...onde o facto pactua com a verdade... sempre!!!

contador
Sábado, 18 de Junho, 2011
 
 
 

Jorge Ribeiro: «Interesse agrada-me mas nada está decidido»
extremo pode ser o próximo reforço dos bracarenses
   
O V. Guimarães pode não ganhar 1,10 euros com as saídas de Douglas e de Jorge Ribeiro para o rival Sp. Braga. O valor do custo de uma viagem pela A11, de Guimarães para Braga, sem retorno.

O ponta-de-lança brasileiro, que jogou três épocas em Guimarães, já está confirmado e Jorge Ribeiro pode ser o freguês que se segue com partida na Cidade Berço e chegada à Pedreira. Onde moram já três jogadores que antes de vestirem a camisola dos guerreiros do Minho sentiram o peso da camisola vitoriana.

Jorge Ribeiro, de 29 anos, tem mais um ano de contrato com o Benfica e essa parece ser a questão que está a encravar a sua saída para o Sp. Braga. Mas António Salvador pode fazer valer-se das boas relações que tem com Luís Filipe Vieira para desbloquear a situação.

O jogador está de férias, tranquilo e “satisfeito” com a possibilidade de ser mais um guerreiro do Minho. “É, de facto, uma possibilidade, mas só isso, o que me agrada, pois o Sp. Braga é um excelente clube, mas nada está ainda resolvido”, disse ontem o esquerdino a Record.
RECORD
 
Sp. Braga: Ukra quer mais e melhor
Ukra mostra-se muito motivado para a temporada 2011/2012, apesar de reconhecer que as dificuldades vão existir, até porque as expectativas estão elevadas.
A excelência da época que o Sp. Braga realizou fez com que adeptos, directores, equipa técnica e todos os que acompanham os arsenalistas tenham, neste momento, elevadas expectativas relativamente ao que o Sp. Braga pode fazer na nova época.
Ukra admite que será complicado repetir a temporada passada, mas reconhece qualidade na equipa para isso.
“A época passada foi boa para todos e deu-nos motivação para recomeçar a trabalhar. Sabemos que a nossa responsabilidade agora é maior. Será muito difícil repetir o que fizemos na época passada, mas temos todas as condições para fazer uma boa campanha”, afirmou o atleta.
CORREIO DO MINHO
 
Com contrato mas sem equipa
Andrés Madrid está desaparecido desde Janeiro. Não no verdadeiro sentido do termo, mas do mapa futebolístico, uma vez que foi dispensado pelo Braga no mercado de Inverno e, até hoje, não encontrou colocação. A viver em Vila Nova de Gaia, cidade que adoptou depois da passagem pelo FC Porto, o argentino não tem pressa, pois mantém contrato com o Braga até 2013 e dispõe mensalmente de um salário alto. A ideia é começar 2011/12 num novo clube, mas sem perder muito dinheiro. É apenas um dos jogadores que mantêm contrato com o Braga, mas não fazem ideia em que equipa vão jogar.

Fernando Alexandre, Diogo Valente, Stélvio e Peña têm esse facto em comum com Madrid. Todos representam situações distintas, comum na curiosidade de estarem contratados por quem não deseja integrá-los no plantel. Fernando Alexandre e Diogo Valente são trunfos para jogar noutros tabuleiros. O primeiro até faz parte do acordo com o Olhanense para a transferência de Henrique, mas para já não acertou vínculo à formação de Olhão e continua à espera. A Diogo Valente resta um ano de vínculo com os minhotos e também muita incerteza quanto ao futuro.

Piores mesmo são os casos de Stélvio e Peña. O primeiro já esgotou créditos no Leiria, Primeiro de Agosto e Recreativo de Libolo. O segundo jogou no Caracas, mas o Braga acredita que pode recuperar os 300 mil euros investidos há duas épocas e nunca capitalizados.



Keita e Marco Ramos diferentes

As situações de Keita e Marco Ramos são substancialmente diferentes das dos cinco jogadores descritos anteriormente. Os dois também têm destino desconhecido - os planos originais apontam no sentido de um empréstimo - mas para já as ordens que têm vão no sentido de se apresentarem em Braga no próximo dia 1, a fim de integrarem os trabalhos de pré-época. Se Leonardo Jardim ficar impressionado com as suas capacidades, então até podem continuar no plantel.


Cinco médios à espera de solução

MADRID

O exemplo de como o rendimento desportivo nem sempre é condição para ganhar lugares. Madrid é dos mais caros activos do Braga e por isso teve em Janeiro ordem para procurar clube. O argentino não abdica de algumas regalias e por isso, ao fim de seis meses, continua sem clube. Chipre, Grécia e Roménia já foram recusados. Contrato ainda há!

STÉLVIO

Primeiro produto da formação a ser aproveitado nos últimos anos, o fulgor de Stélvio já lá vai. No Leiria falhou no capítulo desportivo e em Angola teve várias lesões que o impediram de recuperar terreno. Neste momento, o Braga já não conta com ele e vai tentar encontrar uma solução airosa para a ex-promessa que se estreou com 19 anos.

FERNANDO ALEXANDRE
O Olhanense tem carta branca para negociá-lo a título definitivo depois de ter vendido Henrique, mas o médio não tenciona voltar a ser emprestado. Sem espaço no plantel treinado por Leonardo Jardim, face ao excesso de médios-defensivos, pretende rescindir para jogar na I Liga portuguesa ou no estrangeiro.

PEÑA

Custou 300 mil euros há dois anos e chegou para substituir Luis Aguiar. Muito "verde", só jogou duas vezes e na época passada foi para o Portimonense. No Algarve também pouco jogou e rumou de novo à Venezuela. No Caracas querem renovar o empréstimo, mas o Braga duvida que Peña se possa emancipar de vez e prefere vendê-lo no imediato.

DIOGO VALENTE
A passagem pela Académica correu-lhe de feição, mas o jogador não cabe nos planos iniciais de Leonardo Jardim. Uma integração no plantel não é impossível, mas muito difícil. Isto porque o Braga prefere que Diogo vá para outro clube e o próprio tem meia Liga interessada. Com um ano de contrato, empréstimo ou rescisão são soluções.


É Farías quem tem a palavra
O Braga desistiu de Ernesto Farías. A decisão é irreversível e da parte do clube não haverá mais contactos com o empresário do jogador nem com o Cruzeiro. O acordo com o clube brasileiro esteve conseguido, mas as exigências do jogador abortaram o negócio.

Como no futebol nada se pode dar como definitivamente encerrado, a única possibilidade de Farías ingressar no clube minhoto é mudar de opinião e ser ele próprio a "bater à porta" e dizer que aceita jogar emprestado por um ano. O argentino não está para aí virado.


Dani cedido ao Covilhã
O lateral-direito Dani foi emprestado ao Covilhã depois de ter renovado com o Braga por mais uma época, com outra de opção. O jogador alinhou na época passada no Vizela, mas chegou a ser várias vezes convocado pelo Braga e até completou 90 minutos na Taça de Portugal. Titular da selecção de sub-21, Dani é aposta bracarense e, por isso, vai ser observado num patamar competitivo superior à II Divisão, onde anteriormente já tinha jogado também no Estrela da Amadora.

Central Aníbal contrapõe
Apesar de a renovação estar bem encaminhada, Aníbal ainda não assinou o contrato de um ano com outro de opção proposto pelo Braga. O empresário do jogador apresentou uma contraproposta ao Braga, que será estudada e terá resposta breve, até porque é intenção de todos que o jogador parta para o Mundial de sub-20 com o seu futuro próximo completamente definido.
O JOGO

 

Benfica complica Jorge Ribeiro
ogador quer mudar-se para o Minho, mas está vinculado aos encarnados até 2012.
Jorge Ribeiro é pretendido por Leonardo Jardim para ocupar uma das posições no meio-campo, mas o interesse dos bracarenses deve esbarrar no facto de o esquerdino ter mais um ano de contrato com o Benfica, podendo acrescentar-se o facto de os encarnados não estarem interessados em ceder futebolistas a um clube que é visto como um concorrente directo na luta pelo título na próxima temporada.
Assim, segundo A BOLA apurou, Jorge Ribeiro pode tentar um entendimento com o Benfica com vista à rescisão, o que abriria caminho à sua entrada em Braga.
A BOLA

 

Pré-época recheada

PREPARAÇÃO GILISTA COM MUITOS JOGOS
A programação da pré-temporada do Gil Vicente já contempla um plano de jogos suficiente para o treinador Paulo Alves averiguar não só a disponibilidade física dos jogadores, como o entrosamento do plantel. Com efeito, para além do Torneio Quadrangular de Freamunde, a realizar-se nos dias 15 e 16 de julho, naqueles que serão os primeiros testes da época, os gilistas também já agendaram desafios particulares com Oliveirense, Covilhã, Rio Ave e Sp. Braga, sendo que o encontro com os arsenalistas, agendado para 26 de julho, servirá de apresentação oficial aos associados naquela que será a 3.ª Taça Crédito Agrícola.

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/gil_vicente/interior.aspx?content_id=703069

 

publicado por carlitos às 16:35

Outra Cidade de Braga
mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
4

5
6
7
10

12
14
15
16

24

26
30


ELEVADOR DO BOM JESUS DO MONTE
pesquisar
 
últ. comentários
ola Sílvia.Como amigo que fui do Mário, não podia ...
Olá Carlos!Peço imensa desculpa por não ter respon...
Força Sporting!!! Vamos ganhar Zurich!!!!
Se foi apanhado nas malhas do doping só terá de pa...
Creio que virá a ser uma grande jogador!! já tinha...
É bom ver que grandes marcas como a HP têm em cont...
Será verdade? Este Alan gosta muito de picar o Jav...
Sinceramente acho que este senhor ficou tempo dema...
Poderíamos ter uma equipa já apurada para a próxim...
Vale é que muitos pais avós (agora promovidos a am...
LARGO do PAÇO BRAGA
BRAGA
JARDIM SANTA BÁRBARA - BRAGA
BANCO DE PORTUGAL - BRAGA
SC BRAGA
Outra Cidade de Braga
VICE-CAMPEÃO NACIONAL
ESTÁDIO AXA