...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Domingo, 14 de Agosto, 2011

Uma pintura abstracta para começar. Uma palete de cores vivas sem formas perceptíveis. O novo Sp. Braga apresenta-se como obra inacabada ao olhar comum. Está em construção. O empate em Vila do Conde (0-0), frente a um Rio Ave com a mesma fórmula do passado, adia leituras para um futuro próximo.

Entre o vermelho e o verde, persistiu a mancha amarela florescente de Paulo Santos. O guarda-redes de equipamento berrante pincelou o cenário com defesas nem sempre ortodoxas mas eficazes. O Sp. Braga perdeu-se na sua própria ânsia de vencer, no último quarto-de-hora.

Nuno Gomes foi uma sombra de si mesmo num quadro que Leonardo Jardim espera concluir em tempo útil. Quatro golos em Barcelos, zero em Vila do Conde. A Liga arranca aos soluções. Casa composta, final de tarde interessante. Faltou o condimento essencial.

As expectativas, misturadas com a nostalgia, redundam ocasionalmente em desilusão. Foi o caso. Na primeira parte, então, o cinzentismo dominou o cenário de cores vivas. Abre-se a casa para visitas mas estas percebem logo: ainda não está pronta. Volte mais tarde, é melhor.

Carlos Brito mudou pouco, acrescentou apenas Pateiro (ex-U. Leiria) onde faltava Bruno Gama (D. Corunha), esqueceu a promessa Júlio Alves e manteve a aposta na continuidade. Em Braga não, tudo é diferente. Alan, Hugo Viana e Lima resistiram ao fim de ciclo. Quim voltou à baliza após um ano de exílio.

Sete reforços no onze de Leonardo Jardim, uma defesa nova e Nuno Gomes a recuperar a alegria no centro do ataque. Do outro lado, João Tomás. Duelo de goleadores veteranos, dois nomes que merecem respeito do adepto português. À atenção do seleccionador.

Onde está o cartaz?

O jogo começou bem, muito bem até. Ao terceiro minuto de jogo, bola no poste de Saulo, golo de João Tomás. Lance anulado por fora-de-jogo do português. Decisão acertada, promessa de espectáculo em Vila do Conde. Não seria bem assim.

Aliás, para a história da primeira parte, ficam apenas duas belas defesas, uma para cada lado. Paulo Santos e Quim, guardiões com registo na selecção nacional, voaram para travar os remates de Pizzi e Braga. Pouco para um cartaz atraente.

Carlos Brito debatia-se com escassez de soluções e aceitou a supremacia territorial do Sp. Braga. O renovado sector defensivo dos arsenalistas não comprometia, face ao encolhimento vila-condense, faltando apenas o encaixe das unidades atacantes. Lima era um elemento desenquadrado à esquerda, Alan e Pizzi criavam, Nuno Gomes passava ao lado do jogo.

Nem Gomes nem golos

A saída do internacional português, apupada por sinal, acaba por ser compreensível. Sem espaços na área contrária e assistentes à altura, pouco ou nada se vira.

Mossoró entrou (67m), Pizzi voltou a ser extremo, Lima saiu da linha que não lhe servia. Alan ficou à direita, depois de ter falhado mais uma promessa de golo, logo após o intervalo. Paulo Santos era o responsável pelo nulo. Assim seria até final da partida, não obstante a crescente pressão do Sp. Braga. O Rio Ave não pedia mais.

 

REACÇÕES

 

Carlos Brito e Leonardo Jardim, treinadores de Rio Ave e Sporting de Braga, respectivamente, comentaram desta forma o empate a zero entre as duas formações, em Vila do Conde:

Carlos Brito: «Fico satisfeito. Antes do jogo, perguntam se o empate é um bom resultado e claro que dizemos que o ideal é sempre a vitória. Na primeira parte, houve equilíbrio. Na segunda parte, não me custa reconhecer que houve supremacia do Sp. Braga. Julgo que valeu pela entrega. A equipa sentiu a dada altura que seria muito difícil vencer o jogo. Aceito o empate por isso mesmo. O Rio Ave não proporcionou praticamente oportunidades de golo ao Sp. Braga. Esse é o mérito que atribuo à minha equipa. Tacticamente, a equipa esteve bem. Falta alguma coisa, claro. Yazalde, Kelvin são jogadores que podem vir a acrescentar o jogo ofensivo. Não vamos viver do que foi a época passada, mas tínhamos a terceira defesa com menos golos sofridos. Kelvin ainda é novo? Eu é portugueses, é novinhos, é velhinhos, meia idade, não é por aí»

Leonardo Jardim: «Não conseguimos concretizar o nosso objectivo, que era vencer. É um campeonato normal, neste início da época as equipas apresentam dificuldades umas às outras, até porque não estão devidamente oleadas. Na segunda parte, o Sp. Braga foi extremamente dominante. Não deixámos o adversário entrar no nosso meio-campo, mas faltou-nos maior capacidade de finalização. O Sp. Braga, neste momento, em termos de opções ofensivas, só temos os jogadores que foram aqui apresentados. Estamos limitados, mas temos a noção que devemos acrescentar mais unidades ao plantel. O grupo e os associados vão ter de perceber que vamos encarar estes jogos com este lote de soluções. Não foi por falta de atitude que o Braga não venceu. Pizzi? É um jogador muito acarinhado, é normal que os sócios queiram vê-lo dentro de campo. Mas no futebol não podem jogar todos nem sempre.»

 

Pizzi, jogador do Sp. Braga, comentou desta forma o empate frente ao Rio Ave, na 1ª jornada da Liga, falando ainda nas expectativas da equipa para a temporada que agora se inicia:

«Penso que fizemos um bom jogo. Houve alguma ansiedade na fase inicial mas isso facilmente se dissipou com o decorrer dos minutos. Faltou-nos finalizar melhor para garantirmos a vitória. Sabemos que é difícil igualar ou superar o nível da época passada, porque foi atingido um patamar muito elevado. Mas trabalhamos todos os dias para garantir vitórias e realizar uma boa temporada. A equipa demonstrou qualidade para fazer uma boa campanha. Quando a mim, estou a adaptar-me bem à posição 10, com a ajuda de todos, e espero continuar assim»

 

Quim, guarda-redes do Sp. Braga, depois do regresso à baliza e do empate com o Rio Ave na primeira ronda da Liga, na «flash intervie» da SportTV:

«Faltou fazermos golo. Tivemos 20 minutos iniciais de algum equilíbrio, mas a partir daí o jogo foi todo do Braga. Tivemos muito mais posse de bola. Agora temos de trabalhar e pensar no próximo jogo. Não tenho dúvidas de que o Braga merecia ganhar.»

(Sobre o regresso) «Não foi um ano fácil, felizmente estou bem, agora só espero é continuar a trabalhar. O ano que passou é para esquecer.»

 

FICHA DE JOGO

 

37 Portugal Paulo Santos    
2 Portugal Gaspar    
5 Brasil Jeferson    
15 Portugal Tiago Pinto  
60'
18 Portugal Zé Gomes
81
 
4 Portugal Ricardo Pateiro
60
 
10 Portugal Vítor Gomes    
11 Portugal Braga
66
 
30 Brasil Wíres    
9 Portugal João Tomás    
17 Brasil Saulo  
90+4'
1 Portugal Quim    
5 Brasil Ewerton    
15 Brasil Baiano    
23 Benim Imorou    
26 Brasil Paulo Vinícius    
22 Líbia Djamal    
45 Portugal Hugo Viana    
18 Brasil Lima
76
 
21 Portugal Nuno Gomes
66
 
30 Brasil Alan    
31 Portugal Pizzi
86
 
 
28 Brasil Huanderson    
33 Brasil Éder    
3 Portugal Tiago Costa
60
 
19 Brasil Rafinha
81
 
25 Brasil Jorginho
66
 
16 Brasil Dinei    
21 Brasil Gilmar    
32 Itália Tommaso Berni    
4 Portugal Nuno André Coelho    
6 Brasil Vinicius    
8 Brasil Mossoró
66
 
25 Brasil Leandro Salino    
10 Portugal Hélder Barbosa
86
 
19 Camarões Meyong
76

 

NOTA:

Pelo facto de estar ausente aquando da realização da apresentação com os ingleses do Aston Villa quer com o Rio Ave, pois não me foi possível como costuma ser, visualizar ou pela internet ou ao vivo os jogos do SCB pelo que excepcionalmente recorro a material de orgãos que já utilizei em outras alturas, mormente em termos récnicos.

Cordialmente

CAR

publicado por carlitos às 12:16

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

16
17
18
19

22
27

30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA