...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Sábado, 15 de Outubro, 2011

 

Leonardo Jardim: “Chegar a uma final da Taça”

 

Vencer em Sintra, para chegar o mais longe possível na Taça de Portugal. Ou melhor, à final. É com este pensamento que o Sp. Braga vai entrar em campo, esta tarde, frente ao 1.º de Dezembro (16 horas), em jogo da terceira eliminatória da prova rainha do futebol nacional. Leonardo Jardim já tinha apontado, no início da época, o objectivo de vencer a Taça de Portugal, e, ontem, na antevisão ao desafio, voltou a traçar a meta da final como desígnio da equipa bracarense.

 

“É um jogo com grande importância para nós, pelo facto de permitir passar mais uma eliminatória, para chegar ao objectivo do clube que é chegar o mais longe possível e o mais longe é chegar a uma final da Taça de Portugal”, frisou o técnico, acrescentando estarem a “abordar o jogo de uma forma séria e com a equipa competitiva” para permitir “passar esta eliminatória”.

 

Apesar de o adversário ser de escalão inferior - II divisão nacional - Jardim revelou que “as alterações não serão muitas em relação à estrutura que tem jogado neste início de campeonato”.

 

“É normal que possam entrar dois ou três jogadores que normalmente não são utilizados com tanta frequência, mas nunca mais do que isso. Não queremos descaracterizar a equipa e não queremos também ter jogadores que possam não estar habituados a jogar com regularidade e provocar desequilíbrios. Pretendemos ter uma equipa equilibrada, pretendemos que o Sp. Braga seja capaz de dar uma boa resposta, independentemente do adversário”, explicou o técnico.

Numa competição onde o Sp. Braga “pretende ir o mais longe possível” e “numa prova a eliminar onde todos os jogos têm a mesma importância”, Leonardo Jardim é claro: “é um jogo que damos a maior importância e queremos vencer. Que a equipa tenha uma atitude positiva, respeito pelo adversário e pretendemos vencer para passar a eliminatória”.

Lembrando que na Taça de Portugal “existem muitas surpresas” pela “motivação que as equipas mais pequenas têm quando defrontam um adversário superior”, Jardim espera um 1.º de D ezembro que a jogar em casa irá “apresentar algumas dificuldades”, desde logo ao nível do campo sintético.

“O sintético é uma desvantagem, mas a nossa qualidade tem que superar isso. É um piso diferente do que estamos habituados, mas temos de ter capacidade para ultrapassar essa dificuldade, já tivemos no jogo da Liga Europa, na Suíça, e não será pelo sintético que teremos uma pior ou melhor performance desportiva. Independentemente do tamanho do campo, sintético, bola, queremos ser superiores dentro de campo através do nosso futebol”.

 

Jardim confessou que quer “gerir da melhor forma um plantel que tem ambições em quatro provas [campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa] e soluções para dar resposta às quatro provas”, gestão justificada pelas “ambições em todas as competições, rentabilizando ao máximo os activos e jogadores”.

 

“Acredito que vamos estar presentes no Euro 2012”

Leonardo Jardim aproveitou a conferência de antevisão do jogo da Taça de Portugal para abordar o momento da selecção nacional, que falhou o apuramento directo para o Euro 2012. O técnico do Sp. Braga destaca as alterações na selecção desde a chegada de Paulo Bento e está confiante na presença na competição europeia.

“Portugal não conseguiu garantir o apuramento, depois de um percurso notável com a entrada do Paulo, acredito que foi um mau jogo da selecção, porque tinha tido uma atitude positiva e, infelizmente, não conseguimos, mas acredito que neste ‘play-off’, com a qualidade que temos e com boa orientação, acredito que vamos estar presentes no Euro 2012”, referiu.

Jardim revelou que Nuno Gomes “chegou triste, porque não conseguiram o objectivo”, mas “sem muito desgaste” estando “em condições para o jogo” com o 1.º de Dezembro.

 

Quanto à possibilidade de ‘perder’ Djamal, em Janeiro, para a CAN, “o Sp. Braga terá soluções para colmatar a saída, daí que seja importante ter um bom plantel e com qualidade para gerir”, frisou o técnico.

CORREIO DO MINHO

 

Alan pára sempre em Sintra

Pela segunda vez em duas épocas, o Braga surgirá em Sintra para discutir, com o 1º Dezembro, o apuramento para a IV Eliminatória da Taça de Portugal e, tal como há sensivelmente um ano, novamente sem o grande impulsionador do ataque: Alan. Apesar de anormal, a ausência do brasileiro, que será suplente, tem uma explicação plausível: o cansaço resultante dos primeiros 11 jogos da temporada, nos quais ele perdeu somente 21 minutos (quatro contra o Rio Ave, na primeira jornada da Liga, e 17 frente ao Setúbal, na terceira). O extremo é o quarto atleta mais utilizado do plantel - só Baiano, Paulo Vinícius e Djamal jogaram mais - e na última semana revelou alguns problemas físicos. A revelação surgiu pela boca de Leonardo Jardim, que só recorrerá hoje ao capitão se tal for necessário. "Temos vários jogadores que jogaram sempre e que se apresentaram com algumas dificuldades nos treinos, como Baiano [não foi convocado] e Alan, que até pararam por estarem com um alto grau de fadiga. São situações que temos de gerir", explicou o treinador.

 

A intenção de Leonardo Jardim de conceder descanso a Alan não surpreende. Pela frente, há uma mão-cheia de jogos bastante importantes - Maribor (f), Feirense (c), Académica (f), Maribor (c) e Benfica (c) - e, se não for vítima de uma infelicidade, o extremo, pelo que produz e pela atenção que desperta nas defesas adversárias, tem lugar garantido em todos eles. Assim, o desafio contra o 1º Dezembro será teoricamente o mais acessível, do ponto de vista dos bracarenses, para o treinador madeirense poder realizar a tal gestão da condição física dos atletas mais importantes.

 

Ao contrário do que sucedeu em 2010/11, a primeira paragem de Alan esta época aparece apenas ao 12º jogo oficial. Com Domingos Paciência, o capitão dos bracarenses teve direito a 45 minutos de descanso na deslocação a Setúbal. A partir daí, as ausências foram fenómenos raros. Não espanta por isso que tenha sido o jogador do plantel com mais minutos efectuados no final da última temporada: 4039'.

 

"Na Taça existem muitas surpresas"

Para "chegar à final da Taça de Portugal", como admitiu ontem ser objectivo do Braga, Leonardo Jardim sabe que tem de ultrapassar o 1º Dezembro. O nome do clube de Sintra é menos sonante do que o daqueles que os arsenalistas estão habituados a defrontar, mas isso não o torna num "adversário ideal". Jardim sabe que "a motivação das equipas pequenas aumenta quando defrontam equipas de um nível superior" e por isso deixou ficar um aviso sério aos jogadores. "Na Taça, existem muitas surpresas, principalmente quando os clubes mais cotados não abordam os jogos com seriedade", afirmou o treinador dos guerreiros do Minho.

Face ao calendário pesado que o Braga terá até ao final do mês, Leonardo Jardim revelou que irá fazer "uma gestão do plantel", mas as alterações não serão profundas, pois o técnico não quer "descaracterizar a equipa". "Temos de ter cuidado para que alguns jogadores que possam não estar a jogar com tanta regularidade criem desequilíbrios. Espero que o Braga seja capaz de dar uma boa resposta nas competições em que participa, pois queremos ir o mais longe possível na Taça", declarou o treinador madeirense, para o qual não existe justificação para uma eventual exibição cinzenta dos bracarenses. "O piso é diferente daquilo a que estamos habituados, mas temos de ter capacidade para superar essa dificuldade, assim como o tamanho do campo ou a bola. Queremos ser superiores", vincou.

 

"Nuno Gomes voltou triste da Selecção"

A queda de Portugal para o play-off de acesso à fase final do Europeu foi um golpe duro para Nuno Gomes, que, segundo Leonardo Jardim, "chegou triste da Selecção Nacional". Contudo, o treinador madeirense acredita no trabalho de Paulo Bento e considera que a equipa das quinas pode bater a Bósnia. "Acredito que foi só um mau jogo, porque a equipa teve um percurso notável após a entrada do Paulo [Bento]. Infelizmente não conseguimos o apuramento directo, mas acredito que a Selecção está bem orientada e vai estar no Europeu", referiu Jardim, que ficou satisfeito por saber que Djamal vai à CAN, apesar de a prova o roubar aos bracarenses no início de 2012.

 

Meyong integrado nos convocados

Será desta que Meyong volta a jogar? A pergunta levanta-se sempre que ele se integra numa convocatória, tal como sucedeu no encontro com o 1º Dezembro, na qual, além do camaronês, a grande novidade é Rodrigo Galo. O avançado decidiu ficar em Braga esta época com o objectivo de ser mais utilizado, mas a verdade é que não joga quase há dois meses, mais concretamente desde o embate da primeira mão do play-off da Liga Europa, com o Young Boys.

 

Câmara propôs voto de louvor à SAD

O trabalho desenvolvido pela SAD do Braga, que pelo segundo ano seguido apresentou resultados positivos, recebeu um voto de louvor na assembleia geral de accionistas realizada ontem. A proposta foi apresentada pela Câmara Municipal e aprovada por unanimidade pelos cerca de 15 elementos que se encontravam no auditório da AF Braga, levando o presidente a tomar a palavra. Num discurso improvisado, Salvador explicou, entre outras coisas, que os resultados negativos dos primeiros anos se deveram ao investimento que foi necessário realizar para o clube ter uma equipa competitiva.

 

Passivo bancário abatido em 16 milhões de euros

O crescimento desportivo do Braga tem tido reflexos bastante positivos nas contas da SAD, que apresenta agora um passivo bancário de "apenas" 14 milhões. O número histórico foi anunciado ontem, em assembleia geral realizada no auditório da AF Braga, e representa uma queda de 16 milhões de euros em relação ao que havia sido comunicado há sensivelmente um ano aos sócios, que aprovaram por unanimidade o Relatório e Contas relativo a 2010/11, bem como os orçamentos do clube e da SAD para 2011/12; o último ronda os 15 milhões de euros, sob a previsão de a equipa atingir os oitavos-de-final da Liga Europa. Foi por isso com o orgulho de quem preside ao "clube que mais se desenvolveu na última época" que António Salvador se dirigiu aos associados, aos quais prometeu ter a tão ambicionada academia concluída "dentro de um ano e meio". "Só estamos à espera de saber a localização", revelou o líder dos bracarenses, que diz acreditar "na conquista de um grande título". Só não sabe quando. Contudo, tem um prazo em mente. "Sonho um dia ser campeão e espero que seja no meu mandato", afirmou.

 

"Sonhar e lutar pela surpresa"

O sonho comanda a vida, lá dizia o poeta António Gedeão. Um modo de vida que Alberto Bastos Lopes tentará transportar para a sua equipa no duelo desta tarde, ao jeito de David e Golias. "Sonhar é fácil, mas só com trabalho é que se pode sonhar e lutar por uma surpresa", afirmou o treinador do 1º de Dezembro a O JOGO, não prometendo a vitória mas sim luta até ao fim.

 

"Vamos procurar ser rigorosos, defender bem e, aquando da posse de bola, procurar o golo, por que não?", confrontou Bastos Lopes. "Não iremos mudar a forma de jogar mas é certo que teremos de ser cautelosos, pois não iremos ter muito tempo a bola", acrescentou.

 

Para o treinador do clube de Sintra, o Braga continua forte, mas ferido no orgulho, pois "vem de duas derrotas". "O Braga irá entrar forte no jogo, pois quererá marcar cedo e resolver a eliminatória, já que na próxima semana têm um compromisso europeu. Teremos de estar preparados para a pressão inicial do adversário. Marcações individuais? Só nas bolas paradas. Vamos tentar colocar incerteza na eliminatória. Se perdermos, que saiamos orgulhosos do jogo."

 

Vista tramou carreira

O Braga ficará para sempre ligado à carreira de Alberto Bastos Lopes, pois foi lá que pendurou, prematuramente, as chuteiras por causa de um problema de saúde. "Tinha uma lesão numa vista, que me levou a ser operado quatro vezes. Aos 28 anos, tive de abandonar o futebol. Mas, claro que o Braga e a sua cidade me dizem muito. Deixei lá muitos amigos", afirmou.

 

Erros até o Barça os comete

Janu espera ser o terror da defesa minhota. Ambiciona marcar, mas sabe que será difícil ultrapassar a muralha defensiva da equipa de Leonardo Jadim. E espera contar com um aliado de peso: o piso sintético do Campo Conde Sucena. "Este tapete pode beneficiar a nossa forma de jogar. Noto que as equipas que aqui vêm sentem dificuldades. É verdade que o Braga é de outra dimensão, mas taça é taça e vamos à procura de surpreender", retorquiu o avançado guineense que não consegue abster-se deste embate. "Esta semana tem sido de loucos. Só se tem falado neste jogo. A ansiedade tem sido muita. Vencer o Braga seria uma tarde de glória!", exaltou. Janu atribui o favoritismo ao Braga, mas deixa um aviso: "Não há equipas perfeitas. Todas elas erram e têm pontos fracos. Até o Barcelona", atirou. Para Janu, há, no entanto, um jogador bracarense que admira e que, na sua opinião, está hoje em condições de poder desequilibrar a balança. "O Hélder Barbosa está num excelente momento de forma. Espero que este sábado [hoje] esteja num dia não", enfatizou.

O JOGO

 

Sp. Braga: Leonardo Jardim assume a ambição da sad minhota

“Queremos chegar à final”

"Este jogo [em casa do 1º de Dezembro] é de grande importância. Queremos ir o mais longe possível na prova e o mais longe é a final", revelou Leonardo Jardim, assumindo que a Taça de Portugal "é um desejo da direcção" do Sp. Braga, pelo que os minhotos estão hoje obrigados "a ter uma postura séria" em Sintra.

Embora se encontre focado apenas na vitória, Jardim reconhece que "jogar num campo sintético é uma desvantagem" para a sua equipa. "Temos de ter capacidade para ultrapassar essa barreira, como fizemos em casa do Young Boys", frisou, recordando o play-off disputado com a equipa suíça e vencido pelos minhotos, pelo maior número de golos fora – empataram 2-2 na Suíça, depois de terem garantido um nulo na ‘pedreira’.

Jardim disse, ainda, que "as alterações não serão muitas, para não descaracterizar a equipa". Ainda assim, admitiu a entrada "de dois ou três jogadores que normalmente não são utilizados", porque "é necessário fazer a gestão do grupo, já que, no espaço de uma semana, o Sp. Braga vai realizar três jogos [1º Dezembro, Maribor na Liga Europa e Feirense]".

O lateral Rodrigo Galo, o central Douglão e o médio Fran Mérida deverão ser promovidos à titularidade em Sintra.

CORREIO DA MANHA

 

O presidente do Sporting de Braga também acredita na conquista de um título europeu, que, diz, está "mais perto"

O presidente do Sporting de Braga disse, esta sexta-feira, que sonha com a conquista do título de campeão da Liga portuguesa de futebol e espera que isso aconteça durante o seu mandato.

"Sempre disse que um dos grandes objetivos era jogar na Liga dos Campeões, e isso foi conseguido quando certamente ninguém acreditaria, assim como chegar a uma final da Liga Europa, mas obviamente que sempre sonhei em chegar lá, como também sonho um dia ser campeão e espero que isso seja ainda no meu mandato", afirmou António Salvador, no final da Assembleia Geral do clube.

"Desde a primeira hora que cá cheguei disse que o objetivo e a maneira de estar deste clube teriam de mudar, teria que passar a ser um clube ganhador e com ambição. É isso que temos conseguido fazer, com rigor, paixão e ambição e quando assim é os êxitos tornam-se mais fáceis e acredito que estamos mais perto", sublinhou.

 

"Continuo a acreditar que a conquista de um grande título é possível, só não consigo prever quando, mas tenho a grande convicção que não está longe, não nos podemos acomodar com o que já alcançámos", reiterou o presidente do clube minhoto.

RTP

 

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, disse ontem acreditar na conquista de uma grande título no futebol e na construção da Academia de Futebol. O líder arsenalista falava à comunicação social no fina da AG do clube, que decorreu ontem na AF Braga. As contas do clube e da SAD foram aprovadas por unanimidade. Hoje, o Sporting de Braga joga em Sintra, frente ao 1.º de Dezembro, em jogo a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal.

DIARIO DO MINHO

 

Sp. Braga: António Salvador sonha ser campeão no seu mandato

Presidente do clube minhoto diz no entanto que o clube "não se pode acomodar com o que já alcançou".

António Salvador acha que os tempos de grande glória do Sporting de Braga se aproximam a passos largos. "Será possível ao clube conquistar um grande título e tenho a convicção de que essa conquista não está longe. Sonho ser campeão no meu mandato", afirmou, na abertura da Assembleia Geral realizada na noite desta sexta-feira.

 

O presidente do clube minhoto acrescentou: "Só não consigo prever quando vai chegar esse título. Mas não nos podemos acomodar com o que já alcançámos".

 

Relatório aprovado por unanimidade

Os sócios do Sporting de Braga aprovaram por unanimidade o relatório e contas do clube, respeitante ao exercício 2010/11 e que teve um lucro de 5,2 milhões de euros.

Salvador promete não cometer loucuras. “Os tempos são difíceis e temos de continuar a ter rigor orçamental. Cada modalidade tem que continuar a ser autossuficiente e a gerar receitas", sublinhou.

RELVADO

 

Lista de convocados:

 

Guarda-redes: Quim e Berni;

Defesas: Rodrigo Galo, Everton, Imorou, Paulo Vinicius e Douglão;

Médios: Djamal, Salino, Hugo Viana, Mossoró e Vinicius;

Avançados: Mérida, Lima, Meyong, Nuno Gomes, Carlão, Alan e Hélder Barbosa.

 

publicado por carlitos às 13:54

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab


2
3
4
8

9
12
14


25
27
29



ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA