...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Segunda-feira, 20 de Junho, 2011
Vêm aí mais seis reforços

Semana de muitas decisões no reino bracarense.

A menos de duas semanas do início da época 2011/12, o plantel do SC Braga já apresenta menos vagas disponíveis para reforços.

Conferidas as entradas, as saídas e os nomes dos jogadores que transitam de época, o SC Braga está bastante activo no mercado à procura de mais seis novos elementos.

As posições também se encontram definidas: um guardião, dois centrais, um médio-esquerdo, um médio criativo (vulgo n.º 10) e um ponta-de-lança.

A BOLA

 Pedreira em contagem decrescente

O pano encerrou em Dublin, mas desde logo se começou a desenhar uma nova era. Na capital do Minho os níveis elevam-se ano após ano, tal como as obrigações. Arsenalistas já estão em contagem decrescente para uma nova era, até porque esta semana já fica marcada pela chegada da grande maioria dos jogadores.

Quim começa a época mais cedo, tal como Vinicius e Ukra, jogadores que precisam de curar ligeiras mazelas. O departamento médico vai abrir a oficina já esta semana, de modo a colocar as peças afinadas e prontas para avançaram ao mesmo ritmo dos restantes elementos.

Leonardo Jardim tem ainda trabalho de gabinete pela frente, sendo que os próximos doze dias vão ser intensos, no sentido de garantir 3/4 do grupo de trabalho. Como habitualmente há sempre uma ou outra unidade que são adquiridas já com os trabalhos de pré-época em andamento, até porque é o mercado que dita as leis.

António Salvador vai jogando com o tempo e há um ou outro dossier que promete manter-se aberto até ao mês de Agosto, contudo a 1 de Julho vai apresentar-se o esqueleto principal, o primeiro lote de Leonardo Jardim.
CORREIO DO MINHO

 

Ukra
"Exemplo de Bruno Alves dá-me motivação"

Hélder Barbosa, Bruno Gama, Paulo Machado, Vieirinha e Candeias são alguns exemplos de grandes promessas da formação do FC Porto que não conseguiram singrar na equipa principal após vários empréstimos. Será Ukra a próxima? O extremo espera que não e revela, em entrevista a O JOGO, que se socorre de um caso positivo para manter viva a esperança de poder voltar ao Dragão: o de Bruno Alves. Tudo o que acredita ter de fazer é uma boa época no Braga, o único clube no qual aceitaria jogar em Portugal se tivesse de deixar os azuis e brancos, como, de resto, veio a acontecer.

Vai começar pela primeira vez uma temporada em Braga. Com que expectativas parte?

Com expectativas altas, pois estou num clube em que sou útil. No FC Porto, isso não acontecia, porque havia jogadores de muita qualidade para a minha posição e era muito mais complicado jogar. Sei que se jogar com regularidade, posso mostrar o meu valor, e o Braga dá-me essa possibilidade. Por isso estou confiante em que esta época pode ser muito boa para mim.
Como reagiu quando lhe surgiu a hipótese de se mudar para Braga?

Sinceramente fiquei muito contente e nem pensei duas vezes. Quando saí do FC Porto, em Portugal só jogaria no Braga, porque é um clube em crescimento, joga as competições europeias, tem nome e todas as condições que permitem a um jogador jovem continuar a evoluir.
Que balanço faz do tempo que passou no clube?

Estes primeiros seis meses serviram para me adaptar, embora seja um rapaz que se adapta bem a qualquer balneário, aos clubes e às pessoas. No entanto, fazer a pré-época, ainda por cima com um novo treinador, que trará novos métodos de trabalho, vai ser bom para mim.
Acredita que poderá ser a época de explosão do Ukra num clube de topo?

Acredito, porque no Olhanense lutava por objectivos diferentes dos do Braga. Estou confiante em que as coisas vão correr bem e vou dar o meu melhor para ajudar o clube.
Apesar de em 2009/10 ter começado no FC Porto, acabou por ser novamente emprestado. Considera que poderia ter tido mais oportunidades no clube?

Ainda cheguei a ter algumas... Acabei por jogar contra o Genk numa fase complicada em termos familiares, mas depois, no jogo em casa com o Beira-Mar, acabei por me magoar...
… e isso condicionou a sua afirmação?

Não sei o que iria acontecer no jogo. As coisas poderiam correr-me bem e continuar a jogar, mas isso agora é uma incógnita. Depois dessa fase, ainda fiz alguns jogos na Liga Europa e na Taça de Portugal, mas estava consciente de que, num grupo como o do FC Porto, era complicado jogar com regularidade. No entanto, com a qualidade que têm os jogadores da equipa, mesmo nos treinos dava para evoluir.
Teme que possa ter o mesmo destino de outras grandes promessas do FC Porto, como Hélder Barbosa ou Paulo Machado, que após constantes empréstimos acabaram por nunca singrar na equipa principal?

Isso é uma realidade, mas o Hélder [Barbosa] está no Braga, o Paulo [Machado] afirmou-se no Toulouse, e o próprio Vieirinha joga no PAOK. De qualquer maneira, não posso olhar apenas para estes exemplos, mas também para o de Bruno Alves e outros jogadores que estiveram emprestados e depois regressaram à casa-mãe. Não posso pensar nos que partiram, mas sim nos que foram emprestados, regressaram e conseguiram jogar. Isso é que me dá motivação para continuar a trabalhar. Neste momento sou jogador do Braga e tenho é de pensar nos objectivos do Braga. Depois, se a época correr bem e conseguir ajudar o clube a atingir os objectivos, espero que me dêem uma oportunidade para me mostrar no FC Porto.


"Jogando no Braga estou mais próximo da Selecção"
Cristiano Ronaldo, Nani, Danny, Varela, Quaresma... As opções de Paulo Bento para as alas são tantas que o próprio Ukra considera ser complicado fazer parte das escolhas do seleccionador nacional. No entanto, isso não significa que tenha abandonado o sonho de um dia ser internacional A por Portugal.

O Braga abriu as portas da Selecção Nacional a Eduardo e Sílvio. Espera que lhe faça o mesmo?

Nunca se sabe. Jogando num clube grande como o Braga, estamos muito mais próximos de entrar na Selecção A. É um objectivo que também tenho, mas para a minha posição, há muitos jogadores de grande qualidade.
A presença no Euro'2012 não lhe passa pela cabeça?

Agora não, mas quando Sílvio foi do Rio Ave para o Braga, se calhar também não lhe passaria pela cabeça ser internacional A. Por isso, vou dar o meu melhor no Braga porque, se a época correr bem, posso aproximar-me da Selecção.


"Espero a medalha do FC Porto"
Inédita ou não, a verdade é que Ukra passou por uma experiência pouco usual. Apesar de fazer parte do grupo do Braga, derrotado na final, o extremo sagrou-se vencedor da Liga Europa, pois participou em dois jogos da caminhada triunfal do FC Porto na prova. O misto de sentimentos quando as duas equipas se defrontaram em Dublin foi tal que ainda hoje não consegue explicar o que sentiu quando viu Falcao marcar o único golo do encontro e Helton erguer o troféu.

É possível ao Braga repetir ou melhorar os resultados das últimas duas épocas?

Os últimos dois anos foram muito bons, e as pessoas sabem que a fasquia está elevada; mas isso também é bom para o clube, que cresceu bastante e agora já é falado em todo o mundo. Estamos conscientes de que será difícil, mas será bom para nós. Julgo que temos qualidade para no mínimo fazer uma época igual.
Ficou triste por não ter jogado a final da Liga Europa?

Quando fui para o Braga, sabia que não poderia jogar nas competições europeias, porque já tinha jogado pelo FC Porto. Aliás, foi uma situação complicada, porque tinha jogado no FC Porto durante meio ano e, depois, a minha equipa defrontou o clube na final da Liga Europa. Acho que nenhum jogador passou por esta situação. Gostava muito de ter jogado, mas sabia que era impossível.
Como reagiu quando tomou consciência de que o Braga ia defrontar o FC Porto?

Foi estranho. Mesmo não jogando, pertencia ao grupo do Braga e sabia o quanto era importante a chegada à final para o clube. Foi por isso que festejei de forma efusiva quando eliminámos o Benfica. Depois, quando cheguei ao carro, estava a conversar com a minha mulher [Mafalda Castanheira] e pensei: "O FC Porto e o Braga vão jogar a final, e agora?" [sorrisos] É uma situação muito estranha e muito complicada de explicar. As pessoas tentavam colocar-se na minha pele e era muito complicado. O misto de sentimentos é tal que não se consegue explicar.
E quando Falcao marcou o golo?

[sorrisos] Foi igualmente estranho. Mesmo que tente explicar às pessoas o que senti, é complicado. Por um lado, fiquei contente pelo facto de o FC Porto ter marcado, pois tinha feito parte daquele grupo, mas por outro estava triste, porque o Braga era o clube no qual estava a jogar. Em Dublin, parecia estar apenas como adepto do futebol.
Imaginou-se a levantar a taça?

Não, porque mesmo que o Braga tivesse ganho, não tinha jogado pela equipa na Liga Europa.
Mas Mariano não estava inscrito na competição e também recebeu a medalha...

Sim, mas o FC Porto tem um grupo bastante solidário. Fiz parte dele durante seis meses e deu para perceber que ali, mais do que um grupo de jogadores, há um grupo de amigos. Quando é necessário mostrar respeito por alguém, não têm problema nenhum em fazê-lo.
Já recebeu a medalha a que tem direito? Afinal de contas, também participou na caminhada do FC Porto...
Ainda não. Estou à espera que o FC Porto ma entregue [sorrisos]...
Acredita que poderá ter outra oportunidade de participar na final de uma competição europeia?

A vida dá muitas voltas, por isso ainda espero não só estar presente na final de uma competição europeia, como poder jogá-la. Quem sabe se, para a próxima, não ganho mesmo uma final?

Impressionado com Villas-Boas
Apesar de a experiência ter sido curta (apenas seis meses), Ukra não esquece o trabalho com André Villas-Boas. "Além de ser jovem, é um treinador ambicioso, que tem uma qualidade impressionante e que vai continuar a triunfar daqui para a frente porque tem tudo para isso", avalia o extremo.

Pronto a ajudar Leonardo Jardim
Mesmo não conhecendo Leonardo Jardim, Ukra considera que o currículo do novo treinador do Braga espelha bem a sua qualidade. "Sei que, por onde passou, teve sempre sucesso e acredito que, no Braga, um clube que lhe dá ainda mais e melhores condições para mostrar o seu talento, também o conseguirá. Aliás, vamos estar todos empenhados em ajudá-lo", prometeu.
Arranque mais cedo
À semelhança de Quim e Vinícius, Ukra também começará a trabalhar mais cedo. Um hábito que adquiriu há anos, por forma a estar "preparado para a pré-temporada". "Já na época transacta comecei mais cedo para depois me sentir melhor. É uma fase muito importante para nós, a exigência é muita, e eu quero preparar-me o melhor possível para enfrentar este primeiro mês de trabalho", revela.

Toulon aumenta cotação de Aníbal

As boas exibições de Aníbal no Torneio de Toulon despertaram a atenção de vários olheiros, ao ponto de os ingleses do Fulham, os italianos da Udinese e os ucranianos do Metalist terem procurado informações sobre o central. A cotação do jovem internacional português, que foi convocado para o Mundial de sub-20, parece estar em alta, e é por isso que o Braga deseja prolongar-lhe o contrato. As negociações já decorrem há alguns dias e poderão ficar encerradas muito em breve.

China deverá ser o próximo destino de Keita
Utilizado em apenas sete jogos em 2010/11, Keita está em vias de deixar o plantel do Braga. O senegalês, contratado no último defeso ao Setúbal, tem vários pretendentes, mas é à China que deve rumar. Os arsenalistas não colocam quaisquer entraves à saída, pois Leonardo Jardim pretende um avançado com outro tipo de características, mais de área e com maior capacidade para segurar a bola. Farías encaixava na perfeição nesse perfil, mas as coisas estão complicadas, obrigando António Salvador a apontar baterias para outros alvos, já perfeitamente identificados.
O JOGO

 

Zé Luís: «Sou um n.º 9 mas jogo onde Jardim quiser»
É A GRANDE PROMESSA PARA A FRENTE DE ATAQUE

Há um vulcão que pode estar prestes a entrar em erupção na Liga portuguesa: Zé Luís. O ponta-de-lança que despontou no Gil Vicente e que é natural da ilha cabo-verdiana do Fogo é uma das apostas para a época que aí vem. Com 20 anos feitos em janeiro, José Luís Mendes Andrade é um ponta-de-lança explosivo ainda em formação que tem tudo para se afirmar no Sp. Braga de Leonardo Jardim.

Ainda de férias em Portugal – este ano havia tanta coisa a tratar da sua mudança de Barcelos para Braga que não deu para ir a S. Filipe, a sua cidade –, Zé Luís está consciente das novas responsabilidades. “Sei o que esperam de mim mas também me sinto muito orgulhoso por ser aposta de um clube da dimensão do Sp. Braga e quero agarrar com muita força esta oportunidade”, disse ontem a Record.
RECORD
 
Fernando Alexandre pode não continuar


Médio tem mais um ano de contrato com o SC Braga e gostaria de ficar no plantel. [/b
Apesar de Daúto Faquirá querer manter Fernando Alexandre no plantel, parece estar difícil à Direcção do Olhanense satisfazer a vontade do treinador.

O médio tem mais um ano de contrato com o SC Braga e gostaria de ficar no plantel de Leonardo Jardim.

A BOLA


Manuel Cajuda radiante com sucesso do Sp. Braga, confessa que também ele recebeu mensagens de parabéns por ser o «pai» da equipa.

Manuel Cajuda não esquece o Sp. Braga, uma equipa que estará para sempre associada ao técnico português, até porque, nos últimos 15 anos, orientou-a em oito. A equipa minhoto tem crescido a olhos vistos no panorama futebolístico português e Cajuda revelou que ele próprio recebeu mensagens de parabéns pela campanha europeia do clube, na última temporada.

«Muitas pessoas, através das redes sociais mandavam-me mensagens e agradecimentos por eu ser o pai do Braga e eu a todos dizia que era uma injustiça ao Domingos, ao presidente António Salvador e aos jogadores e a todos aqueles que fizeram o Braga progredir. Ajudei a partir muita pedra para se construir um passeio em calçada moderna para os outros poderem depois passear, e com uma situação muito bonita: ninguém estragou o trabalho feito e todos o melhoraram», afirmou o técnico que orientava o Al Sharjah, da Arábia Saudita, em conferência de imprensa.

O treinador considera que Mesquita Machado, presidente da Câmara Municipal de Braga, António Salvador, presidente do clube, e os técnicos Jesualdo Ferreira e Domingos Paciência têm grande parte do mérito do Sp. Braga actual. E Jorge Jesus? «Se não teve tempo para fazer mais, teve a inteligência necessária para não destruir», afirmou.

Contudo, para Cajuda, o grande obreiro foi mesmo Domingos: «Se um dia construírem uma estátua em Braga eu vou lá ajudar a fazer uma pedrinha. Teve a particularidade de melhorar tudo aquilo que foi feito.»

«Vivi a carreira do Braga de uma forma fascinante e, sem ser anti-portista, porque reconheço que o F C Porto foi o melhor nos últimos 20 anos, desejei muito que o Braga pudesse ganhar a final da Liga Europa. Porque, há 12 ou 13 anos, quando dizia que queria que o Braga fosse dos melhores clubes portugueses, transformando-o numa espécie de Valência ou Corunha do futebol espanhol, que não ganhando títulos intrometia-se nessa luta até às última jornadas, chamaram-me lírico, doido, algarvio chalado e afinal eu tinha razão. E quando se tem razão passados vinte anos temos uma sensação de conforto e de paz interior», assumiu a finalizar.
 Aníbal renovou e vai para a Covilhã
 

Aníbal já tem futuro traçado. O jovem defesa-central renovou esta tarde o contrato com o SC Braga, prolongando a ligação por mais duas temporadas. Nesse encontro ficou também definido que o futuro de Aníbal passará pelo SC Covilhã.
 
A cotação do defensor elevou-se consideravelmente após passagem meritória pelo Torneio de Toulon, prevendo-se que a sua convocatória para o Mundial de Sub-20, que decorrerá na Colômbia, de 29 de Julho a 20 de Agosto, potencie ainda mais o valor do seu passe.

ABOLA
publicado por carlitos às 23:55

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
4

5
6
7
10

12
14
15
16

24

26
30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA