...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Terça-feira, 11 de Outubro, 2011
NOTÍCIAS DO ENORME DO DIA 11/10
A resposta à dupla derrota está agendada para Sintra. As atenções do Sp. Braga já estão centradas na Taça de Portugal, depois de a equipa ter sofrido as duas primeiras derrotas da época: na Liga Europa, frente ao Club Brugge e no campeonato, diante da União de Leiria.  
A paragem de cerca de quinze dias, devido aos compromissos da selecção nacional, apareceu na melhor altura e permite à equipa recuperar os índices anímicos, para regressar aos triunfos já no próximo sábado, frente ao 1.º de Dezembro, em Sintra, encontro a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Depois de um fim-de-semana de folga, o plantel arsenalista já regressou aos trabalhos, à porta fechada, tendo em vista a preparação do duelo da prova rainha do futebol nac ional. Leonardo Jardim prepara longe dos olhares de adeptos e comunicação social a estratégia para o desafio, numa das provas em que o Sp. Braga apresenta ambição forte.

O técnico ainda não contou com os jogadores internacionais do plantel, como Nuno Gomes, ao serviço da selecção nacional, que hoje defronta a Dinamarca. Também Elderson continua ausente na selecção da Nigéria, e será opção para o jogo com o Gana.

Já o médio Djamal é esperado hoje em Braga, depois de ter estado ao serviço da Líbia, no jogo decisivo de apuramento para a CAN 2012.
Em termos de boletim clínico, mantêm-se em recuperação Custódio, Zé Luís, Ukra e Nuno André Coelho.
Para esta manhã, às 10 horas, está agendado novo treino, novamente à porta fechada.

Correio do Minho   
Custódio cheio de azar tem de parar outra vez
TRINCO CONFIRMA ENTORSE NO JOELHO DIREITO

Autor:  ANTÓNIO MENDES

Custódio tem de parar outra vez! O novo período de inatividade do trinco do Sp. Braga ainda está por apurar, mas já é certa a sua ausência, pelo menos, nas próximas duas semanas. É muito azar junto, pois Custódio recuperou totalmente de uma entorse no joelho esquerdo, com estiramento num ligamento, na semana passada. Chegou a alinhar os 90 minutos do jogo-treino com o Vizela, demonstrando estar pronto para voltar, mas na última sexta-feira, em mais um particular, dessa vez com o Trofense, sofreu uma nova entorse, agora no joelho direito, e teve de abandonar o relvado ainda na primeira parte e logo após ter inaugurado o marcador.

Depois do fim-de-semana de folga, Custódio foi ontem submetido a exames complementares de diagnóstico, mas o resultado só hoje é conhecido com a divulgação do boletim clínico. De qualquer maneira, já é uma certeza que ainda não é no jogo de sábado, em Sintra, frente ao 1.º Dezembro, que o trinco vai realizar o primeiro jogo oficial da época.

Record   

"Jardim pediu-me paciência"
B.F.M.

Apaixonado pelo Atlético de Madrid, Fran Mérida foi forçado a suspender momentaneamente a relação com o clube do coração e fazer-se à vida. O Braga ofereceu-lhe a oportunidade de aguçar, durante uma época, o apetite dos "colchoneros", com o espanhol a atirar-se de cabeça, até porque, como revelou numa entrevista concedida ao jornal "El Mundo Deportivo", as informações que recebeu de um "velho" conhecido dos arsenalistas foram as melhores. "O Atlético disse-me no final de Agosto que o melhor era ser cedido. Uns dias antes de acabar o prazo para transferências surgiu a hipótese do Braga. Perguntei ao Sílvio, e ele deu-me boas referências, disse-me que era a equipa ideal para crescer e nem pensei mais, porque não estava tendo essa continuidade no Atlético. Agora quero conquistá-la no Braga", garantiu o médio.

Até agora, Mérida leva apenas um jogo como titular (contra o Leiria). Resultado natural de quem chegou mais tarde ao grupo, embora tenha sido incentivado desde a primeira hora a mostrar que merecia um lugar no onze. "Tive uma chegada relâmpago ao clube e o treinador [Leonardo Jardim] nem sabia que ia assinar. Tinha a sua equipa feita e pediu-me para ter paciência e trabalhar no duro", confidenciou o espanhol, que está a adorar a estadia na Cidade dos Arcebispos e no clube. "Portugal é um país muito parecido com a Espanha. Na equipa há um ambiente familiar, o grupo é muito unido e isso ajuda-me bastante", afiançou.

Terminado o período de adaptação, Mérida começa agora a mostrar as qualidades que levaram o Arsenal a "pescá-lo", ainda bastante jovem, numa das mais conceituadas escolas de futebolistas da actualidade: a do Barcelona. Apesar de ter saído ao intervalo, o espanhol esteve em bom plano contra o Leiria e, por isso, a probabilidade de voltar a ser titular no encontro com o 1º de Dezembro, no sábado, da Taça de Portugal, são bastante altas.


Final da Liga Europa com o Atlético

Separados no sorteio da fase de grupos da Liga Europa, Braga e Atlético de Madrid ainda têm a possibilidade de se defrontarem numa fase mais adiantada da prova. Se dependesse de Mérida, o momento já estaria escolhido: a final. "Temos um grupo forte, mas as nossas opções são várias. Por isso, seria muito bonito", afirmou o espanhol, que não esconde o desejo de regressar aos "colchoneros" quando expirar o período de empréstimo nos arsenalistas. "Gregório Manzano foi sincero comigo e disse-me que, se quisesse, podia ficar, mas deixou bem claro que teria vida difícil. Às vezes é melhor sair para depois regressar ainda mais forte", referiu o médio, que nunca escondeu o amor pelo clube sediado no Vicente Calderón, mesmo quando trabalhava nas escolas do Barcelona.


Djamal regressa hoje ao trabalho

Depois de sábado ter estado em plano de evidência no empate alcançado pela Líbia na Zâmbia, Djamal quase nem teve tempo para saborear a qualificação da sua selecção para a Taça das Nações Africanas no próximo ano. A festa do médio limitou-se ao hotel onde a equipa ficou instalada, pois a viagem de volta para Portugal, onde chegou ontem à tarde, não podia esperar. Hoje, o internacional líbio já participará no treino do Braga, que se realizará mais uma vez à porta fechada.


Boletim clínico esclarece lesão de Custódio

Três dias depois de Custódio ter saído lesionado do jogo-treino com o Trofense, a sua situação clínica está praticamente esclarecida. Numa primeira avaliação, o departamento médico do Braga concluiu que o médio sofreu uma entorse no joelho direito, embora tenha remetido para os exames complementares de diagnóstico, que este ainda iria realizar, uma avaliação mais detalhada. Seja como for, o internacional jovem português vai falhar o embate com o 1º de Dezembro, no próximo sábado. Se a gravidade da lesão for elevada, o mais provável é que a paragem seja ainda mais prolongada.


Sexta-feira é dia de AG

O auditório da AF Braga vai acolher na próxima sexta-feira duas Assembleias Gerais do Braga. A primeira, às 18 horas, será exclusiva aos accionistas da SAD arsenalista, enquanto a segunda, que deverá arrancar às 20h30, será destinada a todos os associados e terá na ordem de trabalhos a apreciação e votação do relatório e contas, e do orçamento geral.


Douglão suspira pelo dia da estreia

Dos jogadores que chegaram no último defeso a Braga, Douglão é dos poucos - o outro é Rivera - que continua a aguardar uma oportunidade para jogar. O central, que se viu envolvido num imbróglio devido à rescisão unilateral de contrato com o ex-clube, o Kavala (Grécia), foi apenas suplente não utilizado em três ocasiões, pois não é fácil destronar Paulo Vinícius e Ewerton, que conquistaram Leonardo Jardim logo na pré-época. No entanto, a espera pela estreia está prestes a terminar. Agora mais preparado fisicamente, e já sem problemas burocráticos a dificultar-lhe a vida, o brasileiro é um forte candidato a ser titular no próximo fim-de-semana, contra o 1º de Dezembro, na III Eliminatória da Taça de Portugal.

Nos jogos-treino realizados na última semana, contra o Vizela e o Trofense, Douglão deu sinais bastante positivos, marcando, inclusivamente, um golo aos vizelenses. Frente à equipa da Trofa, num teste mais a sério, o brasileiro foi o único defesa-central a alinha os 90 minutos e fez parelha com os dois habituais titulares: na primeira parte com Ewerton, na segunda com Paulo Vinícius.


Paulo César integrado após as folgas

O fim-de-semana de descanso concedido por Leonardo Jardim teve um efeito regenerador em Paulo César (na foto), que surgiu no arranque da preparação para o encontro com o 1º de Dezembro recuperado dos problemas físicos que o apoquentaram na última semana. O avançado brasileiro, que ainda não fez qualquer encontro esta temporada, trabalhou sem quaisquer problemas com o restante grupo, enquanto Palmeira, que no domingo alinhou na vitória (3-1) do Vizela frente ao Merelinense, limitou-se a realizar gestão de esforço. Hoje, todavia, o jovem central já deverá estar às ordens do treinador bracarense.

O Jogo
Regresso das equipas B revoluciona a Orangina

Está prestes a sair do estirador uma revolução na Liga Orangina que permitirá a entrada em cena das equipas B nos escalões do futebol profissional português. É um desejo antigo dos maiores clubes nacionais que se concretiza, ainda que em moldes mais optimistas do que o inicialmente projectado. FC Porto, Benfica, Sporting, Braga, Guimarães e Marítimo entram directamente na Liga Orangina, que passa a envolver 22 clubes, transformando-se numa maratona que expõe as equipas B à descida e as inibe, naturalmente, de aspirar à subida a um escalão onde esteja a principal equipa do mesmo clube.

José Godinho, porta-voz dos emblemas da Liga Orangina, confirmou a O JOGO que o projecto para a reformulação da prova está não apenas em curso, mas numa fase já adiantada e que deve ser oficializada no próximo mês, aguardando aprovação em Janeiro na Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol. "Temos vindo a trabalhar muito intensamente, não posso revelar todos os detalhes, mas eles serão conhecidos em breve", apontou, adiantando ainda que está em aberto a possibilidade de passarem a ser promovidas três equipas à Liga Zon Sagres, o que pode não ser consensual entre os clubes do escalão maior: "Talvez não seja uma decisão pacífica entre o núcleo que normalmente luta para não descer, mas será o que melhor serve o nosso futebol profissional."

Lançadas em 1999/2000, as equipas B ficaram remetidas à então II Divisão B, terceiro escalão nacional. Não lhes era permitida a promoção, o que limitou a sua pertinência competitiva e fez com que os grandes abandonassem progressivamente a ideia. A via que agora surge preenche um espaço reclamado pelos principais clubes e defenderá a transição entre os escalões de formação e o futebol sénior. "Temos de perceber que isto beneficia a competição, salvaguarda o jogador português e cria condições para um futuro melhor", sintetiza José Godinho.

FC Porto, Benfica, Sporting, Braga e Guimarães já projectam equipas para apresentar na próxima época, ao passo que o Marítimo se limita a subir de escalão, uma vez que compete actualmente na II Divisão Zona Norte. O exemplo insular é feliz, já que da sua equipa B transitaram, ao longo dos últimos anos, muitos jogadores para a formação principal, sendo Baba (já negociado com o Celtic) um caso paradigmático. É essa a perspectiva de quem agora se associa ao novo projecto, que abre um espaço competitivo muito importante para os jogadores sub-23, renovando ainda o calendário e o mediatismo de uma Liga Orangina que procura novas fontes de receita e novos motivos de interesse.


O bê-á-bá da nova prova

> Liga Orangina passa de 16 para 22 clubes

> Em aberto a possibilidade de passar a promover 3 equipas, despromovendo outras tantas

> FC Porto, Benfica, Sporting, Braga, Guimarães e Marítimo são os clubes que vão avançar para a Liga Orangina já na próxima época

> Não podem participar nas mesmas provas que as equipas principais do mesmo clube, pelo que estão excluídas da Taça de Portugal e da Taça da Liga

> Cada equipa B só pode ter até 3 jogadores maiores do que 23 anos na ficha de jogo

> Nenhum jogador pode competir pela equipa principal e pela B em menos de 72 horas

> Propostas serão apresentadas em Novembro e sujeitas a aprovação na Assembleia Geral da Federação já em Janeiro


O JOGO
SAD vai investir em Ewerton

Cedido até 2013 pelo Corinthians Alagoano, central justifica esforço financeiro. Parte do seu passe será adquirida futuramente. É peça fundamental da estratégia defensiva da equipa.

A época de estreia de Ewerton no futebol português tem superado largamente as expectativas, ao ponto do central de 22 anos despertar já a cobiça de clubes de outras ligas europeias.

Atento a estes movimentos nos bastidores, o SC Braga irá em breve assegurar parte dos direitos económicos do brasileiro, situação que estava de resto salvaguardada no acordo de cedência assinado com o Corinthians Alagoano. Ewerton está no SC Braga em regime de empréstimo até Junho de 2013 e a sua produção na equipa coloca-o num grupo restrito de jogadores imprescindíveis para Leonardo Jardim. Totalista nas competições europeias, o defensor leva 10 jogos disputados com a camisola do SC Braga e é actualmente o sexto futebolista da equipa com mais minutos, 810, só suplantado por Paulo Vinícius, seu companheiro de posto, Baiano, Quim, Djamal e Alan.

Tendo em conta a idade, a margem de progressão que Ewerton ainda pode ter no futebol português e a visibilidade que tem conhecido no emblema arsenalista, a intenção da SAD em salvaguardar a sua posição num futuro negócio acaba por ser normal.

A BOLA
publicado por carlitos às 10:55

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab


2
3
4
8

9
12
14


25
27
29



ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA