm jogadores de nível. "O Braga tem o Alan, o Mossoró e o próprio Nuno Gomes, que umas vezes joga e outras fica no banco, mas tem experiência", alerta, considerando, no entanto, que "o FC Porto é o grande favorito". O Jogo Leonardo Jardim "Fiquei sempre à frente de Vítor Pereira" BRUNO FILIPE MONTEIRO Mesmo nunca tendo ganho um jogo oficial a Vítor Pereira - e já realizaram três -, Leonardo Jardim não deu especial importância ao reencontro com o treinador do FC Porto. Afinal, os confrontos directos dizem pouco ao técnico do Braga, para quem o objectivo da época é sempre mais importante. E aí até saiu a ganhar em relação ao espinhense. "Do ponto de vista desportivo, que é o que mais interessa, ganhei sempre [a Vítor Pereira], porque o Camacha ficou à frente do Espinho [em 2006/07] e o Beira-Mar foi campeão e subiu de divisão [2009/10]", recordou, ontem o madeirense, que, por muito respeito que tenha pelos campeões nacionais e vencedores da Liga Europa, quer um Braga atrevido no Dragão, um pouco à semelhança do que sucedeu com os outros grandes. "O Braga tem sempre a mesma forma de estar. Espero é que o resultado seja diferente do que tivemos com Benfica e Sporting, em que empatámos e perdemos. Está na hora de vencer", vincou. Um FC Porto idêntico ao que perdeu com a Académica certamente ajudaria o Braga a alcançar o objectivo apontado por Leonardo Jardim, mas o treinador não considera que as exibições periclitantes dos dragões sejam um sinal de fraqueza. "A qualidade do FC Porto não se altera em função de um resultado positivo ou negativo, pois a equipa mantém a estrutura do ano passado, no qual ganhou quatro das cinco provas em que participou. As únicas saídas de maior relevo foram o Falcao e o André [Villas-Boas], por isso, não é de bom tom estar a falar num FC Porto mais fraco", referiu o madeirense. Forte como uma muralha está a defesa dos bracarenses, que, como Jardim frisou, continua a ser tema de conversa por ser "uma das melhores da Europa". Um rendimento algo surpreendente, ainda por cima quando tem sido alvo de tantas mudanças. "Já jogaram dez jogadores diferentes, o que nos obrigou a fazer grandes adaptações, tal como acontecerá neste jogo. No entanto, temos trabalhado com o objectivo de encontrar uma estratégia de equilíbrio e esta semana não foi excepção", conclui. Hulk sem polícia directo Pela influência que tem no jogo do FC Porto e pela exibição realizada na quarta-feira, na Ucrânia, Hulk seria sempre um jogador a ter em conta por Leonardo Jardim. Contudo, o treinador recusou a ideia de realizar um policiamento especial ao Incrível. "Temos de ter os cuidados normais que o jogadores do FC Porto merecem, mas sem alterar o nosso padrão de jogo e a nossa forma de estar", garantiu o treinador do Braga. Vinícius agarra vaga na lista de convocados O regresso aos treinos sem limitações valeu a Vinícius a reentrada na lista de convocados de Leonardo Jardim, da qual havia feito parte pela última vez na recepção ao Benfica, que antecedeu uma paragem de duas semanas devido a uma entorse no tornozelo esquerdo. O médio, que é nesta altura a única alternativa a Djamal para a posição 6, foi um dos 19 jogadores chamados pelo treinador dos arsenalistas para o jogo com o FC Porto, no qual não estará Elderson por castigo. No entanto, o brasileiro começará o encontro no banco, o que levará a que o jovem Rivera, que entra nos eleitos de Jardim pela segunda semana consecutiva, seja excluído da ficha de jogo. Completa-se ciclo terrível O jogo com o FC Porto será o último do Braga num mês em que, por contingência do calendário e do sorteio da Taça de Portugal, teve de defrontar os denominados três "grandes". O embate contra os dragões, de resto, será a última oportunidade para os arsenalistas concluírem este ciclo terrível com uma vitória, já que empataram (1-1) com o Benfica (campeonato) e perderam (2-0) com o Sporting (taça). Um mês sem vencer fora na Liga Foi quase há um mês que o Braga venceu pela primeira, e única, vez como visitante no campeonato. O Setúbal foi a vítima dos arsenalistas, que desde então somaram dois empates (Guimarães e Académica) e uma derrota (Leiria). Treino só para limar arestas O último treino do Braga antes do embate com o FC Porto não teve novidades. O panorama clínico mantém-se e, por isso, Leonardo Jardim optou apenas por limar algumas arestas. Concentração ao final da tarde Ao contrário do que sucede quando a equipa joga a sul do rio Douro, o Braga concentrou-se somente ao final da tarde de ontem no AXA. A viagem para o Porto acontecerá apenas hoje. Birmingham empata Um golo de Zigic (87') salvou ontem o Birmingham de uma derrota em Blackpool. O próximo adversário do Braga na Liga Europa até entrou a vencer, mas depois sofreu bastante para chegar ao empate (2-2). Os blues venceram apenas um dos seus últimos cinco jogos no Championship. O Jogo "Fiquei sempre à frente de V. Pereira" O madeirense Leonardo Jardim elogiou a "qualidade" do FC Porto, mas avisou que o Sp. Braga vai ao Estádio do Dragão para discutir o resultado amanhã. "O FC Porto não altera a sua qualidade em função de um resultado positivou ou negativo, mantém a estrutura do ano passado que, em cinco provas ganhou quatro, só saíram o Falcao e o [treinador] André Villas-Boas", pelo que o FC Porto "continua forte", considerou. Apesar do "respeito" pelo líder, Leonardo Jardim quer um Braga "com ambição, a querer discutir o resultado e a conquistar pontos" no Estádio do Dragão. O técnico admitiu notar-se uma irregularidade em termos de rendimento da equipa portista nos últimos jogos, mas frisou que isso não vai influenciar a postura da sua equipa. "A nossa abordagem não depende do momento do Porto, se está mais ou menos forte ou se fez um jogo mais ou menos conseguido. Vamos jogar com um Porto de qualidade", disse. A estratégia minhota passa por "abordar o jogo de forma a neutralizar o adversário e potenciar as características da equipa" tentando controlar a partida "desde o início". Sobre o duelo com Vítor Pereira, a quem nunca venceu em jogos disputados no comando de outros clubes, lembrou que perdeu um jogo e empatou dois. "Mas do ponto de vista do sentimento desportivo, que é mais importante para mim, ganhei sempre, porque o Camacha ficou à frente do Espinho [na III Divisão] e o Beira-Mar foi campeão [da Liga de Honra]", sublinhou. O técnico vai ter que mexer novamente na defesa por causa do castigo de Elderson (expulso em Alvalade na Taça de Portugal), devendo optar por Paulo Vinícius à esquerda e Salino na direita. Já o treinador do FC Porto, Vítor Pereira, convocou para o jogo com o Sporting de Braga, da 11.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, os mesmos jogadores que chamou para o confronto da Liga dos Campeões com o Shakhtar Donetsk. Diario de Notícias da Madeira
publicado por carlitos às 10:08

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

4

11
12

13
18
19

20
21
25

28
29
30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA