...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Segunda-feira, 26 de Setembro, 2011

 

Alan: «Sp. Braga não está obcecado com a liderança»
Minhotos lideram, mas capitão evita euforias. Cabeça, agora, está na Liga Europa e no Brugge.

O Sp. Braga está no topo da montanha, mas com os pés bem assentes na terra. Preocupado em não alimentar euforias à 6ª jornada, Alan garante que os objectivos da equipa estão inalterados, apesar do bom início de época. Nesta altura, para além da liderança conquistada, o Sp. Braga tem a melhor defesa da prova, com apenas dois golos sofridos. Motivos de sobra para sorrir. Mas sem pressões exageradas.

«A nossa equipa não é obcecada com a liderança. Queremos ir jogo a jogo e estamos focados nos jogos que aí vêm. Estar em primeiro lugar não muda os nossos objectivos. Jamais. Vamos continuar a pensar jogo a jogo. Agora, se no final do campeonato estivermos na frente, isso aí, já é outra coisa. Importante foi vencer o Nacional. Estar na frente é melhor ainda», resume Alan.

O brasileiro admite, no entanto, que conquistar o título não é uma ideia tão disparatada como pode parecer. «Passa pela cabeça de qualquer jogador, mas é coisa complicada. O campeonato está no início e já ficamos felizes por estar na frente», admite.

«Temos de ter a cabeça limpa na Europa»

Contudo, o próximo passo do Sp. Braga é a Liga Europa. Depois do triunfo sobre o Birmingham, os «arsenalistas» recebem os belgas do Club Brugge, na quinta-feira, com um só objectivo em mente: ganhar.

«Entramos sempre para vencer. É importante vencer todos os jogos, sobretudo em casa, porque se ganharmos os três jogos em casa, acho que passamos esta fase. Não conheço muitos jogadores do Brugge mas é uma equipa de qualidade», frisou.

Depois da heróica campanha na temporada passada, o Sp. Braga ganhou todo um novo estatuto na europa do futebol. E como o vencedor, F.C. Porto, está na Champions, os minhotos poderão ser o alvo a abater?

«Espero que sim, mas temos de encarar cada jogo de forma separada, porque também vai depender dos adversários que apanharmos. Não há obsessão em repetir o que fizemos na Liga Europa, queremos fazer como no ano passado, pensar jogo após jogo. É verdade que há alguma pressão por termos sido finalistas na época passada, mas não pensamos nisso. Temos de estar de cabeça limpa», lembrou.

 

 Quim, o guarda-redes menos batido, não esquece a selecção
 Guardião bracarense satisfeito com a liderança no campeonato, quer continuar a trabalhar para integrar as escolhas de Paulo Bento

 Quim comentou a possibilidade de ser chamado à selecção, à margem do triunfo do Sp. Braga sobre o Nacional, por 2-0, que coloca a sua equipa na liderança do campeonato, juntamente com F.C. Porto e Benfica. Sobre a liderança, o guardião lembra que nada está conseguido

 «Nesta altura não pensamos em lutar pelo título. Pensamos sim, como temos vindo a fazer nestes últimos dois oun três anos, em lutar jogo a jogo para trazer os três pontos. Estamos na frente, felizmente estamos a realizar um excelente campeonato, mas temos de continuar a trabalhar como até aqui. Se sabe bem voltar à liderança? Com certeza que sim. Temos de trabalhar agora para nos mantermos lá e dar alegrias aos nossos adeptos, que merecem.

 [Como é ser o guarda-redes menos batido?] «É importante, mas, felizmente, já não é a primeira vez. Já fui o melhor, nesta altura sou o menos batido, mas, como eu disse, quero é trabalhar diariamente, com objectivo de ser melhor. Selecção? O principal objectivo é trabalhar para jogar no meu clube. A selecção foi e será sempre um objectivo. Primeiro ser convocado e depois lutar para jogar. As escolhas pertencem ao seleccionador, mas eu irei fazer o melhor para poder jogar. »

 [Sobre o Brugge]: «Temos plantel para conseguir os três pontos na quinta-feira- Temos de recuperar e trabalhar nos dias que temos até lá.

 

Jardim: «Poucos imaginavam o Sp. Braga na frente»
 Treinador dos minhotos admite que é bom estar na frente mas frisa que o mais importante é estar com os da frente.

 Leonardo Jardim, treinador do Sp. Braga, em declarações na sala de imprensa do Municipal bracarense, no final do triunfo por 2-0 que coloca a equipa na liderança do campeonato:

 «O futebol tem várias fases. É difícil ser dominante em todas as fases do jogo e hoje aconteceu isso. Houve fases em que dominou o Sp. Braga e outras em que dominou o Nacional. Importante é interpretar essas situações e dar uma resposta positiva. Soubemos sofrer e tivemos humildade para perceber que eles estavam a controlar e tínhamos de nos unir. A entrada do Salino deu-nos equilíbrio e a partir daí fomos dominantes. Com o Salino tivemos maior circulação da bola e controlo e a ganhar 1-0 dificilmente o Nacional conseguia sair para o ataque. Podíamos ter marcado mais, mas era injusto se fizéssemos mais um golo, tendo em conta o que o Nacional fez na primeira parte e para a atitude positiva que teve em jogo.»

 «Os bracarenses têm de perceber que não há jogos fáceis e não é por acaso que as equipas que repartem o comando connosco perderam pontos com equipas que subiram da Liga de Honra. Temos de encarar os jogos com respeito e perceber que vai haver jogos onde não vamos dominar e temos de ser fortes colectivamente.»

 [Como é estar no 1º lugar?] « O mais importante foi cumprir o objectivo da vitória. Em termos classificativos é gratificante estar em primeiro para este grupo que trabalha diariamente de forma positiva. É com satisfação que vemos isso, mas sabemos que o mais importante não é estar em primeiro mas andar no grupo dos primeiros. Poucos acreditavam que o Sp. Braga estaria na frente à sexta jornada. O grande elemento tem sido os jogadores, todos eles.»

 [Sobre o Brugge:] «É um jogo para outra competição. Disse aos jogadores para pensarem neste jogo e depois preparava-se o da Liga Europa. Hoje resolvemos este problema e depois os jogadores vão descansar para na quinta-feira, no jogo da Liga Europa, tentarmos nova liderança, agora naquele grupo.»

 

Maribor perde e é apanhado no topo
 Equipa eslovena recebe minhotos na terceira jornada da Liga Europa, a 20 de Outubro

 O Maribor, adversário do Sp. Braga no Grupo H da Liga Europa, perdeu 0-2 na recepção ao Nafta, neste domingo, na 11ª jornada da liga eslovena.

 Foi o terceiro jogo consecutivo dos homens de Darko Milanic a desperdiçar pontos na liderança (vinham de dois empates), que, assim, permitiram a recuperação do Olimpija Ljubljana, agora no segundo lugar, com os mesmos 21 pontos.

 Da Silva abriu o marcador para o Nafta, penúltimo classificado, logo aos 11 minutos, vantagem mínima que permaneceria até aos 74 minutos, altura em que o jogo esteve interrompido por falta de iluminação. O «descanso» beneficiaria apenas os visitantes, que a três minutos do fim voltariam a marcar, desta feita por Caban.

 O Sp. Braga visita o Maribor na terceira jornada do grupo, a 20 de Outubro.

 Equipa do Maribor:
 Handanović; Milec, Potokar, Rajcevic, Viler, Lesjak, Filipovic (Jelic, 70), Cvijanovic (Crnic, 46), Tavares, Beric e Velikonja (Volas, 46).
 Suplentes não utilizados: Radan, Arghus, Majer e Vujcic.

 

Club Brugge é líder na Bélgica
 Vitória sobre o Mons por 2-1 com reviravolta à mistura. Golos de Vleminckx e Odjidja-Ofoe na segunda parte

 Uma excelente segunda parte permitiu ao Club Brugge derrotar o Mons e subir ao primeiro lugar do campeonato da Bélgica. Depois de ter chegado a perder ao intervalo por 0-1, golo de Perbet, o adversário do Sp. Braga na Liga Europa conseguiu fazer a reviravolta e presenteou os adeptos no Estádio Jan Breydelstadion com uma bela exibição.

 Os golos do Club Brugge foram apontados por Vleminckx, aos 56 minutos e após passe de Dirar, e Odjidja-Ofoe aos 69 minutos. O Club Brugge tem agora um ponto de vantagem sobre Anderlecht e Cercle Brugge, com sete jogos disputados.

 Futebol internacional: siga tudo aqui!

 Equipa do Club Brugge:

 Coosemans; Donk, Hoefkens, Hogli e Almeback; Zimling, Dirar e Odjidja-Ofoe; Refaelov (Meunier, 90), Vleminckx (Akpala, 90) e Victor Vazquez (Blondel, 88).

 

Árbitro da Noruega para o Brugge

O norueguês Tommy Skjerven estará na partida entre Sp. Braga e o Club Brugge, da 2ª jornada da fase de grupos da Liga Europa.

 No Sporting x Lazio, em relação a Strombergsson, de 36 anos, vai dirigir pela terceira vez equipas portuguesas, depois de ter estado no triunfo do Sp. Braga sobre o Lech Poznan (2x0), na Liga Europa, e na goleada sofrida por Portugal frente à Croácia (5x0), no Europeu de Sub-19.

Já Tommy Skjerven esteve no triunfo do Sporting no terreno do FC Basel por 0x3, na Taça UEFA de 2006/07.

publicado por carlitos às 16:13

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab


5
8
10

11
13
15
17

18
22
23

25
27
28


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA